Colapso

boi-em-area-desmatada-para-pasto

GaiaNet

Boletim Ecológico

Editor: Rui Iwersen

 .

 

21 de agosto de 2017

Incêndio em Portugal gera debate sobre o eucalipto

Resultado de imagem para incendio florestal em portugal 2017

O incêndio que na última semana devastou mais de 30 mil hectares de floresta e matou 64 pessoas em Portugal levantou mais uma vez o debate sobre os riscos do plantio de eucalipto, uma atividade com crescente importância para a economia do país europeu – assim como para o Brasil.

Nos dias que se seguiram à tragédia em Pedrógão Grande, na região central do país, diversos setores da sociedade portuguesa começaram a cobrar maior controle do plantio de eucalipto, a árvore dominante na área afetada pelo incêndio e que representa cerca de 30% de toda a cobertura florestal portuguesa.

Uma petição online que já recolheu assinaturas suficientes para ser obrigatoriamente discutida no Parlamento exige a revogação de um decreto-lei, assinado em 2013, que facilitou o plantio do eucalipto.

A árvore apresenta alta rentabilidade financeira em curto prazo, mas também é conhecida por ser muito inflamável. (…)

Leia mais em http://www.bbc.com/portuguese/brasil-40376855

.

15 de agosto de 2017

Nazismo e religião

Resultado de imagem para hitler biografia

Num discurso em Munique, em 1923, Hitler disse: “A primeira coisa a fazer é resgatar [a Alemanha] do judeu, que está arruinando nosso país […] Queremos evitar que nossa Alemanha sofra, como Aquele sofreu, da morte na Cruz”.

Num discurso em Berlim em 1933, Hitler disse: “Estávamos convencidos de que o povo precisa e requer essa fé. Assumimos portanto a luta contra o movimento ateísta, e não apenas com umas poucas declarações teóricas: nós o exterminamos”.

Richard Dawkins, Deus, um delírio, Companhia das Letras, 2016, 20ª reimpressão, página 353; 15 de agosto de 2017

Rui Iwersen

.

20 de junho de 2017

Saúde Mental de refugiados nº 7

Dia Mundial do Refugiado

Resultado de imagem para refugiados no brasil

No último ano 9.552 pessoas de 82 nacionalidades foram recebidas como refugiados no Brasil.

Os países com maior número de solicitantes de refúgio no Brasil em 2016 foram Venezuela (3.375), Cuba (1.370), Angola (1.353), Haiti (646) e Síria (391). Desde o início do conflito na Síria, 3.772 sírios solicitaram refúgio no Brasil.

Os dados foram divulgados hoje (Dia Mundial do Refugiado) pelo Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet e de facebook.com/gaianet.com

.

15 de junho de 2017

Reedições de GaiaNet

Toque ecológico nº 7

Não faça fogueira nas festas juninas

Fogueira é queima de árvore, de arbusto, de planta, de vida.

O uso de madeira em fogueiras festivas requer corte e destruição de árvores e arbustos.

O corte de árvores e arbustos para fogueiras contribui para o desmatamento e para a destruição da biodiversidade vegetal e animal do Planeta.

A queima de madeira nas fogueiras das festas juninas produz poluição e contribui para o aquecimento global e para as mudanças climáticas e ambientais

A região nordeste do Brasil, onde a tradição de fazer festas religiosas com fogueiras nos meses de junho é mais forte, é uma região em franco processo de desertificação.

Fogueira e fogos de artifício podem ser substituídos por recursos artificiais, não poluentes e não produtores de aquecimento global e desmatamento.

Pode haver festa junina sem fogueiras e balões. Há quem pense diferente, mas ao menos busca alternativa. Entre sites que informam sobre fogueiras e discutem alternativas, diz o portal tudoaqui – www.portaltudoaqui.com.br : “Não dá para pensar em uma festa junina sem bandeirinhas, balõezinhos pendurados e fogueira, mesmo que esta seja artificial”.

As fogueiras são perigosas para os participantes das festas juninas, especialmente as crianças e os adultos que, quando embriagados pelos tradicionais ‘quentões’, costumam ‘pular a fogueira’.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

Matéria editada originalmente em GaiaNet no dia 18 de junho de 2016

.

31 de maio de 2017

5 de junho – Dia do Meio Ambiente

Folha promove debate sobre a mata atlântica no Dia do Meio Ambiente

Folha promove na próxima segunda-feira, 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, uma discussão sobre a mata atlântica.

O debate, feito em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica, tem o objetivo de diagnosticar a situação do bioma –conjunto de seres vivos que ocupam determinada área– e refletir sobre seu futuro, elencando boas iniciativas para combater o desmatamento e restaurar as partes danificadas.

A situação é crítica: restam apenas 16 milhões dos 131 milhões de hectares originais da mata atlântica. Só entre os anos de 1985 e 2015, foram desmatados quase 2 milhões de hectares, de acordo com a fundação.

No mesmo período, porém, quase 220 mil hectares foram restaurados, o que sugere que campanhas de conscientização podem surtir efeito para mitigar o processo de extinção do bioma.

Para o debate, estão confirmadas as participações de Magda Lombardo, professora de geografia da Unesp, especialista em clima urbano e planejamento territorial, Mário Mantovani, diretor de políticas públicas da SOS Mata Atlântica, e o produtor de cinema e TV Estevão Ciavatta, idealizador da campanha de financiamento coletivo Dá Pé, voltada ao reflorestamento de biomas do país.

O evento acontecerá às 19h, no auditório da Folha, na Alameda Barão de Limeira, 425, em São Paulo.

As inscrições são gratuitas e estão abertas. Para se inscrever, basta acessar o site eventos.folha.com.br.

Fonte: SOS Mata Atlântica; Ecos da Mata nº 606

.

4 de fevereiro de 2017

Mensagem ao Donald Trump nº 4

O senhor e o relógio do fim do mundo

Resultado de imagem para trump

Em seus 70 anos de existência, o horário mais próximo da meia noite a que o “relógio do fim do mundo” já chegou foi o marco de dois minutos.

O relógio, criado no início da guerra fria por cientistas nos Estados Unidos, tinha a pretensão de servir de “medidor” da segurança do planeta diante da possibilidade de um conflito nuclear. Quanto mais próximos os ponteiros da meia noite, horário simbólico da catástrofe mundial, mais perto do fim a humanidade estaria.

A marcação mais próxima da hora zero ocorreu em 1953, quando os americanos, em corrida armamentista com a União Soviética, desenvolveram a bomba de hidrogênio.

Na semana passada, o relógio atingiu seu segundo marco mais próximo da “catástrofe”: o mundo, em 2017, está a dois minutos e 30 segundos da meia-noite.

Teresa Perosa, É tão ruim quanto parecia, Época, nº 971, 30 de janeiro de 2017,  página 41

Rui Iwersen, editor

.

18 de janeiro de 2017

Mensagem ao Donald Trump nº 3

Temperatura global bate recorde e 2016 foi o ano mais quente desde 1880

Termômetros registram temperatura alta na região da Central do Brasil durante onda de calor que atinge a cidade do Rio de Janeiro nos últimos dias de inverno. (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Termômetros registram temperatura alta na região da Central do Brasil durante onda de calor que atingiu recentemente o Rio de Janeiro.

O ano de 2016 bateu o recorde de ano mais quente desde 1880, quando foram feitos os primeiros registros históricos da temperatura, informaram nesta quarta-feira (18) cientistas na Nasa e da Agência Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (Noaa, na sigla em inglês). As informações são da Agência ANSA.

Segundo a Noaa, a média da temperatura da superfície da Terra ficou em 0,94ºC acima da média registrada no século 20, de 13,9%. Desde o século 20 o recorde anual de temperatura global foi quebrado cinco vezes: 2005, 2010, 2014, 2015 e 2016. Este é o terceiro ano consecutivo em que o recorde é quebrado.

(…) Durante o ano passado, os meses de janeiro, março, abril, junho, julho e agosto, estão entre os 12 meses mais quentes em 137 anos. De acordo com a Nasa, “as temperaturas estão atingindo níveis que podem ameaçar nossa civilização”. (…)

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/

.

13 de dezembro de 2016

Mensagem ao Donald Trump nº 1

O antes e depois da Terra: 15 imagens mostram mudanças ambientais no planeta

A tarefa dos países que ratificaram o Acordo de Paris contra a mudança do clima é a de estabilizar o aquecimento global em bem menos de 2°C e fazer esforços para limitar o aumento da temperatura a 1,5°C, em relação aos níveis pré-industriais.

A união global para reduzir as emissões de gases do efeito estufa e de se engajar em iniciativas para combater as drásticas mudanças ambientais é imprescindível.

O nosso planeta tem mudado muito ao longo dos anos e essas fotos da NASA mostram o quanto:

1. LAGO POWELL, ARIZONA E UTAH. MARÇO DE 1999 — MAIO DE 2014

2. GELEIRA PEDERSEN, ALASCA. VERÃO DE 1917 — VERÃO DE 2005

Veja mais em https://awebic.com/ambiente/imagens-nasa-mudancas-ambientais/

.

12 de dezembro de 2016

15 lugares onde é melhor você não passar a lua de mel

Phnom Pem, Camboja – O cenário dos arredores do belíssimo Palácio Real é assustador: pessoas mutiladas por minas terrestres pedindo esmolas, trânsito impossível e muita sujeira. O país inteiro apresenta um cenário de muita pobreza e violência. Os monumentos são bonitos, mas vale a pena repensar para outra ocasião.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bkrKB2

.

07 de dezembro de 2016 

Reflexão sobre o racismo nº 4

Sentindo-se ameaçados por Trump, muçulmanos e judeus dos EUA se dão as mãos

Mulheres se abraçam durante encontro da Irmandade de Salaam Shalom, em Madison, EUA

A vitória eleitoral de Donald Trump provocou uma enxurrada de islamofobia e antissemitismo, mas também levou a uma nova aliança surpreendente. Os muçulmanos e judeus americanos estão se unindo, mobilizados por uma onda de crimes de ódio contra ambos os grupos e pelas ameaças de Trump de proibir a entrada de muçulmanos no país, assim como registrar aqueles que vivem aqui.

Por ora, eles estão deixando de lado suas divisões a respeito de Israel para juntar forças para resistir ao que quer que venha a seguir. Novos grupos estão sendo formados e coalizões inter-religiosas que já existiam dizem que o interesse está crescendo. Os grupos estão visando não apenas o clero, mas também leigos, incluindo empresários, estudantes e mulheres. (…)

Até a eleição de Trump, Firdaus, que tem 56 anos e é uma gerente de manufatura da Exxon Mobil, sentia-se segura vivendo como muçulmana nos Estados Unidos. (…)

Leia mais em http://noticias.bol.uol.com.br/

.

31 de outubro de 2016

Alerta à humanidade nº 39

Sinais do aquecimento global

Nepal drena lago glacial que ameaçava inundar aldeias e trilhas no Everest

Localizado a aproximadamente 5.000 metros de altura, o Lago Imja corria o risco de inundar aldeias, trilhas e pontes da região.

“O lago, que tinha originalmente 149 metros de profundidade em algumas áreas, teve seu nível de água reduzido em 3,4 metros após meses de trabalho árduo”, afirmaram as autoridades.

O Imja é um dos milhares de lagos glaciais na Cordilheira do Himalaia. As cheias na região são atribuídas, principalmente, ao derretimento acelerado das geleiras em meio ao aumento da temperatura global. (…)

Leia mais em UOL Notícias

.

24 de outubro de 2016

Alerta à humanidade nº 38

Resultado de imagem para poluição do ar

Dióxido de carbono na atmosfera bateu recorde em 2015

Genebra – O ar nunca esteve tão poluído pelo dióxido de carbono (CO2) como em 2015, segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM), que lembra que o principal gás do efeito estufa permanece na atmosfera por milhares de anos e ainda mais tempo nos oceanos.

Segundo a organização, a concentração média de CO2 na atmosfera chegou a 400 ppm (partes por milhão) no ano passado.

“A barreira de 400 ppm de CO2 já tinha sido atingida antes, em alguns lugares e durante alguns meses do ano, mas nunca antes em escala global e durante um ano inteiro”, acrescentou na segunda-feira a OMM no seu boletim anual sobre gases do efeito estufa em 2015.

Para esta agência das Nações Unidas, o CO2 é o “problema número um”, pois “permanece na atmosfera durante milhares de anos e ainda mais tempo nos oceanos”.

Para o secretário-geral da OMM, o finlandês Petteri Taalas, a luta contra as mudanças climáticas passa “pela luta contra o CO2”. (…)

.

17 de outubro de 2016

Haiti é o país com mais mortos por catástrofes naturais, aponta ONU

Resultado de imagem para haiti hoje

Devastado por um terrível terremoto em 2010 e por três anos de seca causados pelo fenômeno El Niño antes de ser atingido em 4 de outubro passado pelo furacão Matthew, o Haiti é o país com maior número de mortes (229.699) por catástrofes naturais – segundo a ONU. De acordo com um estudo das Nações Unidas divulgado nesta quinta-feira (13), isso se dá tanto em termos absolutos quanto em relação ao total da população.

Nos últimos 20 anos, acrescenta o documento, 90% dos óbitos em catástrofes naturais foram registradas em países pobres, ou de renda média.

Os vínculos entre pobreza e catástrofes naturais são “muito claros” no caso do Haiti, explicou o representante especial das Nações Unidas para a Redução dos Riscos de Catástrofe, Robert Glasser, em entrevista coletiva. (…)

Pelo menos 1,35 milhão de pessoas morreram em catástrofes naturais entre 1996 e 2015, diz o estudo, publicado por ocasião do Dia Internacional para a Prevenção de Catástrofes.

O texto, que contabiliza 7.000 catástrofes naturais, mostra que terremotos e tsunamis são os “maiores homicidas”, seguidos de perto pelos desastres ligados ao clima, informou a ONU em um comunicado. (…)

Leia mais em: http://zip.net/blttFw

.

13 de outubro de 2016

Alerta à humanidade nº 37

Piauí registra 261 focos de incêndio em apenas 48 horas, aponta Inpe

Fogo começou ainda na terça (11) e alguns focos persistem nesta quinta-feira (13) (Foto: Defesa Civil/ Divulgação)

O Piauí registrou nas últimas 48 horas um total de 261 focos de incêndio e é o quarto estado do país com o maior número de queimadas nesse intervalo de tempo. Os dados são do monitoramento por satélite do Programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Imagens feita pela TV Clube mostram um incêndio nesta quinta-feira (13) na zona urbana de Teresina. Uma cortina de fumaça vem tomando a capital desde a quarta-feira (12).

O estado só perde para o Maranhão (660), Pará (439) e Tocantins (399) em número de queimadas nas últimas 48 horas. Somente nessas duas semanas de outubro foram 695 focos identificados, o que já corresponde a 17% do que foi registrado em todo o mês de outubro do ano passado. Este ano já são mais de 4.980 focos. Em 2015, segundo o mapeamento do Inpe, foram 14.730 registros de queimadas no estado.

Com umidade relativa do ar abaixo de 30% e temperatura beirando os 40 graus a probabilidade de novos incêndios só aumentam. (…)

Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – Inpe – www.inpe.br e G1

.

06 de outubro de 2016

Mudanças Climáticas

A assustadora imagem de satélite que mostra o potencial devastador do furacão Matthew

Imagem do furacão Matthew durante passagem pelo Haiti: a similaridade com um crânio humano assustou muita gente e viralizou na internet

Imagem do furacão Matthew durante passagem pelo Haiti: a similaridade com um crânio humano assustou muita gente e viralizou na internet

O furacão Matthew já é considerado o mais poderoso do Atlântico em quase uma década.

A enorme tempestade, que agora segue em direção à Flórida (EUA), atingiu o Haiti, República Dominicana e Cuba deixando um rastro de destruição, inundações, milhares desabrigados e ao menos 25 mortes.

Os danos já causados pelo furacão são tão assustadores quanto algumas das imagens de satélite fornecidas pela Agência Espacial dos EUA (NASA).

Uma das fotos que mais chamou a atenção foi registrada durante passagem do furacão pelo Haiti. A similaridade da imagem com um crânio humano assustou muita gente. A foto, feita a partir do espaço, viralizou nas redes sociais e foi descrita como “aterrorizante”. Ela mostra a tempestade em cores vibrantes, com destaque para o “olho” cercado por densas nuvens que delineiam o que se assemelha com o formato de um crânio de perfil e dentes. (…)

Fonte: Nasa, 

..

Quinze de setembro de 2016

As queimadas, o solo, a biodiversidade e o aquecimento global

A prática de queimada é utilizada como técnica rudimentar de preparo da terra. As queimadas são uma das principais causas do aquecimento global.

Resultado de imagem para queimadas no brasil

 A prática de realizar queimada promove uma série de problemas de ordem ambiental; tal fato tem ocorrido em diferentes pontos do planeta; os países subdesenvolvidos são os que mais utilizam esse tipo de recurso.

As queimadas são mais freqüentes em áreas rurais que praticam técnicas rudimentares de preparo da terra. Quando existe uma área na qual se pretende cultivar, o pequeno produtor queima a vegetação para limpar o local e preparar o solo. Esse recurso não requer investimentos financeiros.

Do ponto de vista agrícola, o ato de queimar áreas para o desenvolvimento da agricultura é uma ação totalmente negativa, uma vez que o solo perde nutrientes, além de exterminar todos os microrganismos presentes no mesmo que garante a fertilidade. Dessa forma, a fina camada da superfície fica empobrecida e ao decorrer de consecutivos plantios a situação se agrava gradativamente resultando na infertilidade.

Outra questão que deriva das queimadas é o aquecimento global, pois a prática é a segunda causa do processo, ficando atrás somente da emissão de gases provenientes de veículos automotores movidos a combustíveis fósseis. Isso acontece porque as queimadas produzem dióxido de carbono que atinge a atmosfera agravando o efeito estufa e automaticamente o aquecimento global. (…).

.

Treze de setembro de 2016

Alerta à humanidade nº 36

O medo nas sociedades contemporâneas

Resultado de imagem para violencia urbana

Pesquisa realizada em 21 países mostra que o brasileiro é o mais preocupado com segurança. Enquanto 32% dos entrevistados mundo afora têm essa angustia, o número sobe para 64% no Brasil.

Na sequência aparecem Turquia, (54%), México (48%), Argentina (43%) e Rússia (42%). Há, porém diferenças. Os turcos temem ataques terroristas. Na América Latina e na Rússia, o medo está associado à criminalidade.

Fonte: ÉPOCA, nº 951, 5 de setembro de 2016, Expresso, página 25

Rui Iwersen

.

.
20 de junho de 2016

Dia Mundial dos Refugiados

Deslocamento forçado atinge recorde global e afeta 65,3 milhões de pessoa 

Novo levantamento da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) aponta que uma a cada 113 pessoas no mundo é hoje solicitante de refúgio, deslocado interno ou refugiado. Ao final de 2015, pela primeira vez, número de indivíduos forçadamente deslocados ultrapassou os 60 milhões. Atualmente, a cada um minuto, 24 pessoas são deslocadas. Síria, Afeganistão e Somália são os três maiores focos de origem de refugiados.

Refugiados e migrantes atravessam a fronteira entre a Sérvia e a Hungria. Foto: Hollandse Hoogte/Warren Richardson (via ACNUR)

Lançando nesta segunda-feira (20) pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), o relatório “Tendências Globais” – que registra o deslocamento forçado ao redor do mundo com base em dados dos governos, de agências parceiras e da própria agência da ONU – aponta um total de 65,3 milhões de pessoas deslocadas por guerras e conflitos até o final de 2015.

O número representa um aumento de quase 10% se comparado com o total de 59,5 milhões de pessoas deslocadas registradas em 2014. Esta é a primeira vez em que os números de deslocamento forçado ultrapassaram o marco de 60 milhões de pessoas. (…)

Fonte: Agência das Nações Unidas para Refugiados – ACNUR –  http://www.acnur.org/

.

14 de junho de 2016

Religiosidade medieval nº 17

As cruzadas, as guerras  e os terrorismos religiosos

Cruzada. No mundo pós 11 de setembro, a simples menção dessa palavra causa polêmica. Após o ataque às torres gêmeas, o presidente George W. Bush teve de pedir desculpas por usar o termo “cruzada”para nomear sua guerra contra o terrorismo.

Osama bin Laden aproveitou a gafe. Em seu pronunciamento, o terrorista classificou a guerra no Afeganistão de “cruzada religiosa contra os muçulmanos”.

A palavra ressuscitava dos livros de história.

Rodrigo Cavalcante, Toda a verdade sobre as Cruzadas, Super Interessante, edição 213, maio 2005; página 53

Rui Iwersen

.

12 de junho de 2016

Massacre em boate gay de Orlando – EUA, provavelmente realizado por um jovem americano filho de pais afegãos 

Reedições de GaiaNet

Religiosidade Medieval nº 14

Há quase mil anos, o Ocidente trombou com o Oriente. O mundo cristão invadiu o mundo muçulmano e deu origem a 200 anos de guerra.

O papa Urbano II deu origem a essa história toda. Foi ele que, num dramático comício realizado em Clermont, na França, conclamou os cristãos a invadirem e reconquistarem a Terra Santa.

Antes da invasão cristã, Jerusalém era uma cidade tranquila, onde muçulmanos conviviam em paz com judeus e cristãos, desde que estes não ofendessem Alá e respeitassem o Alcorão.

Em julho de 1099, Jerusalém virou um inferno para os muçulmanos. Crianças assassinadas, mulheres violentadas, pilhas de cadáveres e um mar de sangue cobrindo as ruas.

A reação islâmica tem um grande herói: Saladino, o líder que unificou muçulmanos. Para derrotar os cruzados, ele pregava união de todos os muçulmanos em torno da Jihad, a guerra santa do Islã.

Rodrigo Cavalcante, Toda a verdade sobre as Cruzadas, Super Interessante, edição 213, maio 2005; páginas 52, 55, 57 e 59

Matéria editada em GaiaNet em 25 de novembro de 2015

Rui Iwersen

.

20 de maio de 2016

O sangue derramado dos jovens brasileiros

O sangue derramado em solo brasileiro tem cor. É negro. Entre 2004 e 20014, enquanto a taxa de homicídios entre não negros caiu quase 15%, a taxa entre os negros (pretos e pardos) cresceu 18%.

… ser homem, jovem, negro e nordestino no Brasil é ser alvo permanente. Quanto menos se estuda, mais se é vítima: quem tem 21 anos e estudou menos do que oito tem 5.4 mais chances de ser assassinado.

As mulheres são minoria, mas são extremamente vulneráveis: em 2014, 13 mulheres foram assassinadas por dia.

A epidemia do descaso, ÉPOCA, nº 928, 28 de março de 2016, páginas 48 e 49

Rui Iwersen

.

17 de maio de 2016

Temperaturas globais bateram recorde em abril, mostra mapa da Nasa

O mês de abril foi o sétimo seguido a bater recordes de temperatura global, segundo um mapa da Nasa, a agência espacial americana.

Os dados mostram que o mês passado quebrou o recorde para abril pela maior margem já registrada – foi o terceiro mês consecutivo em que esse recorde foi quebrado. (…) “A circunstância lamentável que temos agora é a soma de um intenso fenômeno El Niño que foi potencializado pelo aquecimento global”, disse Christina Figueres, secretária-executiva da Convenção da ONU para Mudanças Climáticas.

“Todas essas quebras de recordes nas temperaturas e as implicações disso – como o recorde no número de incêndios e as secas na Índia – nos fazem lembrar que não podemos fazer nada a não ser acelerar planos com soluções. Não temos outra opção a não ser acelerar essa agenda”, afirmou. (…)

Brasil

Dados do Instituto Nacional de Meteorologia mostram que o Brasil seguiu o padrão global de aumento de temperatura no mês passado. No período histórico entre 1981 e 2010, algumas regiões, especialmente Sul, Centro e Nordeste do país, registraram aumento de até 3º Celsius.(…)

Leia mais em: http://zip.net/bkthFr

.

15 de maio de 2016

O assassinato despercebido dos jovens brasileiros

Naqueles nove minutos que dedicamos para um banho mais demorado, uma pessoa é assassinada. Na hora que gastamos dentro do carro, no trânsito, sete pessoas são mortas violentamente. (…) Cento e sessenta e oito homicídios acontecem nas 24 horas que apartam um café da manhã de outro. Mais de 5 mil em um mês.

Em um único ano, o de 2014, foram 59.627 homicídios no Brasil – mais de 31 mil eram jovens. Mas somos incapazes de oferecer nove minutos de nossas vidas para lamentar, ou sequer notar, nossa juventude perdida. (…)

Por que seguimos adormecidos para a imensa tragédia de sermos o país que mais mata no mundo em termos absolutos? Por que não nos comove ter, na pátria amada e tão gentil, 10% dos homicídios do planeta?

A epidemia do descaso, ÉPOCA, nº 928, 28 de março de 2016, páginas 48 e 49

Rui Iwersen

 

05 de abril de 2016

Alerta à humanidade nº 39

Obra de arte feita com latas de alumínio amassadas em Taipei, Taiwan.

Diversos trabalhos feitos de latas foram expostos nas ruas da cidade para chamar a atenção para a proteção do meio ambiente

Fonte: http://zip.net/bfs6mx.

 

10 de fevereiro de 2016

Alerta à humanidade nº 38

Segundo maior lago da Bolívia desaparece após ser totalmente evaporado

A Agência Espacial Europeia (ESA) comprovou por meio de imagens de satélite o desaparecimento do segundo maior lago da Bolívia. As fotografias mostram a evaporação completa dos 3 mil quilômetros quadrados do lago Poopó.

Especialistas apontam as mudanças climáticas e o fenômeno El Niño como fatores que contribuíram para o desastre.

Fotografias tiradas em 27 de abril de 2014, 20 de julho de 2015 e 22 de janeiro deste ano mostram a redução e o desaparecimento da água do lago, localizado na Cordilheira dos Andes e o maior do país depois do Titicaca. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bssSb2

.

24 de janeiro de 2016

Alerta à humanidade nº 37

Consequências vitais das mudanças climáticas globais

.

.

06 de janeiro de 2015

Queimadas crescem 27,5% no país em 2015

Brasília - No período de estiagem, o cerrado sofre com as queimadas. A baixa umidade no fim de semana levou a Defesa Civil a declarar estado de emergência na capital (Jose Cruz/Agência Brasil)

As queimadas aumentaram 27,5% em todo o país, passando de 184 mil focos em 2014 para aproximadamente 235 mil no ano passado, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Segundo a série histórica, iniciada em 1999, o resultado perde apenas para o número de queimadas registradas em 2010 (249 mil focos).

Os incêndios florestais em 2015, detectados por meio de satélite, predominaram no período menos chuvoso, entre agosto e dezembro. Em agosto, ocorreram 39 mil queimadas; em setembro, foram 72 mil; em outubro, foram registrados 50 mil focos; em novembro, ocorreram 27 mil queimadas; e em dezembro, foram 18 mil focos.

Entre os meses menos críticos, estão janeiro (4 mil focos), junho (5 mil incêndios) e julho (8 mil queimadas). Os meses de fevereiro, março, abril e maio registraram cerca de 2 mil queimadas cada.

O estado com maior ocorrência de queimadas foi o Pará, que teve mais de 44 mil registros em 2015, um crescimento de cerca de 8 mil focos em relação a 2014. O segundo colocado foi Mato Grosso, com 32 mil incêndios florestais, alta de 4 mil focos na comparação com o ano anterior.

Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE – e Agência Brasil.

.

16 de dezembro de 2015

Alerta à humanidade nº 35

Brasil tem 4 registros de microcefalia por hora; férias podem ampliar surto do vírus zika

As notificações de casos suspeitos de microcefalia subiram de 1.761 para 2.401 no País em uma semana – chegando a quase quatro registros por hora.

Desse total, 134 tiveram confirmação para zika, em 102 essa relação foi descartada e outros 2.165 continuam sob investigação.
Os registros foram feitos em 549 municípios, em 19 Estados e no Distrito Federal. Seis Estados entraram pela primeira vez na lista: São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará e Rio Grande do Sul.
Além do aumento de casos, o governo já teme que as festas de fim de ano espalhem o surto de zika pelo País. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bqsyW5

.

06 de dezembro de 2015

Alerta à humanidade nº 34

Mudanças climáticas vão alterar cerca de 38% dos recifes de corais do mundo [em 2016]

Se 2015 foi o ano mais quente já registrado, 2016 promete ser pior ainda. Tudo isso por causa do fenômeno El Niño, que altera a temperatura da superfície do oceano Pacífico, o que tem efeitos diretos no clima.

Cientistas afirmam que aproximadamente 38% dos recifes de coral do mundo devem sofrer alterações devido a esse aquecimento até o final deste ano, e uma área de 12 mil quilômetros de corais deve morrer. A força do El Niño está ligada às mudanças climáticas, que tornam os fenômenos climáticos mais intensos. Os dados e fotos foram apresentados nesta quinta-feira (03), na COP-21 (Conferência do Clima da ONU).

Esse vai ser o terceiro branqueamento de corais registrado na história. O branqueamento de corais é a morte dos pólipos responsáveis pela construção dos recifes. O primeiro aconteceu em 1998 e matou 16% do total de recifes de corais existentes, também ocasionado pelo El Niño. O segundo foi em 2010.

O branqueamento mundial de recifes de corais é considerado um dos indicadores mais visuais das alterações climáticas. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bmstJc

.

02 de dezembro de 2015

Religiosidade medieval nº 15

Guerras religiosas nº 2

 
.
Uma estação de rádio na Somália controlada pelo grupo extremista islâmico Al-Shabab premiou com armas crianças que participavam de um concurso de declamação do Alcorão, o livro sagrado dos muçulmanos.
.
O grupo que venceu a competição recebeu um fuzil AK-47 e o equivalente a US$ 700. O segundo colocado recebeu um AK-47 e US$ 500 e terceiro, duas granadas de mão e US$ 400.
.
Quatro crianças, de idades entre 10 e 17 anos, foram escolhidas para representar cada distrito na competição realizada durante o Ramadã, o mês sagrado dos muçulmanos, que terminou em agosto.
.
 ‘Os jovens devem usar uma mão para educação e com a outra segurar uma arma para defender o Islã’, disse o comandante do Al-Shabab Mukhtar Robow aos vencedores da competição em Elasha, cerca de 20 km da capital.

Os vencedores também receberam livros religiosos. Mohamed Moalimu, repórter da BBC em Mogadício, disse que o concurso vem ocorrendo há três anos.

Em edições anteriores, a primeira colocação era premiada com um lançador de granadas.

BOL e BBC BRASILConcurso premia crianças com armas na Somália; 20 de setembro de 2011

Fonte: GaiaNet, Curiosidades Ecológicas – 9. Curiosidades sobre Religião
.

01 de dezembro de 2015

Alerta à Humanidade nº 33

Mudanças climáticas devem levar a nova crise de refugiados, diz Obama

O presidente dos EUA, Barack Obama, concede entrevista após encontro paralelo à COP21

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira (1º) que o mundo passará por uma nova crise de refugiados caso os países não se comprometam com uma ação ambiciosa para evitar as mudanças climáticas.

“Se deixarmos o mundo continuar aquecendo rapidamente como está, então teremos que dedicar mais e mais dos nossos recursos para nos adaptar às várias consequências das mudanças climáticas. Este é um imperativo econômico e de segurança que temos que enfrentar agora.”

Em encontro paralelo à Conferência do Clima de Paris (COP21), Obama recebeu dirigentes de países insulares, como os caribenhos Santa Lúcia e Barbados, Papua Nova Guiné, Kiribati e Ilhas Marshall, na Oceania.

Ele os citou como exemplos de áreas destruídas com as mudanças climáticas. “Estes não são os países mais populosos ou influentes, mas suas populações estão entre as mais vulneráveis à devastação”, disse o americano. (…)

Leia mais em: http://www1.folha.uol.com.br

.

23 de novembro de 2015

Alerta à Humanidade nº 32

ONU: acordo sobre clima é urgente após 600.000 mortes em 20 anos por catástrofes

Os desastres naturais, cada vez mais frequentes, mataram mais de 600.000 pessoas em 20 anos, anunciou nesta segunda-feira a ONU, que destacou a importância de alcançar um acordo na conferência COP21 sobre o clima que começará na próxima segunda-feira em Paris.

Desde 1995, “as catástrofes meteorológicas levaram 606.000 vidas, uma média de 30.000 ao ano, com 4,1 bilhões de pessoas feridas, que perderam suas casas ou ficaram em necessidade de ajuda urgente”, afirma um relatório do Escritório da ONU para a Redução dos Riscos de Desastres. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bqsrtW

.

21 de novembro de 2015

Alerta à Humanidade nº 31

Mais da metade das espécies de árvores da Amazônia estão ameaçadas

 Um estudo reunindo 158 pesquisadores de 21 países concluiu que pelo menos 36% e até 57% de todas espécies de árvores da Amazônia devem estar ameaçadas. A pesquisa, publicada nesta sexta-feira (20) na revista Science Advances, usou os critérios da lista vermelha de espécies ameaçadas de extinção da União Internacional de Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês).
Nesta lista, se há perda de 30%, a espécie é considerada vulnerável; de 50%, ameaçada e de 80% é em perigo de extinção.

O declínio afeta árvores que são representativas da Amazônia como a castanheira, o cacaueiro e a palmeira do açaí. No entanto, a situação é pior em relação a árvores com menor incidência ou mesmo incidência em apenas algumas áreas, explica o pesquisador que liderou o equipe,  Hans ter Steege, do Centro de Biodiversidade Naturalis, na Holanda.

Muito se fala sobre os efeitos do desmatamento da Amazônia sobre o ecossistema ou o clima como um todo, mas pouco se sabe sobre o impacto em espécies específicas. “Há muitos dados que não sabemos, por exemplo, quantas espécies de anfíbios, insetos, fungos, bactérias, etc.”, diz o líder da pesquisa. Steege e seus colegas colheram dados desde 2009 e, em 2013, chegaram à estimativa de que há cerca de 15 mil espécies diferentes de árvores na região. (…)

No entanto, Steege espera que o estudo tenha um impacto positivo. “Ainda temos oportunidade de preservar. Não é para pensar que não podemos fazer nada. Podemos pressionar para isso ir para a direção certa”, diz. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bgspRJ

.

17 de novembro de 2015

Eles tem armas e ódio, nós temos champanhe e tecnologia

Guerra Cibernética nº 1

Anonymous diz ter sabotado mais de 5.500 contas do Twitter ligadas ao Estado Islâmico

Washington – O grupo de hackers Anonymous afirmou nesta terça-feira ter sabotado mais de 5.500 contas Twitter relacionadas com o grupo Estado Islâmico (EI) após sua declaração de guerra contra os jihadistas, em reação aos atentados em Paris.

O Anonymous fez o anúncio em tuíte no dia seguinte ao lançamento da campanha #OpParis, destinada a bloquear os sites e contas nas redes sociais ligadas ao EI, que reivindicou os ataques que provocaram pelo menos 129 mortos e 352 feridos na sexta-feira na capital francesa.

“Mais de 5.500 contas do Estado Islâmico foram sabotadas”, afirma a mensagem sem detalhar de que modo isso foi feito.

Em uma aparente resposta, uma mensagem distribuído pelo aplicativo de mensagens Telegram pede que simpatizantes do EI protejam suas contas. “Os hackers do Anonymous ameaçam (…) fazer uma operação maior contra o EI (idiotas)”, diz a mensagem.

A “declaração de guerra”, entretanto, pode acabar sendo contraprodutiva e afetar a investigação, alertou na segunda-feira Olivier Laurelli, um blogueiro especializado em segurança informática.

Fonte: http://zip.net/brsply

.
15 de novembro de 2015

Religiosidade Medieval nº 13

Contradições religiosas nº 1

“Quem matar um ser humano (…) terá matado a humanidade inteira. Quem salvar uma vida humana terá salvo toda a humanidade.”

Alcorão – quinta surata, versículo 32Super Interessante; edição 343; fevereiro de 2015; página 22

 .
13 de novembro de 2015

Reedições de GaiaNet nº 4 (pensando no terrorismo em Paris)

Freud Explica nº 20

A Guerra nº 3

A pedido de Einstein e da Liga das Nações (a atual ONU), Freud explica as razões psicológicas das guerras humanas

Presado Professor Einstein

(…) Receio que eu possa estar abusando do seu interesse, que, afinal, se volta para a prevenção da guerra e não para nossas teorias. Gostaria, não obstante, de deter-me um pouco mais em nosso instinto destrutivo, cuja popularidade não é de modo algum igual á sua importância.

Como consequência de um pouco de especulação, pudemos supor que esse instinto está em atividade em toda criatura viva e procura leva-la ao aniquilamento, reduzir a vida à condição original de matéria inanimada. Portanto, merece com toda seriedade, ser denominado instinto de morte, ao passo que os instintos eróticos representam o esforço de viver.

O Instinto de morte torna-se instinto destrutivo quando, com o auxilio de órgãos especiais, é dirigido para fora, para objetos. O organismo preserva sua própria vida, por assim dizer, destruindo uma vida alheia.  (…)

Cordialmente

Sigmund Freud

Einstein e Freud; Por que a Guerra?  (1932-1933); Edição Standard Brasileira das Obras de Freud; Imago Editora; Rio de Janeiro; 1974; páginas 253 e 254

Rui Iwersen; matéria editada em GaiaNet em 28 de janeiro de 2015

.
12 de novembro de 2015

Alerta à Humanidade nº 30

Desaparecimento do Coral Solitário de Wellington – Rhizopsammia wellingtoni

Corais são os seres vivos mais afetados pelo aquecimento global dos mares – e com o Coral solitário de Wellington não foi diferente. Originário das ilhas Galápagos, este coral roxo escuro, quase preto, vivia entre 2 e 45 metros de profundidade.

Ele desapareceu quando as águas do Pacífico esquentaram nos últimos anos.

Fonte: Super Interessante, Supernovas, edição 351, setembro 2015, página 13

Rui Iwersen

.
27 de outubro de 2015

Puma Concolor é oficialmente declarado extinto

Obrigado Humanos: Puma Concolor é oficialmente declarado extinto
O animal foi visto pela última vez há quase 77 anos, o Puma Cougar (Puma concolor oriental) era vítima incessante de caçadores e foi completamente eliminado, de acordo com o US Fish and Wildlife Service.
Após uma revisão de 4 anos, o Wildlife Service vai remover o animal no mês que vem da sua lista de espécies ameaçadas, já que ele estava nos últimos 43 anos. Com a medida, o felino, que já habitou a América do Norte, do Canadá à Carolina do Sul, nos EUA, não mais será considerado uma espécie em perigo. (…)

O último registro confirmado de um puma cougar do Leste foi em 1938, o animal em questão estava morto. Antes, um deles foi visto em Nova Brunswick, no Canadá, em 1932. O animal foi exterminado por imigrantes europeus, que o eliminavam sob a alegação de autoproteção. Além disso, seu desaparecimento tem a ver com o desflorestamento ocorrido na região, que também levou a sua principal presa, o veado-de-cauda-branca, à extinção.

Fonte: biosciencetechnology

Veja mais aqui http://climatologiageografica.com.br/obrigado-humanos-puma-concolor-e-oficialmente-declarado-extinto/#ixzz3poc9CpAg

.

17 de outubro de 2015

Reedições de GaiaNet nº 3

10 de outubro de 2014

Queimadas e incêndios destroem florestas e vidas

Com a seca e o hábito de queimadas para agricultura e pecuária no Brasil, milhares de focos de queimadas e incêndios florestais queimam o que resta da Mata Atlântica e de sua biodiversidade.

Rui Iwersen, editor

.

14 de setembro de 2015

400 casas são consumidas pelo fogo na Califórnia

O incêndio florestal mais destrutivo a atingir este ano o norte da Califórnia, região que sofre com a seca que afeta o oeste dos EUA, matou uma pessoa e deixou mais de 400 casas incineradas, informaram os bombeiros nesta segunda-feira (14), afirmando que esperam um aumento na contagem de propriedades destruídas.

O apelidado Incêndio do Vale teve início no sábado (12) e se espalhou rapidamente através de um conjunto de pequenas comunidades nas colinas e vales na região produtora de vinho do condado de Napa, forçando a retirada de milhares de moradores.

Algumas pessoas relataram saídas dramáticas em meio às labaredas que encobriam as vizinhanças ao redor. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bgr0vV

.

30 de agosto de 2015

Alerta à Humanidade nº 28

Fogo, calor, insetos… veja ameaças que afetam as florestas da Terra

As florestas cobrem cerca de 20% da superfície terrestre. O maior impacto causado pelo homem foi realizado nas florestas de zonas temperadas, mas atualmente, as mudanças já chegaram às florestas tropicais e à zona boreal, no hemisfério norte.

A revista Science reuniu importantes informações observadas pelos cientistas ao longo dos últimos anos que mostram a perda de capacidade da manutenção de seu próprio ambiente, seja por causas naturais ou ações dos seres humanos.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bprVt2

.

27 de agosto de 2015

Reedições de GaiaNet nº 2

The revenge of Gaia –  A Vingança de Gaia – de James Lovelock

The revenge of Gaia, o livro de James Lovelock editado no Brasil com o título A Vingança de Gaia, oferece muito material para a compreensão de nosso planeta e de sua dinâmica, e, portanto, importantes informações para nossas necessárias reflexões e ações ecológicas.

Nesta breve síntese deste importante livro de James Lovelock, A Vingança de Gaia, apresento algumas informações, advertências e conselhos do autor.

Capítulo 1 – O Estado da Terra

Neste capítulo inicial, James Lovelock apresenta Gaia, o sofrimento da ‘Terra viva’, e os riscos para a humanidade e para a civilização – uma possível ‘nova Idade Média’.

Diz ele nas páginas 15 e 23: “O que torna diferente este livro é que eu falo como um médico planetário cujo paciente, a Terra viva, se queixa de febre. Vejo o declínio da saúde da Terra como a nossa preocupação mais importante, nossas próprias vidas dependendo de uma Terra sadia (…) As perspectivas são sombrias, e, ainda que consigamos reagir com sucesso, passaremos por tempos difíceis. (…) O que está em risco é a civilização”.

Capítulo 3 – História da Vida de Gaia

O autor, com realismo científico, neste capítulo faz uma análise retrospectiva e prospectiva do planeta Terra – de seu nascimento à sua futura morte.

Diz James Lovelock nas páginas 47, 51 e 52: “A vida na Terra começou há 3 ou 4 bilhões de anos. (…) Naquela época prematura, o Sol era provavelmente 25 por cento menos luminoso do que hoje. (…) Como o Sol vai ficando mais quente, o calor recebido pela Terra agora é maior do que quando a vida começou, há mais de 3 bilhões de anos. (…) Daqui a cerca de um bilhão de anos, e muito antes do fim da vida solar, o calor recebido pela Terra [hoje 1,35 quilowatts/m2] será superior a 2 quilowatts por metro quadrado, mais do que a Gaia que conhecemos consegue suportar. Ela morrerá de superaquecimento”.

Capítulo 4 – Previsões Para o Século 21

James Lovelock refere-se ao aquecimento global, nos alerta para possíveis alterações ambientais – como o aumento do nível do mar, furacões e enchentes – e mostra crença na mitigação de suas consequências.

Diz o cientista nas páginas 62: “Conquanto não possamos retornar ao belíssimo mundo de 1800, quando éramos apenas um bilhão, talvez sejamos capazes de atenuar as conseqüências do aquecimento global”.

Capítulo 5 – Fontes de Energia

Lovelock apresenta neste capítulo várias alternativas energéticas para a humanidade, inclusive a energia atômica. Neste cápitulo, o autor enfatiza a necessidade de mudança cultural e de modo de vida.

Diz ele nas páginas 77 e 103: “Como sempre, voltamos ao fato inevitável que de há gente demais vivendo de forma errada. (…) Sem mudanças drásticas no estilo de vida, teremos que continuar usando energia de combustíveis fósseis por várias décadas”.

Capítulo 6 – Produtos Químicos, Alimentos e Matérias-Primas

Este capítulo serve ao autor para denunciar os malefícios praticados por um animal guerreiro, conquistador e primitivo – Homo sapiens: ‘Não faz muito tempo, estavamos certos de que a vida vegetal havia sido criada por um Deus bondoso para a comermos’.

Neste capítulo James Lovelock nos alerta enfaticamente para o risco das ações humanas contra Gaia. Diz ele à página 108: “Apossando-se maciçamente de terras para alimentar as pessoas e empesteando o ar e a água, estamos tolhendo a capacidade de Gaia de regular o clima e a química da Terra, e se continuarmos assim, corremos o risco de extinção”.

Capítulo 9 – Além da Estação Final

Concluindo, neste capítulo James Lovelock analisa, entre outras coisas, as condições sanitárias do Planeta após milênios de maltrato por um de seus filhos –Homo sapiens sapiens – e convida os seres humanos a fazerem as pazes com Gaia.

Diz Lovelock nas páginas 139 e 145: “Gaia, a Terra viva, está velha e não mais tão forte como há 2 bilhões de anos. Ela luta contra o aumento inevitável do calor solar a fim de manter a Terra fresca o bastante para sua profusão de vida. Mas, para agravar suas dificuldades, uma dessas formas de vida – os seres humanos, animais tribais aguerridos com sonhos de conquistar até outros planetas – tentou governar a Terra em seu próprio benefício somente”. (…) “De várias maneiras, estamos em guerra involuntária contra Gaia, e para sobreviver com nossa civilização intacta precisamos urgentemente selar uma paz justa com Gaia enquanto somos fortes o bastante para negociar, e não uma ralé derrotada e debilitada em vias de extinção”.

Rui Iwersen; 10 de março de 2009

Reedição feita em Paris no dia 27 de agosto de 2015

.

02 de agosto de 2015

São Paulo teve hiperepidemia de diarreia no primeiro ano da crise hídrica

O ano em que São Paulo imergiu na crise hídrica também foi marcado por uma hiperepidemia de diarreia aguda, que dura de 2 a 14 dias e pode causar cólicas e febre. Dados divulgados pela Divisão de Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar, vinculada à Secretaria Estadual da Saúde, mostram que 315 mil casos foram registrados no Estado em 2014, uma média de 863 ocorrências por dia.

O levantamento foi apresentado em maio deste ano durante evento na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), quando Eliana Suzuki, diretora do departamento que também é ligado ao Centro de Vigilância Epidemiológica classificou a situação como “hiperepidêmica” e a relacionou ao problema de falta d’água. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bxrKbS

.

16 de julho de 2015

Alerta à Humanidade nº 27

Desaparecimento de abelhas poderá causar mais de um milhão de mortes [por ano] em todo o mundo

Zangão poliniza flor na cidade de Burlington (EUA). Um estudo publicado em 9 de julho na revista Science indica que as abelhas não estão se adaptando bem às mudanças climáticas

  • Um estudo publicado em 9 de julho na revista Science indica que as abelhas não estão se adaptando bem às mudanças climáticas

O declínio mundial dos polinizadores – principalmente abelhas e outros insetos – pode causar até 1,4 milhões de mortes adicionais por ano, um aumento de mortalidade mundial de quase 3%, segundo pesquisadores.

Esse aumento na mortalidade é resultado da combinação de uma diminuição da vitamina A e ácido fólico (vitamina B9), vitais para mulheres grávidas e crianças, e um aumento da incidência de doenças não transmissíveis, como doenças cardíacas, acidente vascular cerebral (AVC) e certos tipos de câncer. Estes são os fenômenos que provocam, através de mudanças na dieta, um colapso da população de polinizadores.

As deficiências em vitamina A e ácido fólico podem atingir os olhos, levando à cegueira, e causar malformações do sistema nervoso. Estes efeitos na saúde afetariam países desenvolvidos e em desenvolvimento, de acordo com a análise publicada nesta quinta-feira na revista médica The Lancet.

De acordo com um cenário de completa eliminação de polinizadores, 71 milhões de pessoas em países de baixa renda poderiam encontrar-se deficientes em vitamina A, e 2,2 bilhões que já têm consumo inadequado teriam suas contribuições reduzidas novamente. (…)

Uma redução de 100% dos “serviços de polinização” poderia reduzir os estoques globais de frutas em 22,9% frutas, legumes em 16,3% e 22,9% em nozes e sementes, mas com diferenças entre países.

Em suma, essas mudanças na dieta podem elevar as mortes anuais globais por doenças não-transmissíveis e aquelas relacionadas à desnutrição para 1,42 milhões de mortes por ano (2,7 % da mortalidade total anual), de acordo com o estudo conduzido por Samuel Myers, da Universidade de Harvard. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bbrClJ

.

14 de julho de 2015

Alerta à Humanidade nº 26

Aquecimento global pode favorecer migrações e terrorismo

  • Migrantes são colocados em ônibus ao desembarcarem no porto de Palermo, no sul da Itália

A falta de alimentos e reservas de água devido ao aquecimento global pode causar migração populacional significativa, desorganizar os países e favorecer o terrorismo, em particular no Oriente Médio e na África – alertam especialistas internacionais.

Um relatório intitulado “Alterações climáticas, uma avaliação dos riscos”, traz previsões de cientistas, analistas políticos, especialistas em risco financeiro e militares de um cenário sombrio para o futuro da humanidade caso ocorra este aumento de temperatura global. Com o aumento do nível dos mares, a superfície das regiões agrícolas e habitáveis se reduzirão, o que favoreceria os conflitos, em especial em regiões já instáveis como o Oriente Médio e a África.

Com o aquecimento global de uma média de 0,8 graus Celsius desde a Revolução Industrial, o planeta já enfrenta “problemas importantes”, ressaltou o informe. “Uma maior mudança do clima deverá causar enormes riscos para a segurança nacional e internacional”, uma vez que o esgotamento de água potável e das terras aráveis se tornará “uma fonte de conflito”.

O problema atual dos refugiados na Europa parecerá algo insignificante diante dos enormes movimentos de populações provocados pelos desastres climáticos que virão, segundo os especialistas. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bmrBrl

.

13 de julho de 2015

Alerta à Humanidade nº 25

Onda de Calor no Hemisfério Norte

Banhistas lotam praia em Qingdao, na província chinesa de Shandong, nesta segunda-feira (13). As praias da região ficaram lotadas devido a onda de calor que atinge o norte da China.

Feng Jie/Xinhua

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bmrBnZ

.

10 de julho de 2015

O tufão Chan-hom se aproxima da costa leste da China O país está em alerta máximo

O tufão começou a aterrar na província de Zhejiang, com fortes chuvas e ventos, de acordo com a agência de notícias Xinhua. A província vizinha de Fujian e a cidade de Xangai também deverão ser afetadas.

Pelo menos uma centena de voos foram cancelados e outras rotas de tráfego foram interrompidas.

Mais de 865 mil pessoas já foram evacuadas. Meteorologistas temem que o Chan-hom se transforme em um dos mais fortes tufões das últimas décadas.

.
Leia mais [e veja vídeo]:http://br.sputniknews.com/mundo/20150710/1534418.html#ixzz3fWU7LuuP

.

08 de julho de 2015

Alerta à Humanidade nº 24 

Calor, seca e incêndios florestais no Hemisfério Norte

Nos primeiros dias do verão no Hemisfério Norte, o forte calor e a seca tem provocado inúmeros incêndios florestais, especialmente nas florestas do Canadá e da Espanha.

.

06 de julho de 2015

Religiosidade Medieval nº 11

Turista joga vinho sobre outros participantes da festa de abertura oficial do festival de São Firmino, nesta segunda-feira (6), em Pamplona, na Espanha. Pessoas de todo o mundo vão à cidade todos os anos participar das celebrações, que incluem, a partir desta terça, oito dias de corridas de touros pelas ruas da cidade.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bcrydM

.

17 de junho de 2015

Dia Mundial Contra a Seca

Alerta à Humanidade nº 23

Maioria dos aquíferos da Terra está com baixos níveis de água

Um estudo divulgado nesta terça-feira (16) mostra o estado crítico que a Terra deve passar por causa da falta de água. Segundo um levantamento feito com dados de satélites da missão GRACE da Nasa, 21 dos 37 maiores aquíferos ultrapassaram o nível de sustentabilidade, ou seja, retira-se mais água do que a natureza é capaz de repor (veja o mapa). Outros 13 estão em estado crítico, com baixíssimas reservas de água.

(…) Os aquíferos subterrâneos são responsáveis por 35% da água usada no mundo atualmente.

Metodologia

Os cientistas usaram dados da rede de satélites da Nasa e conseguiram mapear a água subterrânea da Terra de uma forma inédita.

Os satélites detectaram mudanças sutis na força gravitacional da superfície da Terra e, dessa forma, os cientistas conseguiram calcular a quantidade de água que havia no subterrâneo. (…) As mudanças nos níveis dos aquíferos foram tabeladas com dados de uma década: de 2003 a 2013.

Leia mais em: http://zip.net/bgrrdB

.

14 de junho de 2015

Freud Explica nº 24

A Guerra nº 4

A pedido de Einstein e da Liga das Nações (a atual ONU), Freud explica a guerra.

Prezado Professor Einstein

(…) As modificações psíquicas que acompanham o processo de civilização são notórias e inequívocas. Consistem num progressivo deslocamento dos fins instintuais e numa limitação imposta aos impulsos instintuais. (…) Dentre as características psicológicas da civilização, duas aparecem como as mais importantes: o fortalecimento do intelecto, que está começando a governar a vida instintual, e a internalização dos impulsos agressivos com todas as suas consequências e perigos. Ora, a guerra se constitui na mais óbvia oposição à atividade psíquica que nos foi incutida pelo processo de civilização.

Mas uma coisa podemos dizer: tudo o que estimula o crescimento da civilização trabalha simultaneamente contra a guerra.

Cordialmente,

Sigmund Freud

Einstein e Freud, Por que a Guerra?, 1932-1933; Edição Standard Brasileira das Obras de Freud, Imago Editora, Rio de Janeiro, 1974, páginas 258 e 259

Rui Martins Iwersen

.

05 de junho de 2015

Dia Mundial do Meio Ambiente

Em Defesa da Ciência nº 6

A Predestinação Mística das Florestas Brasileiras

Um dos primeiros atos dos portugueses, ao chegarem ao Brasil, em 1.500, foi derrubar uma árvore para fazer a cruz da primeira missa.

Pela análise de cartas da época, foi possível demonstrar a exploração da mata, começando pelo pau-brasil. “Don Manuel entregou a exploração da nova colônia a um grupo de comerciantes, que deviam despachar pelo menos seis navios por ano para extrair pau-brasil e o que mais pudessem encontrar“.

Cronistas de 1550 relataram ter observado 100 mil troncos estocados no local hoje denominado Rio de Janeiro. Os registros apontam que até o final do primeiro século de ocupação portuguesa 6.000 quilômetros quadrados da Mata Atlântica foram afetados. (…)

No que se refere ao ser humano morador da floresta, é destacada a intensa captura de nativos para a função de escravos. Na visão dos jesuítas, a cultura nativa deveria ser “civilizada”; a floresta representava a morada do diabo tendo Tupã como seu representante. (…)

A febre amarela também se tornava endêmica. Criou-se o imaginário de que a floresta, e não apenas os pântanos, eram responsáveis por esta situação, gerando derrubadas como justificativas para espantar as febres.

Soeli Regina Lima, A Ferro e Fogo: A História e a Devastação da Mata Atlântica, Revista História Catarina, Ano V, nº 27, janeiro de 2011, páginas 24 e 26

.

04 de junho de 2015

Religiosidade Medieval nº 10

Cerimônias Religiosas e Aquecimento Global nº 4

Tapetes de Corpus Christi

Centenas de metros de tapetes de sal, serragem, corantes, flores, chapinhas, CDs e outros resíduos sólidos em centenas de cidades brasileiras, para serem pisados e espalhados por milhares de religiosos, muitos portando velas acesas.

.

25 de maio de 2015

Tornado deixa 11 mortos em cidade mexicana fronteiriça com EUA

Um potente tornado semeou o caos nesta segunda-feira (25) em Ciudad Acuña, uma localidade mexicana fronteiriça com os Estados Unidos, provocando a morte de ao menos 11 pessoas e a destruição de carros e casas, onde a busca por possíveis vítimas prossegue.

“Lamentavelmente 11 pessoas perderam a vida”, relatou em sua conta no Twitter Lenin Pérez, prefeito de Ciudad Acuña (nordeste), uma localidade de 136.000 habitantes que foi surpreendida nesta segunda-feira antes do amanhecer por este fenômeno, que chegou em meio a uma tempestade. (…)

Leia mais em: http://zip.net/blrjF8

.

23 de maio de 2015

Em Defesa da Ciência nº 5

Freud Explica nº 23

O Propósito da Vida

A questão do propósito da vida já foi levantada várias vezes; nunca, porém, recebeu resposta satisfatória e talvez não a admita. Alguns daqueles que a formularam acrescentaram que, se fosse demonstrado que a vida não tem propósito, esta perderia todo o valor para eles.

Tal ameaça, porém, não altera nada. Pelo contrário, faz parecer que temos o direito de descartar a questão, já que ela parece derivar-se da presunção humana, da qual muitas outras manifestações já nos são familiares.

Ninguém fala sobre o propósito da vida dos animais, a menos, talvez, que se imagine que ele resida no fato de os animais se acharem a serviço do homem. Contudo, tampouco essa opinião é sustentável, de uma vez que existem muitos animais de que o homem nada pode aproveitar, exceto descrevê-los, classificá-los e estudá-los; ainda assim, inumeráveis espécies de animais escaparam inclusive a essa utilização, pois existiram e se extinguiram antes que o homem voltasse seus olhos para elas.

Mais uma vez, só a religião é capaz de resolver a questão do propósito da vida. Dificilmente incorreremos em erro ao concluirmos que a ideia de a vida possuir um propósito se forma e desmorona com o sistema religioso.

Sigmund Freud, O Mal-Estar na Civilização (1930), Imago Editora, Rio de Janeiro, 1974, página 32

Rui Iwersen

.

18 de maio de 2015

Impacto da Usina de Belo Monte?

– “Não trouxe nada de bom pra nós; só coisa ruim.” (indígena)

– “Não existe impacto; impacto zero.” (homem branco)

“A Globo News [canal 40 e 540 da NET] estréia hoje sua nova série do Jornal das Dez [22 horas] – Belo Monte” – que mostrará quem tem razão, qual o impacto da usina de Belo Monte que está sendo construída na bacia do Rio Xingu, próximo ao município de Altamira, no norte do Pará.

.

15 de maio de 2015

Em Defesa da Ciência n° 4

O Dilúvio

Depois da Idade do Gelo

A rápida elevação do nível do mar no curso dos últimos 10 000 anos resultou do aquecimento pós-glacial que começou a manifestar-se há 100 000 anos. (…)

Com o aquecimento pós-glacial sobreveio uma época em que os rios tiveram enormes enchentes, particularmente no verão, em consequência do derreter do gelo. (…) Grandes alterações na paisagem decorreram da rápida elevação do nível do mar, que durante alguns milhares de anos se processou a uma média de um metro por século. (…)

Chegou-se a ter como certo que, desse modo, a idade do gelo criou uma dessas situações, raras na história, em que a população global da humanidade foi consideravelmente reduzida. A isso se prende, segundo tudo indica, a origem das lendas amplamente disseminadas sobre o dilúvio – uma gigantesca inundação ocorrida nos primórdios da história da humanidade.

Enciclopédia Britânica do Brasil 1977, As Mudanças do Clima na Terra – Depois da Idade do Gelo, páginas 36, 37 e 38

.

11 de maio de 2015

Terras indígenas no arredor de Belo Monte sofrem com roubo milionário de madeira

Enquanto a construção da polêmica usina de Belo Monte passa por sua fase final, indígenas vizinhos ao empreendimento enfrentam uma explosão da extração de madeira ilegal em suas terras.

É o que denunciam o Ministério Público Federal (MPF) e ONGs que atuam na região do em torno de Altamira, no Pará.

Para estas instituições, as obras da usina — a terceira maior hidrelétrica no mundo — estão diretamente ligadas ao aumento da degradação, devido ao forte crescimento populacional que provocaram na área.

A situação é mais grave na Cachoeira Seca, terra indígena do povo Arara já reconhecida pela Funai (Fundação Nacional do Índio), mas que aguarda por homologação do Ministério da Justiça. A própria Funai reconhece que o quadro é crítico em um relatório de março ao qual a BBC Brasil teve acesso.

O Instituto Socioambiental (ISA) faz uma estimativa, segundo a entidade, “conservadora”, de que o equivalente a R$ 400 milhões em madeira teriam sido roubados dessa terra indígena apenas em 2014 — são ipês, jatobás e angelim-vermelhos, cujo mercado principal costuma ser as indústrias no Sul e Sudeste do país.

O ISA acredita que o aumento da extração estaria atendendo também a uma crescente demanda em Altamira, cidade cuja população saltou 50% após Belo Monte, para 150 mil pessoas. (…)

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bfrdJY

.

26 de abril de 2015

Freud Explica nº 22

A Religião nº 10

Tentei demonstrar que as idéias religiosas surgiram da mesma necessidade de que se originaram todas as outras realizações da civilização, ou seja, da necessidade de defesa contra a força esmagadoramente superior da natureza.

A isso acrescentou-se um segundo motivo: o impulso de retificar as deficiências da civilização, que se faziam sentir penosamente. Ademais, é especialmente apropriado dizer que a civilização fornece ao indivíduo essas idéias, porque ele já as encontra lá; são-lhe presenteadas já prontas, e ele não seria capaz de descobri-las por si mesmo.

Aquilo em que ele está ingressando constitui a herança de muitas gerações, e ele a assume tal como faz com a tabuada de multiplicar, a geometria, e outras coisas semelhantes.

Sigmund Freud, O Futuro de uma Ilusão, 1927, Imago Editora, 1974, página 33

Rui Iwersen

.

25 de abril de 2015

A Vida nos Oceanos

WWF alerta para diminuição acelerada dos recursos dos oceanos

O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) alertou para a diminuição acelerada dos recursos dos oceanos, cujos ativos estão avaliados em US$ 24 bilhões e à altura das dez melhores economias do mundo.

No relatório Revitalizar a Economia dos Oceanos: Argumentos para a Ação em 2015, a organização não governamental de defesa da natureza faz uma análise dos recursos dos oceanos, comparando-os aos das dez maiores economias do mundo. O documento alerta para o perigo de os sistemas naturais essenciais simplesmente deixarem de funcionar um dia.

(…) Produzido pelo Global Change Institute, da universidade australiana de Queensland, em parceria com a empresa norte-americana Boston Consulting Group, o relatório faz uma avaliação centrada dos ativos dos oceanos, com ênfase para os bens e serviços, incluindo a pesca  e a proteção costeira contra tempestades. (…)

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bjq7lM

.

23 de abril de 2015

Em Defesa da Ciência n° 03

Justiça suspende lei que obriga escola a ter 3 exemplares da Bíblia em destaque

 Florianópolis – A lei municipal que obrigava todas as escolas de Florianópolis a disporem de exemplares da Bíblia em local de destaque foi suspensa pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina na última semana. A decisão do desembargador Lédio Rosa Andrade, publicada na sexta-feira, 17/04, concedeu liminar em uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) proposta pelo Ministério Público Estadual.

A lei entrou em vigor em 17 de março (…) A lei proposta pelo vereador Jerônimo Alves (PRB), bispo da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), determinava que as escolas públicas e particulares da cidade dispusessem de três exemplares do Livro, um impresso, um em braile e um em áudio. (…)

Leia mais em: http://zip.net/btq7dK

.

21 de abril de 2015

Tornado que matou dois em SC teve ventos superiores a 200 km/h

Veja Vídeo da Cidade

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) confirmou na manhã desta terça-feira (21) que o tornado que atingiu Xanxerê (551 km de Florianópolis), no oeste de Santa Catarina, na tarde de ontem, foi formado por ventos “fortes e severos” que ultrapassaram os 200 km/h.

Leia mais [e veja o vídeo dos estragos] em: http://zip.net/btq7nn

.
20 de abril de 2015

Temporal provoca duas mortes no oeste de Santa Catarina

Casa desaba em Xanxerê (551 km de Florianópolis), após temporal com fortes ventos e chuva que destelhou casas e derrubou duas torres de transmissão na região oeste de Santa Catarina

O forte temporal que atingiu a região oeste de Santa Catarina por volta de 15h desta segunda-feira (20) deixou pelo menos duas pessoas mortas em Xanxerê (551 km de Florianópolis). Dezenas de casas do município foram destelhadas e o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar realizam buscas de outras possíveis vítimas que poderiam ter ficado presas sob os escombros em imóveis. De acordo com a Defesa Civil de Santa Catarina, um tornado teria causado a destruição.

As duas mortes foram registradas em bairros diferentes. O nome das vítimas não havia sido divulgado até o início da noite. Deslizamentos de terra também foram registrados na região. Ambulâncias estavam percorrendo ruas para socorrer a população.

A Defesa Civil estadual informou que os ventos de 80 km/hora causaram prejuízos em cerca de 500 residências e deixaram 60 pessoas feridas. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bjq6zh

.

19 de abril de 2015

Dia do Índio

Em Defesa da Ciência nº 02

Facebook republica foto de índia [semi] nua

  • Segundo Ministério da Cultura, Facebook removeu foto histórica de fanpage do órgão

O Facebook republicou na noite desta sexta-feira (17) a fotografia de um casal de índios que havia sido bloqueada da fanpage do Ministério da Cultura, após o ministro Juca Ferreira ter comunicado que processaria a empresa pelo que classificou de “censura”.

Na foto, uma mulher indígena aparece com os seios despidos. A imagem, de autoria de Walter Garbe, faz parte do acervo de um portal lançado nesta sexta-feira (17) com mais de 2.000 fotografias históricas dos séculos 19 e 20.

Segundo o ministério, o Facebook “censurou” a foto e feriu a Constituição de 1988, o Marco Civil da Internet, o Estatuto do Índio e a Convenção da Unesco sobre Proteção e Promoção de Diversidade e das Expressões Culturais.

A postagem original com a foto do casal foi feita no dia 15 de abril e bloqueada pelo Facebook no dia 16. (…)

A atitude da empresa, segundo Juca Ferreira, não muda o processo iniciado pelo Ministério da Cultura. Ele afirmou ser necessário discutir a governança da internet e buscar uma regulação multilateral. “Precisamos garantir, entre outros direitos, a neutralidade de rede, a liberdade de expressão, a livre circulação de ideias, a soberania das nações e a autodeterminação dos povos”, disse ele, que considerou a republicação da foto “uma vitória do povo indígena.”

Leia mais em: http://zip.net/bwq5NF

.

16 de abril de 2015

Em Defesa da Ciência nº 01

A Terra Quadrada

Desde a antiguidade, sabia-se que a Terra é redonda – Colombo não se preocupou com a chance de cair pela borda do mundo -, mas geografias alternativas continuaram a ser consideradas mesmo depois de as circunavegações do globo terem se tornado comuns.

Este mapa de 1883, traçado pelo empresário americano Orlando Ferguson, é uma versão bizarra das crenças da Terra chata no século 19. Seus adeptos sustentavam que o planeta tinha como centro o polo Norte e estava circundada por uma muralha de gelo, com o Sol, a Lua e os planetas distantes a apenas poucas centenas de quilômetros.

conclusões científicas exigem o abandono da experiência sensorial imediata – por exemplo, a de ver o Sol cruzar o céu, como se rodeasse a Terra.

National Geographic Brasil – ngbrasil.com.br; abril 2015; Guerra à Ciência; página 32

.

02 de abril de 2015

Religiosidade Medieval nº 06

Festas Religiosas e Aquecimento Global nº 03

Cerca de 20 mil fiéis participam da Procissão do Fogaréu em Goiás

Evento religioso emociona ao reviver a paixão e morte de Jesus Cristo.
Perseguição é encenada nas ruas da cidade de Goiás há 270 anos

Cerca de 20 mil fiéis acompanharam na madrugada desta quinta-feira (2) a Procissão do Fogaréu pelas ruas da cidade de Goiás, a 142 quilômetros de Goiânia. Considerado um dos principais eventos religiosos do estado, o espetáculo revive a paixão e morte de Jesus Cristo. A tradição é realizada há 270 anos no município. (…)
.
Fonte: G1
..
obs: a procissão do fogaréu, com centenas de tochas acesas durante horas, é realizada também em outras cidades de outros estados do brasil, isto é, do Brasil.

.

02 de abril de 2015

O Desmatamento da Amazônia

Impacto do desmatamento[editar | editar código-fonte]

Grandes florestas, como a Amazônia são o habitat natural de diversas plantas e animais. Esses espaços preservam biodiversidade e possuem grande relevância econômica para um país. Além disso, a Floresta Amazônica é essencial para manter o ciclo da água na região. A densidade da floresta tropical influência a quantidade de chuva reciclada e a quantidade de água retida no solo. A redução da mata reduz sua densidade, que por sua vez facilita o crescimento de plantas curtas, como grama, tornando a floresta vulnerável a incêndios florestais. Grama possui a habilidade de queimar facilmente e ao mesmo tempo se recuperar com a mesma facilidade. Uma vez que a floresta começa a queimar, o lugar muda, criando uma vegetação de cerrado, e consequentemente mudando o habitat dos animais.

A floresta Amazônica também é essencial por armazenar grande parte do CO2 existente no planeta. Sem a floresta, mais gás é emitido para a camada de ozônio, e assim, essa se torna prejudicada.5

Índices de desmatamento

O Brasil é o país que, no século 21, teve o maior índice de desflorestamento em área.

A riqueza das florestas do Brasil equivale à 65 trilhões de dólares (cotação 2015), isso é 331 000 dólares per capita.

Em 2006, o Brasil perdeu 5% da sua área total de floresta.6

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre

.

22 de março de 2015

Dia Mundial da Água

Pesquisa com 111 rios brasileiros mostra que 23% têm água ruim ou péssima

Poluição afeta o rio Jundiaí, na cidade de Salto, interior paulista

  • Poluição afeta o rio Jundiaí, na cidade de Salto, interior paulista

Análise do grau de poluição de 111 rios brasileiros, divulgada nesta quarta-feira (18) pela organização não governamental (ONG) SOS Mata Atlântica, revela que 23,3% das águas é ruim ou péssima. De acordo com a legislação brasileira, as águas nessa situação não podem sequer receber tratamento para consumo humano ou ser usadas para irrigação de lavouras.

Os pesquisadores coletaram água em 301 pontos de rios e mananciais do Rio de Janeiro, de São Paulo, Brasília, Santa Catarina, Minas Gerais, do Rio Grande do Sul e Distrito Federal, entre março de 2014 e fevereiro de 2015.

De acordo com a pesquisa, em 21,6% dos pontos de coleta, a água foi considerada ruim, e em 1,7%, péssima. Em 186 pontos (61,8%), os pesquisadores encontraram água considerada regular e 45 pontos (15%) mostraram boa qualidade. Nenhum dos rios analisados tem água totalmente limpa, segundo o levantamento. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bqqZcL

.

21 de março de 2015

22 de março – Dia Mundial da Água

Alerta à Humanidade nº 23

Para ONU, agora é a hora de agir contra iminente crise da água

Paris – Sem mudanças, o mundo irá mergulhar numa crise hídrica que pode ser incapacitante para os países quentes e secos – alertou a Organização das Nações Unidas. Em um relatório anual, a ONU afirmou que o desperdício de água é tão grande atualmente, que o mundo irá enfrentar um “déficit global da água” de 40% em 2030 – a diferença entre a demanda e a reposição da água.“O fato é que há água suficiente para satisfazer as necessidades do mundo, mas não sem mudar drasticamente a forma como a água é utilizada, gerenciada e compartilhada”, disse a ONU em seu relatório anual sobre o Desenvolvimento Mundial da Água. (…)

O crescimento desenfreado da população é um dos maiores impulsionadores da futura crise, disse o relatório. O atual número de cerca de 7,3 bilhões de seres humanos da Terra aumenta por volta de 80 milhões ao ano, atingindo a provável marca de 9,1 bilhões até 2050. Para alimentar essas bocas a mais, a agricultura, que já responde por cerca de 70 por cento de todas as retiradas de água, terá de aumentar a produção em cerca de 60 por cento. (…)

Leia mais em: http://zip.net/btqZws

.
18 de fevereiro de 2015

Alerta à Humanidade nº 22

Oceanos ‘recebem 8 milhões de toneladas de plástico por ano’, dizem cientistas

 Cientistas dizem que 20 países são responsáveis por 83% da poluição dos mares por plástico

Cerca de 8 milhões de toneladas de lixo plástico são lançadas nos oceanos anualmente, segundo cientistas. Essa quantidade (…) supera de 20 a 2 mil vezes os cálculos anteriores sobre a massa de plástico levada pelas correntes oceânicas.

O novo estudo é considerado um dos melhores esforços para quantificar o plástico despejado, queimado ou arrastado para o mar. Segundo os pesquisadores, a análise também pode ajudar a descobrir a quantidade total de plástico existente hoje no oceano – não apenas o material que é encontrado na superfície ou nas praias. Grandes quantidades de resíduos podem estar escondidas no fundo dos oceanos ou fragmentadas em pedaços tão pequenos que não são captados pelas análises convencionais. Essas partículas estão sendo ingeridas por criaturas marinhas – o que pode resultar em consequências desconhecidas.

Os detalhes foram divulgados no encontro anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência.

Leia mais em: http://zip.net/bnqM5D

.
16 de fevereiro de 2015

Reedições de GaiaNet

Reflexões sobre o livro  “Colapso – Como as sociedades escolhem o fracasso ou o sucesso”

No inverno brasileiro de 2007, quando eu comecei a ler o último livro do geógrafo americano Jared Diamond – Colapso – Como as sociedades escolhem o fracasso ou o sucesso, enquanto eu viajava de carro observando o meio ambiente do litoral brasileiro do sul e do sudeste, eu prometi, através deste boletim virtual, que um dia escreveria uma síntese de Colapso.

No verão europeu de 2008, enquanto eu viajava de trem observando o meio ambiente espanhol, francês e suíço, eu li, na revista francesa Science et Vie (Ciência e Vida) de junho, o artigo ‘Les civilisations à l’épreuve de la durabilité’ (As civilizações sob o teste da durabilidade, em tradução livre) com uma analise do livro Effondrement – Comment les sociétés décident de leur disparition ou de leur survie (Colapso – como as sociedades decidem sobre sua desaparição ou sua sobrevivência, tambem tradução livre minha).

A revista francesa dividiu o seu artigo ecológico de capa (“Construire un monde durable”) em 3 blocos: saber; agir e querer. O bloco Saber, da página 22 à 65, consta de 3 artigos: ‘Nossas necessidades esgotam muito rápido o planeta’; ‘E portanto, uma Terra cheia de recursos’ e; ‘O teste de durabilidade das civilizações’.

O artigo “O teste de durabilidade das civilizações” é uma análise das contribuições do livro Colapso, de Jared Diamond, para o Planeta e para suas espécies, particularmente para Homo sapiens sapiens, nós.

O autor do artigo, Yves Sciama, inicia sua análise do livro Colapso com uma pergunta explícita e uma resposta implícita. Diz ele: “Face à crise ecológica, o estudo do passado pode nos ajudar a encontrar soluções? A idéia parece absurda de tanto que os problemas da sociedade atual são aparentemente novos: aquecimento climático, esgotamento dos combustíveis, multiplicação dos tóxicos… Mas só a forma é nova.

No fundo, trata-se simplesmente da tomada de consciência brutal da rarefação de nossos recursos sob o efeito de nossos consumos. Um dilema que numerosas civilizações conheceram antes da nossa e nos quais um certo número pereceu”.

Após uma breve apresentação de Diamond e de sua obra, sob o subtítulo de ‘Suicídios Ecológicos’, Yves Sciama prossegue sua análise do livro Colapso. Diz ele: “Além disso, as civilizações desaparecem geralmente sob o efeito de uma combinação de causas: mesmo quando as destruições ecológicas têm um papel importante, pode igualmente haver conflitos sociais, dificuldades com sociedades vizinhas e mudanças climáticas”.

O autor, antes de fazer pequenas referências a algumas das sociedades estudadas por Jared Diamond que desapareceram – os habitantes da ilha de Páscoa no Pacífico, os índios Anasazis na atual América do Norte, os Maias nas atuais Américas Central e do Norte e os Vikings da Groenlândia – e algumas das sociedades que sobreviveram – os habitantes de Tikopia e os habitantes do Japão, duas ilhas do Pacífico -, finaliza seu artigo com uma síntese do que ele percebeu como a grande contribuição desta obra de Jared Diamond. Diz ele: “Mas o que a história mostra, e isso é sem dúvida o mais importante, é que a liberdade humana existe: não há determinismo ambiental. Nos ambientes em que certos grupos humanos desapareceram, outros sobreviveram, porque fizeram as melhores escolhas.

Na Groenlândia os Vikings pereceram há cinco séculos enquanto os Inuís estão lá ainda hoje. E sobre a minúscula ilha de Tikopia, nos confins do Pacífico, a colônia humana de 1 200 habitantes escapou da sorte trágica dos habitantes da ilha de Páscoa. É, então, um alerta e uma mensagem de esperança que nos endereçam, do fundo dos tempos, as gerações humanas que nos precederam”.

Há cerca de cento e vinte mil anos, quando nos tornamos Homo sapiens aperfeiçoamos nosso domínio e uso do fogo de ferramentas e de armas. Nos últimos 10 mil anos, nós nos organizamos em sociedades e civilizações, crenças e religiões.

A análise deste nosso momento, uma “modernidade neo-primitiva”, mostra que a humanidade está sempre fazendo escolhas sociais, culturais e ecológicas, construindo o seu futuro como espécie, e contribuindo para a determinação do futuro do planeta Terra e de suas variadas formas de vida.

Hoje, após vinte e cinco séculos de ciência e de filosofia, no início de uma nova era científica e tecnológica, graças a pensadores e pesquisadores como Jared Diamond nós sabemos o que outras civilizações escolheram e os resultados que elas obtiveram.

Graças a estes e outros pensadores e pesquisadores, nós sabemos também que a humanidade está no momento exato de adequar a sua escolha do modo de relação com o Planeta, a fim de contribuir mais construtivamente com a vida da Terra e evitar um possível colapso civilizatório, mais um colapso, talvez o último colapso da humanidade.

Como espécie hegemônica do planeta, temos que reconhecer e assumir que, neste momento, ao contrário do que dizem os religiosos, o futuro a nós pertence. Por Gaia e por nós, temos que fazer o que convém fazer. Como diria Freud, temos que enfraquecer Tânatos (destruição) e fortalecer Éros (construção) da humanidade.

Rui Martins Iwersen; 11 de setembro de 2008 

.
09 de fevereiro de 2015

O Homem e a Natureza nº 11

Grande Barreira de Corais australiana corre risco de virar ‘lixão’, diz WWFA Grande Barreira de Corais: lançamento de resíduos pode transformar paraíso em lixão, diz organização ambiental

A Grande Barreira de Corais corre o risco de se tornar um lixão, se o governo australiano não proibir completamente o lançamento de resídios de dragagem nas águas do parque marinho, inscrito no patrimônio da Humanidade, alertou nesta segunda-feira (9) o Fundo Mundial para a Natureza (WWF), em um relatório.

“Se nada for feito, a Grande Barreira de Corais, um dos habitats marinhos mais preciosos do planeta, pode se tornar um lixão e uma auto-estrada marítima”, advertiu a ONG ambientalista.

Com o objetivo de evitar que se ponha este patrimônio em perigo, a Austrália determinou a interdição de lançamento de rejeitos de dragagem no local em janeiro. (…)

Leia mais em: http://zip.net/blqLdH

.
02 de fevereiro de 2015

O Homem e a Natureza nº 10

Religiosidade Primitiva nº 3

Perfumes, sabonetes e etc “oferecidos” ao já poluído mar

Dia de Iemanjá na Praia dos Pescadores, no Rio Vermelho, em Salvador

Há quase um século a cidade de Salvador celebra Iemanjá. A tradição começou em 1923, com pescadores do bairro do Rio Vermelho que, diante da escassez de peixes, passaram a realizar oferendas para o orixá, pedindo fartura e mar tranquilo.

Hoje, o ritual do dia 2 de fevereiro, esta segunda-feira, atrai milhares de devotos e admiradores à mesma praia da capital, onde a divindade africana (Iemanjá vem da cultura iorubá, por isso sua importância nas religiões afro-brasileiras) é reverenciada com cortejos e ofertas lançadas ao mar. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bxqKbW

.
28 de janeiro de 2015

Freud Explica nº 20

A Guerra nº 3

A pedido de Einstein e da Liga das Nações (a atual ONU), Freud explica as razões psicológicas das guerras humanas

Presado Professor Einstein

(…) Receio que eu possa estar abusando do seu interesse, que, afinal, se volta para a prevenção da guerra e não para nossas teorias. Gostaria, não obstante, de deter-me um pouco mais em nosso instinto destrutivo, cuja popularidade não é de modo algum igual á sua importância.

Como consequência de um pouco de especulação, pudemos supor que esse instinto está em atividade em toda criatura viva e procura leva-la ao aniquilamento, reduzir a vida à condição original de matéria inanimada. Portanto, merece com toda seriedade, ser denominado instinto de morte, ao passo que os instintos eróticos representam o esforço de viver.

O Instinto de morte torna-se instinto destrutivo quando, com o auxilio de órgãos especiais, é dirigido para fora, para objetos. O organismo preserva sua própria vida, por assim dizer, destruindo uma vida alheia.  (…)

Cordialmente

Sigmund Freud

Einstein e Freud; Por que a Guerra?  (1932-1933); Edição Standard Brasileira das Obras de Freud; Imago Editora; Rio de Janeiro; 1974; páginas 253 e 254

.
25 de janeiro de 2015
A Seca no Estado de São Paulo

Desde 22 de março de 2014, através da Mensagem Quixotesca nº 3,  GaiaNet vem recomendando, entre outras ações urbanistas e ecológicas, reuso de águas, cisternas de águas da chuva, permeabilização do solo urbano, recuperação e proteção das matas ciliares, dessalinização da água do mar e educação popular para uso racional da água e de outros recursos naturais.

Estou achando que a Mensagem Quixotesca nº 4 será novamente para o Governador do Estado de São Paulo, e novamente sobre água, matas ciliares, dessalinização da água do mar e etc.

[Sistema Hídrico] Cantareira pode secar em setembro, mostra simulador

Mantidos os atuais volumes de entrada e retirada de água do Cantareira, o maior manancial paulista pode secar por completo em setembro. A projeção resulta de uma simulação feita em uma ferramenta inédita lançada pelo portal estadao.com.br, que permite calcular quando ou se a água dos principais reservatórios que abastecem a Grande São Paulo vai acabar.

O simulador mostra que, no atual cenário, a segunda cota do volume morto do Cantareira, captada pela Sabesp desde outubro do ano passado, deve se esgotar em março (…) Se a vazão afluente ao sistema – que são o volume de água da chuva e o que entra pelo rio nas represas – continuar como está hoje, e a quantidade de retirada for mantida, essa terceira reserva acaba no início de maio, ou seja, em menos de cinco meses. (…)

A Sabesp conseguiu reduzir em cerca de 45% o volume de água retirado do Cantareira em relação ao que era captado antes da crise. A medida, contudo, tem sido insuficiente para estancar a queda do manancial, porque a vazão afluente aos reservatórios é a mais baixa em 85 anos de registros. (…)

Leia [e veja] mais [inclusive dicas para economizar água] em:http://zip.net/bxqHgg

.
19 de janeiro de 2015

O ano de 2014 foi o mais quente na história moderna

  • Mapa exibe a média da temperatura global de 2014; partes em azul representam clima mais frio do que o normal, enquanto em vermelho, clima mais quente do que o normal. O levantamento foi feito pela Agência Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, com base em dados da Organização Meteorológica MundialMapa exibe a média da temperatura global de 2014; partes em azul representam clima mais frio do que o normal, enquanto em vermelho, clima mais quente do que o normal.

O ano de 2014 foi o mais quente do planeta desde o início dos registros em 1880, revelou nesta sexta-feira um esperado relatório divulgado pela Agência Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Dezembro também marcou uma temperatura média na superfície da Terra e dos oceanos sem precedentes nos últimos 134 anos para este período do ano, acrescentou a NOAA.

Para o ano, a temperatura média se situa entre 0,69 °C acima do média do século 20, superando as marcas prévias de 2005 e 2010, de 0,04 °C .

O relatório da agência disse que o recorde de aquecimento se propagou pelo mundo. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bjqCTX

.
14 de janeiro de 2015

Os profissionais voluntários que compõe as esquipes – médicos, enfermeiros, auxiliares e motoristas – realizam um serviço fundamental no socorro imediato a vítimas de desastres naturais e calamidades públicas.

“A Força Nacional do SUS é uma ajuda externa para os gestores e para a população de municípios atingidos de alguma forma por um desastre natural, um acidente ou algum tipo de desassistência. Também queremos incentivar os gestores na preparação de um plano preventivo de ação em caso de necessidade. (…)

Fonte: Ministério da Saúde – www.saude.gov.br

Data de Cadastro: 08/01/2015
.
11 de janeiro de 2015
Je suis Charlie
Manifestação em Paris contra o terrorismo religioso

11 de janeiro de 2015 – Manifestantes concentrados na praça da República, em Paris, para ato contra os atentados terroristas na França. Mais Bertrand Guay/AFP

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/btqB6d

.
08 de janeiro de 2015

Je suis Charlie

Torre Eiffel, um dos monumentos mais emblemáticos do mundo, apagou na noite desta quinta-feira (8) suas luzes como sinal de luto pelas 12 vítimas do atentado de quarta-feira contra a revista satírica francesa “Charlie Hebdo”.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bhqz49

.
07 de janeiro de 2015

As Guerras Humanas nº 2

Religiosidade Primitiva nº 2

Atentado de fundamentalistas islâmicos contra a revista satírica francesa Charlie Hebdo para “vingar o profeta Maomé”, que fora caricaturado.

.
02 de janeiro de 2015

Religiosidade Primitiva nº 1

Em SC [Santa Catarina], mulher ameaça denunciar farra do boi e é espancada

Florianópolis – Uma mulher registrou boletim de ocorrência nesta sexta-feira (2), em Florianópolis (SC), depois ser espancada e ter o carro danificado após ameaçar denunciar à polícia um grupo de pelo menos 30 homens, que participariam de uma farra do boi –evento que é proibido por lei, por maltratar animais.

Segundo o BO [Boletim de Ocorrência], Fernanda Assunção dirigia pela rodovia João Gualberto Soares, a principal do bairro Rio Vermelho, quando viu um boi magro e sangrando correr na sua direção. Os homens, segundo o registro, vinham atrás, armados de paus e pedras. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bcqyg2

.
27 de dezembro de 2014

Alerta à Humanidade nº 21

Risco de dengue cresce por mudanças no clima e urbanização, revela pesquisa

Mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como a dengue e a febre chikungunya

  • Mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como a dengue e a febre chikungunya

LONDRES – Grandes partes da Europa, do oeste e do centro da África e da América do Sul enfrentam a ameaça de surtos de dengue devido a mudanças climáticas e maior urbanização, de acordo com os primeiros mapas da vulnerabilidade à doença divulgados nesta terça-feira.

Pesquisa da Universidade das Nações Unidas descobriu que a dengue, transmitida pela picada de mosquitos e que pode levar à morte, está se movimentando, e os mapas que indicam as áreas vulneráveis são uma ferramenta para ajudar a prevenir surtos.

“Mudanças no clima podem resultar num aumento da exposição e representar uma ameaça grave a áreas que não sofrem com a dengue endêmica no momento”, disse o relatório. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bqqw5X

.
25 de dezembro de 2014

Alerta à Humanidade nº 20

Último grupo indígena isolado fora da Amazônia corre risco de desaparecer

Chaidi (Paraguai).- O último grupo indígena em isolamento voluntário que vive na América fora da Amazônia corre o risco de desaparecer se o governo do Paraguai não contiver o desmatamento e a invasão de suas terras dos criadores de gado, denunciaram as Nações Unidas.

A tribo de ayoreo totobiegosode, que vive isolada no Paraguai, é como a última aldeia gaulesa resistindo ao avanço do Império Romano. Uma cultura a ponto de fazer outra desaparecer.

Mas em vez de muralhas, os nativos estão rodeados de uma imensa floresta que lhes dá proteção e sustento há milhares de anos. E não tem que resistir às tropas militares, mas ao avanço das máquinas que destroem as árvores do território em que vivem desde antes da colonização espanhola. (…)

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/blqvJm

.
20 de dezembro de 2014

Incêndios florestais na Califórnia

15 de setembro de 2104 – Incêndio destrói floresta ao lado do lago Bass, no Estado da Califórnia, nos EUA

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bmqtDm

.

15 de dezembro de 2014

5,25 trilhões de pedaços de plástico são encontrados nos oceanos, diz estudo

Não é nenhum segredo que os oceanos do mundo estão nadando com detritos de plástico – as primeiras massas flutuantes de lixo foram descobertas na década de 90. Mas os pesquisadores estão começando a ter uma ideia melhor do tamanho e da extensão do problema.

Um estudo publicado nesta última semana na revista PLOS One estima que 5,25 trilhões de pedaços de plástico, grandes e pequenos, pesando ao todo 269 mil toneladas, pode ser encontrado nos oceanos do mundo, mesmo nos confins mais remotos. Os navios que participam da pesquisa percorreram os mares coletando pequenos pedaços de plástico com redes, e os valores mundiais foram estimados a partir das amostras usando modelos computadorizados. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bvqszX

.
08 de dezembro de 2014

A Crise da Água

Participe da mobilização contra a lei que pode agravar crise da água em SPmobilizacao sem floresta nao tem agua 1

O futuro da água em São Paulo está em risco.  A Fundação SOS Mata Atlântica realiza nesta terça (9/12) a mobilização “Sem Floresta não tem Água em São Paulo” contra o Projeto de “Lei do Desmatamento” (PL 219/14), que regulariza o desflorestamento e diminui as APPs (Áreas de Preservação Permanente), bem como as matas ciliares em São Paulo, acentuando a grave situação dos mananciais e bacias hidrográficas do Estado. (…)

A ação tem como objetivo alertar os deputados estaduais para que não votem o PL 219/2014, que dispõe sobre o Programa de Regularização Ambiental (PRA), o que equivale à regulamentação paulista para implementação do novo Código Florestal brasileiro (Lei Florestal 12.651/12). O projeto está em regime de urgência e poderá ser votado amanhã (9/12), porém contém uma série de pontos problemáticos.

Confira os detalhes a seguir, acesse o evento no Facebook e compareça levando seu balde vazio! A Fundação conta com sua participação. (…)

– See more at: http://www.sosma.org.br/101529/participe-da-mobilizacao-contra-lei-que-pode-agravar-crise-da-agua-em-sp/#sthash.7MTXASmB.dpuf
.
13 de novembro de 2014
09 de julho de 2014

Protestos e aquecimento global nº 3

Repercussões da derrota do Brasil contra a Alemanha

Pelo menos 15 ônibus foram incendiados em uma garagem na região da represa de Guarapiranga, zona sul de São Paulo. A SPTrans, empresa responsável pelo setor na capital paulista, trabalha com a hipótese de vandalismo ligado à Copa.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bnnZ55

.

26 de junho de 2014

Festas religiosas e aquecimento global nº 2

Fogueiras nas festas juninas, um brasil no Brasil

.

20 de junho de 2014

Dia Mundial dos Refugiados

Alerta à Humanidade nº 10

Refugiados no mundo ultrapassam marca histórica de 50 milhões, alerta ONU

Jordanien, Flüchtlingslager Saatari Ausschreitungen UNHCR 06.04.2014

Número é o maior desde a Segunda Guerra Mundial e pode aumentar com o surgimento de novos conflitos, como no Iraque, por exemplo. Somente em 2013, registraram-se quase 30 mil novos refugiados por dia.

Ao final de 2013, mais de 51 milhões de pessoas viviam como refugiadas no mundo, constatou o Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) em seu novo relatório anual Tendências Globais, lançado nesta sexta-feira (20/06). Trata-se da primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial que o número ultrapassa os 50 milhões.

Os motivos para o abandono forçado da terra natal são conflitos, perseguições, violência ou violações dos direitos humanos. Do total de 51 milhões, mais de 33 milhões eram deslocados internos – ou seja, tiveram de deslocar-se dentro do próprio país –, enquanto quase 17 milhões tiveram de cruzar fronteiras. Mais de um milhão de pessoas pediram asilo em 2013. (…)

Fonte: BOL Notícias

.

18 de junho de 2014

Tornados nos Estados Unidos

Tornado mata e fere em cidade no Nebraska

Dois grandes tornados atingiram a região de Nebraska, nos Estados Unidos, nesta segunda

Dois grandes tornados atingiram a região de Nebraska, nos Estados Unidos, nesta segunda

Uma pessoa morreu e 16 ficaram feridas na passagem de um tornado pela cidade de Pilger, no nordeste do Nebraska, nos Estados Unidos, nesta segunda-feira, afirmou o xerife do condado de Stanton, Michael Unger. (…) Dois grandes tornados atingiram o nordeste do Nebraska nesta segunda-feira, causando sérios danos em pelo menos uma cidade, de acordo com autoridades locais.

Os tornados, parte de uma supercélula de tempestades, arrancaram árvores e atingiram residências, disseram autoridades. O sistema ainda é uma ameaça e se movia em direção ao noroeste de Iowa. (…)

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/btnJVK

.

11 de junho de 2014

Chuvas no sul do Brasil

10 de junho de 2014 – Vaca fica presa entre os galhos no alto de uma árvore após o nível do rio baixar em Quedas do Iguaçu, no interior do Paraná. Mais de 37 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas na região sul do país.

Reprodução/ Portal Quedas/BOL Fotos

.

05 de junho de 2014

Freud Explica nº 15

A agressividade nº 6 e Psicologia dos grupos nº 2

Mc Dougall, citado por Freud, resumindo o comportamento de um grupo diz que: “… é excessivamente emocional, impulsivo, violento, inconstante, contraditório e extremado em sua ação, apresentando apenas as emoções rudes e os sentimentos  menos refinados; extremamente sugestionável, descuidado nas deliberações, apressado nos julgamentos, incapaz de qualquer forma que não seja a mais simples e imperfeita das formas de raciocínio; facilmente influenciado e levado, desprovido de autoconsciência, despido de autorrespeito e de senso de responsabilidade, e apto a ser conduzido pela consciência de sua própria força, de maneira que tende a produzir todas as manifestações que aprendemos a esperar de qualquer poder irresponsável e absoluto.”

Terrorismo – Psicanálise e o onze de setembro; Coleção Guias da Psicanálise – Volume 3 – Freud, página 54

Referência: Freud, Sigmund. Psicologia das Massas e Análise do Eu, Frankfurt, Fischer, 1999

Rui Martins Iwersen

.

04 de junho de 2014

Homem e a natureza nº 5

Poluição nas águas do Rio de Janeiro

Ao lado da estação de tratamento de água da Alegria, no Cajú, na zona norte do Rio de Janeiro, a sujeira se acumula.

Custodio Coimbra/Agência O Globo

.

02 de junho de 2014

Protestos e aquecimento global nº 2

Grupo espera ajuda do PCC para promover caos na Copa

Os black blocs que executaram as ações de grande repercussão do ano passado continuam fora do radar da polícia, e prometem transformar a Copa do Mundo “num caos”. Para isso, alguns deles esperam que o Primeiro Comando da Capital (PCC), a organização que domina os presídios paulistas e emite ordens para criminosos soltos, também entre em campo. (…)

A reportagem do jornal “O Estado de S.Paulo” ouviu 16 desses black blocs, em seis encontros, na última semana. (…) eles são adultos, seguem tática desenvolvida há décadas na Europa e nos Estados Unidos, não têm página no Facebook nem querem aparecer.

(…) Preocupados com sua imagem perante a opinião pública, decidiram falar, pela primeira vez. “Vamos estourar de novo agora”, promete o mais veterano deles, de 34 anos, formado em História na USP e com matrícula trancada no curso de Psicologia.

“A gente vai devolver o troco na moeda que o Estado impõe”, ameaça o ativista, que trabalha para um hospital público de São Paulo. (…)

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bvnyVm

.
28 de maio de 2014

Homem e a Natureza nº 4

Protestos e aquecimento global nº 1

Manifestante corre com uma bandeira do Brasil ao lado de pneus em chamas durante protesto contra a Copa do Mundo perto do Itaquerão [estádio do Corinthians em São Paulo]. Mais

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bdnwKb

.

25 de maio de 2014

Homem e a Natureza nº 3

O comércio ilegal de peles faz mais uma vítima: O Leopardo Nebuloso está extinto

¿Cuál ha sido el último felino en extinguirse?

É decepcionante saber que em pleno século 21 as pessoas ainda usam peles de animais como roupa. A indústria da moda evoluiu muito nos últimos anos e hoje é possível vestir roupas de “pele ecológica” (com sua devida procedência e certificação, é claro), ou seja, um artigo que muito se assemelha à textura original da pele, mas sem precisar de nenhum sofrimento para sua obtenção. (…)

Pois bem, o post trata da triste notícia de que mais um felino foi extinto. O Leopardo Nebuloso é uma espécie de Felino do gênero Neofiles que habita regiões de altas altitudes do continente asiático, como Taiwan, Vietnã, Tailândia e sul da China. A espécie em questão é Neofelis nebulosa brachyura, endêmica das altas florestas de Taiwan. O status do gênero Neofiles na Lista Vermelha da IUCN aponta como vulnerável, porém, essa espécie está oficialmente extinta.

As causas da extinção são antrópicas, como já poderíamos imaginar, pois esses felinos são considerados topo de cadeia (na ausência de Tigres e grandes leopardos). Não foi uma extinção natural. (…)

Fonte: http://supercalibiologistic.wordpress.com; enviada por Milene Peixer Loio, colaboradora de GaiaNet

.
24 de maio de 2014

Alerta à Humanidade nº 9

Sinais do aquecimento global nº 7

Fontes de água doce, ecossistemas de montanha estão ameaçados pelo aquecimento

2011: Pinguins migram do Cabo da Boa Esperança, na África do Sul, devido às mudanças climáticas Schalk van Zuydam/AP

As montanhas, fontes vitais de água doce, são alguns dos ecossistemas mais sensíveis às mudanças climáticas e estão sendo afetadas mais rapidamente do que outros habitats terrestres, advertiu a Unesco em um relatório apresentado no Peru durante um fórum para analisar o problema.

O Fórum Mundial de Montanhas, realizado na sexta e no sábado em Cusco (sudeste), reúne cientistas, organizações internacionais e tomadores de decisão para analisar, entre outros temas, como lidar como o impacto das mudanças climáticas sobre os recursos hídricos das áreas montanhosas. (…) As montanhas e seus vales adjacentes ocupam 24% da superfície terrestre e abrigam 1,2 bilhão de pessoas, segundo dados das Nações Unidas. “Quase 50% da população mundial depende da água produzida através das montanhas”.

Os sistemas de fornecimento de água que estão sendo mais afetados pelas mudanças climáticas são aqueles que são alimentados pelas geleiras e pela neve e por áreas montanhosas, segundo estudos de agências da ONU e de organizações ambientalistas.

A reunião de Cusco também será preparatória para os documentos que serão debatidos na Cúpula de Mudanças Climáticas (COP20) que será convocada por 195 países em dezembro próximo, em Lima. (…)

Leia mais em: http://zip.net/brntqB

.

24 de maio de 2014

O Homem e a Natureza nº 2

Incêndio florestal na Mata Atlântica

21 de maio de 2014

Tornados nos Estados Unidos

Carros, casas e objetos destruídos ficam acumulados em Cordova, Nebraska (EUA). Vários tornados atravessaram a região causando estragos e deixando 18 mil pessoas sem eletricidade.

Nati Harnik/AP

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/brnr69

.

16 de maio de 2014

Alerta à Humanidade nº 8

Sinais do aquecimento global nº 6

Bósnia e Sérvia têm a pior enchente dos últimos 120 anos

16 de maio de 2014 – Homem fala ao telefone ao lado de carros que ficaram cobertos por lama após inundações em Topcic Polje, Bósnia. A região enfrenta a maior inundação em 120 anos. Pelo menos cinco pessoas morreram e centenas tiveram de deixar suas casas. Algumas cidades estão isoladas.

Dado Ruvic/Reuters

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/blnnF0 .

.
13 de maio de 2014

Festas religiosas e aquecimento global nº 1

13 de maio de 2014 – Portugueses veneram estátua de Nossa Senhora de Fátima durante o dia da santa, em Fátima

Rafael Marchante/Reuters

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bmnmw6

.
11 de maio de 2014

Sinais do aquecimento global nº 5

.
Em regiões secas, o aquecimento global produz secas mais fortes e mais frequentes.
.
..
08 de maio de 2014
.

Sinais do aquecimento global nº 4

.
SITUAÇÃO PREVISÍVEL NO AQUECIMENTO GLOBAL
.
Calor, incêndios, redemoinhos de fogo; mais calor, mais incêndios, mais aquecimento; mais raios, mais incêndios, mais calor…
.

A motorista Janae Copelin estava dirigindo em Chillicothe, Missouri (EUA), quando se deparou com esta cena. Um fazendeiro estava queimando seu campo quando o vento provocou um pequeno redemoinho que direcionava o fogo para o céu. Os redemoinhos de fogo são formados quando ventos fortes e calor intenso se combinam.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bqnkDw

.

29 de abril de 2014

Sinais do aquecimento global nº 3

Seca em São Paulo 

GaiaNet recomenda dessalinização da água do mar 

Cantareira bate novo recorde e nível dos reservatórios cai para 10,9%

Veja a previsão para hoje

Os dias de tempo seco no Sudeste trouxeram uma consequência para o Sistema Cantareira, que voltou a registrar queda nesta terça-feira. Os reservatórios caíram para 10,9%, o menor valor da história. Se nenhuma ação fosse tomada pela Sabesp, o Cantareira secaria em 90 dias, ou seja, no fim de julho.

A comparação foi feita com o ano passado, quando em 29 de abril os reservatórios do Cantareira marcavam 63% e no dia 29 de julho de 2013 o valor caiu para 53%, uma queda de 10%, o que representa o nível do manancial hoje. Esse declínio entre o outono e o inverno é natural, por causa da redução das chuvas nesta época no Sudeste. (…)

Fonte: Jornal do Tempo/Notícias

No dia 23 de março, através da Mensagem Quixotesca nº 3, dirigida ao Governador de São Paulo, recomendei dessalinização da água do mar e outras ações para resolver ecológica e permanentemente o presente e os futuros problemas de água no Estado e na região.

Rui Martins Iwersen

.

28 de abril de 2014

Alerta à Humanidade nº 7

Sinais do aquecimento global nº 2

28.abr.2014 – Uma fila de casas foi destruída em Vilonia, no Estado de Arkansas (EUA), com a passagem de um tornado pelo centro-sul do país, neste domingo (27). Ao menos 17 pessoas morreram

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/blndq3

.
18 de abril de 2014

Freud Explica nº 14

A Religião nº 8

.
Os cerimoniais de sacrifício humano, realizados nas mais diferentes partes do globo habitado, deixam pouca dúvida de que as vítimas encontram seu fim como representantes da divindade e esses ritos sacrificatórios podem ser remontados a épocas antigas, com uma efígie ou boneco inanimado tomando o lugar do ser humano vivo. (…)
.
Smith (1894) reconhece o fato de que o objeto do ato de sacrifício sempre foi o mesmo, a saber, aquilo que é hoje adorado como Deus, ou seja, o pai. O problema da relação entre o sacrifício animal e o sacrifício humano admite assim uma solução simples. O sacrifício animal original já constituía um substituto de um sacrifício humano – a morte cerimonial do pai; assim sendo, quando o representante paterno mais uma vez reassumiu a figura humana, o sacrifício animal também podia ser retransformado num sacrifício humano. (…)
.
Sigmund Freud, Totem e Tabu, 1913; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974; páginas 174
.
Rui Martins Iwersen
.
.

12 de abril de 2014

Alerta à Humanidade nº 6

Sinais do aquecimento global nº 1

Ciclone Ita alcança costa leste da Austrália com ventos de até 230 km/h

12.abr.2014 - Imagem da Nasa (agência espacial dos Estados Unidos) mostra o ciclone Ita, que alcançou a costa leste da Austrália com ventos de até 230 km/h

Imagem da Nasa (agência espacial dos Estados Unidos) mostra o ciclone Ita.

O ciclone Ita, com ventos de até 230 km/h de velocidade, que podem provocar graves danos, alcançou a costa leste da Austrália nesta sexta-feira (11) à noite, anunciaram as autoridades. Na noite desta sexta, milhares de moradores das áreas, pelas quais o ciclone deve passar, já estavam em abrigos. O Ita está classificado como força 2, em uma escala que vai até 5, depois de perder parte de sua energia. Ainda assim, os ventos podem produzir chuvas muito fortes e inundações, além de ondas altas com potencial para afetar a costa. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bwm4xt

.

10 de abril de 2014

Depósito de lixo pode pôr em risco fauna e flora de praia no Rio de Janeiro

Rio – Com o fim do verão, São Pedro da Aldeia, município na Região dos Lagos fluminense próximo à Búzios, procura resolver problemas de destinação do lixo em seu balneário. A prefeitura alega ter poucos recursos, o que prejudica a coleta. Enquanto isso, o material não recolhido acaba na natureza, o que, além de degradar as praias, ainda pode gerar pequenos incêndios. A situação é agravada pelas características da região, que passou pelo último verão com clima bastante quente e sem chuvas, e é berçário de espécies de aves marinhas. (…)
A bióloga Ângela Bárbara Garda, do Instituto Chico Mendes (ICMBio), explica que, os impactos dependem das particularidades de cada evento, como intensidade e frequência, mas que esses focos de chamas provocam riscos. “Vegetação de restinga e Mata Atlântica não toleram fogo. Uma vez queimadas, necessitarão de longo prazo para recuperação até o estado anterior ao incêndio”, diz. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bbm0cY

.

 31 de março de 2014

Alerta à Humanidade nº 5

Novo relatório da ONU reforça ameaças do aquecimento global

O aquecimento global constitui uma crescente ameaça à saúde, às perspectivas econômicas e aos recursos hídricos e alimentares de bilhões de pessoas, disseram cientistas influentes em um relatório que defende uma ação imediata para fazer frente aos efeitos das emissões de carbono. O novo trabalho do órgão da ONU Painel Intergovernamental para a Mudança Climática (IPCC, na sigla em inglês) diz que os efeitos do aquecimento estão sendo sentidos em todo lugar, contribuindo para possíveis crises de escassez alimentar, desastres naturais e guerras. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bxmY92

.

22 de março de 2014

Mensagem Quixotesca nº 3

Mensagem ao governador do Estado de São Paulo no Dia Mundial da Água de 2014

Digníssimo Senhor Governador do Estado de São Paulo

A última vez que eu aconselhei um governador, eu aconselhei um amigo e empregado meu que foi governador de uma ilha há muito tempo atrás, e por pouco tempo. Que eu me lembre, na ilha que ele governou não havia problemas de água. Mas na cidade de São Paulo, capital do Estado que o Senhor governa, há um importante problema de água.

Em Vosso estado começam a se salientar as mudanças climáticas do tristemente famoso aquecimento global. Tenho acompanhado pela mídia as notícias da estiagem deste ano em Vosso Estado, a pior dos últimos cinquenta anos, como a foto que Vos ofereço ilustra.  Imaginando as futuras estiagens devidas às mudanças climáticas atuais, senti Vossa angustia para solucionar este grave problema do abastecimento de água potável em Vosso Estado, especialmente para os cerca de quinze milhões de seres humanos que vivem na cidade de São Paulo e em seus arredores.

Louvo Vossos esforços e me solidarizo com o Senhor. Solidarizo-me tanto que pensei em dar-lhe alguns conselhos sobre a questão da água e da urbanização humana. Caso Vossa Senhoria se digne dirigir-me Vossa inestimável e inenarrável atenção, citá-los-ei. Através da mídia, muito diferente na época de minhas primeiras aventuras, fiquei sabendo que Vossos técnicos e políticos estão propondo captação, de mais um pouco de água para São Paulo, num lago na nascente do Rio Paraíba do Sul, que percorre praticamente todo o estado do Rio de Janeiro e abastece cerca de 10 milhões de fluminenses.

Considerando o enorme custo financeiro e ambiental para uma obra deste tipo, com caráter provisório e conflitante com o vizinho Estado do Rio de Janeiro, que necessita demais das águas do rio; considerando o tempo e os recursos que estas obras emergenciais requereriam e imaginando e considerando outras coisas mais, lembrei-me de algumas informações que eu tenho sobre abastecimento de água, e que podem servir para reflexões sobre a questão da água nas várias regiões da Terra.

Se Vossa Excelência me honrar com Vosso interesse por meus humildes conhecimentos sobre questões de abastecimento de água potável para grandes populações, tomarei a liberdade de enumerar algumas que possam ser úteis para uma solução definitiva, ecologicamente correta, preservacionista e sem conflitos com Estados vizinhos. Ao contrário, o Senhor poderia, inclusive, suscitar replicações do modelo nos estados vizinhos e em outros estados da Federação.

Como o Senhor certamente sabe, Senhor Governador, Las Vegas é uma cidade construída num deserto dos Estados Unidos da América e que tem, hoje, centenas de milhares de habitantes e milhares de hotéis com milhares de hóspedes, exigindo um aporte diário de água potável de milhões de litros. Mas o que poucos sabem, Caro Senhor, é como a cidade de Las Vegas resolveu seu problema com a água e com o lago que fornece toda a água da cidade.

Eu vou falar-lhe como foi! Em Las Vegas, se o consumo de água fosse irracional, o lago que abastece a cidade secaria em poucos anos e a cidade ficaria sem água. Las Vegas decidiu interagir com a água de modo racional; decidiu reciclar toda a água usada e devolver potável ao lago. Hoje, 95% de toda a água utilizada em Las Vegas, inclusive a água dos esgotos sanitários, é reciclada, tornada potável e devolvida saudável ao lago que abastece a cidade com água, dia após dia. Uma relação racional e ecologicamente mais correta dos habitantes de São Paulo com os lagos que abastecem a cidade é possível.

São Paulo é uma cidade com muitos cientistas, com muita tecnologia, com um importante parque industrial e com mão de obra capacitada e disponível. Há recursos financeiros: o que não seria gasto com uma obra “quebra galho”, como a que me parece ser a pretendida por Vosso Governo, seria investido num suposto Projeto de Revitalização do Sistema Cantareira, ou coisa parecida. As obras deste Projeto teriam menor impacto ambiental. Por exemplo: paralelamente às tubulações que já trazem a água dos lagos do sistema para as cidades da região, tubulações de calibres já maiores que os atuais, levariam a água despoluída de volta aos lagos de origem.

Além de coordenar esta importantíssima ação social e ambiental, o Senhor poderia tomar ainda outras atitudes para aperfeiçoar cada vez mais este sistema: usinas de dessalinização da água do mar no litoral de Vosso Estado, estrategicamente localizadas, porém com o mínimo possível de impacto ambiental e considerando a futura elevação do nível do mar. Vossa atitude poderia, inclusive, contribuir para atenuar a elevação do mar; as geleiras derreteriam e os paulistas as beberiam!

Outras ações como captação e utilização da água da chuva na cidade, recuperação dos lagos, dos rios, riachos, nascentes e matas ciliares da região e educação ambiental contribuiriam muito. Estimule a educação de Vosso povo Governador! Muitas outras coisas o Senhor poderia pensar e fazer com Vossos técnicos e auxiliares. E isto seria com tempo, recursos financeiros e recursos humanos semelhantes ao da obra atualmente cogitada. Mas, certamente, traria resultados diametralmente diferentes.

O projeto atualmente propalado me parece um ‘quebra galho’, e perigoso. Mas, as minhas humildes informações, reflexões e opiniões me fazem crer que o Vosso projeto seria a melhor solução atual. Os fluminenses e mineiros poderiam fazer algo deste tipo no lago da nascente do Rio Paraíba do Sul e em toda a extensão do rio. Sabe-se que este rio é importantíssimo para a indústria, para a agricultura, para a pecuária e para os cerca de dez milhões de pessoas que vivem em praticamente em toda a sua extensão. Os paulistas, os fluminenses, os mineiros e os brasileiros em geral ficarão felizes se vós todos tiverdes êxito!

O Sancho mostrou-se também tão solidário com o Senhor e com Vossos súditos, que rogou-me que lhe desse alguns conselhos. Hoje ele estava naqueles dias de empolgação com seus ditados, mas eu consegui que ele só desse três recomendações: Não se despe um santo para vestir outro; há males que vem para o bem; é melhor prevenir do que remediar.

Caso o senhor faça uma boa escolha para resolver o problema do abastecimento de água para a região da cidade de São Paulo, conte com os préstimos deste Vosso humilde serviçal.

Rui Martins Iwersen

.

13 de março de 2014

Religião x Ciência

Mães evangélicas boicotam vacinação de filhas contra HPV

Imagem: Reprodução
Mães evangélicas afirmam que suas filhas “se sentiriam imunizadas e tentariam experimentar o novo” e que a melhor forma de prevenir Doenças Sexualmente Transmissíveis é a fidelidade no casamento

Recentemente, o Ministério da Saúde brasileiro lançou uma campanha nacional para vacinação de adolescentes contra o papilomavírus humano (HPV), vírus tido pelos especialistas como uma das principais causas de câncer no colo do útero. Porém, a campanha, que tem como público alvo meninas entre 11 e 13 anos, tem recebido resistência por parte de algumas religiosas antes mesmo de iniciar.

Marcada para começar no dia 10 de março de 2014, a vacinação das adolescentes estaria sendo boicotada por um grupo de mães evangélicas, que querem evitar que suas filhas tomem a vacina afirmando que a mesma pode incentivar a prática sexual. (…) Segundo a reportagem, o presidente da Associação de Pastores Evangélicos da Grande Vitória, Enoque de Castro, também se pronunciou sobre o assunto, dizendo acreditar que a vacina é uma boa solução para a doença, mas que concorda que a melhor prevenção é a fidelidade.

Fonte: Gazeta Social – http://www.gazetasocial.com – enviada pela colaboradora Milene Peixer Loio, Florianópolis

.

02 de março de 2014

Alerta à Humanidade nº 3

Aquecimento climático causará perda de colheitas e outros danos, diz o IPCC

O aquecimento climático reduzirá a produção mundial de cereais em até 2% a cada dez anos e poderá representar 1,45 trilhão de dólares até o fim deste século, segundo um projeto de relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC). (…) Segundo o rascunho atribuído ao IPCC, a produção mundial global perderá entre 0,2 e 2% se a temperatura aumentar 2,5 graus. (…) A comunidade internacional fixou o objetivo de concluir até o final de 2015, durante a Conferência sobre o Clima da ONU em Paris, um acordo global e urgente de redução das emissões de gases de efeito estufa para limitar o aquecimento a 2°C em relação à era pré-industrial.

Leia mais em: http://zip.net/bgmC7X

.

17 de fevereiro de 2014

Freud explica nº 13

Psicologia dos grupos nº 1

Em seu livro Psicologia das Massas e Análise do Eu, Freud faz uma análise de como se dá a relação de um individuo, seus impulsos instintuais, os motivos e os fins e até as suas ações com aqueles qulhes são mais próximos. Analisa também como tais indivíduos são influenciados, sob certas condições, a tal ponto de agir, pensar e sentir de maneira completamente diferente daquela que seria esperada.

Conforme Freud, “esta condição é a inclusão deste individuo que adquiriu a característica de um ‘grupo psicológico’”. Explicando o que é um grupo psicológico e a influência que o mesmo exerce sobre o individuo, Freud, citando Le Bon diz: “A peculiaridade mais notável apresentada por um grupo psicológico é a seguinte: sejam quem forem os indivíduos que o compõem, por semelhantes ou dessemelhantes que sejam seu modo de vida, suas ocupações, seu caráter ou sua inteligência, o fato de haverem sido transformados num grupo coloca-os na posse de uma espécie de mente coletiva que os faz sentir, pensar e agir de maneira muito diferente daquela pela qual cada membro dele, tomado individualmente, sentiria, pensaria e agiria, caso se encontrasse em estado de isolamento”.

André Contreiro Azevedo, Psicanálise e o Onze de Setembro; Freud – Coleção Guias da Psicanálise – Volume 3 – Para além da psicanálise, página 53

Rui Iwersen

.

29 de janeiro de 2014

Alerta à Humanidade n° 2

Maior parte dos animais brasileiros em risco de extinção está na Mata Atlântica

animais brasileiros em risco de extinção

O alerta foi publicado no site O Eco, no início de janeiro: a maioria das espécies da fauna em risco de extinção no Brasil está na Mata Atlântica. A constatação se baseou no banco de dados do Ministério do Meio Ambiente, que lista as 627 espécies oficialmente reconhecidas como ameaçadas de extinção. O Eco disponibilizou um infográfico que resume a situação dos animais brasileiros ameaçados por classe e por Bioma de ocorrência. Os animais que vivem na Mata Atlântica veem seu habitat diminuir a cada dia, ameaçado pelas diversas pressões que a floresta sofre.

Hoje, restam apenas 8,5 % desta floresta que originalmente abrangia uma área equivalente a 1.315.460 km² ao longo de 17 Estados. E as unidades de conservação – criadas para proteger esse valioso patrimônio – estão abandonadas pelo poder público. Um exemplo disso é a situação da onça-pintada: pesquisadores têm alertado para o risco de desaparecimento da espécie da Mata Atlântica brasileira.

O Parque Nacional do Iguaçu é uma das áreas de ocorrência deste grande predador e já teve registro de 180 onças-pintadas. Atualmente, porém, a estimativa é de que existam apenas 18 indivíduos vivendo na área e que em 80 anos a espécie estará extinta. (…) Preocupada com esse quadro, a Fundação SOS Mata Atlântica lançou no aniversário do Parque Nacional do Iguaçu a campanha #SOSParquesdoBrasil (saiba mais sobre a campanha e como contribuir). (…)

– See more at:http://www.sosma.org.br/16883/maior-parte-dos-animais-ameacados-esta-na-mata-atlantica/#.dpuf

.

23 de janeiro de 2014

Alerta à Humanidade

Entre as várias informações ecológicas editadas em GaiaNet desde 2009, muitas são alertas a pessoas, a comunidades, a profissionais, a povos, a países, a regiões, a continentes e, de modo geral ou específico, à Humanidade. Infelizmente, novos alertas serão editados.

Portanto, a partir de hoje, ao lado dos quadros ‘Freud explica’ (atualmente no nº 12), ‘Darwin tinha razão’ (no nº 9) e ‘Mensagens quixotescas’ (no nº 2), editados em algumas páginas de GaiaNet, editaremos também o quadro “Alerta à Humanidade”. Inicio o quadro ‘Alerta à Humanidade’ de GaiaNet com um alerta da ONU, através do IPCC, sobre as possibilidades do processo de aquecimento global no século XXI.

Alerta à Humanidade nº 1

Alerta da Organização das Nações Unidas (ONU)

Para IPCC, é necessário agir antes de 2030 para manter meta de 2ºC

AFP

PARIS – A meta de limitar o aquecimento global a 2ºC será mais difícil de conseguir caso não sejam tomadas medidas necessárias em larga escala até 2030 para conter a concentração de gases de efeito estufa na atmosfera, informou o IPCC. Os membros do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês) mostram, em uma versão final de um relatório com publicação prevista para abril os diferentes cenários, segundo as médias tomadas para atenuar o aquecimento. (…)

Os cientistas consideram que só os cenários que preveem uma concentração média de gases de efeito estufa entre 430 e 480 ppm (partes por milhão) em 2100 podem realmente limitar o aumento da temperatura média do planeta a 2ºC. Acima de 530 ppm, é improvável que se consiga. Mas as emissões de gases de efeito estufa para a atmosfera não param de aumentar (2,2% ao ano entre 2000 e 2010) e, se a tendência se mantiver, a concentração poderá alcançar as 450 ppm em 2030 e aumentar entre 750 e 1.300 ppm em 2100, segundo o IPCC. ”Limitar os níveis de concentração na atmosfera (dos gases de efeito estufa) a 530 ppm ou menos será um desafio mais difícil de alcançar e as opções de alcançá-lo serão mais reduzidas, se as medidas de redução de emissões forem adiadas para além de 2030″, diz o texto. (…)

.

18 de janeiro de 2014

Darwin tinha razão nº 9

Macaco “em férias” parece posar para a foto, na Indonésia. Os macacos aproveitam o clima ensolarado na região para descansar. Dailymail/BOL Fotos

“Aquele que observar um cão preparando-se para atacar outro cão ou um homem, e o mesmo animal acariciando seu dono, ou a expressão de um macaco quando provocado e quando afagado pelo seu tratador, será forçado a admitir que os movimentos de seus traços e gestos são quase tão expressivos quanto os dos humanos.”

Charles Darwin, 1872, A expressão das emoções no homem e nos animais; Companhia das Letras, São Paulo, 2000, página 139

Rui Iwersen

.

14 de janeiro de 2014

As águas de janeiro no Rio de Janeiro

Cartão postal do Rio de Janeiro, Baía de Guanabara preocupa organização da Olimpíada por causa da poluição. Por dia, segundo o governo do Rio, são retirados da Baía de Guanabara pelos barcos coletores uma tonelada de lixo.

Leia mais em: http://zip.net/bll4Cs

.

09 de janeiro de 2014

Para além da psicanalise

Entre as revistas que estão agora nas bancas brasileiras, duas me interessaram mais e já comecei a lê-las: da série Coleções, da Super Interessante, da Editora Abril, O guia da Filosofia – a obra, a vida e as inquietações dos 60 maiores filósofos da história; da Coleção Guias da Psicanálise, da Editora Escala – Volume 3, Freud – Para além da psicanálise – o pensamento freudiano rompe as fronteiras disciplinares e motiva debates acalorados na filosofia e nas ciências sociais. Em breve vou falar delas.

.

07 de janeiro de 2014

Freud explica nº 12

A agressividade nº 5

Partindo de especulações sobre o começo da vida e de paralelos biológicos, conclui que, ao lado do instinto para preservar a substância viva e para reuni-la em unidades cada vez maiores, deveria haver outro instinto, contrário àquele, buscando dissolver essas unidades e conduzi-las de volta a seu estado primevo e inorgânico. Isso equivalia a dizer que, assim como Eros, existia também um instinto de morte.

Os fenômenos da vida podiam ser explicados pela ação concorrente, ou mutuamente oposta, desses dois instintos. Não era fácil, contudo, demonstrar as atividades desse suposto instinto de morte. As manifestações de Eros eram visíveis e bastante ruidosas. Poder-se-ia presumir que o instinto de morte operava silenciosamente dentro do organismo, no sentido de sua destruição, mas isso, naturalmente, não constituía uma prova.

Uma ideia mais fecunda era a de que uma parte do instinto é desviada no sentido do mundo externo e vem à luz como um instinto de agressividade e destrutividade. Dessa maneira, o próprio instinto podia ser compelido para o serviço de Eros, no caso de o organismo destruir alguma outra coisa, inanimada ou animada, ao invés de destruir o seu próprio eu (self). Inversamente, qualquer restrição dessa agressividade dirigida para fora, estaria fadada a aumentar a autodestruição, a qual, em todo e qualquer caso, prossegue.

Sigmund Freud, 1930, O Mal-Estar na Civilização; Imago Editora Ltda, Rio de Janeiro, 1974; página 79

Rui Iwersen

.

05 de janeiro de 2014

Frio glacial no Hemisfério Norte e onda de calor no Hemisfério Sul

4.jan.2014 – Pessoas lotam a praia de Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro, neste sábado (4) de calor intenso.

Yasuyoshi Chiba/AFP/BOL Fotos Leia mais em: http://zip.net/bml0hZ

.

25 de dezembro de 2013

Freud explica nº 11

A Religião nº 7

“Quando o cristianismo pela primeira vez penetrou o mundo antigo, defrontou-se com a competição da religião de Mitras e, durante algum tempo, houve dúvida em relação a qual das duas divindades alcançaria a vitória. Não obstante o halo de luz que rodeia a sua forma, o jovem deus persa continua a ser obscuro para nós.

Podemos talvez deduzir das esculturas de Mitras matando um touro que ele representava um filho sozinho no sacrifício do pai, redimindo assim os irmãos do ônus de cumplicidade no ato.

Havia um método alternativo de mitigar a culpa e ele foi adotado pela primeira vez por Cristo. Sacrificou a própria vida e assim redimiu do pecado original o conjunto de irmãos.”

Sigmund Freud, Totem e Tabu, 1913; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974; página 176

Rui Iwersen

.

21 de dezembro de 2013

Lixo eletrônico crescerá 33% até 2017; volume anual equivale a 200 prédios

O volume anual de lixo eletrônico crescerá 33% em todo o mundo e chegará a 65,4 milhões de toneladas até o final de 2017, segundo um estudo divulgado neste domingo (15) pela Step. Essa iniciativa reúne diversos representantes da ONU (Organização das Nações Unidas) na tentativa de combater o problema do chamado e-waste (e-lixo), cada vez mais comum em todo o mundo.

Se o crescimento se confirmar, diz a pesquisa, a quantidade anual de lixo eletrônico será equivalente a 200 Empire States (famoso prédio de Nova York, com 443,2 metros) ou 11 pirâmides de Gizé (no Egito). (…) O estudo classifica como e-waste refrigeradores, TVs, celulares, computadores, monitores, brinquedos eletrônicos e qualquer outro produto descartado que tenha bateria ou cabo. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bglQqV

.

14 de dezembro de 2013

Aula prática oriental de consumismo ocidental

Homem fantasiado de Papai Noel visita crianças em creche de Tóquio (Japão), nesta segunda-feira (9). Yoshikazu Tsuno/AFP

.

12 de dezembro de 2013

Onça-pintada em rota de extinção

Onça-pintada pode desaparecer da Mata Atlântica brasileira

onça-pintada

Estudos indicam a existência de menos de 250 onças-pintadas adultas na Mata Atlântica. Um grupo de 13 pesquisadores brasileiros publicou, na edição de 22 de novembro da revista científica Science,  uma carta que alerta sobre o risco de desaparecimento da onça pintada na floresta, com base em estudos científicos realizados pelos autores.

A Mata Atlântica ocupava no passado quase toda a costa brasileira, chegando até a Argentina e o Paraguai. Pedro Manoel Galetti Júnior, professor do Departamento de Genética e Evolução (DGE) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), é um dos autores da publicação.

Os estudos comentados indicam que existem no bioma, atualmente, menos de 250 animais adultos, distribuídos em oito populações isoladas. Com base neste e em outros indicadores, os autores da carta afirmam que a Mata Atlântica poderá ser, em breve, o primeiro bioma tropical a perder o seu maior predador, com efeitos imprevisíveis e, certamente, devastadores. A carta afirma também que a principal causa do declínio da população de onças pintadas na Mata Atlântica é a caça relacionada aos impactos do animal sobre a pecuária, que acontece inclusive no interior de áreas de preservação. (…)

– See more at: http://www.sosma.org.br/16739/onca-pintada-pode-desaparecer-da-mata-atlantica-brasileira/#.dpuf

.

09 de dezembro de 2013

A agressividade humana

Briga entre torcedores

Torcedor do Vasco parte para o ataque com objeto metálico mesmo com torcedor desacordado Leia mais

O promotor Francisco de Paula Fernandes Neto responsabilizou, nesta segunda-feira, o Atlético-PR pela briga generalizada na arquibancada da arena Joinville, domingo, pelo Brasileirão. (…) Quatro torcedores foram internados no domingo. Dois deles receberam alta nesta segunda. O episódio de violência em Joinville terminou com três detidos para averiguação – que foram para presídio na madrugada desta segunda, de acordo com a Polícia de Santa Catarina. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bhlLDm

.

30 de novembro de 2013

Desmatamento da Amazônia

Hidrelétricas impulsionam ‘desmatamento indireto’ na Amazônia

BBC

Ao defender a construção de hidrelétricas na Amazônia, o governo federal costuma citar o argumento de que essas usinas são menos poluentes e mais baratas que outras fontes energéticas capazes de substituí-las. Entre ambientalistas e pesquisadores, porém, há cada vez mais vozes que contestam a comparação e afirmam que o cálculo do governo ignora custos e danos ambientais indiretos das hidrelétricas. Para alguns, esses impactos colaterais influenciaram no aumento da taxa de desmatamento da Amazônia neste ano. (…)

(…) o Google criou um site que mostra um visão detalhada de cada área do mundo e seus ganhos e perdas de florestas de 2000 a 2012. (…)

Paulo Barreto, pesquisador sênior da ONG Imazon, atribui parte do aumento ao desmatamento no entorno das hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, no rio Madeira, em Rondônia, e da usina de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará. Segundo ele, as hidrelétricas atraem migrantes e valorizam as terras onde são implantadas. Sem fiscalização e punição eficientes, diz ele, moradores se sentem encorajados a desmatar áreas públicas para tentar vendê-las informalmente. (…) Uma pesquisa do Imazon, da qual Barreto é coautor, estima que o desmatamento indireto causado pela hidrelétrica atingirá 5.100 km² em 20 anos, dez vezes o tamanho da área a ser alagada pela barragem. Na bacia do Tapajós (PA), onde o governo pretende erguer uma série de usinas, ele diz a área desmatada indiretamente chegará a 11 mil km².

Greenpeace faz sobrevoo dos canteiros das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Na foto, obras no canteiro do Sitio Pimental. (…) EVE/Greenpeace

Fórmula do desmatamento

O engenheiro Felipe Aguiar Marcondes de Faria desenvolve em seu projeto de PhD na Universidade Carnegie Mellon (EUA) uma fórmula complexa. Ele pretende incluir os efeitos indiretos da construção de hidrelétricas na Amazônia – como o desflorestamento gerado por imigração ou especulação fundiária – no cálculo das emissões de carbono das obras. A conta, que mede a liberação de gases causadores do efeito estufa, normalmente leva em conta somente as emissões geradas pela perda de vegetação e pela degradação da biomassa na área inundada pelas barragens.

“Se a construção de uma hidrelétrica implicar taxas de desmatamento superiores às de locais onde não existem tais investimentos, nós poderemos acrescentar esse desmatamento extra ao balanço de carbono do projeto”. O pesquisador diz ainda que, além de valorizar terras e atrair imigrantes, a construção de hidrelétricas pode estimular o desmatamento ao melhorar as condições de acesso à região, expondo florestas antes inacessíveis.

(…) o Brasil não pode excluir a hidroeletricidade de seus planos de expansão do sistema energético. (…) Faria defende, no entanto, que o governo mude sua postura quanto às hidrelétricas na Amazônia. (…) para o procurador-chefe do Ministério Público Federal no Pará, Daniel César Azeredo Avelino, a construção de hidrelétricas na Amazônia não tem sido acompanhada pela manutenção de áreas protegidas. Nos últimos anos, o governo reduziu Unidades de Conservação para facilitar o licenciamento das hidrelétricas no rio Madeira e das futuras usinas no Tapajós. Segundo ele, simples sinalizações de que se pretende reduzir essas áreas já motivam o desmatamento. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bslFgq

.

23 de novembro de 2013

Lixo em cidades estrangeiras

Vacas procuram comida em lixão em Tegucigalpa (Honduras). AFP/BOL Fotos

Leia mais em: http://zip.net/bbly8T

.

17 de novembro de 2013

Alerta da ONU sobre mudanças climáticas

Ban Ki-moon: tufão nas Filipinas é um alerta ao planeta

O tufão que devastou as Filipinas deve servir de advertência para que as mudanças climáticas sejam levadas a sério, disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, neste sábado na Estônia. ”Vivemos um momento histórico crucial. Nosso futuro dependerá do que decidirmos fazer, mas ainda há gente na Terra que parece acreditar que temos dois planetas”, declarou Ban Ki-moon diante de uma centena de estudantes, diplomatas e jornalistas.
“Vimos o que acaba de acontecer nas Filipinas. É um alerta urgente para a Terra, um exemplo de mudança climática que mostra como essas mudanças afetam a todos na Terra”, acrescentou. ”É preciso agir antes que seja muito tarde. A ameaça de um aumento de apenas 2ºC da temperatura do globo afetará a todos. A ameaça é muito real e todos temos a responsabilidade de evitá-la”, insistiu. (…)
Leia mais em: http://zip.net/bxlw4C

.

05 de novembro de 2013

Resíduos sólidos humanos

Apesar do mau cheiro e da água escura, o canal do Arruda é local de diversão e trabalho para os meninos do bairro homônimo, na zona norte do Recife (PE). É dentro da água suja, em meio a latas, pedaços de plástico, móveis, eletrodomésticos e restos de comida e animais mortos que as crianças do bairro brincam e ajudam a reforçar o orçamento da família. (…) Um dia submerso no canal rende, no máximo, R$ 10.

Diego Nigro/JC Imagem/Folhapress

Leia mais em: http://zip.net/bmlnrK

.

14 de outubro de 2013

Mata Atlântica em risco legal

Liminar impede destruição de fornos ilegais de carvão na região serrana do Rio

Uma liminar da Justiça fluminense impediu nesta segunda-feira (14) que 23 fornos ilegais para a fabricação de carvão fossem destruídos. Os fornos foram localizados durante uma operação da Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais (Cicca), na região serrana.
A operação foi montada para embargar, multar e demolir os fornos ilegais de carvão construídos nas proximidades do Parque Estadual dos Três Picos, no município de Duas Barras. De acordo com a Secretaria de Estado do Ambiente, a atividade é considerada potencialmente poluidora e a madeira que abastece os fornos é da Mata Atlântica. A produção ilegal de carvão vegetal é altamente danosa ao meio ambiente, pois provoca a destruição de espécies de mata nativa. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bvlbD4

.

12 de outubro de 2013

Freud explica nº 10

A Religião nº 6

“Esse pão, feito por Maria, ganho por José, alimentou o Filho de Deus; José sustentou no coração do Salvador, o sangue que Ele devia derramar por nós. Na eucaristia, nós recebemos a carne e o sangue de Cristo”.

Cassiano R. Azevedo; José – Referencial para o homem de hoje;Edições Shalom, Fortaleza, 2008, pg. 87

4

“A despeito da proibição que protegia a vida dos animais sagrados na qualidade de companheiros de clã, surgiu a necessidade de matar um deles de tempos em tempos, em comunhão solene, e de dividir sua carne e sangue entre os membros do clã. Os motivos que levaram a esse ato revelam o significado mais profundo da natureza do sacrifício.

Já sabemos como, em épocas posteriores, sempre que o alimento é comido em comum, a participação na mesma substância estabelece um laço sagrado entre aqueles que a consomem, quando o alimento penetrou em seus corpos. Nos tempos antigos, esse resultado parece só ter sido efetivado pela participação na substância de uma vítima sacrossanta. (…) Este elo ou vínculo nada mais é que a vida do animal sacrificatório, a qual reside em sua carne e seu sangue, sendo distribuída entre todos os participantes na refeição sacrificatória.”

Sigmund Freud, Totem e Tabu, 1913; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974; página 159

Rui Iwersen

.

28 de setembro de 2013

Mudanças Climáticas

Temperatura do planeta pode subir quase 5ºC até fim do século, estima IPCC

do UOL

2013: O planeta teve o quinto junho mais quente já registrado na série história, segundo dados da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos, a NOAA. A temperatura média global de junho ficou em 16,14 graus Celsius, empatado com a de junho de 2006, o que representa 0,64ºC acima da média do século 20. Leia mais NOAA Climate.gov team

A temperatura do planeta subirá quase 5 graus Celsius (ºC) até 2100, afirma a previsão mais pessimista do novo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), divulgado nesta sexta-feira (27). O painel reunido em Estocolmo, na Suécia, analisou quatro cenários possíveis sobre as mudanças climáticas até 2100. No caso mais otimista, a elevação da temperatura varia entre 0,3°C e 1,7ºC no período 2081-2100 frente à média observada entre 1986 e 2005. Já na hipótese mais pessimista, o planeta ficará entre 2,6ºC e 4,8°C mais quente na mesma comparação. Os especialistas apresentaram essa variação baseada em quanto o planeta pode emitir, nas próximas décadas, de gases que provocam o efeito estufa na atmosfera. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bqk2QR

.

27 de setembro de 2013

Passarinhos da Mata Atlântica em risco

Perigo da falta de floresta: novo livro de Miriam Leitão

A jornalista Miriam Leitão lança neste domingo, em São Paulo, seu primeiro livro infantil: “A perigosa vida dos passarinhos pequenos”. Com maravilhosas ilustrações de Rubens Matuck, a obra conta de uma maneira muito sensível como os pássaros de pequeno porte têm sofrido com a falta da floresta – no caso a Mata Atlântica .A perigosa vida dos passarinhos pequenos - capa - MIriam Leitão Miriam mostra o resultado do trabalho em equipe para conseguir reverter a perda das árvores e passa o recado para as pessoas: devemos ouvir mais os pássaros. Indicada para crianças de 7 a 12 anos, a história é interessante independentemente da idade. “É uma fábula que um adulto pode ler, pois ele verá com outros olhos”, afirma a autora. Para quem aprecia a Mata Atlântica, é leitura obrigatória, principalmente por ser baseada em fatos reais, ocorridos na fazenda Brejo Novo, em Minas Gerais. A história começa com a queda do filhote de coleirinho, que fez seu ninho num local impróprio justamente por causa da falta de árvores na área. Mas logo se juntam à história outras espécies, como o sabiá-laranjeira, o trinca-ferro, a saíra-dourada, o beija-flor, o sebinho e o bem-te-vi, cada um com sua característica especial. Ao fim do livro, há um mini-guia com as espécies mais importantes para a história, com suas belíssimas ilustrações. (…)

– See more at: http://www.sosma.org.br/16329/perigo-da-falta-de-floresta-novo-livro-de-miriam-leitao/#.dpuf

.

25 de setembro de 2013

Elevação do mar no século XXI

Elevação do nível do mar pode superar 80 cm até o fim do século

AFP

 Estocolmo – Especialistas revisarão para cima a elevação do nível do mar esperada para o próximo século na sexta-feira (27), durante a conferência sobre o clima em Estocolmo, na Suécia, alertando para uma ameaça importante provocada pelas mudanças climáticas que não deve preocupar apenas os atóis do Pacífico.
Em 2007, em seu relatório, o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) avaliou que a alta média dos oceanos poderia alcançar entre 18 e 59 centímetros em 2100. Em sua nova análise sobre o estado do planeta, que terá sua primeira parte publicada na sexta-feira, a organização científica revisará estes números para cima, referindo-se a uma alta das águas que pode superar os 80 cm no fim do século, segundo versão provisória do resumo que ainda pode ser modificada. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bjk1ps

.

22 de setembro de 2013

Freud explica nº 9

A agressividade nº 4

“Se nos voltarmos para as restrições que só se aplicam a certas classes da sociedade, encontraremos um estado de coisas que é flagrante e que sempre foi reconhecido. É de esperar que essas classes subprivilegiadas invejem os privilégios das favorecidas e façam tudo o que podem para se liberarem de seu próprio excesso de privação. Onde isso não for possível, uma permanente parcela de descontentamento persistirá dentro da cultura interessada, o que pode conduzir a perigosas revoltas.

  (…) é compreensível que as pessoas assim oprimidas desenvolvam uma intensa hostilidade para com uma cultura cuja existência elas tornam possível pelo seu trabalho, mas de cuja riqueza não possuem mais do que uma quota mínima. Em tais condições, não é de esperar uma internalização das proibições culturais entre as pessoas oprimidas. Pelo contrário, elas não estão preparadas para reconhecer essas proibições, tem a intenção de destruir a própria cultura e, se possível, até mesmo aniquilar os postulados em que se baseia.” (página 23)

Sigmund Freud, O Futuro de uma ilusão, 1927; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974

Rui Iwersen

.

20 de setembro de 2013

Elevação futura do mar

Cidades costeiras correm risco de perder US$ 1 trilhão com enchentes

Chineses escoltados por seguranças armados carregam caixas com dinheiro em rua alagada de Guangzhou, que foi atingida por um tufão. Leia mais

Paris – As 136 maiores cidades costeiras do mundo correm um risco de sofrer perdas anuais combinadas de US$ 1 trilhão (cerca de R$ 2,393 trilhões) com enchentes até 2050 a menos que melhorem drasticamente suas defesas, alertou um estudo. As perdas atuais são de US$ 6 bilhões ao ano (mais de R$ 14 bilhões), e quatro cidades – Miami, Nova York e Nova Orleans, nos Estados Unidos, e Guangzhou, na China – respondem por 43% dos custos, destacou a pesquisa publicada na edição deste domingo (18) da revista Nature Climate Change.

(…) ”Sem adaptações [de proteção contra enchentes], o aumento projetado de perdas médias até 2050 é enorme, com perdas agregadas aumentando para mais de US$ 1 trilhão por ano”, segundo o pior cenário projetado. (…) ”Temos cada vez mais pessoas dependentes destas proteções. Isto significa que se tivermos o rompimento de um dique, havendo mais pessoas atrás dele, teremos catástrofes maiores”, explicou Hallegatte à AFP. (…)

De acordo com Hallegatte, sua equipe estima que seriam necessários cerca de US$ 50 bilhões ao ano (quase R$ 120 bilhões anuais) para intensificar a proteção contra enchentes nas 136 cidades mencionadas no estudo, um cifra “muito abaixo” das perdas estimadas. “Fracassar na adaptação não é uma opção viável para as cidades costeiras”, ressaltou o estudo.

Leia mais em: http://zip.net/bhkHXM

.

16 de setembro de 2013

Freud explica nº 8

A Religião nº 5

“Reminiscências linguísticas comprovam que a parte do sacrifício atribuída ao deus era a princípio considerada como sendo, literalmente, o seu alimento. À medida que a natureza dos deuses tornava-se progressivamente menos material, essa concepção transformou-se num empecilho e foi evitada, atribuindo-se à deidade apenas a parte líquida da refeição. Posteriormente, o uso do fogo, que fez com que a carne do sacrifício sobre os altares se elevasse em fumaça, forneceu um método de lidar com o alimento humano mais apropriado à natureza divina. A oferenda de bebida consistia originalmente no sangue da vítima animal, substituído mais tarde por vinho. Nos tempos antigos, o vinho era considerado ‘o sangue da uva’ e foi assim descrito por poetas modernos.” [Robertson Smith, 1894, páginas 224, 229 e 230]

Sigmund Freud, Totem e Tabu, 1913; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974; página 155

Rui Iwersen

.

31 de agosto de 2013

Consumo, poluição, aquecimento e insustentabilidade

Terra entra no ‘vermelho’ com dívida ecológica 4 meses antes do fim de 2013

Os habitantes da Terra entraram novamente no “cheque especial” em termos de “dívida ecológica”, depois de terem esgotado em apenas oito meses o equivalente aos recursos naturais que o planeta pode produzir em um ano sem comprometer sua reposição, anunciou a Global Footprint Network. A ONG calcula todos os anos o dia em que o consumo da humanidade de recursos naturais – alimentos, matérias-primas, absorção de dejetos e de CO2 – ultrapassa o que a natureza pode gerar em um ano sem reduzir seu capital.

O chamado “Dia da Sobrecarga” (Overshoot Day) aconteceu neste 20 de agosto, segundo a ONG sediada nos Estados Unidos e presente na Europa e no Japão. Até 31 de dezembro, os humanos viverão de provisões que já estão superexploradas, como no caso dos peixes, por exemplo. E também viverão em um planeta mais poluído devido ao acúmulo de CO2 na atmosfera causando o aquecimento global. Isso já aconteceu antes em meados de novembro dos anos 1980, em outubro nos anos 1990, em setembro nos anos 2000. Esta data simbólica e aproximada, que em 2012 aconteceu em 23 de agosto, é antecipada um pouco a cada ano. Isso demonstra um claro sinal, segundo a ONU, do nível de vida cada vez menos sustentável dos habitantes da Terra, cada vez mais numerosos.

Dívida de um planeta e meio

Durante algum tempo, a Terra conseguiu suprir as necessidades dos homens sem se esgotar, mas o “limite crítico” foi atingido nos anos 1970 com a elevação do consumo e da população, recordou a Global Footprint Network, criada em 2003. E nossa “dívida ecológica” só fez crescer desde então. Ao ponto em que hoje precisamos de “um planeta e meio” para responder de forma duradoura às necessidades dos habitantes da Terra durante um ano, enfatizou, por sua parte, a WWF, associada à operação. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bjkHzZ

.

18 de agosto de 2013

Freud explica nº 7

A agressividade nº 3

“Evidentemente, não é fácil aos homens abandonar a satisfação dessa inclinação para a agressão. Sem ela, eles não se sentem confortáveis. A vantagem que um grupo cultural, comparativamente pequeno, oferece, concedendo a esse instinto um escoadouro sob a forma de hostilidade contra intrusos, não é nada desprezível. É sempre possível unir um considerável número de pessoas no amor, enquanto sobrarem outras pessoas para receberem as manifestações de sua agressividade.”

“Quando, outrora, o Apóstolo Paulo postulou o amor universal entre os homens como o fundamento de sua comunidade cristã, uma extrema intolerância por parte da cristandade para com os que estavam fora dela tornou-se uma consequência inevitável. Para os romanos, que não fundaram no amor sua vida comunal como Estado, a intolerância religiosa era algo estranho, embora, entre eles, a religião fosse do interesse do Estado e este se achasse impregnado dela. Tampouco constitui uma possibilidade inexequível que o sonho de um domínio mundial germânico exigisse o anti-semitismo como seu complemento…”

Sigmund Freud, 1930, O Mal-Estar na Civilização; Imago Editora Ltda, Rio de Janeiro, 1974; páginas 74 e 75

Rui Iwersen

.

17 de agosto de 2013

Atividade humana pode ser causa de 95% do aquecimento global, adianta estudo

Oslo – Cientistas do clima estão cada vez mais seguros de que a atividade humana está causando o aquecimento global, segundo trechos de um importante relatório da ONU (Organização das Nações Unidas) que será publicado em breve, mas estão achando mais difícil do que o esperado prever o impacto sobre determinadas regiões nas próximas décadas. (…)

Rascunhos vistos pela Reuters de um estudo feito por um painel de especialistas da ONU, que deve ser publicado no mês que vem, dizem que é ao menos 95% provável que a atividade humana – liderada pela queima de combustíveis fósseis – seja a principal causa de aquecimento desde os anos 1950. Isso é mais do que os 90% registrados no último relatório, em 2007, os 66% em 2001 e os 50% em 1995, reduzindo cada vez mais os argumentos de uma pequena minoria de cientistas que culpa as variações naturais do clima. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bnkGjC

.

08 de agosto de 2013 

Mensagem Quixotesca nº 2 

Mensagem ao prefeito da cidade do Rio de Janeiro

Estou acostumado a aconselhar governador de ilha. Confesso humildemente que nunca aconselhei o prefeito de alguma grande cidade moderna. Mas, embora eu não saiba tudo do seu município e da sua cidade, o Rio de Janeiro, estou percebendo que o senhor está numa situação delicada, e acho que eu sou a pessoa mais indicada para aconselhá-lo sobre administração existencial.

Entre outros problemas e dificuldades enfrentados na Jornada Mundial da Juventude, realizada pela Igreja Católica no Rio de Janeiro em julho, em Guaratiba, na região oeste da cidade, uma área de mangue de 1,7 milhão de metros quadrados foi aterrada para construir um templo religioso para o evento. A ação foi nitidamente anticonstitucional e, certamente, ilegal frente ao Instituto de Planejamento Urbano e à Vigilância Sanitária e Ambiental do município do Rio de Janeiro.

Com as chuvas daquela semana, a área do templo, uma área de preservação permanente, conforme a Constituição Federal de 1988, ficou inutilizável para fins cerimoniais, e as atividades religiosas daquela área foram transferidas para Copacabana. Com as reclamações dos moradores da região de Guaratiba, que pensavam ter melhorias permanentes no bairro e lucrar com hospedagem e alimentação dos peregrinos, o senhor prometeu, sem perceptíveis reflexões técnicas, éticas e ecológicas, construir naquele terreno um bairro popular, a Comunidade da Fé, ou coisa parecida.

No passado, eu aconselhei o governador de uma ilha. Mas, o senhor é o prefeito de uma das maiores cidades do Brasil, uma cidade conhecida em todo o mundo por seu povo, por sua beleza e por sua natureza. Aconselhá-lo me parece mais difícil, porém não mais importante. O senhor, que me parece um cristiano viejo, eu diria mesmo, um cristão primitivo, daqueles que oferecem ovos para Santa Clara para parar a chuva, não se deixe levar por opiniões místicas, especulativas ou eleitoreiras.

Tenha as suas próprias opiniões, e assessore-se para que elas sejam as melhores para tudo e para todos. Além da devida atenção às minhas recomendações, recomendo-lhe também que esteja atento às suas naturais assessorias. O conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Rio de Janeiro (Crea-RJ), por exemplo, reforça tecnicamente minha humilde opinião social, cultural e ambiental. Veja se eu não tenho razão, analisando a matéria Crea aponta riscos de construção de bairro no Campo da Fé, da Agência Brasil:

“A construção de um bairro popular no terreno de Guaratiba, na zona oeste da cidade, onde estava sendo preparado o Campo da Fé (Campus Fidei), que abrigaria eventos da Jornada Mundial da Juventude, pode gerar graves riscos para a população, alertou o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ). Em nota à imprensa, o Crea ressaltou que o terreno, de 1,7 milhão de metros quadrados, que o prefeito do Rio, Eduardo Paes, pretende transformar em bairro, está situado em uma área de mangue e, por isso, fica sujeito a alagamentos (…) Segundo o conselho, o que ocorreu com o terreno com as chuvas da semana passada foi “apenas uma amostra” do que poderá ocorrer no futuro.”

Senhor Prefeito: um dia o movimento das ruas pode passar a lutar também pela natureza e decidir defender o que resta de animais, de florestas e de mangues. Neste momento, assumir uma atitude complacente e permissiva com interesses místicos ou ilegais não será bom para o prefeito de uma importante cidade de um país laico, democrático e cosmopolita como o Brasil.

Além disso, como nós conhecemos a relação dos nossos conterrâneos contemporâneos com a natureza, nós sabemos que se hoje o senhor der o mangue, amanhã terá que dar o rio que margeia o mangue, e terá que dar outros mangues, outros rios; terá que dar as matas ciliares, as nascentes dos rios e as encostas de morros. Depois terá que dar os morros. Um dia lhe exigirão a Floresta da Tijuca, e o senhor terá que dar. Um dia o senhor não terá mais nada para dar e eles tomarão o seu cargo, senhor Prefeito da cidade do Rio de Janeiro. E, pelo que eu imagino, não haverá ninguém para oferecer alguma coisa para Santa Clara ou para algum outro santo para ajuda-lo. E nós sabemos que não ajudaria nada mesmo!

Ao contrário, se o senhor ajudar a preservar e recuperar estes 1,7 milhões de metros quadrados do mangue de Guaratiba, ajudará a preservar este mangue e seu rio, e fará bem à cidade do Rio, que não é só de janeiro, fevereiro e março e dos cariocas; o Rio de Janeiro é de todos o ano todo!

Além de inconstitucional, uma atitude permissiva frente a ocupação religiosa ou urbana de um mangue poderá ser vista como populista. Ao contrário, uma atitude de proteção e de recuperação do Mangue de Guaratiba seria interpretada, ao menos pelos homens menos místicos e mais realistas da sociedade e, portanto, formadores de opinião, como um ato politica, social e ecologicamente correto. Lembre-se que Dom João VI, o último imperador português do Brasil, recuperou a Floresta da Tijuca na cidade o Rio de Janeiro e, duzentos anos depois, é lembrado com simpatia e gratidão pela maior floresta urbana do planeta Terra. Mas lembre-se: das outras florestas é que resta menos!

Se o senhor decidir poupar e recuperar o Mangue de Guaratiba, conte comigo nessa aventura!

O Sancho pediu para lembrar o senhor que “quem mata tudo mata a galinha dos ovos de ouro”.

Rui Iwersen

.

31 de julho de 2013 

Freud explica nº 6

A Religião nº 4

Os ovos de Santa Clara que o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, encaminhou para as Irmãs Clarissas do Mosteiro da Gávea. Mais cedo o papa Francisco havia recomendado que ele colocasse ovos aos pés de Santa Clara para que a chuva parasse. BOL Fotos

“Nestes últimos exemplos, como em tantos outros do funcionamento da magia, o elemento da distância é desprezado; em outras palavras, a telepatia é admitida como certa.”

“Se desejo que chova, tenho apenas de efetuar algo que se assemelhe à chuva ou faça lembra-la. Numa fase posterior da civilização, em vez dessa chuva mágica, serão feitas procissões até um templo e preces pedindo chuva serão dirigidas à divindade que nele habita.”

“Enquanto a magia ainda reserva a onipotência apenas para os pensamentos, o animismo transmite um pouco dela para os espíritos, preparando assim o caminho para a criação de uma religião.”

Sigmund Freud, Totem e Tabu, 1913; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974; páginas 96, 97 e 109

Rui Iwersen .

28 de julho de 2013

Mensagens Quixotescas

Mensagem Quixotesca nº 1

Mensagem ao Papa Francisco

Sua Santidade!

Quando eu soube que o senhor escolheu seu nome de Papa pensando em Francisco de Assis, eu fiquei contente e esperançoso de que os seus atos e palavras iriam ser importantes para aumentar a consciência social e ecológica do seu rebanho, que dizem ser de mais de um bilhão de cordeiros. Enquanto o senhor esteve como Papa no Rio de Janeiro, durante a Jornada Mundial da Juventude, além das óbvias mensagens evangelizadoras, esperei ouvir do senhor algumas palavras de preocupação social e ambiental.

Felizmente eu ouvi algumas considerações suas a favor dos pobres, pela inclusão social e contra a corrupção, que são também algumas das bandeiras atuais dos brasileiros. Entretanto, embora eu não tenha ouvido e nem lido tudo o que o senhor disse ou escreveu, eu nada ouvi, e nada li em favor da natureza. Seria isto porque vocês consideram a natureza uma criação divina, uma criação de Vosso Criador, de Vosso Deus?

Como eu desejo que Sua Santidade siga o caminho de Francisco de Assis, e mostre-se amante do homem, dos outros animais, e das plantas, e que seja exemplo e divulgador de atitudes ecológicas para Vossos fiéis. Sua Santidade poderia ajudá-los a participar de uma religião milenar com algumas cerimônias medievais e ecologicamente incorretas, como a representação, por milhões de pessoas portando ramos de plantas, no dito Domingo de Ramos, que representa o dia da ‘entrada de Jesus na cidade’.

Um outro exemplo que humildemente gostaria de dar-lhe, usei informação de um dicionário, pois eu não leio somente sobre cavaleiros e aventuras! Trata-se, caro Senhor, da enorme queima diária de velas em templos ou cerimônias. Como o Senhor deve saber, as velas são feitas com espermacete, uma “substância branca e oleosa que se extrai do cérebro dos cachalotes e com que se fabricam velas” segundo o Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. Recomendo, portanto, que o Senhor oriente os seus seguidores a abandonarem alguns hábitos nocivos ao meio ambiente, como a queima diária ou ocasional cerimonial de velas, as tochas de fogo em procissões, as fogueiras e balões nas festas juninas, os fogos de artifício nas festas juninas, no natal, no reveillon e em outras festas religiosas, os tapetes feitos com flores, serragem e sal nas ruas para procissões. Recomendo também desestimular oferenda de ‘uma duzia de ovos para Santa Clara melhorar o tempo’, as oferendas ao mar, aos rios e aos lagos, as imagens de madeira retiradas de árvores abatidas pelo homem, e mais alguns rituais religiosos ecologicamente nocivos que eu não me lembro agora.

Aconselhando Vossos cordeiros a serem mais ecológicos, mais realistas e menos místicos no trato das questões sociais e ecológicas, o senhor certamente representará mais e melhor o nome que escolheu, o nome de Francisco, um italiano religioso, eremita e amante dos pobres e da natureza do século XIII. Boa sorte e bom reinado, Papa Francisco!

Embora eu não seja um de seus seguidores, se o Senhor decidir trabalhar também ecologicamente, conte comigo nesta aventura!

O Sancho pediu-me para dizer à Sua Santidade que “antes tarde do que nunca”.

Rui Martins Iwersen

.

25 de julho de 2013

Darwin tinha razão nº 6

Devoção religiosa

Como a devoção se relaciona em certa medida com a afeição, apesar de apoiada principalmente na reverência, muitas vezes combinada com o medo, a expressão desse estado de espírito pode ser brevemente descrita aqui. (página 205)

A devoção se exprime principalmente dirigindo-se o rosto em direção aos céus, com os olhos voltados para cima. (…) Como durante as preces os olhos frequentemente estão voltados para cima, sem que a mente esteja tão absorvida a ponto de se aproximar do estado de inconsciência do sono, o movimento é provavelmente convencional – resultado da crença comum de que o Céu, a fonte do poder Divino para o qual rezamos, está situado acima de nós. (página 206)

Um ajoelhar-se humilde, com as mãos juntas e viradas para o alto, parece-nos, pela força do hábito, um gesto tão apropriado para a devoção que poderíamos pensar que é inato. Mas não encontrei nenhuma evidência desse fato nas inúmeras raças humanas fora da Europa. (página 206)

O sr. Heinsleigh Wedgwood aparentemente deu a explicação certa, supondo mesmo que a atitude seja uma submissão semelhante à do escravo: “Quando o suplicante se ajoelha e levanta suas mãos com as palmas unidas, ele age como o prisioneiro provando a totalidade de sua submissão ao oferecer suas mãos para o vitorioso amarrar. É a representação pictórica do dare manus latino significando submissão”. Portanto, é pouco provável que elevar os olhos e juntar as mãos espalmadas sejam gestos inatos ou verdadeiramente expressivos; e dificilmente poderíamos pensar que o fossem, já que é duvidoso que sentimentos, como os de devoção, pudessem afetar o coração do homem ainda não civilizado do passado. (página 206)

Charles Darwin, A expressão das emoções no homem e nos animais, 1872, São Paulo, Companhia das Letras, 2000

Rui Iwersen

.

23 de julho de 2013

Jornada Mundial da Juventude 2013

Confessionódromo 

23 jul. 2013 – Jovens peregrinos confessam em “confessionódromo” montado no parque Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, para o JMJ (Jornada Mundial da Juventude) 2013. Em cada baia de confessionário há placas que indicam o (s) idioma (s) que os padres ouvintes falam. Mais Vanderlei Almeida/AFP/BOL Fotos

.

23 de julho de 2013

Freud explica nº 5

O vandalismo nº 2

A agressividade nº 2

“Acho que se tem de levar em conta o fato de estarem presentes em todos os homens tendências destrutivas e, portanto, anti-sociais e anticulturais, e que, num grande número de pessoas, essas tendências são suficientemente fortes para determinar o comportamento delas na sociedade humana.” (página 17)

“Provavelmente uma certa percentagem da humanidade (devido a uma disposição patológica ou a um excesso de força instintual) permanecerá sempre associal; se, porém, fosse viável simplesmente reduzir a uma minoria a maioria que hoje é hostil à civilização, já muito teria sido realizado – talvez tudo o que pode ser realizado.” (página 19)

Sigmund Freud, O Futuro de uma ilusão, 1927; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974

Rui Iwersen

.

22 de julho de 2013

Darwin tinha razão nº 5

Criação ou evolução?

“Apesar de negar enfaticamente que qualquer músculo tenha sido desenvolvido unicamente para exprimir emoções, Gratiolet parece nunca ter refletido sobre o princípio da evolução. Aparentemente, vê cada espécie como uma criação isolada. Assim também pensam os outros autores que escreveram sobre a Expressão. Por exemplo, o dr. Duchenne, depois de falar sobre os movimentos das pernas, refere-se aos que formam as expressões do rosto e observa: ‘O Criador não teve, portanto, de preocupar-se com as necessidades da mecânica nesse caso; ele pôde, seguindo sua sabedoria, ou – perdoem-me o modo de falar – por uma fantasia divina, por em ação este ou aquele músculo, somente um ou vários ao mesmo tempo, para que os sinais característicos das paixões, mesmo as mais fugazes, se inscrevessem passageiramente na face dos homens. Uma vez criada essa linguagem da fisionomia, bastou-lhe, para torná-la universal e imutável, dar a todo ser humano a faculdade instintiva de sempre exprimir seus sentimentos pela contração dos mesmos músculos’.” (página 21)

“Sem dúvida, enquanto considerarmos o homem e todos os outros animais como criações independentes, não avançaremos em nosso desejo natural de investigar até onde for possível as causas da Expressão. De acordo com essa doutrina, toda e qualquer coisa pode ser igualmente bem explicada; e isso se provou tão pernicioso com respeito à Expressão quanto com respeito a qualquer outro ramo da história natural.” (página 21 e 22)

“Aquele que admitir que, no geral, a estrutura e os hábitos de todos os animais evoluíram gradualmente, abordará toda a questão da Expressão a partir de uma perspectiva nova e interessante.” (página 22)

Charles Darwin, A expressão das emoções no homem e nos animais, 1872, São Paulo, Companhia das Letras, 2000

Rui Iwersen .

21 de julho de 2013

Freud explica nº 4

A criação da religião nº 3

“Não é de se supor que os homens foram inspirados a criar seu primeiro sistema do universo por pura curiosidade especulativa. A necessidade prática de controlar o mundo que os rodeava deve ter desempenhado seu papel.” (página 94)

“É fácil perceber os motivos que conduziram os homens a praticar a magia: são os desejos humanos. Tudo o que precisamos admitir é que o homem primitivo tinha uma crença imensa no poder de seus desejos. A razão básica porque o que ele começa a fazer por meios mágicos vem a acontecer é, em última análise, simplesmente que o deseja. De início, portanto, a ênfase é colocada apenas no seu desejo.” página 100)

“Para resumir, pode-se dizer, então, que o princípio que dirige a magia, a técnica da modalidade animista de pensamento, é o princípio da ‘onipotência de pensamentos’.” (página 102)

“Se estivermos dispostos a aceitar a explicação oferecida da evolução da maneira do homem visualizar o universo – uma fase animista seguida de uma fase religiosa e esta, por sua vez, de uma fase científica – não será difícil acompanhar as vicissitudes da ‘onipotência de pensamentos’ através dessas diferentes fases. Na fase animista, os homens atribuem a onipotência a si mesmos. Na fase religiosa, transferem-na para os deuses, mas eles próprios não desistem dela totalmente, porque se reservam o poder de influenciar os deuses através de uma variedade de maneiras, de acordo com os seus desejos. A visão científica do universo já não dá lugar à onipotência humana; os homens reconheceram a sua pequenez e submeteram-se resignadamente à morte e às outras necessidades da natureza.” (página 105)

Sigmund Freud, Totem e Tabu, 1913; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974

Rui Iwersen .

18 de julho de 2013

Freud explica nº 3

A criação da religião nº 2

“O animismo [a doutrina de seres espirituais em geral] é um sistema de pensamento. Ele não fornece simplesmente uma explicação de um fenômeno específico, mas permite-me apreender todo o universo como uma unidade isolada, de um ponto de vista único. A raça humana, se seguirmos as autoridades no assunto, desenvolveu, no decurso das eras, três desses sistemas de pensamento – três grandes representações do universo: animista (ou mitológica), religiosa e científica.” (página 93)

“Ao examinar o fato de as mesmas idéias animistas haverem surgido entre os povos mais variados e em todos os períodos, Wundt declara que ‘elas constituem o produto psicológico necessário de uma consciência mitocriadora (…) e assim, neste sentido, o animismo primitivo deve ser encarado como a expressão espiritual do estado natural do homem’.” (página 93)

“Com esses três estágios em mente [animismo, religião e ciência], pode-se dizer que o animismo em si mesmo não é ainda uma religião, mas contém os fundamentos sobre os quais as religiões posteriormente foram criadas.” (página 94)

Sigmund Freud, Totem e Tabu, 1913; Rio de Janeiro, Imago Editora, 1974

Rui Iwersen .

16 de julho de 2013

Freud explica nº 2

A criação da religião nº 1

“Wundt descreve o tabu como o código de leis não escrito mais antigo do homem. É suposição geral que o tabu é mais antigo que os deuses e remonta a um período anterior à existência de qualquer espécie de religião.” (página 32)

“A punição pela violação de um tabu era, sem dúvida, originalmente deixada a um agente interno automático: o próprio tabu violado se vingava. Quando, numa fase posterior, surgiram as idéias de deuses e espíritos, com os quais os tabus se associaram, esperava-se que a penalidade proviesse automaticamente do poder divino.” (página 34)

“Nem o medo nem os demônios podem ser considerados  pela psicologia como as coisas mais primitivas, impenetráveis a qualquer tentativa de descobrimento de seus antecedentes. A coisa seria diferente se os demônios realmente existissem. Mas sabemos que, como os deuses, eles são criações da mente humana: foram feitos por algo e de algo.” (página 38)

Sigmund Freud, Totem e Tabu, 1913; Imago Editora, Rio de Janeiro, 1974

Rui Iwersen .

08 de julho de 2013

Darwin tinha razão nº 4

“Finalmente, a respeito de minhas próprias observações [sobre a expressão das emoções nos animais], posso dizer que as iniciei no ano de 1838; e, daquela época até hoje [1872], dediquei-me ocasionalmente ao assunto. Naquela data, já me encontrava inclinado a acreditar no princípio da evolução, ou da origem das espécies a partir de outras formas inferiores.” (página 28)

gaianet_macaco-e-tigre

“A partilha de certas expressões por espécies diferentes ainda que próximas, como na contração dos mesmos músculos faciais durante o riso pelo homem e por vários grupos de macacos, torna-se mais inteligível se acreditarmos que ambos descendem de um ancestral comum.” (página 22)

Charles Darwin, A expressão das emoções no homem e nos animais, 1872; São Paulo, Companhia das Letras, 2000 Rui Iwersen

.

03 de julho de 2013

Amazônia desconhecida

O Discovery Channel, canais 51 e 551 da NET, mostrará domingo, às 21 horas, que ‘uma área da Amazônia do tamanho da França já foi desmatada” e que, realmente, como diz um indígena da região, “o homem branco não ama a natureza”.

Amazônia Desconhecida, domingo, dia 7, 21 horas,  no Discovery channel.

.

02 de julho de 2013

Resultados das manifestações pelo Brasil

Câmara dos Deputados aprova arquivamento da ‘cura gay’

do UOL

Brasilia – A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (2) o requerimento do deputado federal e pastor evangélico João Campos (PSDB-GO) para retirar da pauta a proposta que ficou conhecida como “cura gay”, de autoria do próprio parlamentar. Com isso, o projeto foi arquivado e só poderá voltar a ser votado em 2014, segundo explicou o presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Campos apresentou o requerimento após o PSDB se posicionar contra a medida depois da onda de manifestações que se espalhou pelo país, algumas delas contra a cura gay –o partido chegou a dizer, em nota, que o projeto era um “retrocesso”.

Deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP) participa de reunião da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, onde seria votado o projeto de “cura gay”. Mas o pedido de vista do deputado Simplício Araújo (PPS-MA) adia mais uma vez a votação Leia mais Antônio Araújo/Câmara dos Deputados

Parlamentares favoráveis à proposta, contudo, já se mobilizam para retomar o debate com um novo projeto. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2013/07/02/camara-aprova-requerimento-de-autor-da-cura-gay-e-retira-proposta-da-pauta.htm .

01 de julho de 2013

Resíduos urbanos

“Meteorito” de 35 toneladas de lixo “cai” em Genebra para denunciar sujeira

EFE

Genebra – Mais de 35 toneladas de resíduos entre garrafas de refrigerante, jornais, restos de comida e bitucas recolhidos das ruas de Genebra em apenas três dias “caíram” sobre a cidade em forma de “meteorito” para sensibilizar a população das consequências de não utilizar as lixeiras.

“As campanhas para evitar que as pessoas atirem resíduos no chão nem sempre são eficazes. Com este meteorito de seis metros de diâmetro, buscamos chamar a atenção da população”, explicou hoje o responsável do serviço de limpeza de Genebra, Guillaume Barazzone. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/ciencia/2013/06/28/meteorito-de-35-toneladas-de-lixo-cai-em-genebra-para-denunciar-sujeira.htm

.

27 de junho de 2013

Protestos pelo brasil

Carro é incendiado por manifestantes durante protesto em Fortaleza antes de Itália x Espanha AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA

.

23 de junho de 2013

Freud explica nº 1

O vandalismo nº 1

A agressividade nº 1

“O elemento de verdade por trás disso tudo, elemento que as pessoas estão tão dispostas a repudiar, é que os homens não são criaturas gentis que desejam ser amadas e que, no máximo, podem defender-se quando atacadas; pelo contrário, são criaturas entre cujos dotes instintivos deve-se levar em conta uma poderosa quota de agressividade. Em resultado disso, o seu próximo é, para eles, não apenas um ajudante potencial ou um objeto sexual, mas também alguém que os tenta a satisfazer sobre ele a sua agressividade, a explorar sua capacidade de trabalho sem compensação, utilizá-lo sexualmente sem o seu consentimento, apoderar-se de suas posses, humilhá-lo, causar-lhe sofrimento, tortura-lo e mata-lo. Homo homini lupus [O homem é o lobo do homem].  Quem, em face de toda sua experiência da vida e da história, terá a coragem de discutir essa asserção? Via de regra, essa cruel  agressividade espera por alguma provocação, ou se coloca a serviço de algum outro intuito, cujo objetivo também poderia ter sido alcançado  por medidas mais brandas. Em circunstâncias que lhe são favoráveis, quando as forças mentais contrárias que normalmente a inibem se encontram fora de ação, ela também se manifesta espontaneamente e revela o homem como uma besta selvagem, a quem a consideração para com sua própria espécie é algo estranho.” (página 71)

“A existência da inclinação para a agressão, que podemos detectar em nós mesmos e supor com justiça que ela está presente nos outros, constitui o fator que perturba nossos relacionamentos com o nosso próximo e força a civilização a um tão elevado dispêndio de energia. Em consequência dessa mútua hostilidade primária dos seres humanos, a sociedade civilizada se vê permanentemente ameaçada de desintegração.” (página 72)

Freud, 1930, O Mal-Estar na Civilização; Imago Editora Ltda, Rio de Janeiro, 1974

Rui Iwersen

.

21 de junho de 2013

Receita para transformar o Brasil num grande brasil

Após algumas semanas de manifestações populares pelo Brasil, contra a corrupção e a impunidade e por saúde, educação e transporte público e gratuito, aproveite os incêndios de pneus, lixeiras, ônibus, carros e postos da polícia, carros da imprensa, bancos, estabelecimentos comerciais e repartições públicas. Acrescente uma boa dose de ódio, duas doses de sectarismo, uma pitada de individualismo e uma boa dose de vandalismo. Para não perder o ponto, impeça a ação dos bombeiros; agrida-os se necessário.

Como estamos no mês de junho, acrescente as fogueiras das festas juninas cristãs, mais comuns no Nordeste do país, e os incêndios florestais e urbanos causados pelos balões e fogos de artifício das festas cristãs de junho, mais frequentes na região sudeste do país.

Acrescente uma pitada de incêndios acidentais e criminosos em ônibus (alguns comandados de penitenciárias) e favelas, e duas colheres de incêndios em carros e caminhões em acidentes. Não deixe de aproveitar os incêndios de plataformas marítimas de extração de petróleo e incêndios de caminhões e navios petroleiros.

Agite todos os ingredientes incendiários, mantenha no forno do aquecimento global em alta temperatura e deixe queimar até virar um braseiro. Faça uma dança para que não chova tão cedo e teremos um belo e grande brasil.

Rui Iwersen, editor 

.

20 de junho de 2013

Protestos pelo Brasil

Rumo a um grande brasil

Fogo é visto em frente a sede do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília, durante mais uma noite de protesto na capital federal Reprodução

.

19 de junho de 2013

Mais contradições nos protestos pelo Brasil

Pobres cidades, pobre Planeta

19 jun. 2013 – Policial usa extintor para apagar o fogo em ônibus queimado por manifestantes durante protesto pela redução da tarifa de ônibus em Niterói. O ato de vandalismo ocorre horas depois de anunciada a revogação do aumento pela prefeitura Mais Fabiano Rocha/Agência O Globo/BOL

.

18 de junho de 2013

Protestos pelo Brasil

18 jun. 2013 – Veículo da TV Record estacionado em frente à Prefeitura de São Paulo é incendiado nesta terça-feira (18), sexto dia dos protestos que começaram contra o aumento da tarifa do transporte coletivo. Um grupo tentou invadir o local, e houve confronto com a Guarda Civil Metropolitana. Mais Eduardo Knapp/Folhapress/BOL

.

17 de junho de 2013

Aquecimento dos mares, degelo, elevação dos mares

Aquecimento dos mares derreteu 55% do gelo da Antártida em 5 anos

AFP

.
.
Washington – Novo estudo da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) descobriu que o aquecimento dos mares derrete as plataformas glaciares em torno da Antártida, o que já provocou a perda de 55% da massa de gelo original do polo Sul, entre 2003 e 2008. Leia mais Nasa/GSFC
O aquecimento dos oceanos faz derreter as plataformas glaciares em torno da Antártida e é o responsável pelas maiores perdas da massa de gelo, tradicionalmente atribuídas à formação de icebergs, revelou a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) em um estudo publicado esta quinta-feira (13).
(…) A Antártida contém, em média, 60% das reservas de água doce do planeta nestas plataformas, espécies de barreiras de gelo, reduzindo o escoamento das geleiras para o oceano. Determinar como elas derretem ajudará os glaciologistas e outros cientistas a melhorar suas previsões sobre a resposta da massa glaciar antártica ao aquecimento do oceano e sobre sua contribuição para a elevação do nível dos mares.

(…) Para esta pesquisa, publicada na edição da revista Science desta sexta-feira (14), os cientistas reconstituíram o acúmulo de gelo e a espessura com satélites e aviões, assim como as mudanças na elevação destas plataformas e a velocidade de deslocamento. Eles conseguiram, ainda, determinar com qual velocidade derreteram e compará-las com a formação de icebergs.  (…) “Nosso estudo mostra que o derretimento da base das plataformas de gelo no entorno da Antártica contribui de forma muito mais importante”, afirmou.

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/ciencia/2013/06/14/aquecimento-dos-mares-derrete-gelo-na-antartida.htm

.

10 de junho de 2013

Coca-Cola quer pintar as cidades brasileiras

Para onde será que a Coca-Cola acha que irão as tintas se os brasileiros “pintarem o Brasil para a Copa das Confederações”? As tintas das pinturas de ruas, calçadas e muros para torcer pela Seleção Brasileira de Futebol irão para o solo, para os lençóis freáticos, para os rios, para o mar, para os alimentos, para as bebidas e para a Coca-Cola, que de bom só tem energético, potássio e água. Rui Iwersen; Reflexões sobre a propaganda da Coca-Cola “Vamos colorir o Brasil para a copa das Confederações”.

.

09 de junho de 2013

A Excomunhão de Spinoza

A 27 de julho de 1656 [Spinosa; 24 anos] foi solenemente excomungado de acordo com o rito hebreu. “Durante a leitura da excomunhão o gemer duma grande tuba esmorecia a espaços, e as luzes, muito intensas no começo da cerimônia, iam-se extinguindo uma a uma até apagarem todas – símbolo da extinção da vida espiritual no excomungado”. Van Vloten nos dá a formula usada nessa excomunhão: ‘Os chefes do Conselho Eclesiástico fazem público que, já bem convencidos dos atos e opiniões erradas de Baruch de Spinosa, procuraram por todos os meios e com várias promessas desviá-lo do mau caminho. Mas não conseguiram fazê-lo mudar de idéia’. ‘Com assentimento dos anjos e santos nós anatematizamos, execramos, amaldiçoamos e expulsamos Baruch de Spinoza com audiência da comunidade sagrada em presença dos sagrados livros onde os 613 preceitos estão escritos pronunciando contra ele a maldição que Elisha amaldiçoou os filhos e mais todas as maldições do Livro da Lei’. ‘Amaldiçoado seja de dia e amaldiçoado seja de noite; dormindo e acordado; indo e vindo. O Senhor que nunca o perdoe ou receba; e que a ira do Senhor não cesse contra este homem e o carregue de todas as maldições do Livro da Lei e apague seu nome debaixo do céu e o afaste de todas as tribos de Israel, sobrecarregando com todas as maldições do Livro da Lei – e possam todos que são obedientes ao Senhor ser salvo neste dia’. História da Filosofia – Vida e Idéias dos Grandes Filósofos- Spinoza; Will Durant, Companhia Editora Nacional, São Paulo, 1956, pg. 159 e 160; 08/06/13 Rui Iwersen, editor .

08 de junho e 2013

Objetos Voadores Não Identificados

Um óvni (objeto voador não identificado) atingiu a ponta de um avião comercial na China, no início desta semana. De acordo com o site de notícias da “Band”, a aeronave estava a uma altitude de 26 mil pés (oito mil metros), entre as cidades de Chengdu e Guangzhou, quando foi atingida pelo objeto não identificado. Reprodução/YouTube/BOL Fotos

07 de junho de 2013

Spinoza – Tratado sobre a Religião e o Estado

No Tratado sobre a Religião e o Estado escreve ele: “Pela ajuda de Deus quero dizer pela fixa e imutável ordem da natureza, ou a cadeia dos acontecimentos naturais”. (pg. 174) A vontade de Deus e as leis da natureza, sendo uma e a mesma realidade diversamente fraseada, segue-se que todos os acontecimentos são o produto de invariáveis leis e não da veneta de um autocrata irresponsável entronizado lá nas estrelas. (pg. 174 e 175) Porque agimos com fins conscientes, supomos que todos os processos têm tais fins em vista; e porque somos humanos, supomos que todos os acontecimentos miram o homem e sobrevêm para atender às suas necessidades. Mas isso é uma ilusão antropocêntrica, como muitas do nosso pensar. (pg. 175) Spinoza; História da Filosofia – Vida e Idéias dos Grandes Filósofos; Will Durant, Companhia Editora Nacional, São Paulo; 1956 Rui Iwersen, editor

.

06 de junho de 201

Desmatamento da Amazônia

Resultado consolidado do PRODES mostra redução de 29% no desmatamento na Amazônia em 2012

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/) concluiu o mapeamento e o cálculo da taxa de desmatamento na Amazônia Legal para o período agosto/2011 a julho/2012, atividades realizadas no âmbito do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal – PRODES. O resultado final do estudo computou uma taxa de 4.571 km2/ano. Este valor representa a menor taxa de desmatamento registrada na Amazônia Legal desde que o INPE começou a medi-la, em 1988. O PRODES computa como desmatamento as áreas maiores que 6,25 hectares onde ocorreu remoção completa da cobertura florestal – o corte raso. O resultado consolidado do PRODES 2012 indica uma redução de 29% em relação à taxa do ano anterior, em que foram medidos 6.418 km2, e de 84% em relação a 2004, quando foi criado o Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal (PPCDAm). A tabela abaixo apresenta a distribuição da taxa de desmatamento nos estados que compõem a Amazônia Legal: (…) Desde 1988, este foi o primeiro levantamento feito pelo INPE em que não foram utilizadas imagens do satélite americano Landsat 5/TM. A taxa de 2012 foi integralmente calculada a partir do mapeamento das imagens do satélite inglês DMC-UK2 e do sensor LISS-3 do satélite indiano ResourceSat 1. O resultado do PRODES 2012 confirma a tendência de redução na taxa de desmatamento na Amazônia Legal, conforme mostram os gráficos abaixo: (a) Média entre 1977 e 1988,  (b) Média entre 1993 e 1994 Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE –http://www.inpe.br

05 de junho de 2013

05 de junho – Dia Mundial do Meio Ambiente

Desmatamento da Mata Atlântica

Dados do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica

A Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) divulgaram os novos dados do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, no período de 2011 a 2012. O estudo aponta total de supressão de vegetação nativa de 23.548 hectares (ha), ou 235 Km². Destes, 21.977 ha correspondem a desflorestamentos, 1.554 ha a supressão de vegetação de restinga e 17 ha a supressão de vegetação de mangue. Na comparação dos 10 Estados avaliados em todos os períodos (BA, ES, GO, MG, MS, PR, RJ, RS, SC e SP) o aumento foi de 29% em relação ao período anterior (2010-2011) e de 23% em relação aos três últimos anos (2008-2011). A taxa anual de desmatamento é a maior desde 2008. No período 2008 a 2010, a taxa média anual foi de 15.183 hectares. No levantamento de 2010 a 2011, a taxa anual ficou em 14.090 ha.(…) O levantamento apresenta, pela primeira vez, os remanescentes florestais do Piauí, que totalizam 34% da área original no Estado protegida pelo Mapa da Área da Aplicação da Lei da Mata Atlântica (11428/2006). Flávio Jorge Ponzoni, do INPE, ressalta a importância de conseguir mapear toda a extensão da Mata Atlântica. Ele destaca ainda que esta nova edição do estudo apresenta  a versão preliminar do Mapa do Bioma Mata Atlântica, que inclui as áreas naturais como campos, várzeas, refúgios, cordões de restinga e dunas, o que difere das versões anteriores que apenas mapeavam os remanescentes florestais. (…) a área original que resta do bioma é de 8,5% – a Mata Atlântica é o bioma mais ameaçado do Brasil. (…) Se forem considerados todos os pequenos fragmentos de floresta natural acima de 3 hectares, o índice chega a 12,5%. (…) Ranking do desmatamento Minas Gerais, Bahia, Piauí e Paraná são os Estados com situação mais crítica. Minas é o campeão do desmatamento pela quarta vez consecutiva, sendo responsável pela metade da destruição da Mata Atlântica no período analisado, com total de 10.752 hectares do bioma perdidos – o aumento na taxa de desmate no Estado foi de 70% comparado com o período anterior. Em segundo lugar no ranking, a Bahia perdeu 4.516 hectares de floresta nativa. O Piauí, monitorado pela primeira vez, perdeu 2.658 hectares e já ficou com o terceiro lugar no ranking. O Paraná, além de ser o quarto no ranking, com 2.011 hectares perdidos no período, é um destaque negativo por ter sido observado um aumento de 50% na taxa de desmatamento do Estado. Já os destaques positivos são Espírito Santo e Mato Grosso do Sul, que tiveram redução de desmatamento de 93% e 92% respectivamente. Pernambuco foi o único Estado que perdeu área de manguezal: 17 hectares. Os manguezais funcionam como berçários marinhos e são áreas muito importantes para atividades como a pesca. Na Mata Atlântica, o total de vegetação de mangue corresponde a 224.954 ha, sendo que Bahia (61.478 ha), Paraná (33.422 ha), São Paulo (24.891 ha) e Sergipe (22.959 ha) são os Estados que possuem as maiores extensões. (…) Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais  – INPE – http://www.inpe.br/noticias.

04 de junho de 2013

A Educação de Spinoza

Spinoza senhoreou-se do latim e penetrou dasassombrado no acervo do pensamento medieval europeu. Parece ter estudado Sócrates, Platão e Aristóteles; mas pendeu para os grandes atomistas, Demócrito, Epicuro e Lucrecio; os estoicos deixaram nele indelevel marca. (pg. 157) (Spinoza) Estudou Bruno (1548-1600) o magnifico rebelde … que a Inquisição condenou a ser morto ‘o mais misericordiosamente possível e sem derrame de sangue’ – isto é, queimado vivo. (pg. 157) Finalmente, foi ele influenciado por Descartes (1596-1650), pai, na moderna filosofia, da tradição subjetiva e idealista (como Bacon foi da tradição objetiva e realista). (pg. 158)

Excomunhão de Spinoza

Foram estes os antecedentes mentais do, na aparência calmo, mas internamente agitado moço que em 1556 (ele nascera em 1632) se viu intimado a comparecer perante os velhos da sinagoga para defender-se de heresias. (pg. 159) Sabemos que lhe foi oferecida uma unidade correspondente a 500 dólares em troca de manter-se, pelo menos na aparência, leal à sinagoga e à velha fé. Spinoza recusou a oferta – e a 27 de julho de 1656 foi solenemente excomungado de acordo com o rito hebreu. (pg. 159) Spinoza; História da Filosofia – Vida e Idéias dos Grandes Filósofos; Will Durant; Companhia Editora Nacional; São Paulo; 1956 Rui Iwersen, editor .

01 de junho de 2013

Spinoza – Tratado sobre a Religião e o Estado

“As Escrituras foram primariamente elaboradas para um certo povo e secundariamente para toda a espécie humana; em consequência tinham de ser adaptadas no máximo possível à compreensão das massas”.
.
“As Escrituras não explicam as coisas pelas suas causas secundárias; apenas as descrevem na ordem e no estilo mais próprios para impelir os homens, sobretudo os ineducados, à devoção… Seu objetivo não é convencer a razão, mas empolgar a imaginativa. Daí a abundância de milagres e as  constantes aparições de Deus”.
.
“[as massas] Supõem, na realidade, que Deus se conserva inativo enquanto a natureza age de maneira normal; e viceversa, que o poder da natureza e as causas naturais ficam de lado quando Deus entra a agir; imaginam pois, os dois poderes distintos entre si”.
.
Exatidão  literal e sobria não impressiona; se Moisés houvesse dito que fôra o vento léste  (como deduzimos de uma passagem posterior) que abriu o caminho do Mar Vermelho, não teria impressionado a imaginação das massas às quais se dirigia. Os apóstolos recorreram aos milagres pela mesma razão que recorriam às parábolas –  necessidade de adaptação ao espírito das massas.
.
Spinoza; História da Filosofia – Vida e Idéias dos Grandes Filósofos; Will Durant; Companhia Editora Nacional; São Paulo; 1956; página 167
.
Omar Lins; Florianópolis; colaborador de GaiaNet

.

30 de maio de 2013

Golfinhos e baleias são ameaçados pelo lixo plástico nos oceanos

  e UOL Bichos

.
O lixo plástico na superfície dos oceanos é uma ameaça mortal para as baleias e os golfinhos e ainda não foi estudado pela ciência, segundo um estudo que será apresentado na reunião da Comissão Baleeira, que começa nesta segunda-feira na ilha britânica de Jersey.
Em 2008, 134 tipos de redes diferentes foram encontradas nos estômagos de duas cachalotes que encalharam no litoral da Califórnia, Estados Unidos, e que provavelmente morreram de oclusão intestinal.
Em 1999, na cidade de Biscarrosse (sudoeste da França), uma baleia de Cuvier encalhou com 33 kg de plástico no corpo. (…)
.
Fonte: GaiaNet; 14/07/2011

28 de maio de 2013

Amor japonês aos animais (de estimação)

Baleias ameaçadas de extinção viram comida para cães no Japão, denunciam ONGs

AFP

TÓQUIO – Carne de baleias ameaçadas de extinção, capturadas por caçadores da Islândia, está sendo vendida no Japão como guloseima de luxo para cães, denunciaram ativistas ambientais nesta terça-feira. A Michinoku Farm, empresa com sede em Tóquio, oferece mordedores feitos com carne de baleias do Atlântico Norte em sua página da internet, esclarecendo que o produto tem “baixo nível calórico, pouca gordura e alto índice de proteína”.
O site também comercializa alimentos supostamente feitos de carne de cavalos da Mongólia e cangurus. O grupo ambientalista japonês IKAN afirmou que esse tipo de comércio é a pior forma de consumismo. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2013/05/28/baleias-ameacadas-de-extincao-viram-comida-para-caes-no-japao-denunciam-ongs.htm

.

21 de maio de 2013

Tornados causam destruição em Estados norte-americanos

Um dia após a passagem de um tornado em Moore, nos Estados Unidos, nuvens carregadas voltam a encobrir o céu da região. O desastre natural deixou dezenas de mortos. AP/BOL Fotos

.

18 de maio de 2013

Informações sobre o aquecimento global

Temperatura global subiu até 2ºC em 2012

Agência Estado

.

O ano de 2012 foi um dos dez mais quentes de toda a história. O alerta é da OMM (Organização Meteorológica Mundial), que publica nesta quinta-feira (2) sua avaliação sobre a situação climática e o avanço do aquecimento global. Entre os destaques está o Nordeste brasileiro, que viveu em 2012 a pior seca em meio século.

Foi uma das anomalias climáticas mais importantes do planeta no ano passado, que afetou 1.100 municípios, um quinto de todas as cidades brasileiras. Na América do Sul e no Brasil, a onda de calor fez as temperaturas médias ficarem entre 1ºC e 2°C acima do normal. (…)

Entre os cientistas da entidade, a onda de calor e as anomalias são vistas com preocupação. “Esse é um sinal alarmante”, declarou o secretário-geral da OMM, Michel Jarraud. “Tudo indica que o aquecimento continuará a ocorrer por causa da concentração de gases de efeito estufa”, insistiu.

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/ciencia/2013/05/02/temperatura-do-planeta-avancou-ate-2-c-em-2012.htm

.

15 de maio de 2013

Pirâmide Maia vira aterro de estrada em Belize

“Uma piramide Maia com mais de 2000 anos de existência foi destruída para servir de aterro de uma estrada em Belize. A empresa será processada, pois não havia possibilidade de confundir a piramide com um monte comum”.

Rede Bandeirantes de Televisão; Jornal da Band;

15 de maio de 2013

Belize (no período colonial, designado por Honduras Britânicas) é um pequeno Estado soberano situado na costa nordeste da América Central, e onde o inglês é língua oficial, apesar de o crioulo belizenho e de o castelhano serem comummente falados. O Belize é limitado a norte pelo México, a leste pelo golfo de Honduras, parte do Mar das Caraíbas (português europeu) (mar do Caribe (português brasileiro)) e a sul e a oeste pela Guatemala.

Wikipédia, a enciclopédia livre

Rui Iwersen, editor

.

26 de abril de 2013

Degelo na Áustria

Geleiras austríacas recuaram 17 metros em média em 2012

AFPEm Viena
.
A geleira do Pasterze, no maciço de Hohe Tauern e do Grossglockner (sul da Áustria) retrocedeu 97,3 metros em 2012, o maior degelo de uma geleira registrado desde 1879.
As geleiras austríacas recuaram 17 metros em média em 2012. À esquerda a geleira em imagem de 1799. Andreas Trepte/Dorotheum/Wikimedia Commons

Das 95 geleiras monitoradas pelo clube alpino austríaco (–AV), 93 recuaram em média 17,4 metros em 2012, enquanto outras duas mantiveram seu nível, informou nesta sexta-feira o –AV em seu relatório anual. O clube também destacou que a geleira do Pasterze, no maciço de Hohe Tauern e do Grossglockner (sul da Áustria) retrocedeu 97,3 metros em 2012, o maior degelo de uma geleira registrado desde 1879. “A razão para este degelo é a alta temperatura média do ano passado”, explicou Andrea Fischer, da Universidade de Innsbruck, encarregada da medição de geleiras para o –AV.

Treze geleiras perderam mais de 30 metros, contra 15 no ano passado, e oito chegaram a recuar 40 metros, informou o –AV em um comunicado. Segundo os especialistas, 98% das geleiras austríacas recuaram no ano passado. Em 2011, as geleiras austríacas recuaram em média 17 metros contra 14 em 2010. O clube alpino austríaco faz medições nas geleiras há 122 anos.

.

29 de março de 2013

Alertas de desmatamento na Amazônia sobem 26% em seis meses, diz Ibama

da EFE

O Ibama embargou 2,5 mil hectares de áreas de floresta ilegalmente desmatadas para pecuária na região de Novo Progresso, no oeste do Pará, desde o início da Operação Onda Verde. Uma das ações ilegais foi flagrada por agentes a apenas dois quilômetros da Terra Indígena do Baú, no Distrito de Castelo dos Sonho.

A área da região amazônica em estado de alerta saltou de 1.338 quilômetros quadrados em 2012, para 1.696 quilômetros quadrados em 2013. Os detalhes – do tamanho da área devastada pelo homem ou por causas naturais , como chuva e incêndios – serão divulgados apenas em julho.

O instituto assinalou, no entanto, que não houve crescimento no índice de desmatamento na região, mas, sim, da área sob risco de corte de árvores. O alerta serve de indicação para o Ibama traçar as estratégias para operações de fiscalização. Os incêndios e a exploração madeireira foram as principais causas de desmatamento, segundo o monitoramento feito pelo Deter, sistema de detecção em tempo real que funciona a partir das imagens de satélite do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2013/03/29/alertas-de-desmatamento-na-amazonia-sobem-26-em-seis-meses-diz-ibama.jhtm

.

20 de março de 2013

Ocupação de matas ciliares, lixos, chuvas, deslizamentos de terra… 

Erosão do rio Boiçucanga causa bloqueios e transtornos em várias partes de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. O lixo e entulho no curso do rio contribuíram para as cheias, que alagaram ruas e fizeram a água invadir imóveis. (…)

BOL Fotos

..

20 de março de 2013

Humano, demasiadamente humano

Em imagem liberada por Shawn Moore, seu filho Josh, 10, empunha um rifle de assalto que ganhou de presente pelo 11º aniversário, na casa da família em Nova Jersey (EUA). Segundo os Moore, a foto, postada no Facebook, levou o equivalente americano do Conselho Tutelar a exigir a entrada na casa, para inspecionar as armas da residência.

BOL Fotos

..

03 de março de 2013

Colapso urbano 

Usuários circulam com dificuldade na estação Luz da CPTM, na região central de São Paulo. Um reparo na subestação Engenheiro São Paulo, no Brás, região central da cidade, fez os trens das linhas 11 (Luz-Estudantes) e 12 (Brás-Calmon Viana) circularem com velocidade reduzida.

BOL Fotos/28/02/2013

.

07 de fevereiro de 2013

Envenenamento de elefantes

O filhote de elefante-pigmeu-de-Bornéu, espécie ameaçada de extinção, nomeado Joe, perdeu a mãe em um envenenamento misterioso que, até agora, sabe-se que matou 14 elefantes, na reserva florestal Gunung Rara, em Sabah, na Malásia, no dia 29 de janeiro. A tentativa do elefantinho de acordar sua mãe, angustiado, emocionou os funcionários da reserva florestal.

Efe/BOL Fotos

. .

06 de fevereiro de 2013

Chuvas, ventos, deslizamentos…

(…) deslizamento de terra e desabamento parcial de uma casa no bairro de Piedade, na zona norte do Rio de Janeiro. Mais

.

04 de fevereiro de 2013

Florestas europeias em rota de extinção

Fungo é o assassino silencioso das florestas britânicas

AFP e UOL Notícias Simon Ellis está consternado: 50 mil árvores já foram destruídas em sua sementeira e outros milhares serão afetados. O responsável é um fungo mortal, denominado “Chalara fraxinea”, procedente do continente, que ameaça os 126 milhões de freixos das ilhas britânicas. O primeiro alerta foi emitido no começo de 2012, quando o fungo foi detectado em plantas importadas. Mas sua descoberta na natureza no outono boreal provocou comoção em todo o país. Em alguns meses, foi detectado em 352 locais. (…)

Quanto mais jovem a árvore, mais rápido ela morre. (…) “A situação está totalmente fora de controle”, disse. O fungo é “capaz de devastar as paisagens britânicas”, alertou a Woodland Trust, uma associação de luta pela proteção das florestas, que teme um “desastre ecológico”. (…)

As importações de freixos foram proibidas, assim como a circulação de sementes ou plantas pelo país. Cem mil árvores foram derrubadas. A única esperança é, por enquanto, conter a doença e encontrar freixos resistentes “para reestruturar as florestas”. Ninguém sabe como erradicar a doença, que surgiu pela primeira vez em 1992 na Polônia e afeta hoje 22 países onde os freixos são frequentes. Na Dinamarca já afetou 90% deste tipo de árvores. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2013/02/04/fungo-e-o-assassino-silencioso-das-florestas-britanicas.jhtm

04 de fevereiro de 2013

WWF acusa Austrália de falhar com Unesco sobre Barreira de Coral

Sydney – A Austrália insistiu esta sexta-feira que proteger a Grande Barreira de Corais é uma grande prioridade, mas o grupo ambientalista Fundo Mundial para a Natureza (WWF) acusou o governo de não ter feito o suficiente para evitar que a Unesco declare o local um patrimônio mundial “em perigo”.

Em junho passado, a Unesco exigiu uma ação decisiva da Austrália para proteger o maior recife de coral do mundo dos efeitos da exploração de recursos e do crescente desenvolvimento costeiro, correndo o risco de sofrer o constrangimento de vê-lo inserido na lista de locais em perigo. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2013/01/31/wwf-acusa-australia-de-falhar-com-unesco-sobre-barreira-de-coral.jhtm

.

03 de fevereiro de 2013

Mudanças climáticas

Desastres naturais afetaram mais de 7 milhões de latinos no fim de 2012

EFE e UOL Notícias

No último trimestre do ano passado, cerca de 30 desastres naturais afetaram 7,3 milhões de pessoas na América Latina e no Caribe. Os dados são do Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha. Na comparação com 2011, o total de desastres naturais na região foi 90% maior. Entre outubro, novembro e dezembro, a temporada de furacões teve 19 tormentas, sete a mais que a média histórica.

O Ocha lembra que o furacão mais devastador foi o Sandy, que deixou 70 mortos e afetou mais de 3 milhões de pessoas nas Bahamas, Cuba, Haiti, Jamaica e República Dominicana. O Sandy atingiu os países caribenhos antes de chegar à costa leste dos Estados Unidos, onde as perdas econômicas superam os US$30 bilhões, ou quase R$ 60 bilhões, destaca o Ocha. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2013/02/02/desastres-naturais-afetaram-mais-de-7-milhoes-de-latinos-no-fim-de-2012.jhtm

..

03 de fevereiro de 2013

Futebol para esquecer a guerra

23.abr.2003 – Garoto iraquiano ‘bate bola’ sob fumaça de petróleo queimado em Bagdá, no Iraque; 2003 marcou o início da guerra do Iraque contra os EUA, que só terminou no final de 2011.

BOL Fotos

.

01 de fevereiro de 2013

Preconceito contra ateus

Justiça condena TV Bandeirantes após considerar preconceituosos comentários de Datena contra ateus

A TV Bandeirantes terá que dedicar 50 minutos de sua programação, durante o programa “Brasil Urgente”, à veiculação de esclarecimentos à população sobre liberdade de consciência e de crença. A decisão é da Justiça Federal de São Paulo que considerou preconceituosos os comentários que o apresentador José Luiz Datena fez em relação aos ateus, em um programa exibido em 2010. (…)

O polêmico programa que gerou a batalha na Justiça foi ao ar no dia 27 de julho de 2010. Datena teria relacionado a execução de um jovem à “ausência de Deus”. “Um sujeito que é ateu não tem limites, e é por isso que a gente vê esses crimes aí”, afirmou o apresentador. A reportagem sobre a morte do garoto ficou no ar por 50 minutos, e durante a matéria, Datena, que dialogava com o repórter Márcio Campo, fez vários comentários em que fez referências a pessoas que não creem em Deus. “Esse é o garoto que foi fuzilado. Então, Márcio Campos, é inadmissível; você também que é muito católico, não é possível, isso é ausência de Deus, porque nada justifica um crime como esse, não Márcio?” (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2013/01/31/justica-condena-tv-bandeirantes-apos-considerar-preconceituosos-comentarios-de-datena-contra-ateus.jhtm

.

31 de janeiro de 2013

Clima e pesca vão diminuir tamanho de peixes em 50 anos, prevê estudo

Paris – As atividades humanas vão deixar os peixes mais vulneráveis a predadores e, no fim das contas, ameaçar uma fonte crucial de alimento para o próprio ser humano, alertam cientistas no periódico Biology Letters, da Academia de Ciências britânica. Estudiosos já tinham observado e estudado como a pesca industrial, ao capturar os espécimes maiores, e o aquecimento global, ao reduzir o teor de oxigênio dissolvido nos oceanos, reduzem o tamanho médio dos peixes.

Mas as consequências mundiais e de longo prazo deste fenômeno eram desconhecidas. Uma equipe de cientistas australianos e finlandeses produziu um modelo em computador deste encolhimento progressivo daqui a 50 anos para tentar compreender qual será o impacto sobre a população de cinco espécies de peixes do Pacífico.

Eles chegaram à conclusão de que, mesmo com um tamanho reduzido em apenas 4%, em média, a taxa de mortalidade vinculada aos predadores poderia aumentar em até 50%. O volume de pesca diminuiria proporcionalmente, advertiu o grupo. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2013/01/30/estudo-preve-mares-com-peixes-menores-e-menos-abundantes-em-50-anos.jhtm

.

22 de janeiro de 2013

80% do lixo eletrônico global segue para países em desenvolvimento, diz OIT

UOL Notícias e Rádio ONU Nova York

Um estudo da Organização Internacional do Trabalho, OIT, destaca que 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico são produzidas todos os anos.

O descarte envolve vários tipos de equipamentos, como geladeiras, máquinas de lavar roupa, televisões, celulares e computadores. Países desenvolvidos enviam 80% do seu lixo eletrônico para ser reciclado em nações em desenvolvimento, como China, Índia, Gana e Nigéria. Segundo a OIT, muitas vezes, as remessas são ilegais e acabam sendo recicladas por trabalhadores informais. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2013/01/18/80-do-lixo-eletronico-global-segue-para-paises-em-desenvolvimento-diz-oit.jhtm

.

15 de janeiro de 2013

Poluição urbana

Imprensa chinesa faz duras críticas à poluição excessiva

Em um país onde críticas às autoridades são raras, a imprensa chinesa tem reagido duramente à poluição excessiva em cidades do norte do país. Na capital Pequim, a poluição ultrapassou níveis considerados perigosos pela OMS (Organização Mundial da Saúde).
O Diário do Povo, veículo oficial do Partido Comunista, disse que a fumaça provocou uma onda sufocante que precisa ser urgentemente resolvida. Já o China Daily, também um veículo governamental, disse que o país precisa equilibrar desenvolvimento com qualidade de vida.
O Global Times disse que a China pode ter prejuízos ambientais de longo prazo. O debate sobre poluição também tem dominado as redes sociais do país. No fim de semana, uma densa camada de poluentes encobriu Pequim e cerca de outras 30 cidades no norte e leste do país. (…)
Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2013/01/14/imprensa-chinesa-faz-duras-criticas-a-poluicao-excessiva.jhtm
.

.

05 de janeiro de 2013

Chuva e destruição no Estado do Rio, como em outros verões

Chuva causa destruição no Rio de Janeiro

Vista aérea mostra danos causados pelas cheias no rio Capivari, em Xerém, Duque de Caxias (RJ), após fortes chuvas na madrugada de quinta-feira (3). Pelo menos 300 pessoas foram desalojadas e uma pessoa morreu durante as enchentes. As chuvas no Estado do Rio de Janeiro já causaram duas mortes e afetaram quase 5.000 pessoas.

Governo do Estado do Rio de Janeiro/AFP/BOL Fotos

.

01 de janeiro de 2013

Extinções causadas pelo Homem

‘Boom’ econômico da China destruiu grande parte de seus corais

Sydney – O boom econômico da China causou a destruição de mais de 80% dos recifes de coral nos últimos 30 anos, afirma um estudo conjunto australiano-chinês, que classifica de “sinistro” o nível dos danos. “Descobrimos que a quantidade de corais declinou em ao menos 80% nos últimos 30 anos nos arrecifes costeiros da China Continental e ao redor da ilha de Hainan”, conclui este estudo realizado pelo Centro de Pesquisas Australiano sobre os Recifes de Coral e pelo Instituto de Oceanologia do mar da China meridional.

“Ao redor dos atóis e dos arquipélagos reivindicados por seis países no mar da China meridional, a superfície dos recifes caiu de 60% para 20% nos últimos 10 a 15 anos”, acrescentou este estudo publicado na revista Conservation Biology. O desenvolvimento do litoral, a poluição e a sobrepesca provocados pela expansão econômica do colosso asiático, convertido em 2010 na segunda economia mundial, são as principais causas desta destruição, afirmam os autores do estudo, que descrevem um “espetáculo sinistro de declive, de degradação e de destruição”. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/12/27/boom-economico-da-china-destruiu-grande-parte-de-seus-corais.jhtm .

.

30 de dezembro de 2012

Mudanças climáticas no sul do Brasil

Brasil é segundo país com maior incidência de tornados no mundo, diz estudo

O Brasil ocupa o segundo lugar em uma lista de países com maior incidência de tornados no mundo. São Paulo é o Estado campeão, segundo pesquisa realizada na Universidade Estadual de Campinas (a 93 km de São Paulo). O Estado fica em uma região de contrastes de massas de ar com diferentes características – ingrediente básico para a formação de nuvens com potencial para a formação do fenômeno meteorológico, capaz de destruir uma cidade com seus ventos em formato de funil e velocidades que podem ultrapassar os 300 km/h. (…)

Até para Candido, o resultado do estudo surpreendeu. “Inicialmente, imaginávamos que Santa Catarina e Rio Grande do Sul seriam os Estados onde a incidência de tornados  mais frequente, devido às suas condições atmosféricas e de relevo. Entretanto, descobrimos que o líder nesse ranking é São Paulo” , diz. A pesquisa levou cinco anos para ser concluída e usou informações sobre fenômenos ocorridos no passado e dados de relevo, como altitude e declividade de cada região. Entre 1990 e 2011, ao menos 205 tornados foram registrados em território nacional. Além de São Paulo, ficou comprovado que os Estados mais atingidos por esse fenômenos são Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/12/28/brasil-ocupa-o-segundo-lugar-em-uma-lista-de-paises-com-maior-incidencia-de-tornados-no-mundo.jhtm

.

30 de dezembro de 2012

Peixe em extinção

Um peixe mero de 200 quilos e quase 2,5 metros de comprimento foi encontrado boiando nesta quinta-feira (27) na baía norte de Florianópolis. O animal estava morto. Trata-se de uma espécie ameaçada de extinção. O peixe foi retirado da água pela Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina com o auxílio de um trator.

Polícia Militar Ambiental de SC/BOL Fotos

.

28 de dezembro de 2012

Extinções antropogênicas

Corais podem desaparecer até 2100, diz estudo

Oceanógrafos acusaram o aquecimento das águas, acidificação e poluição pelo branqueamento dos corais da Grande Barreira de Corais da Austrália.

Todas as barreiras de coral do mundo estarão morrendo em 2100 se as taxas de emissão de carbono continuarem como as atuais, concluiu um estudo publicado na Science. O único jeito de preservar seu habitat, segundo os pesquisadores que analisaram os modelos climáticos, seria cortar as emissões o mais rápido possível. Seria necessário ainda remover o dióxido de carbono da atmosfera, com o plantio de árvores ou uso de máquinas.

A previsão foi feita para seis mil recifes, o que representa 2/3 do total. Os corais de mar aberto já estão sob ataque da acidificação dos oceanos, do aquecimento das águas e da poluição. As emissões de  carbono já reduziram o pH dos oceanos em 0,1, o que já ameaça os corais. Na última extinção em massa da história, a acidificação das águas provocou morte das espécies, mas não causou a extinção total. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/12/26/corais-podem-desaparecer-ate-2100-diz-estudo.jhtm

.

28 de dezembro de 2012

Floresta Amazônica em rota de extinção

Desmatamento na Amazônia cresce 129% no final de 2012 em relação a 2011

O desmatamento na Amazônia Legal entre agosto e novembro de 2012 aumentou 129% em relação ao mesmo período de 2011, informou o Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia). Neste ano, foram 1.206 km2 nos quatro meses contra 527 km2 em 2011.

Considerando o desmatamento acumulado nos quatro meses do calendário atual, o Pará lidera o ranking com 51% do total desmatado. Em seguida aparece o Mato Grosso com 21%, Rondônia com 13% e o Amazonas com 12%. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/12/26/desmatamento-na-amazonia-cresce-129-de-agosto-a-novembro-de-2012.jhtm .

 .

04 de dezembro de 2012

Só restam 1 800 gorilas da montanha selvagens, nossos parentes mais próximos, mas

Crystal e Tina Turner são muito amadas; elas são da Tania Costa, de Porto Alegre (RS). Mais

Arquivo pessoal/BOL Bichos

..

03 de dezembro de 2012

Cultura x natureza

Cacique continua desaparecido após ataque de madeireiros no Pará

da Folha.com A Funai (Fundação Nacional do Índio) em Altamira, oeste do Pará, informou nesta segunda-feira (3) que um cacique continua desaparecido após madeireiros terem atacado índios, fiscais ambientais e policiais militares no final de semana na Terra Indígena Alto Rio Guamá, em Nova Esperança do Piriá (264 km de Belém). (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2012/12/03/cacique-continua-desaparecido-apos-ataque-de-madeireiros-no-para.jhtm ..

..

17 de novembro de 2012

Antibióticos dados a animais chegam ao solo e podem contaminar vegetais

Da Agência USP e do UOL Notícias Os antibióticos que são dados a animais chegam ao solo e podem se concentrar em legumes e vegetais comidos pelas pessoas, mostra pesquisa da USP (Universidade de São Paulo).

O engenheiro agrônomo Rafael Leal, pesquisador do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP em Piracicaba, no interior de São Paulo, afirma que os resíduos atingem o ambiente de forma direta, nas fezes e na urina dos animais tratados, ou indireta, com o uso de esterco animal na adubação de propriedades rurais.

Como o Brasil ainda não possui legislação sobre limites de resíduos no ambiente, Leal  recomenda o controle e o monitoramento das substâncias na criação de animais. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/11/17/antibioticos-dados-a-animais-contaminam-o-solo-e-podem-ficar-acumulados-em-vegetais.jhtm

..

15 de novembro de 2012

ONG denuncia aumento de quase 400% do desmatamento na Amazônia

A floresta amazônica perdeu 487 quilômetros quadrados de cobertura vegetal em outubro deste ano, o que representa um avanço de desmatamento de 377% comparado com o mesmo mês de 2011, segundo os dados divulgados na última quarta-feira (14) pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

De acordo com a organização não-governamental, em outubro de 2011 a área em desmatamento correspondia a 102 quilômetros quadrados. A ONG baseia seus resultados em imagens de satélites utilizadas para elaborar o Sistema de Alarme de Desmatamento (SAD) e adverte para um elevado retrocesso de área florestal na chamada Amazônia Legal, que se estende por nove Estados.

Entre janeiro e outubro deste ano, a cobertura vegetal destruída foi de 1.630 quilômetros quadrados, 20% a mais que os 1.359 quilômetros quadrados de 2011 no mesmo período. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/11/15/ong-denuncia-aumento-de-quase-400-do-desmatamento-na-amazonia.jhtm .

.

12 de novembro de 2012 

Crianças paquistanesas caminham sobre ponte em uma favela em Rawalpindi, nesta segunda-feira (12)

Farooq Naeem/AFP/BOL Fotos

 ..

10 de novembro de 2012

“Humanismo humano”

Peixe deixado por pescadores pula no pier do lago Worth, na Flórida (EUA).

The Palm Beach Post/AP/BOL Fotos

.

01 de novembro de 2012

Incêndio florestal no estado do Rio

“Um incêndio atinge o Parque Nacional da Serra dos Órgãos , em Teresópolis, Rio de Janeiro. O incêndio já consumiu 50 hectares de florestas. Suspeita-se de incêndio criminoso”.

TV Globo News; Edição das Dez; 01 de novembro de 2012

..

21 de outubro de 2012

Extinções antropogênicas

Morte de rinocerontes na África do Sul bate recorde antes do fim do ano, diz governo

Do UOL

A África do Sul divulgou nesta terça-feira (16) que a morte de rinocerontes alcançou um recorde neste ano, com 455 registros até outubro deste ano – em 2011, foram 448 mortes. Segundo o governo, a maioria dos cadáveres foi encontrada no Parque Nacional Kruger, local conhecido dos turistas por ser uma área de conservação da fauna africana – dos 455 abates, 272 ocorreram dentro da reserva.

A África do Sul divulgou que a morte de rinocerontes no país alcançou um recorde em 2012, com 455 registros até outubro ? em 2011, foram 448 mortes. Devido ao uso medicinal em países asiáticos, o quilo do osso do animal chega a custar no mercado negro até US$ 65 mil (cerca de R$ 132 mil).
Stephanie De Sakutin/AFP
.

O departamento de assuntos ambientais afirma que as mortes são impulsionadas pelo comércio ilegal de chifres do animal – o osso é usado na medicina de países asiáticos, como China e Vietnã, por ter grandes efeitos de cura. Mas cientistas dizem que as unhas do mamífero, que têm a mesma composição e material que os chifres, não possuem nenhum efeito medicinal comprovado. No mercado negro, o quilo do chifre do rinoceronte pode sair por até US$ 65 mil (cerca de R$ 132 mil). (…) “Estamos com 455 [mortes] a dois meses do fim do ano, e se você considerar a taxa de crescimento de 6% ao ano, nós estamos perto do ponto de inflexão. Isso significa que o índice de mortes supera o de nascimento, indicando que a espécie começa a entrar em extinção”, alertou Kirsty Brebner, gerente do projeto de proteção ao rinoceronte da organizaçãoEndangered Wildlife Trust. (Com agências internacionais) (…)

Rui Iwersen, de Barranquilla, Colômbia

.

21 de outubro de 2012

Informações da Colômbia

O Rio Cali, um largo rio de pedras que atravessa a cidade de Cali, na Colômbia, deve ter sido muito bonito, caudaloso e com muita vida animal, vegetal e microbiana em suas águas e suas margens.

Rui Iwersen; Observação e reflexão; Cali; 12 de outubro de 2012

Caminando hacia la Plaza de Bolivar se llega al imponente Palacio de la Inquisición, edificio patrimonial. En 1811, el pueblo de Cartagena se alzó en contra de la Inquisición. La muestra de la planta baja, con sus documentos de juicios implacables e instrumentos de tortura, recuerdan al público por qué.

Avianca en revista nº 48, marzo de 2009; Tesoros del Caribe; 14 de outubro de 2012

Os fabricantes de veículos e seus marqueteiros estão tendo êxito em seu propósito explícito de conquistar os países emergentes para seus utilitários 4×4 e jipões: em Medellín na Colômbia, assim como em Florianópolis no Brasil, se desconsiderarmos os taxis, cerca de 30% dos veículos circulantes são grandes caminhonetes e jipes. Na Colômbia, embora seja quente, somente os carrões e os utilitários esportivos usam películas nos vidros. Assim como no Brasil, os carrões, os utilitários e os jipes são os preferidos das madames na Colômbia.

Rui Iwersen; Observações e reflexões; Medellín – Colômbia; 17 de outubro de 2012

El agua que tires hoy, es la que vas a necesitar mañana. El mundo se salva si cada uno hace su parte. Sin ambiente no hay futuro. La Tierra es nostro refugio; ayudemos a protegerla y cuidarla.

Cooperatión Autónoma Regional del Atlántico – CRA; Placas no Parque Santander; Barranquilla; Colômbia; 20 de outubro de 2012

.

14 de outubro de 2012

Cidade contaminada abandonada

Exposição gratuita em Brasília traz imagens aéreas da Terra

Pripyat, cidade abandonada perto da Central Nuclear Chernobyl, Ucrânia.

Divulgação/BOL Fotos

Rui Iwersen, de Medellín – Colômbia

.

12 de outubro de 2012

Incra é responsável por um terço do desmatamento na Amazônia, diz MPF

do UOL Notícias e da Agência Brasil

Brasília – A Justiça Federal proibiu o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) de criar assentamentos sem regularização ambiental no estado do Pará. A ação judicial, que culminou na decisão, apontou o Incra como responsável por um terço do desmatamento na Amazônia. “Os procedimentos irregulares adotados pelo Incra na criação e instalação dos assentamentos vêm promovendo a destruição da fauna, da flora, dos recursos hídricos e do patrimônio genético, provocando danos irreversíveis ao bioma da Amazônia”, registrou a ação, aberta pelo Ministério Público Federal.

A decisão da Justiça Federal, publicada na última terça-feira (9), determina ainda que o Incra deverá apresentar, no prazo de 90 dias, um plano de recuperação de todas as áreas degradadas apontadas na ação e obrigou o Incra a interromper qualquer desmatamento que esteja em andamento nos projetos de assentamento. A autarquia terá ainda que apresentar todo mês à Justiça imagens de satélite que comprovem o cumprimento da determinação. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/10/10/ministerio-publico-federal-aponta-incra-como-responsavel-por-um-terco-do-desmatamento-da-amazonia.jhtm

Rui Iwersen, de Cali, Colombia

..

25 de setembro de 2012

Amazônia Legal tem alta de desmate em agosto

Dados divulgados nesta segunda-feira (24) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que no mês de agosto foi registrada a maior área de desmatamento da Amazônia Legal nos últimos três anos, Alavancada por altos índices nos Estados de Mato Grosso e Pará, a devastação do bioma foi de 522 km² no período.

Recorde no ano, a degradação representa aumento de 220% em relação a agosto do ano passado. Desde julho de 2009, quando foram registrados 836 km² de áreas desmatadas, a Amazônia Legal não havia atingido um nível tão alto – em 2012, o índice mensal não havia passado de 306 km², em fevereiro. (…)

“Existe um afrouxamento deste controle do desmatamento em meio a questões como as mudanças no Código Florestal. E esses Estados são áreas de maior pressão para o desmatamento, pois é onde avança o agronegócio”, explica Miguel Scarcello, presidente da ONG S.O.S. Amazônia. (…)

Fonte: UOL Notícias e O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2012

Corais em rota de extinção

Estudo mostra que litoral do país perdeu 80% de recifes de corais em 50 anos

do UOL Notícias O litoral brasileiro perdeu cerca de 80% de seus recifes de corais nos últimos 50 anos devido à extração e à poluição doméstica e industrial, segundo um relatório divulgado no último domingo (23) e que alerta que o restante existente está ameaçado pelos efeitos da mudança climática.

O estudo “Monitoramento de recifes de corais no Brasil”, elaborado pela Universidade Federal de Pernambuco e pelo Ministério do Meio Ambiente, que começou em 2002 e terminou no ano passado, foi coordenado pela professora Beatrice Padovani, do Departamento de Oceanografia.

O documento, que será apresentado amanhã no Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, realizado em Natal pela Fundação Grupo Boticário, constata a presença de corais desde a costa nordeste do Rio Grande do Norte até o sul da Bahia, se espalhando por cerca de dois mil quilômetros do litoral.

As conclusões do estudo, que se baseiam em pesquisas realizadas anteriormente, revelam que em cinco décadas houve uma redução de 80% dos recifes de coral por diferentes causas, entre elas a extração, a poluição, a pesca predatória e o aumento da temperatura dos mares. (…)

..

08 de setembro de 2012

Floresta Amazônica em Rota de Extinção

Desmatamento na bacia do Amazonas causará dramática redução das chuvas

Paris – O desmatamento na bacia do rio Amazonas poderá causar uma dramática redução das chuvas em toda essa região do Brasil, alertaram cientistas britânicos em um estudo publicado na última quarta-feira (5) na revista Nature. O volume de chuvas na bacia amazônica pode ser reduzido em 12% durante a temporada de chuvas e em 21% durante o verão, se o desmatamento nessa área continuar no ritmo registrado de 1997 a 2002, sugere o estudo.
Os pesquisadores destacam que esta redução das precipitações teria impacto negativo na produção hidrelétrica e causaria sérios danos a agricultores da região amazônica. O estudo elaborado pelo pesquisador da Universidade de Leeds (Inglaterra), Dominick Spracklen e seus colegas se baseia em um modelo virtual que elaboraram com base nas informações recolhidas por satélites, e que leva em conta também os dados das precipitações registradas nessa área.
Com base nesse modelo, os pesquisadores descobriram que o ar que passa sobre áreas com densa vegetação tropical gera pelo menos o dobro da quantidade de água de chuva que o que atravessou terrenos com pouca vegetação. O motivo dessa diferença se deve a um fenômeno chamado evapotranspiração, disseram os cientistas. As florestas tropicais são altamente eficazes em absorver água da terra, muita da qual é logo enviada à atmosfera como vapor. Isso ajuda não só a manter a umidade local das florestas a um nível constante, mas também carrega os ventos com água que logo se transforma em chuvas. Por outro lado, os terrenos desmatados são muito menos eficazes em reciclar água dessa maneira, o que significa que o ar que os rodeia é menos úmido, disseram os especialistas.
Segundo alguns estudos, o desmatamento na região do Amazonas alcançará 40% da superfície em 2050. Isso provocará uma redução dramática das precipitações em toda a bacia do rio, de leste a oeste, destacou a pesquisa publicada pela Nature. (…) ”Mudanças no clima regional poderiam aumentar a mortandade das árvores ligada à seca, o que por sua vez reduziria os depósitos de carbono, aumentaria os riscos de incêndio e reduziria a diversidade”, afirmou. (…)

.

26 de agosto de 2012

Tempestade Isaac

25.ago.2012 – Casa que foi reconstruída duas vezes nos últimos dois anos fica em ruínas durante a passagem da tempestade tropical Isaac em Baracoa, Cuba

Ramon Espinosa/AP/BOL Fotos

.

22 de agosto de 2012

São Paulo tem umidade do ar menor que a do Saara

 do BOL e da Folha.com
Apesar de não ter registrado níveis de umidade emergenciais como ontem, a cidade de São Paulo tinha 20% de umidade por volta das 15h desta quarta-feira (22). Mesmo assim, o valor ficou abaixo do registrado hoje, no mesmo horário, no Saara Ocidental. Segundo o site especializado “Weather Channel”, a cidade de El Aauin registrou umidade de 29% às 15h (horário local).

No norte da África, o Saara Ocidental é um território anexado e ocupado por Marrocos. Em São Paulo, a medição foi feita no mirante de Santana (zone norte) pela estação automática do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). De acordo com o órgão, ao menos outras 23 cidades no Estado também tinham índices de umidade abaixo dos 30%: (…)

Apu Gomes/Folhapress
Crianças se refrescam em chafariz na praça da Sé (centro de São Paulo), onde não chove há cerca de 35 dias
Crianças se refrescam em chafariz na praça da Sé (centro de São Paulo), onde não chove há cerca de 35 dias

(…) Às 15h de ontem, a estação do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) no mirante de Santana, na zona norte, registrou 10%, índice que empatou com o registrado no dia 14 de agosto de 2009. Segundo o Inmet, foi o menor valor registrado desde que a medição do instituto começou, em 1963, mas não é possível fazer comparações porque houve mudanças na tecnologia –hoje ela é mais precisa. Foi a menor umidade registrada em todo o país pelo instituto hoje. (…)

.

21 de agosto de 2012

Cidades de Nordeste não registram chuva forte há mais de 200 dias

Região lidera número de queimadas e só o MA tem aproximadamente 25% do total no Brasil

Uma grande massa de ar seco inibe a formação de nuvens de chuva em São Paulo, interior de Minas Gerais, sul do Rio de Janeiro, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, o interior do Nordeste e o sul e leste da Região Norte. De acordo com os meteorologistas da Somar, em municípios da Bahia, Maranhão, Pernambuco e Piauí, não chove forte há mais de 200 dias, fazendo da Região a primeira colocada em número de queimadas no país.

Apenas no Maranhão, foram registrados quase 12 mil focos de queimadas neste ano, correspondendo a aproximadamente 25% do total no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaci ais (INPE). A umidade do ar também está muito baixa no interior do Brasil. Ontem, Cuiabá registrou a menor umidade do ano, chegando a apenas 15% e colocando a capital em estado de alerta.(…)

.

15 de agosto de 2012

Queimadas na Mata Atlântica jogam carvão vegetal no oceano

 do UOL Notícias

Gustavo Luna Peixoto/ICMBio Rio de Janeiro

.
Prática de corte e queima em área preservada de mata Atlântica, em São Paulo

O desmatamento por queimadas na mata Atlântica deixou uma enorme quantidade de carvão vegetal no solo. Segundo pesquisa de Carlos Eduardo de Rezende, biogeoquímico da UEFN (Universidade Estadual do Norte Fluminense), a prática criminosa não destruiu apenas a área verde do Brasil, hoje reduzida a menos de 8% do terreno original, como também pode devastar o resto do ecossistema por milênios.

O estudo, feito em parceria com o centro de estudos alemão Max Planck, descobriu que mais de 2,7 toneladas de carvão vegetal são despejadas no oceano Atlântico todo ano. (…) Como os sedimentos são levados pela chuva, eles chegam até os rios e, depois, desembocam no oceano. Este processo de limpeza do solo, feito durante a época das tempestades, pode demorar entre 630 e 2.200 anos para terminar.

Por isso, mesmo após quase 40 anos da proibição das queimadas, os vestígios de carvão vegetal ainda são despejados no mar. Sem apontar as consequências reais, o material demonstra que a queimada vai além do ato isolado na área e gera uma reação em cadeia e prejudicial ao restante do ambiente.

. .

10 de agosto de 2012

Com 22 mil focos de incêndio, Cerrado lidera ranking do Inpe

O Cerrado brasileiro lidera o ranking de biomas com maior número de focos de incêndio registrados de janeiro a julho deste ano. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), mais de 22 mil focos foram mapeados.
 O número chega perto do total de queimadas registrados no Brasil no mesmo período de 2011. Ano passado, foram identificadas 23,6 mil queimadas em todo em todo o país. A Amazônia fica em segundo lugar no ranking de queimadas deste ano, com 9,2 mil focos de incêndio, seguida pelas regiões de Mata Atlântica (3,4 mil) e Caatinga (3,2 mil).

O Maranhão foi o estado onde ocorreu o maior número de focos de incêndio, chegando a um total de 7,4 mil. Mato Grosso é o segundo com maior volume de queimadas, com 6,8 mil casos, seguido pelo Tocantins (4,3 mil), o Piauí (4 mil) e a Bahia (3,3 mil). (…) Mesmo tendo a ação do homem como a principal origem das queimadas, é a combinação da falta de chuva, clima seco e temperatura alta que amplia o problema.

.

02 de agosto de 2012

Conterrâneos contemporâneos

Após ter a casa assaltada em bairro nobre de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, uma mulher pichou os muros da própria residência e deixou um recado para os ladrões. “Caríssimo ladrão, nesta casa não tem mais nada pra roubar!! Já levaram tudo. Parabéns pela eficiência”, escreveu.

 Edson Silva/Folhapress/BOL Fotos

.

01 de julho de 2012

Capitalismo e consumismo

Fabricados para no durar

  • TVE emite Comprar, tirar, comprar, documental sobre caducidad programada
  • Desde los años 20 se fabrican productos para que tengan una duración limitada

(…) Baterías que se ‘mueren’ a los 18 meses de ser estrenadas, impresoras que se bloquean al llegar a un número determinado de impresiones, bombillas que se funden a las mil horas… ¿Por qué, pese a los avances tecnológicos, los productos de consumo duran cada vez menos? La 2 de Televisión Española y RTVE.es emiten “Comprar, tirar, comprar” un documental que nos revela el secreto: obsolescencia programada, el motor de la economía moderna.

Rodado en España, Francia, Alemania, Estados Unidos y Ghana, Comprar, tirar, comprar, hace un recorrido por la historia de una práctica empresarial que consiste en la reducción deliberada de la vida de un producto para incrementar su consumo porque, como ya publicaba en 1928 una influyente revista de publicidad norteamericana, “un artículo que no se desgasta es una tragedia para los negocios”. (…)

http://www.rtve.es/noticias/20110104/productos-consumo-duran-cada-vez-menos/392498.shtml

Pedro Salles Iwersen, colaborador de GaiaNet .

. .

Sucessos e Fracassos Ambientais e Sociais

2008 a junho de 2012

Editorial

No inverno brasileiro de 2007, quando eu comecei a ler o último livro do geógrafo americano Jared Diamond – Colapso – Como as sociedades escolhem o fracasso ou o sucesso, enquanto eu viajava de carro observando o meio ambiente do litoral brasileiro do sul e do sudeste, eu decidi que um dia escreveria uma síntese de Colapso para GaiaNet.

No verão europeu de 2008, enquanto eu viajava de trem observando o meio ambiente espanhol, francês e suíço, eu li uma analise do livro Effondrement – comment les sociétés décident de leur disparition ou de leur survie (Colapso – como as sociedades decidem sobre sua desaparição ou sua sobrevivência, em tradução livre) e enviei a meus interlocutores virtuais, Em 2009 editei esta síntese de Colapso como introdução deste artigo de GaiaNet.

A humanidade está no momento exato de adequar a sua escolha do modo de relação com o Planeta, e contribuir com a vida da Terra e evitar um possível colapso civilizatório, que seria mais um colapso humano, talvez o último colapso da humanidade. Como espécie hegemônica atual do planeta, temos que reconhecer e assumir que, ao contrário do que dizem os religiosos, o futuro a nós pertence.

Nesta página editaremos informações representativas de colapsos e de escolhas sociais e ambientais humanas.

Rui Martins Iwersen, editor

11 de setembro de 2008

Reflexões sobre o livro  “Colapso – Como as sociedades escolhem o fracasso ou o sucesso”

No inverno brasileiro de 2007, quando eu comecei a ler o último livro do geógrafo americano Jared Diamond – Colapso – Como as sociedades escolhem o fracasso ou o sucesso, enquanto eu viajava de carro observando o meio ambiente do litoral brasileiro do sul e do sudeste, eu prometi, através deste boletim virtual, que um dia escreveria uma síntese de Colapso.

No verão europeu de 2008, enquanto eu viajava de trem observando o meio ambiente espanhol, francês e suíço, eu li, na revista francesa Science et Vie (Ciência e Vida) de junho, o artigo ‘Les civilisations à l’épreuve de la durabilité’ (As civilizações sob o teste da durabilidade, em tradução livre) com uma analise do livro Effondrement – Comment les sociétés décident de leur disparition ou de leur survie (Colapso – como as sociedades decidem sobre sua desaparição ou sua sobrevivência, tambem tradução livre minha).

A revista francesa dividiu o seu artigo ecológico de capa (“Construire un monde durable”) em 3 blocos: saber; agir e querer. O bloco Saber, da página 22 à 65, consta de 3 artigos: ‘Nossas necessidades esgotam muito rápido o planeta’; ‘E portanto, uma Terra cheia de recursos’ e; ‘O teste de durabilidade das civilizações’.

O artigo “O teste de durabilidade das civilizações” é uma análise das contribuições do livro Colapso, de Jared Diamond, para o Planeta e para suas espécies, particularmente para Homo sapiens sapiens, nós.

O autor do artigo, Yves Sciama, inicia sua análise do livro Colapso com uma pergunta explícita e uma resposta implícita. Diz ele: “Face à crise ecológica, o estudo do passado pode nos ajudar a encontrar soluções? A idéia parece absurda de tanto que os problemas da sociedade atual são aparentemente novos: aquecimento climático, esgotamento dos combustíveis, multiplicação dos tóxicos… Mas só a forma é nova.

No fundo, trata-se simplesmente da tomada de consciência brutal da rarefação de nossos recursos sob o efeito de nossos consumos. Um dilema que numerosas civilizações conheceram antes da nossa e nos quais um certo número pereceu”.

Após uma breve apresentação de Diamond e de sua obra, sob o subtítulo de ‘Suicídios Ecológicos’, Yves Sciama prossegue sua análise do livro Colapso. Diz ele: “Além disso, as civilizações desaparecem geralmente sob o efeito de uma combinação de causas: mesmo quando as destruições ecológicas têm um papel importante, pode igualmente haver conflitos sociais, dificuldades com sociedades vizinhas e mudanças climáticas”.

O autor, antes de fazer pequenas referências a algumas das sociedades estudadas por Jared Diamond que desapareceram – os habitantes da ilha de Páscoa no Pacífico, os índios Anasazis na atual América do Norte, os Maias nas atuais Américas Central e do Norte e os Vikings da Groenlândia – e algumas das sociedades que sobreviveram – os habitantes de Tikopia e os habitantes do Japão, duas ilhas do Pacífico -, finaliza seu artigo com uma síntese do que ele percebeu como a grande contribuição desta obra de Jared Diamond. Diz ele: “Mas o que a história mostra, e isso é sem dúvida o mais importante, é que a liberdade humana existe: não há determinismo ambiental. Nos ambientes em que certos grupos humanos desapareceram, outros sobreviveram, porque fizeram as melhores escolhas.

Na Groenlândia os Vikings pereceram há cinco séculos enquanto os Inuís estão lá ainda hoje. E sobre a minúscula ilha de Tikopia, nos confins do Pacífico, a colônia humana de 1 200 habitantes escapou da sorte trágica dos habitantes da ilha de Páscoa. É, então, um alerta e uma mensagem de esperança que nos endereçam, do fundo dos tempos, as gerações humanas que nos precederam”.

Há cerca de cento e vinte mil anos, quando nos tornamos Homo sapiens e, portanto, aperfeiçoamos nosso domínio e uso do fogo de ferramentas e de armas. Nos últimos 10 mil anos, nós nos organizamos em sociedades e civilizações. crenças e religiões.

A análise deste nosso momento, uma “modernidade neo-primitiva”, mostra que a humanidade está sempre fazendo escolhas sociais, culturais e ecológicas, construindo o seu futuro como espécie, e contribuindo para a determinação do futuro do planeta Terra e de suas variadas formas de vida.

Hoje, após vinte e cinco séculos de ciência e de filosofia, no início de uma nova era científica e tecnológica, graças a pensadores e pesquisadores como Jared Diamond nós sabemos o que outras civilizações escolheram e os resultados que elas obtiveram.

Graças a estes e outros pensadores e pesquisadores, nós sabemos também que a humanidade está no momento exato de adequar a sua escolha do modo de relação com o Planeta, a fim de contribuir mais construtivamente com a vida da Terra e evitar um possível colapso civilizatório, mais um colapso, talvez o último colapso da humanidade.

Como espécie hegemônica do planeta, temos que reconhecer e assumir que, neste momento, ao contrário do que dizem os religiosos, o futuro a nós pertence. Por Gaia e por nós, temos que fazer o que convem fazer. Como diria Freud, temos que enfraquecer Tânatos (destruição) e fortalecer Éros (construção) da humanidade.

Rui Martins Iwersen

.

21 de agosto de 2009

Vendas de veículos na China sobem 63,6% em julho. No mês saíram das concessionárias 1,09 milhão de unidades

De WWW.g1.com.br; 07/08/09 As vendas de automóveis na China aumentaram 63,6% em julho, em relação ao ano passado, para 1,09 milhão de unidades, no quinto mês consecutivo em que as vendas superaram a marca de 1 milhão, impulsionadas pela recuperação na economia doméstica e por políticas de apoio do governo. As informações são da Associação de Fabricantes de Automóveis da China (CAAM, na sigla em inglês). Em comparação, as vendas de automóveis nos Estados Unidos em julho totalizaram 997.824 unidades, abaixo do total chinês. Rui Iwersen, editor

.

21 de agosto de 2009

A moda brasileira dos utilitários esportivos

O programa Auto Esporte, que será transmitido pela TV Globo (WWW.g1.com.br) na manhã de domingo, dia 23 de agosto, “depois da fórmula 1”, apresentará, entre outros, um bloco sobre os Utilitários Esportivos, “que viraram moda no Brasil”. Moda nos EUA nos anos 1990, os utilitários de duas, três e até quatro mil cilindradas, isto é, duas, três ou quatro vezes mais potentes e mais poluentes que um carro 1.0 (1.000 cilindradas), alguns usuários de óleo diesel (muito mais poluente que a gasolina, o gás e o álcool), tornaram-se moda nos centros urbanos do Brasil, inclusive entre as mulheres, para passear.

 Enquanto nos EUA, para ajudar as fábricas de automóveis, o governo exige carros menores e mais econômicos, no Brasil, para estimular a indústria automobilística, o governo isenta de IPI até estas caminhonetes (literalmente, “pequenos caminhões”), que às vezes custam mais de R$100.000,00. Os boys e as madames estão adorando! Gaia está se intoxicando!

.

22 de agosto de 2009

Incêndios Florestais na Região de Atenas

As florestas da região de Atenas, na Grécia, estão incendiando. Várias casas estão em risco e a população precisando ser resgatada pelos bombeiros, que tentam, sem sucesso, apagar o incêndio florestal.

.

23 de agosto de 2009

Incêndios Florestais na Grécia Ameaçam a Cidade de Atenas

Os incêndios florestais na Grécia, que já duram três dias, já consumiram 12.000 hectares de florestas e queimaram várias casas. Há focos de incêndio espalhados por todo o pais. A cidade de Atenas corre perigo, pois as chamas estão há 15 quilômetros da cidade, a vegetação está seca e há fortes ventos, o que dificulta a ação dos bombeiros e populares. O governo decretou estado de emergência.

Rui Iwersen, editor

.

25 de agosto de 2009

Continuam os incêndios florestais na região de Atenas

Ontem, quarto dia de incêndio florestal na Grécia, com a diminuição dos ventos e com a ação dos bombeiros e voluntários, todos os focos de incêndio haviam sido apagados. Os incêndios consumiram 20.000 hectares de florestas, incendiaram várias casas e ameaçaram construções históricas. Porém, após quatro dias de incêndios florestais no berço da civilização ocidental, no oeste de Atenas surgiram novos focos de incêndio. Como ficou comprovado em incêndios florestais gregos anteriores, suspeita-se novamente da ação criminosa de especuladores imobiliários. .

.

26 de agosto de 2009

Ministério da Agricultura lança cartilha sobre orgânicos, mas tem a sua distribuição censurada

Uma cartilha lançada recentemente pelo Ministério da Agricultura, a qual informa a população sobre os benefícios de alimentos livres de agrotóxicos, e que são prejudiciais a saúde, teve a sua distribuição censurada pela Monsanto (industria de alimentos transgênicos) que moveu ação judicial, para impedir o acesso à população. A cartilha que tem ilustrações do cartunista Ziraldo, ainda pode ser encontrada no site do próprio Ministério da Agricultura e no link abaixo:

Fonte: http://www.agricultura.gov.br/ Olhem que bonitinha a cartilha! http://www.aba-agroecologia.org.br/aba2/images/pdf/cartilha_ziraldo.pdf Janine Mara Alves, Florianópolis, colaboradora de GaiaNet . 26 de Agosto de 2009

Preparação da reunião de Copenhague

Caro cyberativista,

Participação online parece pouco para você? Então faça ainda mais pelo clima do planeta. Se você mora em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, Brasília, Salvador ou Manaus venha participar do nosso apitaço, neste sábado (29/8). Vamos começar a contagem regressiva para o início da reunião histórica sobre o clima que será realizada em Copenhague, na Dinamarca. O que está em jogo é o futuro da humanidade. Não podemos ficar só assistindo. Traga seu apito, corneta ou buzina e participe.

Colabore com o Greenpeace, junte-se a nós.

Equipe Greenpeace

Jorge Fernando Schneider, Florianópolis, colaborador de GaiaNet . 27 de agosto de 2009

Desmatamento no estado de Mato Grosso

TV Globo; Jornal Hoje; 13:15; WWW.g1.com.br/jornalhoje

“No estado do Mato Grosso, 40% das florestas já desapareceram”! “Neste ano foram desmatados 202.000 quilômetros quadrados de florestas, equivalente a nove estados de Sergipe”. “O Mato Grosso só perde para o Pará em desmatamento”!

Rui Iwersen, Florianópolis, editor

.

30 de agosto de 2009

Continuam os incêndios florestais nos EUA e Austrália.

Os incêndios florestais em Sidney continuam e estão fora de controle. No norte de Los Angeles, no estado da California, continuam os incêndios florestais que já queimaram 3 casas e ameaçam outras dez mil. Alguns moradores resistem em abandonar suas casas.

Rui Iwersen, Florianópolis, editor . 31 de agosto de 2009 Gasolina não vai ficar mais barata com pré-sal, dizem ministros. Da Redação; UOL Notícias; 31/08/2009 – 18h49

A exploração de petróleo no pré-sal (camada profunda do oceano) não vai fazer os preços dos combustíveis ficarem mais baratos, disseram o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. “Não há intenção em promover distribuição do combustível abaixo do custo como outros países fazem. Não podemos responder pelos governos futuros”, afirmou Lobão. Dilma concordou. “A partir de um determinado momento acabou com o controle de preço no Brasil. Não pretendemos retomar nenhum mecanismo de controle no Brasil. Os países que colocam preço lá embaixo subsidiam, então, o subsidio é uma forma de controle de preço. Eu subsidio hoje e amanhã eu taxo. Não faremos isso.” As declarações foram dadas em entrevista coletiva após a solenidade em que o governo apresentou as propostas encaminhadas para regulamentar a exploração do petróleo. (…)

Rui Iwersen, Florianópolis, esditor

.

31 de agosto de 2009

A Revanche de Gaia no Velho Oeste; incêndios florestais fora de controle na Califórnia. Jornal Nacional; 20,15 h.; WWW.g1.com.br/jn

Após dez anos de seca na costa oeste dos Estados Unidos e com temperaturas locais acima de 37 graus, os incêndios no estado da Califórnia já queimaram 340 quilômetros quadrados de florestas e dezenas de casas. Os incêndios estão fora de controle e três cidades do Estado estão em Estado de Emergência. A previsão é de mais ventos nos próximos dias, o que pode piorar a situação socio-ambiental na região.

Rui Iwersen, Florianópolis, editor

.

01 de setembro de 2009

UFRJ promove sua I Semana de Agroecologia. Boletim Olhar Vital; UFRJ; ano 4 – nº 186 – 27/08/2009 Teve início nessa segunda-feira (24/08) a I Semana de Agroecologia da UFRJ. O evento, que vai até o dia 28, conta com palestras, mesas-redondas, debates, apresentação de filmes, feira de troca de livros e produtos agroecológicos, além de oficinas e atividades culturais. A realização é de alunos de vários cursos através de projetos desenvolvidos por eles em seus respectivos institutos. Os projetos são: Capim-Limão, do Instituto de Biologia (IB), Geomata, do Instituto de Geociências (IGEO), MUDA, dos alunos do curso de Engenharia Ambiental e Eco-operação, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). A abertura do evento foi feita pela professora Benedita Aglai Oliveira da Silva, coordenadora de licenciatura do curso de Biologia, representando a diretora do instituto, Maria Fernanda. Benedita deu boas-vindas a todos e ressaltou o apoio do IB aos alunos nesse projeto. Para ela a semana será importante como estímulo à reflexão sobre a construção de uma nova coexistência homem-meio ambiente. A professora elogiou o grupo Capim-Limão, composto por estudantes de Biologia, por seu projeto de estudos e experimentações em agroecologia e agricultura. “Junto com os estudantes de outros cursos, eles demonstram a possibilidade e urgência no tratamento de questões tão importantes como agricultura, alimentos e novos vieses de consciência social, assim como novas abordagens disciplinares em suas grades de estudo que direcionem reflexões e práticas para essa nova humanidade. (…) Após à abertura houve uma breve apresentação do panorama do movimento agroecológico dentro da UFRJ, que começou em 1994 com a realização de uma série de plantios feita pelo grupo Geo-mata. Com as trocas de experiência promovidas por encontros nacionais e regionais de estudantes de biologia, a consciência sobre esse tipo de ação cresceu e suscitou o surgimento de novos grupos para praticar, dialogar e experimentar por conta própria. O primeiro dia do evento contou ainda com uma palestra da professora Mônica Cox, do departamento de Geografia da Universidade Federal Fluminense (UFF) e com a exibição do filme “Neste chão tudo dá”. No restante dos dias, além de palestras ocorrerão as feiras, as oficinas e as atividades culturais. Rui Iwersen, Florianópolis, editor . 01 de setembro de 2009 Destruição cultural e recuperação natural da Floresta Amazônica. A Voz do Brasil; 19 horas.

O Ministério do Meio Ambiente divulgou os números do desmatamento em agosto. 836 quilômetros quadrados da Floresta Amazônica foram destruídos pela ação humana no mês de agosto de 2009, apesar de registrar-se 46% de diminuição do desmatamento no último ano. Para o nosso consolo, os satélites mostraram também floresta se recuperando: “Pela primeira vez detectamos regeneração natural das terras desmatadas que não estão mais sendo exploradas”.

Rui Iwersen, Florianópolis, editor

.

01 de setembro de 2009

Incêndios florestais nas Américas do Norte e do Sul

Enquanto os incêndios florestais na Califórnia, o maior nos últimos sessenta anos, já duram seis dias e já consumiram mais de 70 casas, queimaram aproximadamente cinqüenta mil hectares de florestas e ameaçam doze mil casas, um incêndio florestal, “talvez criminoso”, iniciou na região de Córdoba, na Argentina, ameaçando uma floresta de cinqüenta mil hectares.

Rui Iwersen, Florianópolis, editor

.

03 de setembro de 2009

Incêndios florestais no Paraná.

As florestas do Parque Estadual de Vila Velha, no Paraná, estão tambem incendiando. O tempo chuvoso no sul do Brasil talvez evite mais um desastre ecológico causado pelo fogo nesta triste época de incêndios em florestas na Grécia, nos Estados Unidos e na Argentina e de queimadas nos campos, lavouras e canaviais do Brasil.

Rui Iwersen, Florianópolis, editor de GaiaNet . 03 de setembro de 2009 Carros terão de poluir menos a partir de 2014. UOL Notícias (www.noticias.uol.com.br ) e Folha; 03/09/2009 – 03h30

Carros novos de passeio e de passageiros terão de sair das fábricas emitindo 33% menos poluentes, em média, a partir de janeiro de 2013, no caso dos veículos movidos a diesel (caso dos utilitários, como Picape S10 e Ford Ranger), ou de janeiro de 2014, no caso dos que são movidos a gasolina e álcool, informa reportagem de Marta Salomon e Ricardo Ribeiro para a Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal). A nova fase do Proconve (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores) foi aprovada nesta quarta-feira pelo Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente). No entanto, os padrões que o país terá em pouco mais de três ou quatro anos estão defasados em relação aos que já vigoram atualmente na Europa e nos Estados Unidos. O corte nas emissões do monóxido de carbono, no caso dos veículos que pesam até 1.700 kg, será de 35% (passará dos atuais 2 g/km para 1,3 g/km). Os veículos de maior peso passarão dos atuais 2,7 g/km para 2 g/km (queda de 26%). A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) afirmou que os novos limites e prazos serão cumpridos. (…)

Rui Iwersen, Florianópolis, editor de GaiaNet . 05 de setembro de 2009 A névoa seca ataca o céu.

Agosto e setembro, quando a umidade do ar é menor e o céu fica aberto mais tempo, seriam ótimos para a observação astronômica na região sudeste. Se não fosse a névoa seca que prejudica a transparência do ar. São partículas finíssimas, geradas nas queimadas, que ficam longo tempo em suspensão no ar. Elas refletem de volta para o céu a luz de onda mais curta, apagando o brilho das estrelas. A paisagem fica azulada, e o por-do-sol, com aquela cor sangrenta que alguns acham lindo.

Super Interessante, ano 7, nº 8, agosto de 1993. Rui Iwersen, Florianópolis, editor de GaiaNet . 06 de setembro de 2009 Poluição e contaminação dos rios, lagos e do mar na India. De BOL Fotos

.
Ativistas de organização de defesa do meio-ambiente buscam chamar a atenção para a contaminação de rios, lagos e do mar causada pela prática de lançar imagens do deus hindu Ganesha nas águas. As imagens normalmente são cobertas com tintas que contêm metais pesados, como mercúrio, cádmio e chumbo
.
Rui Iwersen, Florianópolis, editor de GaiaNet
.

07 de setembro de 2009 Lula vetará o plantio da cana em 50% do país. UOL Notícias; WWW.noticias.uol.com; 07/09/2009 – 07h34 Com um ano e dois meses de atraso, o presidente Lula vai anunciar o veto à expansão das plantações numa área de 4,6 milhões de quilômetros quadrados –mais da metade do território nacional– e em regiões que mantenham a vegetação nativa no restante do país. Segundo informa reportagem e Marta Salomon na Folha desta segunda-feira –íntegra disponível para assinantes do jornal ou do UOL–, essas serão as principais medidas do “selo verde” que quer imprimir ao projeto do álcool combustível, escanteado devido à prioridade ao pré-sal. O anúncio do zoneamento da cana está confirmado para o dia 17. Em discurso na sede da União Europeia, em Bruxelas, em julho de 2007, Lula afirmou que o biocombustível brasileiro não aumentaria o desmatamento nem avançaria sobre a produção de alimentos.  (…) Rui Iwersen, Florianòpolis, editor de GaiaNet . 08 de setembro de 2009 Chuvas e vendavais atingiram 40 cidades de SC; quase 65 mil foram afetados. do UOL Notícias; www.noticias.uol.com; 08/09/2009 As fortes chuvas e ventos que atingiram Santa Catarina na madrugada desta terça-feira (8) afetaram 40 municípios do Estado, de acordo com nota da Defesa Civil Estadual. De acordo com o último balanço, quase 65 mil pessoas foram afetadas no Estado, e entre elas 3501 estão desabrigadas e 1573 desalojadas. Ao todo, 138 ficaram feridas e 9301 edificações sofreram alguma avaria. (…) Em São Paulo, o rio Tietê transbordou.

.
Transbordamento do rio Tietê provoca alagamento na marginal, perto da ponte Aricanduva. Fazia quatro anos que o rio não transbordava em São Paulo. Mais

Rui Iwersen, Florianópolis, editor de GaiaNet

.

08 de setembro de 2009

Incêndios em pastagens e áreas nativas do Pantanal.

Globo News, Jornal das Dez, WWW.g1.com.br/globonews

Áreas nativas e pastagens estão queimando na região do Pantanal do estado do Mato Grosso do Sul, colocando em risco a flora e a fauna da região. Segundo o Ibama o incêndio pode ter sido provocado. Em 2009 já foram registrados 1.400 focos de incêndio na região.

.

10 de setembro de 2009

Rio Grande do Sul tem quase 4 mil casas danificadas e 55 destruídas

As fortes chuvas acompanhadas de granizo que atingiram o Rio Grande do Sul na última segunda-feira (7) deixaram 3,98 mil residências danificadas e 55 destruídas. Segundo a Defesa Civil do estado, oito municípios decretaram situação de emergência: Seberi, Lavras do Sul, Santa Maria, Porto Xavier, Victor Graeff, Itaara, Ibirubá e Frederico Westphalen. A chuva e o vento atingiram cerca de 150 mil pessoas nessas regiões e deixaram 11 feridos. (…).

. O governador de SC assinou ontem o decreto de situação de emergência nos 64 municípios atingidos pelas chuvas, vendavais e tornados.

.

11 de setembro de 2009

Onze de Setembro de 2001 nos Estados Unidos

11/9: Bush pregava vingança, e Obama, cautela “apesar da raiva”

“Hoje nossos prezados cidadãos, nosso modo de vida, nossa própria liberdade foi atacada em uma série de atos terroristas deliberados e mortais”.
Assim começava o discurso em rede nacional do então presidente dos Estados Unidos George W. Bush na noite de 11 de setembro de 2001, lançando as bases para a resposta militar norte-americana no Afeganistão e no Iraque no contexto da “guerra contra o terror” que se iniciava.
Entre as poucas vozes que pediam moderação naquele momento, um desconhecido político do Senado de Illinois alertava: “apesar de nossa raiva, precisamos ter certeza de que nenhuma ação militar dos EUA tire a vida de civis no exterior”. A afirmação, que foi publicada em um jornal local, era de Barack Obama. (…)
.

Brad Rickerby/Reuters - 11.set.2001

Do UOL Notícias; http://www.noticias.uol.com.br

.

24 de setembro de 2009

Justiça descobre fazenda do tamanho de ‘meio Brasil’

Brasília – O corregedor nacional de Justiça, Gilson Dipp, determinou hoje o cancelamento do registro de uma fazenda no interior do Pará que, no papel, tinha a metade do tamanho do Brasil. A aberração foi descoberta durante inspeção realizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nos cartórios da região de Altamira, uma das recordistas do país em conflitos fundiários. Emblema da desordem que os técnicos do CNJ encontraram nos cartórios, especialmente nos de registro imobiliário, a propriedade tinha originalmente 75.190 hectares.

Graças à manipulação irregular dos números anotados nos livros de registro do cartório de Vitória do Xingu, município de 12 mil habitantes vizinho a Altamira, o tamanho da fazenda foi multiplicado por 5.400. Chegou à marca dos 410 milhões de hectares, área equivalente a quase metade dos oito milhões e meio de quilômetros quadrados do País. (…)

Fonte: UOL Notícias; WWW.noticias.uol.com.br; 23/09/2009 – 20h25

.

24 de setembro 2009

O ser humano e suas nações

No segundo dia de reunião da Organização das Nações Unidas (ONU), depois de algumas criticas de chefes de estado às armas nucleares, o presidente da China recomenda “que nenhum pais use a arma nuclear por primeiro e que não use contra pais que não tem bomba atômica”.

Fonte: Globo News, Em cima da Hora, 17 h.

.

de outubro de 2009

Recorde de venda de automóveis em setembro

No último mês de isenção de IPI a indústria automobilística brasileira bateu recorde de vendas: 296.000 unidades, um aumento de 20% em relação ao mês de agosto. De janeiro a setembro o setor cresceu 5,6%. Neste período, a atmosfera de Gaia e as ruas das cidades brasileiras tiveram crescimento zero!

.

7 de outubro de 2009

Jared Diamond discutirá sobre o destino das civilizações.

O geógrafo americano Jared Diamond, professor de geografia na Universidade da Califórnia, será entrevistado dia 12 de outubro, às 23,30 h., no programa Milênio da TV Globo News (canal 40 da NET) WWW.g1.com.br/globonews.

Jared Diamond, autor, entre outros livros, de Colapso – como as sociedades escolhem o fracasso ou o sucesso, fará reflexões sobre o destino das civilizações e, certamente, da nossa civilização.

.

19 de novembro de 2009

ONU pede atenção a refugiados do clima

O aquecimento global aumentará o número de migrantes em todo o mundo e exigirá de todos os países que estejam preparados para dar condições de vida dignas a essas populações. O alerta consta do relatório mundial do UNFPA (Fundo de População das Nações Unidas), divulgado nesta quarta-feira (18). O documento também defende mais investimentos em saúde reprodutiva, para que cada família tenha melhores condições de planejar, livremente, o número de filhos desejados. Uma população crescendo em ritmo menor é um dos fatores que podem contribuir para desacelerar o aquecimento global. (…)

Nas duas últimas décadas, diz o texto, os registros de desastres naturais passaram de cerca de 200 por ano para mais de 400. Sete em cada dez dessas tragédias foram, de alguma maneira, relacionadas com o clima. Elas afetam por ano cerca de 211 milhões de pessoas, número que só tende a crescer. (…)

Outro alerta que o relatório faz é para o aumento de doenças causadas pelo aquecimento global. Um dos exemplos citados –e que afeta o Brasil– é o provável aumento da população vulnerável a doenças transmitidas por mosquitos. Como as temperaturas vão se elevar, epidemias como as de dengue afetarão cidades que, por estarem em altitudes mais elevadas ou em climas mais frios, antes não sofriam os efeitos dessas doenças.

Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br

.

19 de novembro de 2009

Estátua de santo em Área  de Preservação Permanente?

A população de Laguna, no sul do estado de Santa Catarina, está em dúvida sobre onde colocar uma enorme estatua do “santo protetor da cidade” (santo Antonio). O padre da paróquia (que diz que “aumentará o turismo e fortalecerá a economia do municipio”), uma fiel (que diz que “aumentará fé das pessoas”) e outros religiosos, desejam colocar no topo do Morro da Glória. A Prefeitura deseja proteger o morro, que é área de preservação permanente. Tomara que prevaleça a razão, a lógica e o bom senso e que nós protejamos os homens e a natureza, sem misticismos.

.

19 horas

Vento sul derruba imagem religiosa em Florianópolis

No final da tarde de hoje, em Florianópolis, o vento sul derrubou uma grande árvore de natal erguida na entrada da ilha. A árvore de natal, uma homenagem dos cristãos da cidade à sua divindade, não resistiu às primeiras manifestações das alterações climáticas e ambientais do Planeta. Para erguer novamente a árvore de natal foram necessários um caminhão guincho – um instrumento humano – e vários seres humanos.

Rui Iwersen, Florianópolis, editor de GaiaNet

.

04 de dezembro de 2009

Seca e Queimadas na Floresta Amazônica.

Pela terceira vez nos últimos dez dias, Manaus está sob uma espessa nuvem de fumaça e cinza causada por queimadas na floresta. Durante o dia, automóveis tem que circular com faróis acesos e, no aeroporto, os pousos e decolagens são realizados através de instrumentos. Vários rios e riachos da região Amazônica estão com baixos níveis de água, causando problemas e dificuldades à polulação.

Rui Iwersen, Florianópolis, editor de GaiaNet

.

05 de janeiro de 2010

Neo-Cruzada Islâmico-Cristã

Apesar das dificuldades sociais, econômicas e ambientas atuais da humanidade, e da necessidade de união dos povos com realismo científico, as duas maiores religiões monoteístas do Planeta continuam a neo-cruzada islâmico-cristã iniciada em 11 de setembro de 2001, um forte estímulo à corrida armamentista, à guerra entre os povos e ao obscurantismo, como veremos nas próximas notícias de 5 e 6 de janeiro .

Rui Iwersen, por GaiaNet

.

Arcebispo de Praga adverte para “ameaça” de islamização da Europa

O cardeal Miloslav Vlk, de 77 anos, arcebispo de Praga e primaz da Boêmia, advertiu que existe “uma ameaça” de a Europa cair “na islamização”, se os cristãos “não despertarem. A afirmação foi feita em entrevista publicada nesta terça-feira, no site http://www.kardinal.cz. O cardeal disse que, “como a vida dos europeus está sistematicamente desprovida de conteúdo cristão, foi criado um espaço vazio o qual os muçulmanos preenchem muito facilmente”. Ele disse que a Europa “renunciou às suas raízes cristãs” que poderiam, segundo ele, dar ao continente “uma força para desafiar o perigo de ser conquistado pelos muçulmanos”. Na entrevista, ele também afirma que “o Islã não conquistou a Europa por meio das armas da guerra no final da Idade Média e início dos tempos modernos, mas a batalha é travada atualmente com armas espirituais que a Europa não possui [mais]”. (…) O Vaticano insistiu, sem sucesso, para que a União Europeia acolhesse os valores cristãos entre seus princípios fundamentais.

UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br – e France Presse.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

06 de janeiro de 2010

Malásia proíbe católicos de escrever o nome de Alá

O Alto Tribunal da Malásia suspendeu nesta quarta-feira a autorização concedida a um jornal católico local para escrever o nome “Alá”, depois que o governo evocou a ameaça de tensões interreligiosas em um país de população majoritariamente muçulmana. A mesma instância havia considerado na semana passada que o “Herald Weekly” tinha o direito de escrever o nome. No entanto, o governo alegou, em seguida, uma decisão do Alto Conselho Nacional, de maio de 2008, que estipulava que o nome só pode ser utilizado na Malásia pelos muçulmanos. (…) Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br .

Bento XVI afirma que ciência precisa da fé para compreender a realidade

CIDADE DO VATICANO, 6 JAN (ANSA) – Durante a Solenidade da Epifania do Senhor, realizada hoje na Basílica de São Pedro, o papa Bento XVI afirmou que a ciência sozinha não basta para explicar a realidade, que só pode ser lida através da união entre “razão e fé, ciência e revelação”.(…) Fazendo um paralelo com a tradição católica, o Pontífice afirmou que a inteligência e a fé foram “as luzes que guiaram o caminho dos Magos”, “sábios” abertos ao mistério de Deus. (…) Seguindo essa linha, Bento XVI reafirmou a necessidade de uma ciência que não seja “autossuficiente” e aceite “revelações ulteriores e apelos divinos”. (…)

Fonte: UOL NotíciasWWW.noticias.uol.com.br e ANSA
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
27 de janeiro de 2010

Cerca de 35% da coleta seletiva acaba no lixo comum em São Paulo

Cerca de 35% do lixo que o paulistano separa, lava e guarda pensando que será reciclado vai parar no aterro, misturado ao lixo comum. Isso acontece por uma sucessão de falhas e de falta de fiscalização por parte da prefeitura, segundo reportagem de Mariana Barrospublicada na edição desta quarta-feira na Folha. (…) Já o desperdício reduz ainda mais a margem de lixo reciclável da cidade, que em 2008 foi de 7% do lixo domiciliar passível de reciclagem e menos de 1% do total produzido. Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br e Folha – WWW.folha.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

2 de fevereiro de 2010

Lixo e Poluição religiosa no mar

Devotos no Rio e Salvador homenageiam Iemanjá

Salvador e Rio – Eram 5 horas quando a alvorada de fogos anunciou o início da festa em Salvador. A convidada principal, porém, não havia chegado e ainda se atrasaria por quase quatro horas antes de ser entregue, bela e – pela primeira vez – negra, à comemoração. (…) Alguns devotos passaram duas horas na fila. “A gente espera, vale a pena”, resignava-se a empresária sergipana Aline Freitas Campos, ansiosa para pedir “um grande amor” à orixá. “Venho quase todo ano.” Não houve tumultos pelo atraso e a tradição foi mantida: as oferendas, em geral flores, vidros de alfazema e espelhos [e sabonetes], foram entregues na colônia e armazenadas em 300 grandes balaios de vime. No fim da tarde, foram levadas ao mar, em barcos que seguiam a embarcação na qual viajava a imagem de Iemanjá. (…) .

Cariocas comemoram Dia de Iemanjá com ação ambiental

Todo 2 de fevereiro, Dia de Iemanjá, é comum as pessoas levarem oferendas ao mar e fazerem pedidos para suas vidas. Para celebrar a data, um grupo de cariocas resolveu fazer uma homenagem diferente. Em vez de pedirem algo para si, reuniram-se na praia do Arpoador (zona sul, entre Copacabana e Ipanema) nesta terça-feira para pedir saúde para as águas. Munidos de sacos de lixo, recolheram detritos largados na areia por banhistas e, em roda, cantaram juntos. “São músicas que falam de uma rede de consciência, do despertar e do cuidado com a natureza”, explicou o cantor André Grabois. (…) A fotógrafa e designer de sustentabilidade Vanessa Moutinho resumiu o objetivo da celebração de conectar as pessoas com a natureza: “A profundidade que existe no mar também existe nas pessoas. Todos carregamos poluição dentro de nós. Somos um só.” Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

11 de fevereiro de 2010

Força-tarefa detém 5 por jogar lixo em ruas de SP [São Paulo]

Cinco pessoas foram detidas nos últimos dois dias por jogar lixo em via pública durante uma operação das subprefeituras da Casa Verde/Cachoeirinha/Limão e da Freguesia do Ó, em parceria com a Polícia Militar e Civil, na zona norte de São Paulo. Na madrugada de hoje, um homem foi flagrado descartando caixas de madeira, papéis, sacos plásticos e restos de frutas e legumes em uma rua do Parque São Luis, região da Vila Brasilândia. (…) A subprefeitura local utilizou dez caminhões, uma retroescavadeira e 70 homens para retirar cerca de 20 toneladas de entulho de uma única via. Também foram recolhidos mais de 500 pneus que serão levados para reciclagem. Fonte: UOL NotíciasWWW.noticias.uol.com.br e Agência Estado – WWW.estadao,com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 18 de março de 2010 Mudanças climáticas e ambientais da Terra – água. A região sul da China passa pela pior seca dos últimos 60 anos. Fonte: Globo News – http://www.g1.com.br/globonews -,  Em cima da hora, 12 horas. Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 21 de março de 2010 22 de março – Dia Mundial da Água. Grandes peixes em extinção. Em sua programação especial dedicada ao Dia da Água, dia 22 de março, o canal National Geographic – http://www.natgeotv.com – canal 33 da Net, discutiu, no dia de hoje, alguns aspectos ecologicamente significativos deste importante elemento do planeta Terra – a água. “A Terra é o único planeta do nosso sistema solar com água em estado líquido” e, comprovadamente, contendo vida. Logo, informar-se, refletir e discutir sobre a água é mais do que importante. É vital. Uma das citações do NatGeo sobre o Dia da Água mostra a importância vital de discutir sobre este elemento vital de Gaia: “90% dos peixes grandes já foram extintos. Se continuar neste ritmo, em 2048 não haverá mais pesca”. Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 22 de março de 2010 22 de março – Dia Mundial da Água. Assim como os índios, as mulheres e a Terra, a água também tem ainda um dia que lhe resta, em que pensamos mais nela, em que zelamos por ela, em que cuidamos dela!

No Dia da Água, ONU defende urgência de preservação

Hoje, data em que se comemora do Dia Mundial da Água, a Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou um comunicado sobre a qualidade do recurso, vital para a vida na Terra. No documento, a entidade lembra que a qualidade da água em todo o mundo é ameaçada pelo crescimento populacional e pela expansão das atividades industrial e agrícola. O texto afirma também que as mudanças climáticas ameaçam alterar o ciclo global hídrico e que há a necessidade urgente que os setores público e privado de todo o mundo se unam para assumir o desafio de proteger e melhorar a qualidade de rios, lagos e aquíferos. (…) Além da questão humana, o relatório fala sobre as perdas econômicas decorrentes, lembrando que a falta de água e de instalações sanitárias, apenas na África, são estimadas em US$ 28,4 bilhões, o que significa cerca de 5% de seu Produto Interno Bruto (PIB). A boa notícia, lembra a ONU, é que soluções são implementadas em vários lugares. Mas a entidade diz que atitudes corajosas precisam ser tomadas nos âmbitos internacional, nacional e local, já que o assunto precisa ser tratado como prioridade global, pois a vida humana depende de nossas ações tomadas hoje. O documento é encerrado com a frase “água é vida”. Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br e Reuters Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 22 de março Dia Mundial da Água. A ONU tem razão em defender a preservação da qualidade da água porque, por enquanto …

Água contaminada mata mais do que guerras, diz ONU

Nairóbi, Quênia – Mais pessoas morrem por causa de água poluída a cada ano do que por todas as formas de violência, inclusive guerras, diz um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgado hoje, no Dia Mundial da Água. Segundo o “Água Doente”, relatório do Programa de Meio Ambiente da ONU, 3,7% de todas as mortes são atribuídas a doenças relacionadas à água, o que resulta em milhões de mortes. Mais de metade dos leitos hospitalares do mundo são ocupados por pessoas que sofrem com doenças relacionadas à água, informa o documento. O relatório também enfatiza a necessidade de se fornecer água limpa em todos os países e lembra que cerca de 2 bilhões de toneladas de resíduos líquidos – incluindo esgoto e lixo industrial – são despejados diariamente nos ecossistemas, ajudando a espalhar doenças (…) Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br e Agência Estado – WWW.estadao.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 24 de março de 2010 Bloqueio artificial do sol, cidades pintadas de branco, árvores e carnes artificiais … Geoengenharia pode ajudar a reduzir as emissões Colocar milhões de espelhos em órbita para refletir os raios solares para fora da terra, ou soltar no mar barcos que borrifariam névoa no ar, criando mais nuvens estariam entre as sugestões. Cientistas estão imaginando, projetando e experimentando centenas de propostas para salvar o planeta. A perspectiva de um cenário catastrófico levou 193 países a se reunirem em Copenhague para discutir as mudanças climáticas. E é para evitá-lo também que uma revolução científica está em curso em laboratórios do mundo todo. Os cientistas estão imaginando, projetando e experimentando centenas de propostas para salvar o planeta. Algumas ideias são simples. Como a de pintar as cidades de branco para refletir a luz solar. O princípio é o mesmo dos mantos de gelo da Antártica, do Ártico, da Groenlandia, que hoje fazem essa função. Mas esse gelo todo não para de se transformar em água – que, em vez de refletir, absorve o calor. Para compensar, o futuro pode ser um mundo pintado de branco. Refrescaria, mas não o suficiente. O fenômeno do aquecimento global é complexo e, se não conseguirmos reduzir as emissões de gases do efeito estufa, soluções mais engenhosas serão necessárias. É aí que entra a geoengenharia, com suas propostas mirabolantes, com cara de filme futurista, mas todas baseadas em ciência séria. Colocar milhões de espelhos em órbita para refletir os raios solares para fora da terra é um exemplo. Ou soltar no mar barcos que borrifariam névoa no ar, criando mais nuvens. Ou ainda simular a ação de vulcões com canhões lançadores de bombas de enxofre. Vulcões em erupção expelem milhões de toneladas de partículas de enxofre que formam uma espécie de tela que filtra o sol. Grandes erupções vulcânicas já foram responsáveis pela redução de mais de 0,5º C, na temperatura global. Dois cientistas, dois amigos, que trabalham nesta biosfera, nos Estados Unidos – partem da seguinte natureza: se árvores absorvem carbono, por que não criar árvores artificiais? Há anos eles buscam a fórmula ideal. Já tentaram vários estratagemas. Agora, finalmente consideram ter encontrado o que queriam: um plástico que, quando seco, puxa gás carbônico do ar. E, quando umedecido, o libera em um depósito permanente. A descoberta dessa fórmula os animou a deixar os modelos experimentais e montar a primeira árvore sintética em tamanho natural. Em alguns anos, ela estará absorvendo mais CO2 do que uma árvore real. E, em breve, segundo seus criadores, será replicada pelas paisagens. A árvore de mentira ajudaria a resolver uma parte do problema: o excesso de CO2. Mas para um outro gás causador do efeito estufa, o metano, a solução parece mais difícil. Animais ruminantes, como o boi e a vaca, arrotam muito e, ao fazer isso, soltam uma quantidade enorme de gás metano, que é 20 vezes mais danoso para o efeito estufa do que o CO2. São bilhões de cabeças de gado no mundo, e os cientistas estudam remédios para aliviar o arroto que, somado, provoca grande estrago. Mas, mesmo que dê certo, isso resolveria apenas parte do dano provocado pela pecuária. E como pouca gente no mundo está disposta a deixar de comer carne, uma solução radical está sendo tentada. A Universidade Ocidental da Austrália trabalha no desenvolvimento do que deverá ser a primeira carne artificial do mundo. (…) Tudo isso pode ser o futuro se o mundo não chegar a um acordo agora e começar a reduzir as emissões dos gases que causam o efeito estufa das maneiras que já conhece. Mas o futuro também pode ser sem ficção científica e sem excesso de CO2. Nos Emirados Árabes, os trabalhos já começaram para a construção da primeira cidade com emissão zero de gás carbônico: Masdar. Uma ecocidade na qual, já a partir de 2016, 50 mil pessoas vão morar e trabalhar. Toda a tecnologia planejada para Masdar já existe e poderia ser posta em prática em muitas outras cidades. Desde que haja vontade e dinheiro para isso. Fonte: Rede Globo; Fantástico – WWW.g1.com.br/fantastico Rui Iwersen, editor de GaiaNet. .

25 de março de 2010

Chance de encontrar extraterrestres é maior do que nunca, diz astrônomo britânico

As chances de se descobrir vida fora da Terra são maiores do que nunca, segundo afirma Martin Rees, o principal astrônomo britânico e presidente da Royal Society, a academia de ciências da Grã-Bretanha. A Royal Society organiza a partir desta segunda-feira em Londres uma conferência com pesquisadores de várias partes do mundo para discutir as perspectivas de se encontrar formas de vida extraterrestres. Segundo Rees, que em 1995 foi agraciado com o título de Astrônomo Real, uma descoberta como essa poderia representar um momento de mudança para a humanidade, alterando nossa visão de nós mesmos e de nosso lugar no cosmos. Cientistas de todo mundo vêm analisando sinais do espaço em busca de emissões de ondas sonoras feitas por seres inteligentes fora da Terra, mas tudo o que conseguiram captar até hoje foi estática. Para Rees, porém, o avanço tecnológico torna maior do que nunca a possibilidade de que essa busca se mostre frutífera. “A tecnologia avançou tanto que pela primeira vez nós podemos realmente ter a esperança realista de detectar planetas não maiores do que a Terra orbitando outras estrelas”, diz Rees. (…) “Se encontrássemos vida, mesmo a forma mais simples de vida, em outros lugares, isso seria claramente uma das maiores descobertas do século 21”, diz Rees. (…) “Desconfio que pode haver vida e inteligência lá fora em formas que não podemos imaginar. E poderia, claro, haver formas de inteligência aquém da capacidade humana, mais avançada do que somos avançados em relação a um chimpanzé”, afirma. Fonte:  UOL Ciência Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 26 de março de 2010

Internet é ameaça a espécies raras, alertam conservacionistas

A internet está se tornando uma das maiores ameaças às espécies de animais em perigo, alertaram conservacionistas no encontro da Convenção Internacional de Comércio de Espécies em Perigo (Cites), da ONU, em Doha, no Catar. Segundo ativistas, graças à internet nunca foi tão fácil comercializar qualquer coisa – desde filhotes de leão a peles de urso polar – em sites de leilões e salas de conversa na internet. (…) Milhares de espécies em perigo são comercializadas regularmente pela internet, com compradores e vendedores tirando vantagem do anonimato da rede e do grande mercado global que ela oferece. “A internet está se tornando o fator dominante no comércio global das espécies em perigo”, disse Paul Todd, do Fundo Internacional para o Bem-estar Animal, segundo a agência de notícias Associated Press. Ativistas e responsáveis por monitorar o comércio ilegal afirmam que é quase impossível estimar o tamanho do problema, mas afirmam que tudo – desde bebês de leões até vinho feito com ossos de tigres – já foram comercializados online. Eles afirmam que os Estados Unidos são o maior mercado, mas que Europa, China, Rússia e Austrália também desempenham importante papel. (…)

Fonte: UOL Ciência e Saúde e BBC Brasil – http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/bbc/

Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

.

27 de março de 2010

Lixo eletrônico é destaque do caderno Informática desta semana

Um estudo conduzido pelo Pneuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) da agência da ONU revelou que o Brasil tem a maior produção per capita de lixo eletrônico entre 11 países emergentes. O assunto é destaque do caderno Informática da Folha de S.Paulo. “É preciso que cada um assuma um papel mais ativo para enfrentar este problema. Ainda que em escala pequena, é possível a cada um de nós tomar medidas para minorar o problema”, diz Rodolfo Lucena, editor do suplemento e do blog Circuito Integrado.

Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br e FOLHAONLINE – WWW.folha.com.br

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

 .

01 de abril de 2010

Supermercados se antecipam à proibição do uso de sacolas plásticas

O Grupo Carrefour Brasil anunciou, em março, que irá acabar com o uso das sacolas plásticas em todas as lojas da rede até 2014. Na mesma tendência, o Grupo Pão de Açúcar, responsável por grandes supermercados como Extra, Compre Bem e Assai, está oferecendo aos consumidores alternativas para o uso de sacolas plásticas, como, por exemplo, caixas de papelão.

As medidas oferecidas pelas redes varejistas têm um motivo: apesar do prefeito Gilberto Kassab ter vetado, no último mês, a Lei que proibia o comércio de distribuir sacolas plásticas ao consumidor paulistano, o assunto está sendo cada vez mais discutido no país.

Dados divulgados pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) revelam que, durante o ano de 2009, os brasileiros consumiram, por dia, 33 milhões de sacolas plásticas e, desse total, mais de 10 milhões foram descartadas de forma incorreta no meio ambiente. (…)

Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br e RROnline

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

 .

22 de abril de 2010

Dia da Terra

No Brasil, em 2010, problemas ambientais caracterizam o Dia da Terra.

País tem 300 casos graves de problemas ambientais

O Brasil tem pelo menos 300 casos graves de problemas ambientais e o Estado de São Paulo concentra 30 deles. É o que mostra levantamento feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pela Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (Fase), que será apresentado na Assembleia Legislativa de São Paulo na próxima semana. O trabalho, chamado de Mapa da Injustiça Ambiental e de Saúde no Brasil, está disponível para consulta na internet (conflitoambiental.icict.fiocruz.br). (…)

“É em São Paulo onde aparecem mais conflitos. É o Estado mais populoso e mais industrial, além de ter o passivo ambiental mais conhecido, com entidades ambientais atuantes”, afirma Marcelo Firpo, coordenador do projeto e pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz). Segundo Firpo, o objetivo do mapa é “dar maior visibilidade às lutas por melhor qualidade de vida e por um ambiente mais saudável”. (…)

Fonte: Agência Estado – WWW.estadao.com.br e UOL Ciência e Saúde – http://cienciaesaude.uol.com.br

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

10 de maio de 2010

Para filósofo, ateus sofrem discriminação nos EUA [Estados Unidos da América]

Em entrevista ao repórter Reinaldo José Lopes, publicada na edição de hoje da Folha, o filósofo americano Daniel Dennett, 68, afirma que em algumas regiões dos EUA os ateus ainda sofrem discriminação semelhantes à sofrida por homossexuais na década de 50. “Ainda há enormes áreas do país onde, se você disser que não acredita em Deus, vai perder seus amigos, seu negócio …

Se você admitir que pertence a esse grupo [ateus], sua vida está arruinada”, disse. Dennett também afirmou que tentar conciliar dados de biologia evolutiva com fé em Deus é um ato de desespero intelectual. O filósofo é autor de “A perigosa ideia de Darwin” (editora Rocco) e “Quebrando o encanto” (editora Globo). Fonte:  Folha OnlineWWW.folha.uol.com.br/

Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

.

11 de maio de 2010

Museu do Lixo reúne peças retiradas da represa de Guarapiranga

O acervo é um lixo –literalmente. Criado em 2000, o Museu do Lixo, que integra o Parque Ecológico da Guarapiranga, em São Paulo, expõe 321 peças encontradas nas águas da represa entre 1999 e 2001. Carcaça de carro, botijão de gás e geladeiras velhas estão entre os itens da mostra permanente. Segunda maior fonte de água da Grande São Paulo, a represa é cercada por favelas, como Jardim Sofia e Jardim Ângela, e regiões de luxo, como a Riviera Paulista. (…)

Fonte: Folha Onlinehttp://www.folha.uol.com.br

.

Cidade de SP [São Paulo] só recicla 1% de seu lixo

Depois de 20 anos, o sistema de coleta seletiva de lixo da Prefeitura consegue reciclar, em média, apenas 280 gramas por mês por habitante, o que significa que o paulistano só manda para a reciclagem peso correspondente a uma garrafa PET a cada seis dias. O total representa 1% de todo o lixo produzido na cidade. A população de Porto Alegre, cujo programa de reciclagem é considerado modelo, consegue separar para reciclagem 1,3 quilo por habitante – quase cinco vezes o índice de São Paulo. Em Estocolmo, na Suécia, referência mundial no processo de coleta seletiva, 25% do lixo é reciclado. Cada habitante da capital sueca recicla em média 12,4 quilos por mês – 44 vezes mais do que o paulistano. (…)

Fonte: Agencia Estado – WWW.estadao.com.br e UOL NotíciasWWW.noticias.uol.com.br

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

13 de maio de 2010

Lixo eletrônico do país terá inventário de produção, recolhimento e reciclagem

Todo o lixo eletrônico produzido no Brasil terá um inventário para que as empresas firmem um pacto de recolhimento e reciclagem. O acordo foi assinado nesta segunda-feira (10), em São Paulo, pela ministra do Meio Ambiente, Isabella Teixeira, e o Compromisso Empresarial para a Reciclagem (sempre). “Saiu um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) dizendo que o Brasil é o quarto ou quinto país [no mundo] em número de lixo eletrônico, e nós vamos fazer agora um inventário para saber qual o comportamento do nosso país [diante do problema]”, disse. Pelo documento do Programa Nacional das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), divulgado no começo deste ano, o mundo produz, a cada ano, cerca de 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico a mais, e o Brasil está entre os maiores produtores. (…) Além do inventário, também foi inaugurado hoje (10) um site que vai informar o consumidor sobre como deve ser realizada a devolução de aparelhos como computadores, impressoras, telefones celulares, câmeras e até geladeira. O consumidor poderá consultar os sites Cempre e no site do Ministério do Meio Ambiente onde encontrará os locais de coleta e a reciclagem dos materiais. (…) Atualmente tramita no Senado Federal o projeto da Política Nacional de Resíduos Sólidos. A expectativa é de que ele seja votado e aprovado no fim deste mês e sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. (…) Fonte: Agência Brasil e UOL Tecnologiahttp://tecnologia.uol.com.br/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 17 de maio de 2010

Governo [do Rio de Janeiro] lança campanha para desestimular uso de sacolas plásticas

A secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, apresentou dados, na semana passada, que mostram uma redução de pelo menos 600 milhões de sacolas plásticas desde o lançamento no Estado, em julho do ano passado, da campanha Saco é um Saco, do Ministério do Meio Ambiente e da secretaria fluminense. Nesse encontro, também foram abordados avanços e dificuldades durante o processo de implementação da lei. “Vamos intensificar a campanha Saco é um Saco também em áreas onde há muita aglomeração de pessoas, como nas praias, no Piscinão de São Gonçalo, no Maracanã, em dias de jogos. Enfim, o objetivo é esclarecer a população que as sacolas plásticas contribuem e muito na poluição do meio ambiente, pois esse material, quando descartado inadequadamente, leva até 500 anos para se decompor na natureza”, disse Marilene. De acordo com a organização não governamental (ONG) Fundação Verde, há movimentos para o fim do saco plástico principalmente na Inglaterra, Espanha, China, no Japão e na Alemanha, onde as bolsas são cobradas em supermercados. Mas a medida parece muito impopular e vista como uma prática de cobrança abusiva no Brasil. (…) Desde que foram introduzidas no país, na década de 80, as sacolas plásticas passaram a ser reutilizadas pelos brasileiros para o acondicionamento do lixo. No Brasil, cerca de 12 bilhões de sacolas plásticas são distribuídas por ano, sendo que cada cidadão brasileiro consome, em média, 800 delas por ano. Fonte: UOL Notíciashttp://noticias.uol.com.br e Agência Brasil Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 21 de maio de 2010

Produzida 1ª forma de vida ‘sintética’ em laboratório

Cientistas conseguiram pela primeira vez produzir uma forma de vida “sintética” em laboratório. O trabalho, que deverá entrar para a história como um dos maiores (e mais polêmicos) feitos científicos da biologia moderna, foi capitaneado pelo audacioso (e polêmico) Craig Venter, cientista norte-americano que ajudou a sequenciar o genoma humano, dez anos atrás. Neste caso, Venter foi ainda mais audacioso. Pegou o genoma sequenciado de uma bactéria, fez uma cópia “sintética” desse genoma, transplantou essa cópia para o “corpo” de uma célula inerte (sem DNA) e essa célula passou a ser viva, funcionando e multiplicando-se como se fosse a bactéria original. “É a primeira espécie autorreplicante no planeta cujo pai é um programa de computador”, definiu Venter. (…) O resultado final, apresentado na edição de hoje da revista Science, é uma linhagem de milhões de bactérias reproduzidas de uma única célula que recebeu o genoma sintético. Já acusado de “brincar de Deus”, Venter busca desenvolver uma ferramenta biotecnológica que permita produzir micro-organismos “sintéticos”, geneticamente programados para realizar funções específicas. Por exemplo, absorver CO2 do ar, digerir manchas de petróleo no mar ou produzir biocombustíveis com base em energia solar. “O próximo passo é uma alga sintética”, avisa. (…) Fonte: UOL Notíciashttp://noticias.uol.com.br e Agência Estado – WWW.estadao.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 22 de maio de 2010

Cientistas peruanos inventam plástico biodegradável à base de batata

Lima, 22 mai (EFE)- Um grupo de cientistas peruanos inventou um plástico à base de batata biodegradável, uma alternativa para minimizar os efeitos da poluição e agregar valor aos produtos agrícolas do país. O produto, elaborado a base de amido de batata, um tubérculo originário da zona do Lago Titicaca, e outros tubérculos como a mandioca e a batata-doce, “é biodegradável e, além disso, é biocompostável (se decompõe e se transforma em adubo)”, explicou à Agência Efe o coordenador geral do projeto da Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP), Fernando Torres. Um plástico fabricado com derivados do petróleo como as sacolas de supermercado e os produtos eletrodomésticos em geral, demora dezenas de anos para se desintegrar, e ainda assim não desaparece completamente. Um material biodegradável, no entanto, só demora dois anos. Por isso a equipe da PUCP trabalha há anos na criação dos plásticos biodegradáveis a base de tubérculos, um projeto financiado pelo Programa de Ciência e Tecnologia (FINCyT) do Peru. (…) A maior parte dos plásticos biodegradáveis é fabricada à base de milho, um produto abundante nos Estados Unidos, país que, além disso, conta com uma indústria capaz de produzir o alimento em grande escala, explica Torres. A novidade deste plástico, que ainda está em fase de pesquisa, é o uso do amido da batata peruana. (…) Fonte: UOL Notíciashttp://noticias.uol.com.br e EFE Rui Iwersen, editor de GaiaNet. .

03 de junho de 2010
A Terra e sua biodiversidade ameaçada.
A Organização das Nações Unidas (ONU) decretou 2010 o “Ano Internacional da Biodiversidade”.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet.
.
14 de junho de 2010
Bahia, Ilhéus e Golfo do México.

Em 2007, quando viajei pela última vez pela Bahia, uma das imagens que mais me marcou foi uma vista de uma bela área de Mata Atlântica, com coqueiros, praia e mar ao fundo, nos arredores de Ilhéus. Hoje, quando tive notícias da Bahia pela última vez, uma das imagens que mais me marcou foi ver aquela mesma praia de Ilhéus, aquele mesmo mar e aquela mesma floresta ameaçados pelo projeto de construção de um porto e de uma ferrovia. Em defesa do meio ambiente, e contra os explícitos interesses mercantilistas, especialmente do comércio e da hotelaria, os ambientalistas de Ilhéus e da Bahia estão mobilizados e lutando para evitar este projeto e seus possiveis danos ecológicos para a região, para Ilhéus, para a Bahia, para a Mata Atlântica e para o Oceâno Atlântico. Para ilustrar uma possibilidade futura para a região de Ilhéus, além do dano ambiental imediato para a fauna, para a flora, para o turismo, para a sustentabilidade regional em geral, uma notícia da América do Norte, mais especificamente, do Golfo do México: o Presidente dos Estados Unidos classificou o atual desastre ambiental no Golfo do México de “o 11 de setembro do meio ambiente”. Felizmente, o Presidente dos Estados Unidos aproveitou a situação para intensificar sua luta por energia limpa e renovavel em seu país. Rui Iwersen, editor. . 15 de junho de 2010

Hotel feito de lixo é inaugurado em Roma

O primeiro hotel do mundo feito completamente com lixo foi inaugurado em Roma, na Itália. Os objetos foram retirados de praias da Europa para mostrar o quanto de lixo é jogado na costa do continente. O projeto é parte de uma campanha para aumentar a conscientização do público sobre a poluição nas praias. O hotel usou 12 mil quilos de lixo. A mesma quantidade média jogada por ano em apenas três quilômetros quadrados de praias europeias. Fonte: BBC Brasil – http://bol.uol.noticias.com.br/ultnot/bbc/ e UOL Ciência e Saúde Rui Iwersen, editor de Gaianet. . 18 de junho de 2010

Câmara de Sorocaba-SP restringe uso de sacola plástica

A Câmara de Sorocaba, no interior de São Paulo, aprovou hoje, em votação definitiva, projeto de lei que obriga as redes de hipermercados instaladas na cidade a oferecerem sacolas oxibiodegradáveis para o acondicionamento das compras pelos consumidores. O projeto proíbe, nesses estabelecimentos, o uso de sacolas plásticas comuns. De acordo com o vereador João Donizeti (PSDB), autor da proposta, as sacolas de plástico oxibiodegradável – que se degrada na presença da luz e do oxigênio – levam em média 18 meses para se decomporem, contra até 600 anos do plástico comum. Sorocaba descarta mais de 30 milhões de sacolinhas por mês. (…) Segundo Donizeti, algumas cidades aprovaram leis semelhantes e, na Assembleia Legislativa de São Paulo, aguarda votação um projeto do deputado Enio Tatto (PT). Em Itu, os supermercados firmaram compromisso com o Ministério Público local para reduzir em 50% o uso de sacolas plásticas num prazo de dois anos. Fonte: Agência Estado – WWW.estadao.com.br e UOL Notícias Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 19 de junho de 2010

Brasil é destino de agrotóxicos banidos no exterior

Campeão mundial de uso de agrotóxicos, o Brasil se tornou nos últimos anos o principal destino de produtos banidos em outros países. Nas lavouras brasileiras são usados pelo menos dez produtos proscritos na União Europeia (UE), Estados Unidos e um deles até no Paraguai. A informação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com base em dados das Nações Unidas (ONU) e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Apesar de prevista na legislação, o governo não leva adiante com rapidez a reavaliação desses produtos, etapa indispensável para restringir o uso ou retirá-los do mercado. Desde que, em 2000, foi criado na Anvisa o sistema de avaliação, quatro substâncias foram banidas. Em 2008, nova lista de reavaliação foi feita, mas, por divergências no governo, pressões políticas e ações na Justiça, pouco se avançou. Até agora, dos 14 produtos que deveriam ser submetidos à avaliação, só houve uma decisão: a cihexatina, empregada na citrocultura, será banida a partir de 2011. Até lá, seu uso é permitido só no Estado de São Paulo. Enquanto as decisões são proteladas, o uso de agrotóxicos sob suspeita de afetar a saúde aumenta. Um exemplo é o endossulfam, associado a problemas endócrinos. Dados da Secretaria de Comércio Exterior mostram que o País importou 1,84 mil tonelada do produto em 2008. Ano passado, saltou para 2,37 mil t. “Estamos consumindo o lixo que outras nações rejeitam”, resume a coordenadora do Sistema Nacional de Informação Tóxico-Farmacológicas da Fundação Oswaldo Cruz, Rosany Bochner. (…) Fonte: Agência Estado – WWW.estadao.com.br e UOL Ciência e Saúde Rui Iwersen, editor de GaiaNet. .

Brasil seguirá usando agrotóxico banido

Agrotóxicos proibidos em vários países e já vetados no Brasil pelo Ministério da Saúde devem continuar a ser usados em alimentos comuns da mesa do brasileiro, como arroz, feijão e tomate. No final de 2009, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decidiu banir cinco agrotóxicos ligados a problemas como câncer e má-formação fetal: triclorfom, cihexatina, acefato, endossulfam e metamidofós, estes três últimos encontrados em alimentos no país. Pela indicação do órgão do Ministério da Saúde, o uso seria diminuído gradativamente até que as substâncias fossem totalmente eliminadas no final do ano que vem. Em março deste ano, no entanto, o Ministério da Agricultura publicou uma portaria na qual mantém o uso desses compostos, por meio do Plano Nacional de Manejo do Risco de Agrotóxicos. A ideia da pasta é só restringir a venda e impor mais limites na aplicação, em vez de eliminar as substâncias. A medida é polêmica porque, pela lei, a palavra final sobre o tema é das pastas da Saúde e do Meio Ambiente, e não da pasta da Agricultura. (…) DOENÇAS NEUROLÓGICAS Pesquisas recentes mostram a relação da exposição a essas substâncias com doenças do sistema nervoso. Em 2008, um estudo de uma universidade americana mostrou que 61% dos pacientes com mal de Parkinson relataram contato com a aplicação desses produtos tóxicos. Neste ano, a Academia Americana de Pediatria fez uma pesquisa com 1.100 crianças e constatou que as 119 que apresentaram transtorno de deficit de atenção tinham resíduo de organofosforado (molécula usada em agrotóxicos) na urina acima da média de outras crianças. Em 2009, foi usado 1 milhão de toneladas de agrotóxicos em lavouras do país. Ou seja, 5 kg por brasileiro. (…) Fonte: Folha.comhttp://www.folha.uol.com.br/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 26 de junho de 2010

MG, PR e SC [Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina] lideram desmatamento da Mata Atlântica

A sexta edição do “Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica” revelou que, de 2008 até maio de 2010, dos nove Estados analisados, os que possuem desflorestamento mais crítico são Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina, que perderam 12.524, 2.699 e 2.149 hectares, respectivamente. O atlas foi divulgado hoje pela Fundação SOS Mata Atlântica em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), compreendendo a análise de 94.912.769 hectares. Aos números do desflorestamentos dos Estados já citados somam-se outros 1.897 hectares no Rio Grande do Sul, 743 em São Paulo, 315 no Rio de Janeiro, 161 em Goiás, 160 no Espírito Santo e 154 no Mato Grosso do Sul, totalizando 20.867 hectares de floresta nativa cortada. No que se refere ao desmatamento dos ecossistemas costeiros, dos nove Estados avaliados, São Paulo foi o único a perder 65 hectares de vegetação de restinga. Em Minas Gerais, o índice de desmatamento anual aumentou em 15% – no último levantamento, era de 10.909 hectares, e os dados de 2008-2010 revelam desmatamento de 12.524 hectares. Minas possuía originalmente 46% do seu território (27.235.854 ha) cobertos pelo Bioma Mata Atlântica. (…) No Paraná, apesar de o desflorestamento ainda continuar, o ritmo anual diminuiu em 19%: de 3.326 hectares no período de 2005-2008 para 2.699 hectares no período de 2008-2010. O Paraná possuía 98% de seu território (ou 19.667.485 hectares) no Bioma Mata Atlântica, e agora possui 10,52% (2.068.985 hectares). Foi avaliada 90% da Mata Atlântica nativa no Estado. Santa Catarina diminuiu o índice de desmatamento em 75%: de 8.651 hectares, o desflorestamento caiu para 2.149 hectares. Santa Catarina está inserido 100% no Bioma Mata Atlântica (9.591.012 hectares), e hoje restam apenas 23,37%, ou 2.241.209 hectares. Já o Rio Grande do Sul desflorestou 83% a mais – passou de 1.039 hectares/ano no período de 2005-2008 para 1.897 hectares. O Estado possuía 48% do seu território (ou 13.759.380 hectares) no Bioma, e hoje restam apenas 7,31% (1.006.247 hectares). Áreas críticas De acordo com o SOS, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo são áreas críticas para a Mata Atlântica pois são os Estados que mais possuem remanescentes florestais em seus territórios e acabam trazendo grandes desmatamentos em números absolutos. “No caso de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, é preciso que os governos federal e estaduais atuem firmemente, acompanhados sempre de perto pela sociedade, para diminuir e até zerar estes números pensando em políticas públicas para valorizar a floresta e que promovam o desenvolvimento de negócios que sejam aliados à conservação, como o turismo sustentável, assim como invistam em educação ambiental”, reforça Marcia Hirota, diretora de Gestão do Conhecimento e coordenadora do Atlas pela SOS Mata Atlântica. (…) Fonte: Agência /Estado – WWW.estadao.com.br e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br/ .

Mata Atlântica teve área equivalente a metade de Curitiba desmatada em dois anos

No período de 2008 a 2010, a Mata Atlântica sofreu um desmatamento equivalente a metade do município de Curitiba, no Paraná, ou 20.867 hectares de cobertura florestal nativa. É o que mostra pesquisa da Fundação SOS Mata Atlântica e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgada nesta quarta-feira (26). Os dados parciais do do “Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica”, levantados com patrocínio da Bradesco Cartões, foram divulgados na véspera do Dia Nacional da Mata Atlântica. Foram analisados 72% da área total do Bioma Mata Atlântica, nos Estados de Goiás, Minas Gerais (avaliado em 80%), Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul (avaliado em 80%), Paraná (avaliado em 90%), Santa Catarina e Rio Grande do Sul. (…)

Estados mais críticos

Entre os nove Estados analisados, os que possuem desflorestamentos mais críticos são Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina, que perderam 12.524 hectares, 2.699 hectares e 2.149 hectares, respectivamente. Em seguida, estão os desflorestamentos de 1.897 hectares no Rio Grande do Sul, 743 hectares em São Paulo, 315 hectares no Rio de Janeiro, 161 em Goiás, 160 no Espírito Santo e 154 hectares no Mato Grosso do Sul. No que se refere ao desmatamento dos ecossistemas costeiros, dos nove Estados avaliados, São Paulo foi o único a perder 65 hectares de vegetação de restinga. Em Minas Gerais, a taxa de desmatamento anual aumentou em 15%: no último levantamento, a taxa anual de desflorestamento no Estado era de 10.909 hectares, e os dados de 2008-2010 apontam uma taxa de desmatamento de 12.524 hectares. Minas Gerais possuía originalmente 46% do seu território (ou 27.235.854 ha) cobertos pelo Bioma Mata Atlântica, e agora restam apenas 9,64% do bioma, ou 2.624.626 hectares, no Estado. A equipe da Fundação ressalta que o índice pode ser ainda maior, já que Minas Gerais teve apenas 80% de sua área avaliada. No Paraná, apesar de o desflorestamento ainda continuar, a taxa anual de desmatamento diminuiu em 19%: de 3.326 hectares no período de 2005-2008, para 2.699 hectares no período de 2008-2010. O Paraná possuía 98% de seu território (ou 19.667.485 hectares) no bioma, e agora possui 10,52% (2.068.985 hectares). Santa Catarina diminuiu a taxa de desmatamento em 75%: de 8.651 hectares, o desflorestamento caiu para 2.149 hectares. Santa Catarina está inserido 100% no Bioma Mata Atlântica (9.591.012 hectares), e hoje restam apenas 23,37%, ou 2.241.209 hectares. Já o Rio Grande do Sul aumentou a taxa de desmatamento anual: desflorestou 83% a mais. A taxa, que era de 1.039 hectares/ano no período de 2005-2008, passou para 1.897 hectares. O Estado possuía 48% do seu território (ou 13.759.380 hectares) no Bioma, e hoje restam apenas 7,31% (1.006.247 hectares). Segundo a Fundação, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo são áreas críticas para a Mata Atlântica, pois são os Estados que mais possuem remanescentes florestais em seus territórios e acabam trazendo grandes desmatamentos em números absolutos. Fonte: UOL Ciencia e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 29 de junho de 2010 É, poderá ser e será, diz o estudo e a tradição brasileira.

SP [São Paulo] ficará até 3ºC mais quente neste século

A região metropolitana de São Paulo terá um aumento da temperatura média entre 2ºC e 3ºC neste século, o que dobrará o número de dias com chuvas intensas na capital paulista e levará a uma elevação das ondas de calor e dos dias e noites quentes na região. Os dados fazem parte do relatório Vulnerabilidade das Megacidades Brasileiras às Mudanças Climáticas. O estudo aponta que, se a expansão urbana continuar com o padrão atual, em 2030 cerca de 11% das novas ocupações poderão ocorrer em áreas de risco de deslizamento e mais de 20% da área total de expansão seria suscetível a enchentes e inundações. “O estudo não traz nenhuma boa notícia”, resume Carlos Nobre, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). A região metropolitana de São Paulo possui cerca de 20 milhões de habitantes e as projeções indicam que a mancha urbana será o dobro da atual em 2030. Além de ter projeções do clima e saber a declividade do terreno, o uso e a ocupação do solo também influenciam na vulnerabilidade – uma área inclinada ocupada por favela tem risco muito maior que uma área com vegetação, explica Nobre. A pesquisa mostra ainda que o clima já vem mudando na capital paulista. Chuvas acima de 50 milímetros ao dia, por exemplo, eram raras antes de 1950. Hoje, ocorrem de duas a cinco vezes por ano na cidade. “A crescente urbanização das periferias atuando em sinergia com o aquecimento global projeta que eventos com grandes volumes de precipitações pluviométricas ocorrerão com mais frequência no futuro, abarcando cada vez uma maior área da região metropolitana de São Paulo”, diz o estudo. (…) Fonte: Agência estado – WWW.estadao.com.br e UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 2 de julho de 2010 Brasil 1, Holanda 2: uma derrota anunciada pelo “descontrole”. Analisando os últimos jogos do Brasil, os cartões amarelos recebidos, as faltas desleais, os cartões vermelhos, o sorriso de Kaká durante sua expulsão, os murros do técnico da equipe sobre o gramado ou na marquise de seus reservas, podia-se ver que a seleção brasileira não estava bem e que poderia se dar mal, o que aconteceu. Para vermos como os aspectos emocionais prejudicaram a seleção brasileira durante a Copa do Mundo na África do Sul, lembremo-nos, por exemplo, do jogo contra Portugal: jogo de inimigos no primeiro tempo, jogo de compadres no segundo, e comparemos com o jogo contra a Holanda hoje: jogo de mestres no primeiro tempo, jogo de “destemperados” no segundo. Infelizmente, esta política da violência não é só dos jogadores e do atual técnico da seleção brasileira de futebol. Além de nosso “temperamento sul americano, que não sabe perder”, como disse ontem um jogador da Alemanha durante uma entrevista à imprensa, em seu duelo preliminar, de palavras, com a Argentina, tambem a imprensa tem sua parte de culpa. Comecemos a analíse da derrota brasileira para a seleção da Holanda e suas causas por algumas reflexões minhas, por um diálogo entre locutores da SporTV durante o jogo e de algumas cenas do técnico da Seleção: 1º tempo – 10 minutos de jogo – “pra que tanta agressividade num jogo”? (reflexão minha); – Durante todo o 1º tempo: “o que eu sempre pensei que fosse desagrado com os jogadores, o locutor da TV esclareceu: ‘Dunga briga com os juises'”. (mais uma reflexão) – 40 minutos de jogo, Brasi 1 a 0 – “que bom que o futebol arte está prevalecendo”. (outra reflexão); 2º tempo – Diálogo entre locutores sobre a agressividade do Kaká ao fazer uma falta: “Não houve nada”. (locutor da SporTV) “Olha a mão do Kaká empurrando as costas dele”. (segundo locutor) “Ah! Em câmera lenta” … (primeiro locutor). –  Com aquela qualidade toda no 1º tempo, pra que tanta agressividade”? (reflexão) – A Holanda empata o jogo e o Brasil se desorganiza, aumentando ainda mais sua violência. – O jogador Felipe Melo, transtornado emocionalmente, como durante o jogo contra Portugal, agride intencional e maldosamente um jogador holandez e é expulso. O Brasi se desespera e perde por 2 a 1 para a Holanda. O papel do psiquismo nos fenômenos sociais humanos, como uma Copa do Mundo, por exemplo, podem ser ilustradas por algumas frases dos locutores da SporTV (canal 39 da Net) sobre o transtorno emocional da seleção brasileira durante e após o jogo de hoje contra a Holanda, uma seleção tão “previsivel” no 1º tempo, tão superior ao Brasil no 2º: “Faltou controle emocional no 2º tempo”; “O Felipe Melo, nos últimos 45 minutos, jogou sua atuação do 1º tempo no lixo”;  “Não foram os representantes da raça e da alegria do povo brasileiro”; “A seleção perdeu onde ela sempre foi forte, na cabeça, na calma, na técnica, na arte”; “O Dunga achou que ele iria desenvolver o lado bom dele [Felipe  Melo]”; “O time todo mostrou ser um time desequelibrado”; “Faltou equilibrio emocional”; “Acho que nós perdemos por descontrole emocional” (SporTV; Papo de Torcida). 3 horas da tarde; 15 minutos após um jogo da Seleção Brasileira numa Copa do Mundo. Não ouço buzinas, nem foguetes, nem vuvuzelas; à esquerda ouço um avião; à direita um cachorro lati; ao fundo escuto o mar, o vento e um Bem-Te-Vi. Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 05 de julho de 2010 As matas ciliares brasileiras em risco legal.

Aldo mantém redução de área de proteção na reforma do Código Florestal

O relator do Código Florestal, deputado Aldo Rebelo (PcdoB-SP), apresentou hoje (5) as alterações ao substitutivo do projeto. Foi mantida no texto a redução de 30 metros para 15 metros da Área de Proteção Permanente na beira de rios entre 5 metros e dez metros de largura. Ele retirou dos estados a possibilidade de reduzir essa área pela metade mais uma vez, passando para 7,5 metros. O relator prevê ainda que o Conselho Nacional de Recursos Hídricos e os conselhos estaduais possam reduzir em 50% as faixas mínimas nos rios de domínio da União e dos estados. Essa faixa tem uma previsão de extensão dependendo da largura do rio. Outra sugestão proposta pelo deputado é a de que, em caso de desmatamento ilegal, o dono da terra, além da obrigação de recompor a vegetação, responda a sanções administrativas, civis e penais cabíveis. Aldo Rebelo ainda incluiu no texto a possibilidade de a compensação da área desmatada ser feita em outro estado, mas ainda dentro do bioma. A ideia é permitir que donos de terras em São Paulo, por exemplo, possam fazer a compensação em outro estado, mas ainda dentro da Mata Atlântica. As alterações ao Código Florestal estão em discussão na comissão especial. A ideia é votar o relatório amanhã de manhã. Fonte: Agência Brasil e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 08 de julho de 2010

Projeto do novo código florestal é “desserviço” ao ambiente e à agricultura

(…) A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o novo Código Florestal aprovou o texto na última terça. Ainda precisam ser votados nove destaques, que podem mudar o texto final. Depois disso, o projeto será analisado no plenário da Câmara após a votação na comissão, que deve ocorrer após as eleições. Os principais pontos da proposta aprovada são: anistia aos produtores rurais que desmataram até julho de 2008 (estão isentos do pagamento de multa e há brechas para que não haja recuperação de áreas); redução de 30 metros para 15 metros da faixa mínima de área de preservação permanente (APP) ao longo dos rios; e desobrigação das pequenas propriedades de recompor a reserva legal, mas tendo que manter a vegetação que sobrou. Fonte: Folha.comhttp://folha.uol.com.br/ . Salvação das florestas brasileiras talvez venha do exterior.

União Europeia proíbe importação de madeira ilegal

Após sete anos de promessas e adiamentos, a União Europeia (UE) deu ontem um passo histórico no combate ao desmatamento ao proibir o comércio de madeira ilegal em seus 27 países. O marco legal tem impacto na preservação da Amazônia, já que 47% da madeira consumida na Europa vem da floresta brasileira. A partir de 2012, empresas de setores de transformação, como móveis e papel, terão de indicar a rastreabilidade de seus produtos até os autores do corte das árvores. E traficantes serão passíveis de cadeia. A legislação foi aprovada pelo Parlamento Europeu com 644 votos a favor, 25 contra e 16 abstenções. O texto estipula que, em cada etapa da cadeia produtiva, os produtos derivados da madeira terão de indicar de quem a matéria-prima foi comprada e para quem será vendida, assim como os meios de localizar os responsáveis. A votação no Parlamento Europeu será agora encaminhada ao Conselho Europeu, o órgão que reúne os chefes de Estado e de governo dos 27 países, onde será homologado – já há um acordo prévio para tanto. Em seguida, cada país realizará sua própria regulamentação, prevendo os casos passíveis de condenação e as penas para os infratores. Fonte: Agência Estado – http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 13 de julho de 2010

Desmitificando o Homem e entendendo os outros animais de Gaia

Tartaruga rejeitada faz amizade com brinquedo

Uma tartaruga do santuário de Tortoise Gardens, na região da Cornualha (sul da Inglaterra), fez amizade com uma tartaruga de plástico. Timid Timmy (“Tímida Timmy” em tradução livre) foi mantida em um viveiro separado depois que outras tartarugas a rejeitaram e a excluíram do grupo. Para ela não se sentir só Joy Bloors, a dona do santuário, colocou uma tartaruga de plástico em seu viveiro e desde então os dois são inseparáveis. Timmy aparenta demonstrar afeto e traz até comida para Tanya, a tartaruga de brinquedo. Segundo a dona do santuário, para que Timmy vá dormir, ela tem que colocar Tanya dentro de sua casinha primeiro. O Tortoise Gardens cuida de mais de 400 tartarugas abandonadas, feridas ou importadas ilegalmente. Timmy foi levada ao santuário depois que seus donos, que a tiveram por 20 anos, se mudaram para a Nova Zelândia. Fonte: UOL Notíciashttp://noticias.uol.com.br/e BBC Brasilhttp://noticias.uol.com.br/bbc/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 15 de julho de 2010

UE [União Europeia] propõe que governos decidam sobre transgênicos

A Comissão Europeia, o braço executivo da UE, aceitou na terça-feira propostas para autorizar os países-membros a proibirem o cultivo de plantações geneticamente modificadas, apesar da oposição forte da indústria e de alguns governos europeus. A iniciativa rara da comissão de devolver aos países o poder de decisão da UE sobre questões agrícolas visa desbloquear uma paralisia no sistema de aprovação de transgênicos do bloco, pelo qual apenas duas variedades transgênicas tiveram seu cultivo aprovado em 12 anos. “As medidas concretas adotadas hoje darão aos países-membros a liberdade de decidir sobre o cultivo de transgênicos”, disse em comunicado o comissário de Assuntos de Saúde e do Consumidor da UE, John Dalli. (…) Se forem aprovadas pelos governos e parlamentares da UE, as propostas podem levar ao aumento do plantio de transgênicos em países que já os cultivam, como Espanha e República Tcheca, ao mesmo tempo permitindo que países hostis a eles, incluindo Itália e Áustria, os proíbam por completo. “Não prevejo que os países mudem seus padrões de voto apenas porque adotamos essas considerações”, disse o comissário maltês John Dalli em coletiva de imprensa. Ministros de vários países da UE, incluindo França e Espanha, já criticaram as tentativas de desmontar a política comum do bloco de 27 países em relação ao cultivo de transgênicos. “Esperamos que as decisões continuem a ser tomadas ao nível do bloco. Não apoiamos a renacionalização das decisões sobre transgênicos”, disse a jornalistas em Bruxelas, na segunda-feira, o ministro da Agricultura francês, Bruno Le Maire. (…) Fonte: Reuters e UOL Notícias – http://www.noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/ .

No 3º aniversário de GaiaNet, uma informação para reflexões e ações ecológicas

Plano nacional para o lixo é aprovado no Senado

O projeto de lei que cria uma política nacional de resíduos sólidos foi aprovado ontem no plenário do Senado. A proposta – que tramitou no Congresso por 19 anos – determina que União, Estados e municípios elaborem planos para tratar de resíduos sólidos, estabelecendo metas e programas de reciclagem. Também proíbe lixões e afirma que cabe às indústrias o descarte de produtos eletrônicos, entre outros. O sistema, chamado de logística reversa, deverá ser implantado por fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes. Com isso, depois de usados, itens como pilhas, baterias e pneus, além dos produtos eletroeletrônicos e seus componentes, deverão retornar para as empresas, que darão a destinação ambiental adequada. O texto também destaca a importância de cooperativas ou associações de catadores de materiais reutilizáveis, que poderão ser beneficiados com linhas de financiamento público. Pela proposta, embalagens deverão ser fabricadas com materiais que propiciem sua reutilização ou reciclagem. Também ficará proibida a importação de resíduos sólidos perigosos e rejeitos. Ontem, o projeto foi aprovado por quatro comissões do Senado e, horas depois, em votação simbólica no plenário da Casa. Em março, havia passado na Câmara dos Deputados, graças a um acordo de líderes. Agora, para virar lei, precisa ser sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Fonte: Agência Estado – WWW.estadao.com.br e UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br . Política Nacional de Resíduos Sólidos é aprovada no Senado e vai à sanção do presidente da República Um dos mais sérios problemas do país, que é a ausência de regras para tratamento das 150 mil toneladas de lixo produzidas diariamente nas cidades brasileiras, é o principal alvo de um projeto aprovado na noite desta quarta-feira (7) pelo Plenário do Senado. O substitutivo da Câmara dos Deputados ao projeto de lei do Senado (PLS 354/89) que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos será encaminhado à sanção do presidente da República. A proposta, que tramitou por 21 anos na Câmara dos Deputados, havia sido aprovada à tarde por quatro comissões do Senado, em reunião conjunta: Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), Assuntos Econômicos (CAE), Assuntos Sociais (CAS) e Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA). A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, esteve presente durante a votação. O projeto proíbe a criação de lixões, nos quais os resíduos são lançados a céu aberto. Todas as prefeituras deverão construir aterros sanitários adequados ambientalmente, onde só poderão ser depositados os resíduos sem qualquer possibilidade de reaproveitamento ou compostagem. Será proibido catar lixo, morar ou criar animais em aterros sanitários. O projeto proíbe a importação de qualquer lixo. Com 58 artigos que ocupam 43 páginas, a Política Nacional de Resíduos Sólidos apresenta algumas novidades, entre elas a “logística reversa”, que obriga fabricantes, importadores, distribuidores e vendedores a realizarem o recolhimento de [produtos e] embalagens usadas. Foram incluídos nesse sistema agrotóxicos, pilhas e baterias, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas (todas elas) e eletroeletrônicos. Responsabilidade Além disso, é introduzida na legislação a “responsabilidade compartilhada”, envolvendo a sociedade, as empresas, as prefeituras e os governos estaduais e federal na gestão dos resíduos sólidos. A proposta estabelece que as pessoas terão de acondicionar de forma adequada seu lixo para a coleta, inclusive fazendo a separação onde houver coleta seletiva. A proposta prevê que a União e os governos estaduais poderão conceder incentivos à indústria de reciclagem. Pela nova política, os municípios só receberão dinheiro do governo federal para projetos de limpeza pública e manejo de resíduos sólidos depois de aprovarem planos de gestão. Os consórcios intermunicipais para a área de lixo terão prioridade no financiamento federal. As cooperativas de catadores de material reciclável foram incluídas na “responsabilidade compartilhada”, devendo ser incentivadas pelo poder público. Incentivo Com os incentivos e as novas exigências, o país tentará resolver o problema da produção de lixo das cidades, que chega a 150 mil toneladas por dia. Desse total, 59% vão para os “lixões” e apenas 13% têm destinação correta, em aterros sanitários. Em 2008, apenas 405 dos 5.564 municípios brasileiros faziam coleta seletiva de lixo. (…) FONTE : Reportagem de Djalba Lima, da Agência Senado, publicada pelo EcoDebate. .

China alcançará os 1,390 bi de habitantes em 2015

China, o país mais populoso do mundo, alcançará os 1,390 bilhão de habitantes antes do fim de 2015, segundo previu a comissão nacional de população e planejamento familiar, a principal agência demográfica do país asiático. A previsão da comissão é que dessa massa populacional, 200 milhões terão mais de 60 anos, o que representa um avanço do envelhecimento, como publicou o diário oficial “China Daily”. Na próxima meia década, os residentes urbanos alcançarão os 700 milhões, excedendo pela primeira vez o número de população rural. O crescimento demográfico chinês começará uma inversão a partir de 2015. (…)

Analistas independentes assinalam que o número real é superior, já que nas áreas rurais as famílias costumam esconder a existência do segundo filho para evitar penalizações com a “política do filho único”. Graças a essa restrição, a população chinesa cresceu abaixo de 40% entre 1978 e 2008, segundo o Governo.

Fonte: EFE – http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/

Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

.

24 de julho de 2010

Esquadrão antibomba da Dinamarca retira granada de crânio de baleia que estava sendo preparada para exibição

O esquadrão antibombas foi chamado nesta sexta (23) para remover a granada, que precisou ser tirada manualmente e não por robôs controlados remotamente. Uma explicação provável para como a granada foi parar na cabeça do animal vem do método de caça dos pescadores de baleia. Normalmente, os caçadores de baleia acoplam granadas a harpões. As granadas detonam logo após o harpão atingir o animal. Nesse caso, porém, a granada falhou.

Fonte: Folha.com – http://folha.uol.com.br/

Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

26 de julho de 2010

Israel estuda proibir batismos no Jordão pela poluição

Por causa dos altos índices de poluição no caudaloso Rio Jordão, quatro vezes acima do permitido, os batismos no local podem ser proibidos até a redução dos níveis de contaminação. O Ministério da Saúde israelense ordenou análises para determinar os níveis de bactérias presentes no Jordão e, enquanto se esperam pelos resultados, dará instruções para que advirtam os banhistas de que as águas estão contaminadas e proíbam banhos no local, conforme meios de imprensa israelenses. Nesse rio fica o local conhecido como Qaser al-Yahud, perto da cidade cisjordaniana de Jericó, onde, como ensina a tradição cristã, São João batizou Jesus. Milhares de fiéis acodem a cada ano a esse ponto do rio para mergulhar em suas águas e reviver esse ato de fé.

Por causa dos altos índices de poluição no caudaloso Rio Jordão, quatro vezes acima do permitido, os batismos no local podem ser proibidos até a redução dos níveis de contaminação. O Ministério da Saúde israelense ordenou análises para determinar os níveis de bactérias presentes no Jordão e, enquanto se esperam pelos resultados, dará instruções para que advirtam os banhistas de que as águas estão contaminadas e proíbam banhos no local, conforme meios de imprensa israelenses. Nesse rio fica o local conhecido como Qaser al-Yahud, perto da cidade cisjordaniana de Jericó, onde, como ensina a tradição cristã, São João batizou Jesus. Milhares de fiéis acodem a cada ano a esse ponto do rio para mergulhar em suas águas e reviver esse ato de fé.

O diesel produzido a partir de cana-de-açúcar pela norte-americana Amyris começou a abastecer nesta terça-feira três ônibus de uma importante viação da capital paulista, numa fase final do programa de testes com o combustível, que deverá estar no mercado brasileiro já a partir do ano que vem, segundo um executivo da companhia norte-americana. A Amyris desenvolveu uma tecnologia para biocombustíveis de segunda geração utilizando micro-organismos para transformar o suco extraído da cana em um diesel similar ao combustível fóssil. E fez do Brasil sua plataforma de operações porque a indústria de cana do Brasil é a mais competitiva do mundo. (…)

O programa com os ônibus paulistanos pretende comprovar o desempenho do combustível em testes realizados previamente pela Mercedes-Benz do Brasil, maior fabricante de caminhões e ônibus da América Latina. (…) Segundo a Amyris, os testes internos mostraram que a mistura contendo diesel de cana apresentou 9% de redução nas emissões de materiais particulados à atmosfera quando comparado ao diesel derivado do petróleo, mantendo inalterados os parâmetros de desempenho do motor. “A grande vantagem é que ele é zero de enxofre, totalmente renovável, igual ao etanol, e não compete com a produção de alimentos, que é a crítica que muita gente faz ao biodiesel.” (…) “Ainda precisa ser aprovado pela ANP, mas já está no estágio final, nos EUA já foi aprovado… Não se sabe se vai ser comercializado em leilões da ANP, ele entra como renovável, mas não é um biodiesel, ele tem todas as propriedades do diesel, ele pode ser usado puro”, ressaltou Reinach, lembrando que à ANP também caberá classificar o novo combustível. O abastecimento dos ônibus ficará sob a responsabilidade da Petrobras Distribuidora.

Fonte: Folha.com – http://folha.uol.com.br/

Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

.

27 de julho de 2010

Filhote de arara ameaçado de extinção no Brasil nasce na Espanha

Um filhote de plumagem azul brilhante que aprende timidamente a comer é a quinta arara Spix a nascer na Espanha, uma vitória ambiental para esta ave extinta em seu habitat natural, a caatinga brasileira, da qual só existem 73 exemplares no mundo. Nascida em março, a ave pertence ao Governo do Brasil que encomendou há 20 anos à ONG Loro Parque Fundación o projeto específico de recuperação da arara de Spix, no qual o centro radicado na ilha espanhola de Tenerife investiu mais de US$ 720 mil. Como resultado, já conta com oito exemplares.

Rafael Zamora, biólogo do Departamento de Conservação do centro, explica em entrevista à Agência Efe que a Loro Parque Fundación é a maior reserva genética do mundo de psitácidas (papagaios, araras, periquitos, cacatuas, papagaios e periquitos), com um criadouro único com mais de 4,1 mil aves. Por ano, no centro nascem 1,5 mil pássaros. Para o biólogo, o mais importante é que o centro representa um marco à reprodução de espécies extintas no ambiente natural. É o caso da arara Spix, também conhecida como ararinha azul, extinta desde 2000 na caatinga brasileira, uma floresta primitiva de clima árido. Nessa região vivia esta arara de voz especial e de tom azul único na natureza, de aparência frágil e delicada e que, quando adulta – pode viver até 50 anos. Curiosamente, o último exemplar em liberdade desapareceu pouco tempo após ser descoberta a espécie, devido às capturas. (…) Fonte: EFE – http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/ .

Brasil é 5º país com maior número de internautas, diz pesquisa

.

Países com o maior número de internautas do mundo

China

420 milhões

EUA

234,4 milhões

Japão

99,1 milhões

Índia

81 milhões

Brasil

72 milhões

Alemanha

65,1 milhões

Rússia

59,7 milhões

Reino Unido

51,4 milhões

França

44,6 milhões

Nigéria

44 milhões

O Brasil é o quinto país com o maior número de internautas do mundo, segundo um levantamento feito pelo site Royal Pingdom. De acordo com a pesquisa, — divulgada nesta terça-feira (27) e que reúne informações dos países com o maior número de pessoas que acessam a rede — no país há 72 milhões de usuários de internet. Os primeiros lugares são ocupados por China (420 milhões), Estados Unidos (234,4 milhões), Japão (99,1 milhões) e Índia (81 milhões). Baseado nos dados do Internet World Stats – site que reúne informações relacionadas à internet –, a pesquisa ainda informa que há 1,8 bilhão de usuários da internet no mundo, ou seja, um pouco mais de um sexto da população da Terra. Porém, 1,6 bilhão de usuários estão concentrados nos dez países com o maior número de usuários, o que mostra certa desigualdade no acesso à rede.

O levantamento foi baseado apenas em números absolutos. No entanto, os países com maior penetração na rede, ou seja, porcentagem da população que acessa a internet são Reino Unido (82,5%), Coreia do Sul (81,8%), Alemanha (79,1%), Japão (78,2%) e Estados Unidos (76,3%). (…)

Fonte: UOL Tecnologiahttp://tecnologia.uol.com.br/

Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

.

28 de julho de 2010

Dinamarca é exemplo de sucesso no uso de energia eólica

A 30 quilômetros da costa oeste da Dinamarca, ao largo do porto de Esbjerg, as 91 turbinas do parque eólico de Horns Rev 2 giram dia e noite, faça chuva ou faça sol. No total, 209 MW são produzidos desde setembro de 2009 em quase 35 quilômetros quadrados. Um pouco mais perto da costa, o parque Horns Rev 1, instalado em 2002, emprega 80 máquinas com uma potência de 160 MW. Esse conjunto constitui atualmente o maior parque offshore do mundo. Ele também é o mais recente exemplo da política da Dinamarca em matéria de promoção de energias renováveis.

Enquanto na França a tumultuosa adoção da lei Grenelle 2 abriu um período de incerteza para a energia eólica, os dinamarqueses exibem os resultados favoráveis de um desenvolvimento construído, há cerca de trinta anos, sobre uma mistura de vontade política, de simplificação administrativa e de cooperação com a população local.

Mais de 22% da eletricidade produzida na Dinamarca provêm da energia eólica, terrestre ou marítima, ante cerca de 1,5% na França. Para chegar lá, os dinamarqueses apostaram em diversas alavancas. Para começar, essa energia é aqui um pouco mais “problema de todos” do que em outros países. “O movimento pela energia eólica partiu do campo”, explica Ann Pedersen Bouisset, do ministério das Relações Exteriores, “os primeiros geradores eólicos foram instalados por cooperativas vindas de comunidades ou de municipalidades”.

.

O envolvimento da população

Essa iniciativa participativa está presente ainda no acordo da política energética, elaborado em fevereiro de 2008 pelo governo e pelo Parlamento a fim de traçar a estratégia energética do país. O texto permite que os cidadãos participem dos projetos de parques eólicos próximos de suas casas. E um fundo ajuda as associações de proprietários locais de turbinas a financiar os estudos preliminares sobre os projetos de implantação. Esse método facilitou a aceitabilidade social da energia eólica, garantindo às populações que estas teriam poder de decisão. Dessa forma, 90% dos dinamarqueses citam a energia eólica como prioridade no desenvolvimento das energias renováveis, segundo recente pesquisa.

Para os parques Horns Rev 1 e 2, o diálogo com os pescadores também foi feito previamente. Os pescadores de Esbjerg não se opuseram ao projeto, certos de que seria melhor influenciá-lo em vez de tentar – provavelmente em vão – entravá-lo. Eles conseguiram com que fosse deslocado o esquema de implantação inicial para respeitar melhor as zonas de pesca, e 1 milhão de euros de indenização foi pago a eles. (…)

Fonte: Le Monde http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/lemonde/

Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

.

29 de julho de 2010

Guerras entre Estados são cada vez mais raras no mundo, diz estudo

Desde 1945, maioria dos conflitos armados ocorre dentro dos países. Série do G1 analisa guerras e confrontos atuais.

Em 2009, o mundo presenciou um total de 365 conflitos políticos, entre os quais sete guerras e 24 crises severas. É o que diz um estudo do Instituto Heidelberg para Pesquisas em Conflitos Internacionais (HIIK), publicado anualmente. O número não é muito diferente do ano anterior, que registrou 353 confrontos, mas o que chama a atenção numa análise mais detalhada é a mudança na natureza das guerras nas últimas décadas. Segundo a pesquisa, chamada ‘Conflitobarômetro’, hoje, é cada vez mais difícil a batalha direta entre duas nações. “Conflitos muito violentos entre Estados são extremamente raros. […] Desde o declínio da União Soviética, seu número caiu severamente – nos últimos anos, apenas um ou até nenhum conflito entre estados é contabilizado por ano”, explicou em entrevista ao G1 uma das diretoras do Instituto, Lotta Mayers.

Baseado nesse estudo, o G1 publica a partir desta quinta-feira (29) uma série de reportagens analisando os principais conflitos armados no mundo. A primeira é sobre a guerra do Afeganistão.

Fonte: WWW.g1.com.br/globonews

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

30 de julho de 2010

Inpe inaugura laboratório de pesquisa ambiental

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) inaugurou o Laboratório de Pesquisa Ambiental em Aerossóis, Soluções Aquosas e Tecnologias (Laquatec), em São José dos Campos (SP). O laboratório medirá a qualidade da água e de extratos aquosos de amostras ambientais e também verificará a concentração de determinados gases na atmosfera. Os resultados terão impactos em estudos sobre mudanças ambientais e climáticas, ciclos biogeoquímicos, emissão de poluentes, entre outros.

Os pesquisadores do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST) do Inpe realizarão a manipulação e análise de amostras ambientais, mas o Laquatec será utilizado também por pesquisadores de outros centros do Inpe, como os da Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), Sensores e Materiais (LAS), Combustão e Propulsão (LCP) e Observação da Terra (OBT), além de instituições parceiras.

Segundo o instituto, além de caracterizar quimicamente amostras ambientais (ar, água, solo, plantas) o laboratório colaborará no desenvolvimento e testes de tecnologias com aplicações na quantificação e detecção de espécies químicas. (…)

Fonte: UOL Ciência e Saúdehttp://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ e agência Fapesp

Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

. 30 de julho de 2010

Incêndio obriga a evacuação de 2.200 na região de Los Angeles

Um incêndio que ainda não foi controlado obrigou as autoridades a emitirem uma ordem de evacuação na localidade de Leona Valley, ao nordeste de Los Angeles, onde residem 2.200 pessoas, segundo autoridades. As chamas consumiram 800 hectares de vegetação desde a tarde desta quinta, enquanto cerca de 600 bombeiros apoiados por dezenas de máquinas tentam conter seu avanço e proteger as edificações localizadas na zona. O incêndio em Leona Valley é mais um entre vários que aconteceram nos últimos dias no sul da Califórnia, onde o governador Arnold Schwarzenegger declarou estado de emergência para o condado de Kern. (…) Fonte: EFE – http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/ e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 02 de agosto de 2010

Rússia declara estado de emergência em 7 regiões por incêndios

O presidente russo, Dmitri Medvedev, declarou hoje estado de emergência em sete regiões da parte europeia da Rússia devido aos graves incêndios florestais, que nos últimos dias deixaram 34 mortos. O decreto diz respeito às regiões de Moscou, Vladimir, Voronej, Riazan, Nizhni Novgorod e às repúblicas de Mari-El e Mordóvia, informou o Kremlin em comunicado. Além disso, a medida limita o acesso dos cidadãos e restringe as atividades econômicas nas áreas mais castigadas pelos incêndios florestais, que já destruíram mais de 500 mil hectares em todo o país. (…) Provocados pela maior onda de calor dos últimos tempos na parte europeia da Rússia, onde não chove há várias semanas, os incêndios destruíram vários povoados e causaram prejuízos de 6,5 bilhões de rublos (165 milhões de euros). Fonte: EFE – http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/ e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 15 de agosto de 2010

Portugal segue com 23 incêndios, o mais grave em um parque natural

Portugal continuava lutando hoje contra 23 incêndios, o mais grave no parque natural de Peneda-Gerés, em um dia no qual as autoridades registraram uma diminuição nos focos, que castigaram severamente o norte do país durante a semana passada. (…) Após uma semana dura de incêndios, a situação melhorou ligeiramente – o calor diminuiu -, embora as autoridades continuem em estado de alerta, sobretudo pelo vento, que dificultou a extinção de vários focos. As últimas estimativas elevavam a superfície queimada durante este ano em Portugal para mais de 74 mil hectares, dos quais 58 mil corresponderam a agosto. No entanto, estes dados ainda estão longe dos números trágicos de 2003 e 2005, anos que terminaram com um saldo de mais de 300 mil hectares afetados pelas chamas. Os incêndios, atribuídos em sua maioria à ação do homem, provocaram a morte de três bombeiros, a evacuação temporária de aldeias e o bloqueio de estradas. Fonte: EFE – http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/ e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br .

Fogo afeta área da nascente do Rio Aiuruoca em Itatiaia

Cerca de 170 bombeiros e brigadistas tentam combater o incêndio que atinge o planalto do Parque Nacional do Itatiaia, no sul do Estado do Rio, próximo a Minas Gerais. O fogo começou na última sexta-feira e afeta principalmente a área da nascente do Rio Aiuruoca, localizada em um ponto de difícil acesso. Ainda não há estimativas sobre a área devastada. Segundo os responsáveis pelo parque, as equipes têm dificuldades para controlar o incêndio devido ao grande número de focos, espalhados pelo distrito de Visconde de Mauá, no município de Resende, e na região do planalto do Pico das Agulhas Negras. Os brigadistas formaram diversos grupos e se dividiram para combater cada um dos focos simultaneamente. Fonte: Agência Estado – http://noticias.uol.com.br/ultnot/agencia/ e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br .

Incêndio no Parque Nacional do Itatiaia, no Rio, começa a ser controlado

O incêndio que atinge o Parque Nacional do Itatiaia, na fronteira do Rio com Minas Gerais, começou a ser controlado na noite deste domingo. De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão responsável pelo parque fundado em 1937, a maior parte do fogo já foi controlada, mas ainda há focos de incêndio. (…) De acordo com o instituto, a região mais afetada pelo fogo fica próxima à nascente do rio Aiuruoca. A área atingida ainda não foi calculada, mas está localizado em uma região de difícil acesso. Por este motivo, o apoio aéreo foi fundamental para a contenção das chamas. Um helicóptero Cougar, do Exército, que chegou ao local no sábado, auxiliou no transporte dos brigadistas para os locais de incêndio. Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 16 de agosto de 2010

Pará registra mais de 5.000 focos de incêndio; no Tocantins, fogo atinge áreas urbanas

Pouco mais de 12 mil focos de incêndio foram registrados nesta segunda-feira em todo o país, segundo relatório do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Os focos estão espalhados por 18 Estados e pelo Distrito Federal. A maioria (5.046) concentra-se no Pará. (…) No Tocantins, onde foram registrados 1.750 focos, a situação preocupa os bombeiros pois o fogo chegou às áreas urbanas e novos registros têm surgido todos os dias. Nas proximidades de Palmas, os bombeiros trabalham há uma semana na Serra do Carmo. Hoje um grupo foi enviado ao distrito de Taquaraçu, a 20 quilômetros da capital, para combater o fogo. (…) Apesar de atingir áreas urbanas da capital tocantinense, o fogo não fez nenhuma vítima na cidade. Uma chácara foi incendiada, mas não havia ninguém na propriedade. O major recomenda que nesta época de estiagem haja sempre alguém em casa para avisar os bombeiros no caso de o fogo se aproximar. Ele também faz um apelo à população: “É preciso denunciar quem está colocando fogo em entulhos e pastagens. Se a sociedade não ajudar, podemos colocar mil homens no combate que o fogo não vai ser contido”, afirmou. Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 17 de agosto de 2010

Focos de queimadas aumentaram 100% em relação a 2009

O número de focos de incêndios acumulado entre os dias 1° de janeiro e 16 de agosto aumentou 100% em relação ao mesmo período de 2009. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) até ontem (16) registrava 30.825 focos de incêndios em todo o Brasil, o dobro de 2009, quando foram registrados 15.228 focos.  De acordo com o coordenador do Monitoramento de Queimadas do Inpe, Alberto Setzer, 2010 está sendo um ano muito mais seco do que 2009, com temperaturas mais altas, umidade relativa do ar mais baixa e sem chuvas, o que facilita o uso e a propagação do fogo. (…) Além da questão climática, Setzer disse que o aumento expressivo dos focos de queimadas de um ano para o outro também se deve á dinâmica do setor agropecuário e ao período eleitoral. Na avaliação do pesquisador, o momento econômico favorável à expansão dos rebanhos e das áreas agrícolas leva ao aumento do uso de fogo pelos produtores rurais, para abrir pastagem e limpar a terra para o cultivo. Com a estiagem e a vegetação seca, o risco de perder o controle da queimada é quase inevitável. (…) Pelo menos para os próximos dias, a previsão é que as condições climáticas continuem favoráveis às queimadas, com a combinação de estiagem, altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar. Hoje (17), em todo o Brasil, o Inpe registrou 13,5 mil focos de incêndios. Fonte: UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br e Agência Brasil. .

Queimadas levam a Brasília nível de poluição semelhante a de SP

Orgulhosos de viverem numa cidade de céu limpo, os brasilienses ontem (16) tiveram seu dia de São Paulo: uma névoa seca encobria o horizonte e os níveis de poluição do ar eram comparáveis aos da capital paulista. Enquanto o ar frio dava aos paulistanos uma trégua, mantendo boa a qualidade do ar na região metropolitana, as queimadas no Centro-Oeste e na Amazônia elevavam os níveis de monóxido de carbono (CO) e particulados na capital federal. (…) Segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o Distrito Federal teve à 0h de ontem 30 microgramas de material particulado fino por metro cúbico de ar. “Em São Paulo, nos períodos críticos de poluição, você tem de 50 a 100 microgramas”, diz o físico Saulo Ribeiro de Freitas, do Inpe. (…) Segundo Freitas, o número de focos de queimada neste ano é 300 vezes maior do que em 2009. E o inverno mais seco do que a média só explica parte do problema. (…) Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 19 de agosto de 2010. “O Pará é, hoje, o campeão da violência no campo no Brasil”. “No Paquistão há 20 milhões de atingidos pelas enchentes, e 4 milhões de desabrigados”. “O dia 19 de agosto é o Dia Mundial da Ajuda Humanitária”. Fonte: Globo News; Jornal das Dez Rui Iwersen, editor. . 20 de agosto de 2010 ONU promove debate para tentar conter a desertificação mundial que atinge 1 bilhão de pessoas A Organização das Nações Unidas (ONU) lançou hoje (16), em Fortaleza, a Campanha da Década dos Desertos e da Desertificação. O objetivo é atrair a atenção e a sensibilidade das autoridades e da população em defesa de medidas de proteção e gestão adequada das regiões atingidas pela seca.A degradação da terra ameaça a subsistência de mais de 1 bilhão de pessoas em cerca de 100 países. As informações são das Nações Unidas Os principais problemas são causados pela degradação contínua do solo devido às mudanças climáticas, à exploração agrícola desenfreada e à má gestão dos recursos hídricos. De acordo com especialistas, este conjunto de dificuldades provoca ameaça para a segurança alimentar e pode levar à fome das comunidades afetadas, além de gerar a degradação de solo produtivo. (…) A desertificação abrange mais de 3,5 milhões de hectares, que representam 25% do solo da Terra. (…) Fonte: UOL Ciência e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ e Agência Brasil Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 21 de agosto de 2010

Mato Grosso concentra 46% dos focos de incêndio registrados pelo Inpe

O Estado do Mato Grosso, na região Centro-Oeste, concentra 46% do total de focos de incêndios registrados nesta sexta-feira (20) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). No total, 377 das 829 queimadas ocorreram no Estado. Os dados são de levantamento feito com bases no satélite Noaa-15. Outros Estados que também preocupam pelo número de queimadas registrado em um só dia são: Tocantins, com 181 focos; Goiás, com 115; São Paulo, com 34; Bahia, com 31; Minas Gerais, com 30; Paraná, com 26, e Mato Grosso do Sul, com 24.  Desde o início do ano, o Inpe já registrou um total de 33.181 focos de incêndio. Desses, 9.168 (28%) ocorreram em Mato Grosso. Em seguida aparecem Tocantins (16%), Pará (13%), Bahia (7%) e Goiás (6%). Cinco vezes mais poluição Campeão no número de focos de incêndio neste mês, o Mato Grosso emite cinco vezes mais monóxido de carbono (CO) do que todo o Estado de São Paulo, que possui o maior parque industrial e a mais ampla frota de veículos do país. Enquanto São Paulo emitiu 571.032 toneladas de CO de 1º até 20 de agosto, devido a queimadas e a fontes urbano/industriais, o Mato Grosso lançou 3.105.411 toneladas do mesmo poluente. Expansão rural O coordenador do Centro Nacional de Prevenção aos Incêndios Florestais (Prevfogo) em Mato Grosso, Cendi Ribas Berni, afirmou que o período de seca e a expansão rural são os principais responsáveis pelo aumento no número de focos de incêndio registrados no mês de agosto em todo país. Segundo ele, é preciso uma mudança de pensamento sobre o meio ambiente. (…) Fonte: UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br e Agência Brasil Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 22 de agosto de 2010

Fontes vegetais são promissoras para produção de plásticos

No Brasil, pesquisadores também buscam desenvolver plásticos utilizando novos materiais, especialmente certas fibras naturais. Há estudos com as fibras do curuá (uma planta típica da Amazônia), de coco e com o bagaço da cana-de-açúcar, entre outros vegetais. O engenheiro de materiais José Augusto Marcondes Agnelli, da Universidade Federal de São Carlos, tenta desenvolver plásticos com a fibra do sisal, uma planta típica de regiões semiáridas. As montadoras do país ainda não utilizaram a tecnologia, diz, mas ela está disponível. Ele afirma que em poucos anos os carros já possuirão fibras naturais em alguns de seus componentes plásticos. “Todas as montadoras estão atrás disso”, avalia. A própria Ford do Brasil já apresentou, em 2008, unidades no Salão do Automóvel que utilizavam a fibra do sisal, para demonstrar a viabilidade da tecnologia Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ Cientistas desenvolvem plástico capaz de se autodestruir Cienstistas nos Estados Unidos desenvolveram um plástico capaz de se autodestruir, o que poderia facilitar sua reciclagem e degradação no ambiente. (…) A técnica poderia ser modificada para o desenvolvimento de produtos plásticos que se degradam rapidamente quando expostos a “gatilhos” no ambiente. Se uma sacola feita de um determinado plástico chega ao oceano, por exemplo, enzimas de micro-organismos na água poderiam fazer o material despolimerizar-se e desaparecer, diz Phillips. O uso de polímeros com “gatilhos” também tem a vantagem de fornecer um método barato de reciclagem de lixo plástico. Isso porque os monômeros resultantes da quebra dos polímeros poderiam ser repolimerizados para criar novos plásticos, um processo provavelmente mais barato do que separar diferentes polímeros (plásticos) antes de começar a reciclagem, opina Phillips. (…) Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. .

23 de agosto de 2010

Lula sanciona lei que cria Política Nacional de Resíduos Sólidos

O presidente Lula sancionou na segunda-feira (dia 2) o projeto de lei que cria a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que traz regras para manejo de lixo e resíduos. O objetivo da nova lei é acabar, a longo prazo, com os lixões e obrigar municípios e empresas a criarem programas de manejo e proteção ambiental. “A lei trata não só de preservação ambiental, como de saúde pública”, disse Lula. Estados e municípios terão dois anos para apresentar um plano de manejo de resíduos sólidos. Depois de apresentar os planos, poderão receber recursos da União para obras nessa área. Haverá obrigações para consumidores, comerciantes e fabricantes. Todos estarão sujeitos a penalidades da Lei de Crimes Ambientais caso não destinem corretamente os produtos após o consumo. As fábricas, por exemplo, terão de recolher os “resíduos remanescentes” após o uso. Os fabricantes de produtos com maior degradação ambiental (agrotóxicos, pilhas, lâmpadas fluorescentes e eletroeletrônicos) ficam obrigados a implementar sistemas que permitam o recolhimento dos produtos após o uso pelos consumidores.

Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/

.

Nova lei do lixo pode ajudar a formalizar trabalho de catadores, diz ministra

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse que a Política Nacional de Resíduos Sólidos (lixo) estabelece um “novo quadro” para a reciclagem. A nova lei responsabiliza as empresas pelo recolhimento de produtos descartáveis (logística reversa), estabelece a integração de municípios na gestão dos resíduos e responsabiliza toda a sociedade pela geração de lixo. A ministra acredita que a legislação poderá mudar o padrão de consumo diminuindo a produção de resíduos e formalizando o trabalho dos catadores que era voluntário. (…) A lei dos resíduos sólidos proíbe a existência de lixões e determina a criação de aterros para lixo sem possibilidade de reaproveitamento ou de decomposição (matéria orgânica). Nos aterros, que poderão ser formados até por consórcios de municípios, será proibido catar lixo, morar ou criar animais. As prefeituras poderão ter recursos para a criação de aterros, desde que aprovem nas câmaras de vereadores uma lei municipal criando um sistema de reciclagem dos resíduos Fonte: UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br e Agência Brasil. . Receita Federal intercepta 22 t de lixo europeu no porto de Rio Grande

Em 2009, cerca de 1,4 mil toneladas de lixo já haviam sido interceptadas em portos brasileiros

Uma carga de 22 toneladas de lixo foi interceptada pela Receita Federal no porto de Rio Grande (RS). Ao vistoriar o material, fiscais do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) encontraram embalagens de produtos de limpeza, fraldas descartáveis e toda sorte de resíduos contaminados. Segundo notícia publicada hoje no site do Ibama, a carga teria saído de forma irregular do porto de Hamburgo, na Alemanha, para o Brasil. O que deveria ser aparas de polímeros de etileno, resíduos de processos industriais reutilizados por empresas de reciclagem, era na verdade lixo doméstico urbano, como pacotes de fraldas, embalagens de alimentos e de ração para animais. Dentro da carga, os fiscais ainda encontraram uma minhoca viva. A carga foi apreendida no dia 3 de agosto e segue lacrada no Terminal de Contêineres (Tecon), no Superporto, em Rio Grande. (…)
O Brasil ratificou a convenção em 1993, a Alemanha e outros 168 países também são signatários. O acordo prevê que a autoridade competente do país exportador notificará ou exigirá ao produtor ou exportador que notifique, por escrito, o país envolvido sobre qualquer movimento transfronteiriço de resíduos perigosos e de outros resíduos. O país de importação responderá consentindo no movimento com ou sem condições, negando permissões para o movimento ou requerendo informações adicionais. O transporte dos resíduos só poderá ocorrer após o consentimento formal das autoridades. (…)
Em 2009, cerca de 1,4 mil toneladas de lixo provenientes da Inglaterra foram interceptadas nos portos de Santos (SP), de Rio Grande, e no porto seco em Caxias do Sul. O governo brasileiro exigiu o retorno imediato dos detritos para o país de origem e o Ministério das Relações Exteriores apresentou denúncia contra o Reino Unido no secretariado da Convenção de Basileia.
Fonte: zerohora.com

Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 24 de agosto de 2010

Metade das cidades utiliza lixões a céu aberto, diz IBGE

Metade dos municípios brasileiros (50,8%) despejam resíduos sólidos em vazadouros a céu aberto, mais conhecidos como lixões, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou nesta sexta-feira a Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB). No entanto, a pesquisa mostra redução desse índice. Em 1989, 88,2% dos municípios despejavam os resíduos em lixões. O Rio de Janeiro é o pior Estado da Região Sudeste nesse quesito: 33% dos municípios fluminenses ainda utilizam os lixões. Apenas 27,7% dos municípios brasileiros dão o destino correto, em aterros sanitários. A pesquisa do IBGE apontou também para a existência de catadores de lixo em 27% dos municípios brasileiros. (…) A PNSB é baseada em levantamento feito nas prefeituras, em órgãos públicos e privados responsáveis por serviços de saneamento e em associações comunitárias de todos os municípios brasileiros. Baseia-se em dados oficiais dos governos municipais e não na resposta da população, como acontece com o Censo e as Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNADs). Fonte: UOL Ciência e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ e Agência Estado – http://noticias.uol.com.br/ultnot/agencia/ .

Plástico desaparecido é mistério no oceano Atlântico Norte

“O caso do plástico desaparecido no mar”. Se o médico John Watson estivesse escrevendo mais uma aventura do seu amigo Sherlock Holmes, esse poderia ser o título de mais um mistério. Só que ainda falta um Holmes para chegar à devida solução. Cientes de que o lixo é um problema tão grande nos oceanos quanto os derramamentos de petróleo, cientistas acompanharam a mesma região do oceano Atlântico Norte e mar do Caribe por 22 anos. Padrões de vento e correntes criam um “lixão” flutuante nessa área. A equipe de Kara Lavender Law, da Sea Education Association, percebeu que o nível de plástico nos mares tem permanecido constante. Mas os pesquisadores lembram que, de 1976 a 2008, a produção global de plástico cresceu cinco vezes –seria de se esperar mais plástico nos mares, portanto. (…) Os cientistas especulam que os pedaços de plástico podem ser tão pequenos que as redes não conseguem coletá-los. Talvez estejam afundando ou sendo consumidos pela vida marinha. “A baixa biodegradação dos plásticos permite que fiquem no mar por décadas. Podem ser ingeridos por aves aquáticas e organismos que vão de plâncton a mamíferos marinhos”, diz Law. Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. .

21 de agosto de 2010

Calor na Rússia afasta ideia de benefício com mudança climática

A forte onda de calor no verão russo alterou as perspectivas de que países do norte do hemisfério poderiam “ganhar” com mudanças climáticas, obtendo vantagens como o prolongamento da estação do plantio ou número menor de mortes causadas por invernos rigorosos, disseram especialistas. O Canadá, países nórdicos, e a Rússia vinham sendo listados entre as poucas nações de clima frio que se beneficiariam com o aquecimento global. Entre as vantagens, estariam menos gastos com aquecimento durante o inverno, mais florestas e lavouras e, talvez, mais turismo de verão. O presidente Dmitry Medvedev atribuiu a forte onde de calor, de dois meses de duração, a mudanças climáticas, apesar de muitos especialistas dizerem ser impossível relacionar climas de uma determinada área com mudanças climáticas. (…) Fonte: UOL Ciência e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ e Reuters – http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/reuters/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 22 de agosto de 2010

Os blogueiros russos venceram o fogo

Adeus calor, incêndios nas florestas, fumaças tóxicas! A onda de calor que dobrou a taxa de mortalidade em Moscou – 700 mortes por dia no momento em que o termômetro marcava 40 graus centígrados – terminou. Após seis semanas de seca e de incêndios, a Rússia respira. O fogo foi controlado. A meteorologia mostra temperaturas em baixa e até uma indicação de tempestade. O saldo é pesado: 200 mil hectares de florestas foram devastados, 2 mil construções foram reduzidas a cinzas, 54 pessoas morreram nas chamas, um terço da colheita de cereais virou fumaça, 25 regiões foram colocadas sob estado de emergência. Mais uma vez, as autoridades foram pegas de surpresa. O calor e os incêndios, apesar de previstos pelo Greenpeace desde fevereiro e pela NASA desde abril, escaparam da vigilância dos serviços de previsão do ministério russo das Situações de Emergências (MTchS). A catástrofe revelou o esfacelamento da infraestrutura, a vulnerabilidade da população, e a incompetência das autoridades. Após o fim da URSS, o parque florestal, mais importante recurso do país depois do gás, do petróleo e dos metais, foi à ruína. As florestas foram privatizadas, mas não cuidadas. A adoção, em 2007, do novo código florestal não resolveu nada. (…) Entretanto, se os incêndios acabaram sendo controlados, foi porque um formidável movimento de bombeiros voluntários surgiu por meio de redes sociais. Seminários de formação foram organizados, sem que as autoridades tenham feito nada para ajudar. A internet funcionou a todo vapor. Quer ser voluntário? Entre em http://community.livejournal.com/pozar_ru/.  Quer informações sobre como dar ou receber ajuda? Entre em http://www.doctorliza.ru. Está procurando o mapeamento dos incêndios? Entre em http://russian-fires.ru. (…) Fonte: LeMonde – http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/lemonde/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 08 de setembro de 2010

Incêndios florestais destroem mais de 400 residências na Sibéria

Incêndios florestais atingiram diversos vilarejos na Sibéria, queimando cerca de 400 casas na quarta-feira, informou o Ministério das Emergências da Rússia, seguindo-se a uma onda de incêndios na Rússia que causou a morte de 54 pessoas entre julho e agosto. Desta vez, não foi registrada nenhuma morte pelas chamas na região de Altai, na fronteira com o Cazaquistão. No verão, a Rússia registrou a pior onda de calor desde o início das medições, há 130 anos. (…) Fonte: Reuters – http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/reuters/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 13 de setembro de 2010

Incêndio já destruiu 40% de parque ecológico em Goiás

Um incêndio que atinge desde a tarde de sábado o Parque Ecológico Altamiro de Moura Pacheco, em Goiás, já destruiu cerca de 40% da vegetação do local, conforme o secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Estado (Semarh), Roberto Gonçalves Freire. Ele sobrevoou hoje o parque, de aproximadamente 4 mil hectares, para ver o tamanho do estrago. Ainda não está confirmado o que começou o fogo. De acordo com o coronel do Corpo de Bombeiros, Múcio Ferreira, agora restam dois grandes focos de incêndio, que estão sendo combatidos por mais de cem bombeiros. A dificuldade no trabalho da corporação, diz Múcio, é que a vegetação do serrado é densa, com relevo acidentado. A baixa umidade, o calor e o forte vento na região contribuem para fortalecer o fogo. (…) Fonte: Agência Estado – http://noticias.uol.com.br/ultnot/agencia/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 14 de setembro de 2010

Canola geneticamente modificada chega a territórios inexplorados

Versões geneticamente desenvolvidas da planta de canola (também chamada de colza) estão se espalhando como ervas daninhas nas estradas da Dakota do Norte, dizem cientistas, numa das primeiras ocorrências de uma safra geneticamente modificada se estabelecendo na vida selvagem. O tamanho do problema que isso pode gerar ainda é assunto de debate. Críticos das safras biotecnológicas já previnem, há tempos, que é difícil evitar que genes – neste caso, genes conferindo resistência a herbicidas comuns – se espalhem, com consequências indesejadas. “Se existe um problema na Dakota do Norte, é que essas plantas estão se tornando ervas daninhas”, disse Cynthia L. Sagers, professora de biologia da Universidade do Arkansas, que conduziu o estudo. Os resultados foram apresentados na semana passada, no encontro anual da Sociedade Ecológica da América. (…) As plantas de beira de estrada aparentemente começam a crescer quando sementes voam dos campos ou de caminhões carregando as safras ao mercado. Nas planícies do Canadá, onde a canola é amplamente cultivada, as plantas biotecnológicas de beira de estrada – resistentes ao herbicida Roundup – se tornaram um problema, segundo Alexis Knispel, que recentemente terminou uma dissertação de pós-doutorado sobre o assunto na Universidade de Manitoba. (…) O milho e a soja geneticamente modificados não se estabeleceram na natureza selvagem, embora sejam cultivados em muito mais acres que a canola. “Eles são superdomesticados e simplesmente não gostam de viver na natureza”, explicou Norman Ellstrand, professor de genética da Universidade da Califórnia, em Riverside. Fonte: UOL Ciência e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ e The New York Times. Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 26 de setembro de 2010

Fórum Global de Sustentabilidade

SWU e Nestlé apresentam o Fórum Global de Sustentabilidade – Fazer um Mundo de Diferença Evento reunirá 44 personalidades nacionais e internacionais  para uma agenda positiva de debates com o público em torno de soluções, oportunidades, idéias e experiências para um mundo mais sustentável. Entre os participantes, a indiana Ruma Bose, os brasileiros Alessandra França, presidente do Banco Pérola e Ladislau Dowbor e os americanos Leonard Schelesinger, presidente da Babson e consultor da Casa Branca para empreendedorismo, eStephen D’Esposito, da Resolve, que apresentarão no Fórum soluções e projetos inéditos para a sustentabilidade. O movimento de conscientização em prol da sustentabilidade SWU e a Nestlé apresentam a programação do Fórum Global de Sustentabilidade que acontece nos dias 9, 10 e 11 de outubro na fazenda Maeda, em Itu (SP), durante o SWU Music and Arts Festival. O evento reunirá um time de grandes personalidades internacionais e nacionais para três dias de debates em torno de soluções, oportunidades, ideias e experiências de um mundo mais sustentável. São 24 speakers e outros 20 convidados entre especialistas, pensadores, empresários e representantes de entidades não-governamentais. Durante os três dias do Fórum eles discutirão com o público alguns dos principais temas da sustentabilidade no século 21: Negócios Sustentáveis, Inclusão de Minorias e Jovens e Meio Ambiente. Sob curadoria da americana Kate Dohring, fundadora do Wealth Living and Giving (organização filantrópica que reúne uma revista, website e consultoria para fundo de doações), e da brasileira Lala De Heinzelin e com consultoria da Visão Sustentável, o Fórum Global de Sustentabilidade SWU, cuja assinatura é “Fazer um Mundo de Diferença”, foi concebido para inspirar pessoas para a prática da sustentabilidade por meio do exemplo positivo de personalidades que já começaram a agir e que refletem o conceito do SWU, de que a mudança que você quer ver no mundo “Começa com Você”. O Fórum será também palco para apresentações de projetos inéditos. Entre os destaques estão:

  • a indiana Ruma Bose, que fará no evento o pré-lançamento do livro “Madre Teresa CEO: Unexpected Principles for Practical Leadership”.
  • Leonard Schelesinger, presidente da Babson (maior faculdade de empreendedorismo do mundo) e Consultor da Agência de Desenvolvimento Internacional dos EUA e da Casa Branca. Ele lança no Fórum o projetoEntrepreneurial Planet, plataforma global que fornecerá ferramentas e capital para novos negócios sustentáveis entre os alunos das melhores faculdades do mundo.
  • Stephen D’Esposito, presidente da Resolve – instituição mediadora entre Ongs e empresas, que apresentará o Solutions Network, iniciativa desenvolvida para catalisar, incubar e premiar soluções para desafios ambientais urgentes.

Entre as presenças nacionais, o Fórum contará com as participações do músico Marcelo Yuka, Alessandra França (presidente do Banco Peróla, de microcrédito), Lucia Araújo (canal Futura) e Ladislau Dowbor (presidente do Conselho do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC-SP). O Fórum funcionará entre 12h e 14h40, com apresentações dos palestrantes e debates com a participação do público. Programação sujeita a alterações. Fonte: SWU Music & Arts Festival – WWW.swu.com.br; Fórum Global de Sustentabilidade. Pedro Salles Iwersen, colaborador de GaiaNet . 29 de setembro de 2010

Para evitar crimes, Salvador proíbe celulares em bancos

Salvador – A Prefeitura de Salvador decretou hoje, por meio de publicação no Diário Oficial do Município, que está proibido o uso de “celular, rádio amador e congêneres” no interior das agências bancárias da cidade. O decreto regulamenta a lei 7.850/2010, sancionada em 26 de maio, como tentativa de coibir o avanço de uma modalidade de crime que, estima-se, faz uma vítima por dia na capital baiana, a chamada “saidinha bancária”. (…) Conforme o secretário municipal de Serviços Públicos e Prevenção à Violência (Sesp), Fábio Mota, a aplicação da lei ficará sob responsabilidade das agências. “Será similar ao que ocorre em bares e restaurantes no caso da lei antifumo”, explica. De acordo com ele, a tendência é que os bancos proíbam a entrada dos aparelhos nas agências. Caberá à Sesp fiscalizar os bancos. (…) Fonte: Agência Estado – http://noticias.uol.com.br/ultnot/agencia/ e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br .

Estudo aponta crise nos rios do mundo

OSLO – Os rios do mundo estão em crise, inclusive na América do Norte e na Europa, onde os governos já investiram trilhões de dólares para recuperar as fontes de água doce, segundo um estudo divulgado na quarta-feira. “As ameaças à segurança hídrica humana e à diversidade biológica são pandêmicas”, disse à Reuters Charles Vorosmarty, da City University, de Nova York, um dos autores do estudo publicado na revista Nature. A equipe internacional de cientistas estima que quase 80 por cento da população mundial — ou cerca de 5 bilhões de pessoas — vivam em áreas com altíssimos níveis de ameaça à segurança hídrica, causada principalmente pela má gestão dos rios e pela poluição. Um mapa mostra que a ameaça é gravíssima em grande parte dos Estados Unidos, inclusive na bacia do Mississippi, e em quase toda a Europa. A Índia, inclusive a bacia do Ganges, e o leste da China, com o rio Yangtze, também aparecem marcados em vermelho no mapa. O estudo diz ter sido o primeiro a examinar detalhadamente dois conjuntos de ameaças — ao abastecimento de água potável para as pessoas e à biodiversidade. (…) Os autores disseram que os políticos vão levar décadas para se engajarem suficientemente na solução dos problemas. “Enquanto isso, uma fração substancial da população mundial e incontáveis espécies de água doce continuam em perigo”, escreveram. Fonte: Reuters – http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/reuters/ e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 08 de outubro de 2010

Brasil regride séculos com programa eleitoral sobre Deus, aborto e família

De um lado Dilma, de outro Serra. No meio, “a família brasileira”, esta entidade abstrata, a quem os dois candidatos resolveram se dirigir com promessas de “respeito à vida” e a Deus, como se o Brasil vivesse uma era de obscurantismo e perseguição religiosa. Um atraso de séculos, dramatizado pelo discurso dos dois candidatos e de apelações variadas. No caso de Dilma, o já recorrente reforço do presidente Lula, que disse ter sido vítima de mentiras, como a sua candidata: “Disseram que eu ia fechar as igrejas”. Já Serra, fez desfilar pela tela mulheres grávidas, enfatizando o lema de que é “a favor da vida”, do “dom da vida” e da “mãe brasileira”. Em sua primeira frase, Dilma disse: “Quero começar este segundo turno agradecendo a Deus por me ter concedido uma dupla graça”. Serra, na imagem que abriu seu programa, apareceu discursando sobre a sua ida ao segundo turno e rogou: “Com Deus, vamos à vitória”. O programa da petista atribuiu a “uma corrente do mal” na Internet a divulgação de mentiras a seu respeito. “Dilma respeita a vida e as religiões”, disse a narradora, repetindo o presidente Lula e a própria candidata. Serra, apresentado como “do bem”, mostrou como pretende confrontar a petista: “Não mudo de opinião em véspera de eleição”. E repetiu seu bordão sobre “o direito à vida”. E o narrador, em outro momento, lembrou que “diferente do PT de Dilma”, Serra “sempre condenou o aborto”. (…) Um desastre. Num Estado laico e democrático, é assustador ouvir os candidatos à Presidência da República recorrerem a Deus para conseguir votos. Fonte: UOL Eleições – http://eleicoes.uol.com.br/ .

Estudos indicam tendência liberalizante do aborto no mundo

A maioria dos países que introduziram mudanças nas suas legislações sobre aborto desde 1996 adotaram regras mais permissivas sobre a prática, apontam estudos recentes publicados pelas Nações Unidas e pelo Instituto Guttmacher, especializado em saúde reprodutiva. Entre 1996 e 2009, ao menos 47 de 192 países da ONU aprovaram leis com artigos mais liberalizantes, segundo o World Population Policies 2009, da ONU. Nesse mesmo período, outros 11 países endureceram suas legislações sobre o tema. Dos 47 países que liberalizaram sua legislação, ao menos 21 aprovaram leis com artigos mais liberalizantes que os do Brasil, onde o tema se transformou em uma das principais questões na reta final da campanha presidencial. O assunto divide o partido da candidata do PT, Dilma Rousseff. O candidato do PSDB, José Serra, diz ser contra a legalização do aborto. (…)  Os países ibéricos são exemplos de liberalização. Em 2007, Portugal legalizou o aborto sem restrições até a 10ª semana de gestação e, depois desse período, em casos de má-formação fetal, de estupro ou de perigos à vida ou à saúde da mãe. Na Espanha, lei com termos semelhantes começou a vigorar neste ano. No México, onde a legislação sobre o tema é estadual, a Cidade do México passou a permitir, em 2007, o aborto sem restrições de motivos até 12 semanas de gravidez. Na Colômbia, a Corte Constitucional determinou em 2006 que o aborto é legítimo em casos de estupro, má-formação fetal ou de riscos para a vida da mãe. Até então, a prática era proibida no país. (…) Nos últimos 15 anos observou-se uma queda no número de abortos praticados no mundo: de estimados 46 milhões em 1995 para 42 milhões em 2003, segundo os últimos dados disponíveis pela OMS (Organização Mundial da Saúde). A metade deles foi feita de maneira insegura ou clandestina, estima-se. (…) “Diversas pesquisas em países que legalizaram o aborto indicam que a prática pode inicialmente aumentar, mas depois é reduzida. Isso não ocorre por causa da legalização, mas porque abortos que antes seriam realizados clandestinamente passam a ser contabilizados (oficialmente) quando a lei muda.” Fonte: UOL Ciência e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ e BBC Brasil – http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/bbc/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 27 de outubro de 2010

Reunião sobre biodiversidade tem fase decisiva no Japão

A mais importante reunião do mundo sobre biodiversidade entra hoje em sua fase decisiva, com muita coisa ainda a ser negociada. Os pontos mais críticos na agenda continuam em aberto e terão de ser fechados nos próximos três dias pelos ministros de Estado que chegaram ao Japão para o chamado “segmento de alto nível” da 10.ª Conferência das Partes (COP-10) da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), que termina na sexta-feira, em Nagoya. A conferência tem três objetivos: definir um novo plano estratégico de ação, com metas de conservação da biodiversidade para 2020; garantir que haverá recursos suficientes para alcançar essas metas; e aprovar um protocolo internacional sobre regras de acesso e repartição de benefícios oriundos da exploração de recursos – como moléculas vegetais usadas na fabricação de fármacos e cosméticos. (…) Fonte: Agência Estado e UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br/ultnot/agencia/ .

ONU busca acordo histórico para proteção da natureza

NAGOIA – Ministros de todo o mundo iniciaram nesta quarta-feira um esforço final pela aprovação de um novo tratado da ONU para a proteção da biodiversidade, enquanto o Banco Mundial sugeriu que sejam quantificados os benefícios que florestas, oceanos e rios representam para as economias e para o bem-estar humano. Autoridades de quase 200 países estão reunidas em Nagoia, no Japão, para estabelecer novas metas de proteção das espécies animais e vegetais a serem cumpridas até 2020. As metas para 2010 em geral foram descumpridas. Falando no início dos três dias da fase ministerial do evento da ONU, o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, disse que autoridades e empresas precisam atentar para o valor representado pela natureza em termos de alimentação, medicamentos, turismo e outras atividades. “A produtividade da terra e dos mares está diminuindo, e com ela os serviços do ecossistema que são cruciais para que as pessoas saiam da pobreza”, afirmou. “Espécies ameaçadas estão sumindo para sempre diante dos nossos olhos.” Delegados discutem desde a semana passada as novas metas para 2020 e um plano estratégico de 20 itens destinado a proteger estoques pesqueiros, evitar a perda e degradação de habitats naturais e promover a conservação de maiores áreas terrestres e marítimas. (…) Fonte: Reuters e UOL Notícias – http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/reuters/ Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

30 de outubro de 2010

7ª Conferência Internacional Lixo Zero

7th Zero Waste International Conference and Dialog

Durante os dias 28 e 29 aconteceu em Florianópolis a 7ª Conferência Internacional Lixo Zero, realizada pelo Instituto Lixo Zero Brasil em parceria com Aliança Internacional Lixo Zero (Zero Waste International Alliance) e a Novo Ciclo Ambiental. As seis Conferências anuais anteriores sobre Lixo Zero aconteceram na Malásia, Pais de Gales, Estados Unidos, Suiça, Itália e Filipinas. Durante os dois dias de trabalho, os participantes debateram “soluções Lixo Zero no contexto clima, crise financeira e segurança química”. Dezenove especialistas internacionais e representantes de universidades, de ONGs de governos discutiram a sustentabilidade com cerca de duzentos cidadãos, ambientalistas, catadores, profissionais, servidores públicos, professores e muitos estudantes, e apresentaram “cases de políticas e projetos, bem como ações que deram certo no cenário nacional e internacional”. Do setor público de Florianópolis havia servidores da Comcap, da Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e da Secretaria Municipal de Saude, especialmente funcionários da Vigilância em Saude. A Conferência iniciou com uma reflexão sobre Revolução da Consciência e sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos, recentemente aprovada no Brasil, seguidas de reflexões sobre as Políticas Municipais e sobre os Planos Gerenciais de indústrias, condomínios, supermercados e outros. A Conferência encerrou com a assinatura da meta “Supermercados Lixo Zero 2020” pelo presidente da Associação dos Supermercados de Santa Catarina. O Conceito Lixo Zero “O conceito Lixo Zero tem como principal objetivo o reaproveitamento de resíduos e a redução – ou mesmo o fim – da emissão de lixo para os aterros sanitários”. Durante o evento, ficou claro que entre os materiais reaproveitáveis estão os resíduos orgânicos, que podem e devem ser reaproveitados através da compostagem e utilizados como adubo para hortas ou terras degradadas. “E, para evitar que o meio ambiente seja contaminado por substâncias perigosas, materiais tóxicos ou não reaproveitáveis, estes devem ser encaminhados a indústrias especializadas em destiná-los corretamente”. Entre os debatedores nacionais e internacionais houve consenso de que o processo de obtenção da meta Lixo Zero necessita educação e treinamento, particularmente de professores e crianças. “A ignorância é o inimigo”, precisamos “investir nas crianças”, disse o biólogo Wayne Willians, da Califórnia que apresentou o painel Educação em Lixo Zero. Para a representante do Havaí – WWW.hawaiizerowaste.org -, por exemplo, “os resultados se devem a programas de educação”. Para o representante filipino, “os educadores ambientais devem manter-se ligados às escolas e acompanhar a evolução do processo de educação e de ação Lixo Zero”. Os europeus – WWW.zerowasteeurope.eu – deram ênfase na compostagem doméstica. Das experiências sul americanas evidenciou-se a importância dos catadores, que foram chamados “catadores de recursos”. Há uma semana realizou-se em Bogotá um Congresso de Catadores, com discussões paralelas sobre Lixo Zero. Segundo os conferencistas, precisamos também “falar na imprensa”. Como uma conclusão genérica dos debates sobre Lixo Zero diria-se que houve unanimidade em considerar que os Rs deveriam ser muitos mais do que 3, mas que 5 poderiam sintetizar as necessidades humanas atuais na relação com seus resíduos sólidos: reduzir; reutilizar; reciclar; repensar; e reorganizar nossa sociedade de consumo, predatória e perigosa para a Terra, para a vida do Planeta e para nossa própria espécie e sua civilização. Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 02 de novembro de 2010

Salmão pode ser primeiro animal transgênico aprovado para consumo humano

A agência regulamentadora de remédios e alimentos dos EUA, a FDA (Food and Drug Administration), se reúne durante dois dias, a partir desta segunda-feira, para analisar se aprova ou não a venda de peixes transgênicos no mercado. Eles se tornariam os primeiros animais geneticamente modificados a serem consumidos por humanos. A FDA já disse que o salmão, com crescimento duas vezes mais rápido do que a espécie convencional, é seguro como alimento. A aprovação pode abrir precedente para o consumo de uma variedade de outros animais transgênicos, incluindo porcos que estão sendo desenvolvidos no Canadá ou gado que seja resistente à doença da vaca louca. (…) A engenharia genética já é amplamente usada na agricultura, mas o governo norte-americano não havia considerado a permissão do consumo de animais até o momento. (…) Embora os potenciais benefícios –e lucratividade– sejam enormes, muitas pessoas se opõem à manipulação do código genético de criaturas vivas. Os críticos têm duas preocupações: a segurança do alimento para os seres humanos e os efeitos no ambiente. Como os peixes alterados nunca foram comidos antes, dizem, poderiam causar uma série de alergias, especialmente entre as pessoas cujo organismo não digere alimentos marinhos. Há também a preocupação de que os peixes poderiam escapar e alterar a população de salmãos selvagens, que já estão em risco, ou poderiam crescer rapidamente e se alimentarem mais, em detrimento do salmão selvagem tradicional. (…) Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ e France Presse Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 26 de novembro de 2010

Carne e leite de gado clonado não apresentam riscos para consumo

A carne e o leite de vacas clonadas e de suas crias “não apresentam diferenças substanciais” em relação aos produtos de animais não clonados, o que torna seu consumo seguro, afirmou um organismo independente que assessora o governo britânico. As conclusões do Comitê Consultor de Novos Alimentos e Processamentos (ACNFP, na sigla em inglês), que trabalha para a Agência de Segurança Alimentar (FSA) britânica, podem acelerar a polêmica liberação do comércio destes produtos, vendidos nos Estados Unidos desde 2008. (…) O comitê indicou, no entanto, que são necessários mais estudos para avaliar como a carne e o leite podem afetar os diferentes ambientes onde os animais clonados são criados. Ao mesmo tempo, o grupo estimou que qualquer diferença que possa existir entre o gado clonado e o não clonado desaparecerão depois da segunda geração. A FSA examinará as conclusões do relatório em uma reunião, marcada para dezembro, na qual também será debatida a recente proposta europeia de proibir a venda de carne de animais clonados e seus descendentes de primeira geração, antes de fazer suas recomendações ao governo. A discussão sobre produtos de animais clonados no Reino Unido chegou ao auge no início do semestre, depois que o jornal “International Herald Tribune” afirmou que criadores de gado europeus estavam começando a comercializar ilegalmente produtos oriundos de animais clonados. (…) O tema da clonagem sempre levantou polêmica entre a opinião pública europeia. Segundo a última pesquisa disponível, que data do final de 2008, 58% dos europeus acham que a clonagem para a produção alimentar “não se justifica”, e mais de 43% acreditam que “provavelmente não consumirão este tipo de produto”. Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ e France Presse. Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 14 de dezembro de 2010

Notícias de 2010 para reflexões natalinas ou juninas, religiosas ou científicas

“Na Russia, a temperatura atingiu o recorde dos últimos 132 anos em que vem sendo medida, 37,4ºC, contribuindo para os incêndios florestais”. Globo News; Jornal das Dez; 26 de julho de 2010 “Três parques naturais atingidos por incêndios em Portugal”. “Em Portugal, cerca de 18.000 hectares de florestas arderam desde o começo de agosto”. UOL Notícias – www.noticias.uol.com.br; 11 de agosto de 2010 “Apesar da melhora do tempo, mais de 600 focos de incêndio foram identificados hoje na Russia”. Rede Globo; Jornal Nacional; 11 de agosto de 2010 “Foram detectados hoje 5.000 focos de incêndio no Brasil, a maioria no Pará e Mato Grosso”. Rede Band de Televisão; Jornal da Band; 11 de agosto de 2010 “No Acre, o governo decretou Estado de Alerta Ambiental por causa das queimadas”. TV Globo News; Jornal das Dez; 11 de agosto de 2010 “Até agosto já foram registrados 90 mil focos de incêndio no Brasil, a maioria no Mato Grosso”. “O número de queimadas no Brasil até agosto representa mais que o dobro das do ano passado inteiro”. TV Globo News; Em Cima da Hora; 15 de agosto de 2010. “Segundo o Instituto de Pesquisas Espaciais, INPE, o estado de Mato Grosso emitiu 1,8 milhões de toneladas de gás carbônico no mês de agosto, cinco vezes mais que o estado de São Paulo, com sua indústria e sua frota de automóveis”. Rede Globo de Televisão; Bom Dia Brasil; 16 de agosto de 2010 Fonte: GaiaNet, Curiosidades Ecológicas, O Ambiente do Planeta Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 21 de dezembro de 2010

Frio, neve, sal; frio, neve, sal; frio, neve; frio, neve; frio …

Apesar da preocupante salinização dos solos e das águas em vários continentes, e de todas as ações para tentar detê-la e revertê-la, os europeus e americanos do norte continuam a usar sal para derreter a neve das ruas e estradas. Deve haver alternativa mais ecológica; é impossivel que não. Cientistas, “mãos à obra”, cabeça para pensar, porque senão no hemisfério norte vai ser cada vez mais frio, neve, sal; frio, neve, sal; frio, neve; frio, neve; frio … Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 23 de dezembro de 2010 “Um lobo pode comer 9 quilos de carne numa só refeição”. “O Urso de Óculos, que vive nos Andes, é exclusivamente vegetariano”. “Em todos os continentes os animais das montanhas estão indo para o alto para combater o calor”. “Na Austrália, nos anos 70, certas rãs viviam a 700/900 metros; agora, raramente se vê estas rãs a 1100/1200 metros”. “Se a situação não mudar, as rãs poderão ser as primeiras vítimas do aquecimento global”. TV Animal Planet; Alerta Animal; 20 de dezembro de 2010 Fonte: GaiaNet; Curiosidades Ecológicas; Os Outros Animais; 23 de dezembro de 2010 . 29 de dezembro de 2010

Fogos de artifício, poluição e incêndios

Devido ao danoso hábito humano de lançar fogos de artifício em festas, especialmente em comemorações esportivas, no natal e no ano novo, causando poluição ambiental e sonora, incêndios florestais e urbanos e prejudicando a vida dos outros animais do Planeta, especialmente os pássaros que ainda conseguem viver perto de nós, publicamos hoje 2 sínteses de artigos sobre fogos de artifícios publicadas em dezembro de 2009 em GaiaNet, ilustrativas de danos e riscos ambientais desta prática.

1. Fogos de artifício fazem poluição piorar no México

A capital mexicana amanheceu neste sábado com altos níveis de poluição devido à queima de fogos de artifício durante as comemorações do Ano Novo. As autoridades devem acionar um programa de contingência ambiental, informou a Comissão Ambiental Metropolitana (CAM). Muitos moradores registraram queixas contra o forte cheiro de pólvora durante a manhã e a CAM detectou níveis de partículas poluentes acima do permitido, motivo pelo qual já acionou a primeira fase do plano de contingência em algumas áreas da Cidade do México. (…) Fonte: WWW.folha.uol.com.br e France Presse, 01/01/2005 2. Fogo de artifício é perigoso para o ambiente É habitual rebentar por todo o País, em festas populares e no fim do ano. Mas o fogo-de-artifício provoca graves problemas ambientais que não foram bem estudados: risco de incêndio, ruído elevado e libertação de substâncias tóxicas perigosas Milhares de partículas de dióxido de carbono espalhadas pelo ar. Um estrondo de 120 decibéis que espanta as aves em período de nidificação. E um clarão vermelho que ilumina o céu e liberta estrôncio, uma perigosa substância tóxica. É este o resultado sempre que se lança fogo-de-artifício. (…) O principal problema, segundo o responsável da Quercus, vem da “combustão, que aumenta as emissões de dióxido de carbono para a atmosfera, e também das partículas tóxicas inaláveis”. (…) … um dos maiores problemas é o efeito dos foguetes na fauna: “Apercebemo-nos das implicações do ruído quando, no lançamento e explosão do foguete, as aves levantam voo, assustadas.” Segundo o ecologista, há o risco de se incomodar aves em período de reprodução ou até de lhes alterar a rotina, o que pode fazer com que as aves se mudem para outras paragens mais calmas. (…) Fonte: WWW.dn.sapo.pt, 12 de julho de 2009 Rui Iwersen, Florianópolis, editor de GaiaNet . 02 de janeiro de 2011

Cidade americana tem estranha chuva de pássaros negros mortos no Ano-Novo

Agentes estaduais passaram de casa em casa neste domingo na pequena cidade de Beebe, no Arkansas (EUA), para coletar pássaros mortos, após milhares de aves negras terem misteriosamente caído do céu. Os funcionários faziam buscas em Beebe, cidade de cerca de 4.500 pessoas, para coletar por volta de 5.000 pássaros. Eles começaram a cair do céu no final da noite de Ano-Novo, e continuaram até o dia seguinte. “Pode ter ligação com o clima, ou com estresse”, disse Keith Stephens, porta-voz da Comissão de Caça e Pesca do Arkansas. “Houve disparos de fogos de artifícios à meia-noite e é possível que os pássaros estivessem em sua rota e ficaram estressados. (…) Fonte: Folha.com – WWW.folha.com.br Rui Iwersen, editor de GaiaNet.

.

03 de janeiro de 2011

Morte misteriosa de milhares de pássaros é investigada nos EUA

Cerca de dois mil pássaros morreram de forma misteriosa na cidade de Beebe, no estado de Arkansas, nos Estados Unidos. Especialistas ambientais investigam o que teria causado a morte dos animais da mesma espécie naquela determinada região. Conhecido como pássaro-preto-da-asa-vermelha, os animais começaram a cair mortos do céu pouco antes da meia-noite, na sexta-feira, véspera de Ano Novo. Alguns do animais apresentavam sinais de trauma físico, o que sugere que possam ter sido atingidos por forte iluminação ou chuva de granizo. Os especialistas levantaram ainda a hipótese de que os fogos de artifício do Ano Novo tenham levado à morte dos pássaros por estresse. Fonte: UOL Ciência e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ e BBC Brasil –http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/bbc/; 03/01/2011 – 18h35 .

Estresse por fogos pode ter matado 5.000 pássaros nos EUA

LITTLE ROCK – O estresse causado por fogos de artifício do Ano-Novo pode ter causado a morte de 5.000 pássaros na cidade americana de Beebe, no Estado do Arkansas, informaram autoridades estaduais nesta segunda-feira, depois que os animais misteriosamente começaram a cair do céu. Autoridades acreditam que o estresse deve ser uma causa mais provável do que chuvas de granizo ou relâmpagos, já que não havia tempo ruim na região na noite do Réveillon. “Estamos mais inclinados à ocorrência de estresse”, disse o porta-voz da Comissão de Jogos e Pesca do Arkansas, Keith Stephens. Ele disse que a ocorrência de fogos de artifício pode ter sido a causa do choque dos pássaros contra casas e de ataques cardíacos nas aves. Os resultados de exames devem ser divulgados ainda esta semana. A comissão também está tentando determinar o que causou as mortes de até 100 mil peixes em uma área do rio Arkansas perto de uma represa em Ozark. A mortandade foi descoberta no dia 30 de dezembro. (…) Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ e Reuters –http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/reuters/; 03/01/2011 – 21h54 .

Morte de milhares de pássaros e peixes no Ano Novo; fogos de artifício são a principal hipótese

“Cientistas americanos tentam compreender porque 5.000 pássaros cairam para morrer minutos antes da meia noite de 31 de dezembro numa cidade dos Estados Unidos”. Na mesma região do Arkansas, e ao mesmo tempo, mais de 5.000 peixes, todos de uma só espécie, apareceram mortos. Como os pássaros, eles tambem “não tem sinais de trauma”; “a principal hipótese é a queima de fogos”.
.
Fonte: TV Globo News; Jornal das Dez; 03 de janeiro de 2011; 22h45

Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 04 de janeiro de 2011

Chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA

Uma nova e inexplicável morte em massa de pássaros ocorreu nesta semana no sul dos Estados Unidos, desta vez no estado da Louisiana, anunciaram funcionários nesta terça-feira. O último incidente afetou cerca de 500 pássaros que foram encontrados mortos no distrito de Pointe Coupee, disse Olivia Watkins, do Departamento de Vida Silvestre de Louisiana. Watkins disse que há uma investigação em curso sobre a causa destas mortes, que ocorrem poucos dias após milhares de pássaros morrerem no estado vizinho de Arkansas. (…) No Arkansas também são esperados os resultados para descobrir a causa das mortes de 5 mil melros que caíram sobre o pequeno povoado de Beebe pouco depois da meia-noite do Ano Novo, assim como das mortes de cerca de 80 mil a 100 mil peixes que apareceram flutuando no rio Arkansas a 160 km. (…) Funcionários destacaram que algum tipo de distúrbio – possivelmente os fogos de artifício do Ano Novo – pode ter levado os pássaros a voar durante a noite. Os melros têm pouca visão noturna e provavelmente morreram ao se chocarem contra casas ou árvores por causa do medo. Os testes preliminares não mostram sinais de doenças nos pássaros e que suas mortes foram por “trauma físico agudo”, segundo os funcionários do Arkansas. Fonte: Yahoo! Notícias – WWW.br.noticias.yahoo.com e AFP Rui Iwersen, editor de GaiaNet. . 05 de janeiro de 2011

EUA investigam misteriosa morte de pássaros

Estados americanos abriram uma investigação para tentar esclarecer a misteriosa morte de milhares de aves em pleno voo nos últimos dias, algo que assombrou e desconcertou a população. Por enquanto, tal como informa a imprensa dos Estados Unidos, as autoridades trabalham com várias teorias para explicar este estranho fenômeno, que começou no dia 1º de janeiro em Arkansas e se repetiu posteriormente em Maryland e Louisiana. Entre as hipóteses, suspeita-se que o colapso das aves em pleno voo se deva ao impacto de um tornado, ao efeito de uma chuva de granizo ou ao estresse causado por fogos de artifício, mas nenhum delas até agora foi confirmada. Uma das investigações foi aberta em Arkansas, onde aconteceu o primeiro dos incidentes, e também o maior deles, com a morte de até 5 mil pássaros que caíram do céu sobre Beebe (Arkansas) pouco antes da meia-noite do último dia de 2010. (…) Também na Louisiana, as autoridades estão investigando a morte de cerca de 500 pássaros no trecho de uma estrada, supostamente também caídos do céu. Uma primeira autópsia das aves mortas em Arkansas revelou que elas estavam com o estômago vazio, o que faz descartar um envenenamento em massa. George Badley, veterinário de Arkansas, também afirmou recentemente que as aves já caíram mortas no chão, ou seja, não morreram por causa do impacto da queda. Fonte: Yahoo! Notícias – WWW.br.noticias.yahoo.com e EFE .

Teorias ‘explicam’ mortes em massa de animais nos EUA

Mortes em massa de animais nos Estados Unidos nos últimos dias detonaram uma onda de especulação sobre as causas dos episódios. Cientistas esperam que autópsias revelem mais detalhes sobre a causa da morte dos pássaros na virada do ano, mas já começaram a pipocar teorias alternativas na internet, entre elas, uma que culpa a proximidade do fim do mundo e até uma colisão com um disco voador. Primeiro, 3 mil pássaros negros caíram do céu na pequena cidade de Bibi, no Arkansas. Ninguém sabe exatamente o motivo. O veterinário da cidade diz que todos os pássaros apresentavam hemorragias. O chamado apocalipse dos animais foi reforçado pela morte de 100 mil peixes no rio Arkansas. Os primeiros indícios apontam para algum tipo de doença, mas os resultados dos testes devem sair em até um mês. Agora, mais ao sul, no Estado da Louisianna, outros 500 passarinhos caíram dos céus. Alguns apresentam asas e espinhas quebradas. Fonte: BBC Brasil –http://noticias.bol.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/bbc/ e UOL Bichos Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 06 de janeiro de 2011

Vírus que mata pássaros selvagens deixa Japão em alerta

Santuários de pássaros japoneses, criações de aves e zoológicos entraram em alterna no mês passado após várias espécies de pássaros migratórios em diferentes regiões terem sido encontrados mortos pelo que parece ter sido gripe aviária H5N1. O vírus assustou especialistas em gripe quando ressurgiu em Hong Kong em 2003 e rapidamente se espalhou por toda a Ásia e ao longo de rotas de pássaros migratórios na Europa e na África. Ele não sofreu mutação para contaminar humanos, embora ainda mate algumas pessoas ocasionalmente _ o Egito relatou sua 38ª morte no mês passado. Segundo matérias da imprensa japonesa coletadas pelo ProMED, que monitora surtos de doenças, um ave foi encontrada morta por H5N1 na Planície de Izumi, em Kagoshima, sul do Japão. A planície é o maior local de hibernação de grous do Japão e a região é a principal área de criação de aves do país. Enquanto isso, em Tottori, muitos quilômetros ao norte, um cisne selvagem da tundra foi encontrado numa varanda morrendo do que foi inicialmente identificado como o vírus da gripe encontrado numa granja de aves a cerca de 6 km do local. Isso deflagrou uma busca na área _ e foram encontrados outros 23 pássaros mortos, que estão sendo examinados. (…) Fonte: UOL Ciência e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/The New York Times Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 07 de janeiro de 2011

Após EUA e Suécia, morte em massa de aves atinge cidade da Itália

Cerca de 400 pombos foram encontrados mortos na região de Faenza, na Itália.  Segundo o jornal italiano “Corriere della Sera“, a causa da morte das aves ainda não foi identificada. O fato ocorre dias após fenômeno semelhante ter atingido os EUA e a Suécia. Segundo o “Corriere della Sera”, um “tapete” de pássaros mortos cobriu a estrada estadual de Faenza em um cenário que fazia lembrar um filme de Alfred Hitchcock, uma referência a “Os Pássaros”. Alguns pássaros mortos passarão por exames toxicológico e virológico para se tentar identificar a causa das mortes. A região onde as aves foram encontradas é conhecida pela grande quantidade de fazendas. Por isso, especialistas não descartam a possibilidade de os pássaros terem sido envenenados. O caso se segue a outros semelhantes que ocorreram recentemente nos EUA e na Suécia. Na quarta-feira (5), dezenas de pássaros apareceram mortos nas ruas da localidade sueca de Falköping, por causas desconhecidas. Na virada do ano, 5 mil pássaros caíram mortos sobre Beebe, cidade americana do estado de Arkansas, provavelmente pelo impacto de raios, granizo e fogos de artifício. Na segunda-feira passada outros 500 pássaros apareceram mortos na localidade de Pointe Coupee, no estado americano da Louisiana. (…) A palavra “pássaro” se tornou a mais procurada no site do jornal “The New York Times”. Fonte: UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br com informações da Corriere della Sera, Reuters e EFE Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 16 de janeiro de 2011

Revisão do Código Florestal pode legalizar área de risco e ampliar chance de tragédia

O projeto do novo Código Florestal amplia a chance de ocupação de áreas de risco, uma das razões das mortes causadas pela chuva no Sudeste. (…) O texto em tramitação no Congresso não considera topos de morro como áreas de preservação permanente e libera a construção de casas em encostas. Em locais assim houve deslizamentos que mataram centenas de pessoas no Estado do Rio.
O projeto reduz ainda a faixa de preservação nas margens de rios, criando brecha para o uso de áreas como o alagado Jardim Pantanal, zona leste paulistana. O relator da revisão do Código Florestal, Aldo Rebelo (PC do B-SP), nega que o projeto trate de regras nas cidades. O texto, porém, cita a regularização fundiária de áreas urbanas.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

17 de janeiro de 2011

Cidades ignoram dispositivos para viabilizar moradia em área segura

A maioria dos municípios do país ignora os instrumentos criados há dez anos pelo Estatuto da Cidade para regular a ocupação do solo. (…) A conclusão é dos urbanistas que coordenaram estudo encomendado pelo Ministério das Cidades para avaliar 526 planos diretores no país –92 deles em SP e 28 no Rio. De acordo com o texto, a lei federal, de 2001, cria dispositivos a serem usados pelas prefeituras para combater a especulação imobiliária e viabilizar moradias populares em áreas seguras. Muitos imóveis atingidos pelos deslizamentos e cheias na região serrana do Rio ficavam em áreas de risco. (…) Fonte: Folha.com – WWW.folha.com.br

.

Governo calcula que 5 mi de brasileiros vivam em áreas de risco

Brasília – O Governo brasileiro calculou nesta segunda-feira que cinco milhões de pessoas vivem em 500 áreas de risco no país, nas quais podem acontecer tragédias como a ocorrida no Rio de Janeiro, onde pelo menos 649 pessoas morreram na semana passada por deslizamentos causados pelas chuvas. “Temos que criar um sistema de alarme, dar conhecimento à população e informar os procedimentos que ela tem que tomar em casos de risco”, disse aos jornalistas o ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante. (…)

“Estimamos em aproximadamente 500 as áreas de risco no país, com cerca de 5 milhões de pessoas morando, e temos outras 300 regiões sujeitas a inundações” graves, indicou Mercadante. (…) o Governo quer que, pelo menos para o próximo verão, esse sistema possa operar nas regiões mais críticas do país. (…)

Fonte: UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br e EFE – http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/

.

115 mil pessoas vivem em áreas de alto risco em São Paulo, diz prefeitura

A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras de São Paulo divulgou nesta segunda-feira (17) um balanço parcial de um mapeamento feito em parceria com o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) sobre as áreas de risco na cidade. Segundo o levantamento, existem 407 áreas de risco na capital, em 26 subprefeituras. Dessas regiões, 27% das moradias estão localizadas em área de alto risco, o que equivale a 115 mil pessoas; 73% das demais regiões são consideradas de níveis de risco médio e baixo. (…)

Fonte: UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

.

01 de fevereiro de 2011

Para relembrar e para alertar sobre a agressão ao mar, reedito hoje matéria editada em 2 de fevereiro de 2010

Lixo e poluição religiosa no mar

Devotos no Rio e Salvador homenageiam Iemanjá

Salvador e Rio – (…) as oferendas, em geral flores, vidros de alfazema e espelhos [e sabonetes], foram entregues na colônia e armazenadas em 300 grandes balaios de vime. No fim da tarde, foram levadas ao mar, em barcos que seguiam a embarcação na qual viajava a imagem de Iemanjá. (…)

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

02 de fevereiro de 2011

Poluição do mar para adorar a “rainha das águas”

Em festa para 450 mil pessoas, presente para Iemanjá atrasa

do UOL Entretenimento
Baiana lança oferenda para Iemanjá no dia de sua celebração (2/2/2011)

Milhares de baianos e turistas, a maioria vestidos de branco e azul, as cores “prediletas” de Iemanjá, participaram nesta quarta-feira (2), na praia do Rio Vermelho, da última grande festa popular da Bahia antes do Carnaval. As homenagens para Iemanjá começaram às 4h30, com uma alvorada. A exemplo do ano passado, quando o caminhão que transporta o presente principal para Iemanjá foi apreendido pela Polícia Rodoviária Estadual, por apresentar irregularidades com a documentação, os pescadores também não conseguiram entregar a sua oferenda à “rainha das águas” pela manhã. A encomenda (uma escultura) feita por um artista plástico de São Paulo sofreu algumas danificações durante a viagem. “Tivemos que encontrar um ateliê em Lauro de Freitas [região metropolitana de Salvador] para fazer uma escultura semelhante à original”, disse Marcos Santos, presidente de uma colônia de pescadores do Rio Vermelho. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet

13 de fevereiro de 2011

Sem alternativa, comunidade usa água contaminada por agrotóxicos no interior do Ceará

13/02/2011 – 07h15 | do UOL Notícias .
Placa de alerta de que a água não é potável está instalada em uma das piscinas-reservatório do projeto de irrigação Jaguaribe-Apodi, no interior do Estado do Ceará

Incolor, inodora, insípida. Assim é a água que a comunidade de Tomé, no alto da Chapada do Apodi, em Limoeiro do Norte (a 198 km de Fortaleza), recebe nas torneiras de todas as suas casas. Contudo, ao analisar 46 amostras dessa água retiradas de diferentes pontos de distribuição, um estudo da Faculdade de Medicina da UFC (Universidade Federal do Ceará) constatou que em todas há resquícios de diferentes tipos de defensivos agrícolas, o que faz dessa água uma ameaça à saúde de todos que a ingerem. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 20 de fevereiro de 2011

Miniguerra nuclear causaria inverno global

19/02/2011 – 17h56 | da Folha.com
Depois de analisar explosões nucleares, climatologistas reunidos nos EUA concluíram que sentem saudades dos bons tempos da Guerra Fria, quando o mundo corria menos risco de sofrer milhões de mortes em função das consequências climáticas da guerra nuclear. Não é piada. A questão é que desde 1983, quando o grande físico americano Carl Sagan e colegas publicaram um artigo na “Science”, sabe-se bem qual seria o efeito de uma guerra atômica entre grandes potências: um grave inverno nuclear.

Mas não havia, na época, capacidade computacional para modelar direito os efeitos de brigas nucleares menores, entre países com meia dúzia de bombas cada um. Não havia nem muita preocupação em saber isso: a Índia já avançava com as suas bombas, mas o Paquistão e a Coreia do Norte, por exemplo, ainda estavam muito longe de fazer testes nucleares. Além disso, ninguém imaginava que a União Soviética fosse se desmantelar, perdendo o controle sobre parte de suas armas. Alan Robock, da Universidade Rutgers, e Michael Mills, do Laboratório de Física Espacial e Atmosférica dos EUA, responderam agora a essa questão. Eles simularam guerras entre a Índia e o Paquistão e no Oriente Médio, onde Israel supostamente tem armas nucleares e o Irã tem pretensão de tê-las. “Usariam apenas 0,03% do poder explosivo do arsenal nuclear global”, diz Robock. Seria algo equivalente a 50 bombas de Hiroshima (cujo poder destrutivo hoje é considerado pequeno). Além dos milhões que morreriam instantaneamente, o cenário pós-guerra seria de caos, mesmo em lugares muito distantes do conflito. As bombas levantariam uns 5 milhões de toneladas de fumaça preta e densa. A circulação global do ar espalharia essa fumaça toda. Em cinco dias, o Egito já estaria “eclipsado” por ela, e a massa escura invadiria a Europa. Em nove dias, a fumaça cobriria o Brasil. A fumaça acabaria se acomodando em regiões elevadas da atmosfera, acima das nuvens de chuva. Ficaria lá por pelo menos uma década, até começar a desaparecer. A temperatura média cairia 1,25°C. Pode parecer pouco, mas isso seria a menor temperatura nos últimos mil anos. Como o aquecimento global está mostrando, modificações de frações de grau podem ter grandes consequências, e esfriar é tão ruim quanto esquentar. Com o planeta ficando mais frio, a evaporação da água diminuiria, e menos chuva e menos luz solar criariam problemas na agricultura e na economia –e fome. Ou seja, em vez de o mundo depender da responsabilidade de dois ou três países para evitar uma desgraça, como era nos anos 1960, agora é necessário confiar na estabilidade de nove governos. A coisa até melhorou em relação aos anos 1990, quando Belarus, Cazaquistão e Ucrânia devolveram à Rússia as armas que tinham herdado dos soviéticos. Por outro lado, há hoje 20 países enriquecendo urânio em larga escala, ainda que sem bombas. O trabalho foi apresentado durante a reunião da AAAS (Associação Americana para o Avanço da Ciência). Rui Iwersen, editor . 21 de fevereiro de 2011

Carne do futuro poderá ser produzida em laboratório

Folha.com e FRANCE PRESSE
.
A produção de carne futuramente dependerá mais das provetas do que dos bonivos, ou pelo menos assim pensa o biólogo Vladimir Mironov, que espera colaborar com a solução para a crise alimentar mundial em seu laboratório da Carolina do Sul (EUA). O cientista de 56 anos e seu colaborador Nicholas Genovese, 32, esperam não apenas lutar contra a fome no mundo, com a criação de carne artificial, mas também tornar possíveis as missões de mais de seis meses a Marte.”Imagine, por exemplo, a colonização de outro planeta ou apenas que a população aumente”, afirma Mironov, antes de citar como exemplo o fato de que não há mais nenhum espaço disponível para criar gado em Nova York ou Cingapura.

O biólogo, que trabalha em um laboratório de dimensões modestas, mas com tecnologia de ponta, na Faculdade de Medicina da Universidade da Carolina do Sul (EUA), espera que a criação do bife artificial aconteça em breve, apesar de atualmente o processo de “cultivar carne” em laboratório ser longo e complexo. “É um assunto de tempo e dinheiro”, afirmou. Há 10 anos, Mironov obteve uma bolsa da Nasa, agência espacial americana, para tentar concretizar o sonho de “cultivar carne”. No entanto, atualmente os trabalhos do cientista não são mais financiados pela agência que, segundo ele, passou a priorizar a pesquisa sobre as plantas transgênicas como fonte alternativa de proteínas. O trabalho de Mironov e Genovese segue adiante graças ao financiamento de três anos da organização de defesa dos animais Peta. SORO DE BOVINO A dupla pesquisa células-tronco embrionárias responsáveis pela formação dos músculos, chamadas mioblastos, procedentes de perus e que são impregnadas com soro de bovino para fazer crescer os tecidos musculares. (…) A carne assim cultivada, se chegar aos supermercados, será bastante parecida com a encontrada nos açougues, garante ele, que lembra que a carne modificada já é uma prática corrente, e inofensiva. (…) .

Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
22 de fevereiro de 2011. Cientistas criticam novo Código Florestal . As duas principais organizações científicas do país publicam nos próximos dias um aguardado relatório sobre a nova versão do Código Florestal Brasileiro. O texto deve esquentar mais ainda o debate sobre a lei no Congresso. No documento, a SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) e a ABC (Academia Brasileira de Ciências) dirão que as áreas de preservação permanente, como matas em margens de rio, não podem ser alteradas. A flexibilização dessas áreas está prevista no texto que segue em análise na Câmara dos Deputados. Na verdade, continuam os especialistas, a lei atual dá a elas menos proteção do que elas precisam hoje. Essa proteção apenas diminuiria. (…) Os cientistas dirão também que o Brasil tem terras de sobra para a expansão da agropecuária, bastando para isso mudar a política agrícola, e que também é possível recuperar as áreas desmatadas de forma irregular. Fonte: Folha.com Rui Iwersen, editor

. 23 de fevereiro de 2011 “O desmatamento na Amazônia Legal aumentou 1.000% em 2010”. “175 quilômetros quadrados de floresta foram destruidos na Amazônia em dezembro de 2010”. “No amazonas, nove cidades estão em Estado de Emergência por causa da dengue”. TV Globo News; Jornal das Dez; 23 de fevereiro de 2011 Rui Iwersen, editor . 03 de março de 2011

Curiosidades Ecológicas de GaiaNet

“No Brasil, 19% da população usa sacola retornavel ao fazer suas compras”. “No Brasil são usadas 150 bilhões de sacolas plásticas por ano”. Rede Globo de Televisão; Jornal Nacional; 25 de fevereiro de 2011 Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 09 de março de 2011

Garis do Rio retiram quase 410 toneladas de lixo da Sapucaí

da Folha.com e da AGÊNCIA BRASIL

Os garis da Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) removeram, durante os quatro dias de desfiles na Marquês de Sapucaí, 408,3 toneladas de lixo. De acordo com o balanço da companhia, somente na última noite de desfiles, os 164 garis, que trabalharam com o apoio de 19 veículos e vários equipamentos, removeram 110,3 toneladas de resíduos apenas da área interna do Sambódromo.

Também foram coletadas 29,8 toneladas na área externa e 2,7 toneladas no Terreirão do Samba. Além disso, os 70 catadores cooperativados retiraram 21 toneladas de materiais recicláveis. (…)

Gentileza entra em extinção e motiva livro sobre como driblar grosserias

da Folha.com e da Livraria da Folha .
Livro defende reações pacíficas para lidar com grosseiros
.Livro defende reações pacíficas para lidar com grosseiros

A gentileza entrou em extinção, decreta o livro “Pessoas Gentis são Mais Felizes”. O mundo está cada vez mais bárbaro e selvagem. Sob o reino do individualismo, ninguém faz mais esforços para respeitar os outros. Sobram patadas, indelicadezas e grosserias em praça pública. Mas dá para viver sem o mínimo de civilidade? Autor de “Pessoas Gentis são Mais Felizes”, Pier Massimo Forni é professor de literatura na universidade norte-americana de Johns Hopkins. Ele estuda as relações entre bons modos, ética e qualidade de vida. Para o especialista, é possível defender-se sem precisar atacar ou desrespeitar quem comete ofensas. A obra lista diversas situações que viram alvo da falta de educação, em lugares como restaurantes, ambiente de trabalho, transporte público ou contatos entre amigos e relacionamentos virtuais. Para quebrar o ciclo de intolerância, o autor recomenda a polidez e a boa educação como respostas aos trogloditas de plantão. Sobre o mercado de trabalho, o professor da Johns Hopkins teoriza que a competição agressiva e a pressa são componentes que ajudam a explicar a ausência da gentileza nas interações profissionais. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

16 de março de 2011

OMS [Organização Mundial da Saude] diz que não há indícios de radiação se espalhando do Japão

da Folha.com e da REUTERS, EM PEQUIM
O representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) na China disse nesta quarta-feira que não há indícios de uma dispersão internacional significativa da radiação a partir de uma usina nuclear no Japão, danificada pelo terremoto de sexta-feira.
“A Organização Mundial da Saúde gostaria de assegurar aos governos e ao público que não há indícios neste momento de qualquer dispersão internacional significativa de sua usina nuclear”, afirmou em comunicado Michael O’Leary, representante da OMS na China. (…)
.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 22 de março de 2011

No Dia Mundial da Água, BBC revela disparidades para obter recurso no mundo

 UOL Ciência e Saúde

.
. Mulher caminha em média 2 km todos os dias para conseguir água em uma vila na Índia

O acesso à água potável ainda é um desafio diário para grande parte das populações do mundo. Compiladas pela BBC para o Dia Mundial da Água, nesta terça-feira, imagens mostram as diferenças entre países em que água é um bem facilmente acessível e outros em que conseguir o recurso é uma tarefa arriscada e difícil. Apesar das inúmeras fontes naturais de água no mundo – rios e lagos, em geleiras e aquíferos, chuva e neve – a quantidade de água que diferentes países conseguem extrair para fornecer a seus cidadãos varia bastante. Um estudo da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) identificou países em que a demanda por água excede a oferta natural do recurso. Segundo a organização, os países onde isso acontece fazem maior pressão sobre as fontes de água doce. No topo da lista dos que mais utilizam o recurso está a península árabe, onde a demanda por água doce excede em 500% a disponibilidade na região. (…) Mas, a maior pressão sobre as fontes de água doce não está necessariamente nos lugares mais secos, mas nas regiões com o maior percentual da população global. O sul da Ásia, por exemplo, consome quase 57% de sua água doce, mas abriga quase um terço da população mundial. Situação que alterem a distribuição de água nessa região – causadas por mudanças climáticas, pelo aumento do número de terras irrigadas ou pelo aumento do uso geral de água, ameaçam a vida de bilhões. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 26 de março de 2011

Uma Hora pela Terra

. Hoje, à partir das 20h30, horário de Brasília, em várias cidades e países do Planeta, por uma hora administradores municipais e voluntários apagarão suas luzes e aparelhos elétricos num movimento planetário pela economia de energia, pela mudança do modelo energético, pela preservação de nossos ecossistemas, pela salvação de nossa biodiversidade e pelo aumento da consciência ecológica da humanidade. . 21h31

Florianópolis apagou seu símbolo em ato simbólico pela Terra

Durante a Hora da Terra, entre oito e meia e nove e meia, como organizado internacionalmente, a Ponte Hercílio Luz, o principal símbolo da cidade de Florianópolis, esteve apagada. A Hora da Terra é um símbolo de alerta às mudanças climáticas e, por isso, é tambem um símbolo de mudança de preocupações e de hábitos. Neste momento, em minha casa há uma lâmpada fria e um computador ligados, é o que eu necessito e que me basta agora. Mas, no meu caso já era assim. Porem, bilhões ainda não agem assim. Mas, pela saude de Gaia e pela preservação e saude da biodiversidade do Planeta, bilhões precisam pensar e agir assim. Por isso, a Hora da Terra é mais do que um ato simbólico para alertar as pessoas e mudar idéias e hábitos das pessoas. A Hora da Terra é tambem, manifestação, alerta e luta pela Terra e pela vida. .

Símbolo de Paris apagou pela Terra

.

.

Torre Eiffel, em Paris, na França, antes e durante a Hora do Planeta. Martin Bureau/AFP Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.
04 de abril de 2011

Chuva faz trânsito em SP bater recorde pela manhã com 157 km

.
.

.

Trânsito congestionado na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, na altura da ponte Cidade Universitária, em São Paulo. A capital registrou o maior índice de lentidão no período da manhã, com 157 km de vias congestionadas. . A sustentabilidade é sustentavel?

Deputado confirma redução ainda maior em área de proteção do novo Código Florestal

Folha.com

.
Relator do projeto do Código Florestal na Câmara, o deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP) confirmou ontem que deve reduzir as áreas de preservação permanentes (APPs) em margem de rio de um mínimo de 15 metros (o que já é uma redução de 50% em relação à lei atual) para 7,5 metros.O texto final deve ser apresentado no máximo até o final dessa semana, para votação no plenário ainda este mês. A mudança atende a uma reivindicação da Contag (Confederação dos Trabalhadores na Agricultura). Rebelo diz que “se dependesse só dele reduziria ainda mais”. O problema é que os ambientalistas são contra até a redução para 15 metros. “Não vou fazer um texto para amanhã alguém dizer que fui o responsável por expulsar quatro milhões de famílias do campo”, disse o deputado em referência aos pequenos agricultores que teriam dificuldade em continuar produzindo sem a medida. O deputado também deve alterar a área de proteção de 50 metros nas nascentes. Segundo ele, muitas pequenas propriedades acabariam sem a alteração. “Estou muito inclinado a achar uma solução para isso. Só não sei como fazer ainda”, afirmou. (…)
.
Rui Iwersen, editor
.
.
05 de abril de 2011

Apenas 4% das obras de esgoto do PAC nas metrópoles foram concluídas, diz estudo

. Estudo divulgado nesta terça-feira (5) pela ONG Trata Brasil aponta que somente 4% das obras de esgoto do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) em cidades com mais de 500 mil habitantes foram concluídas até o final de 2010. O resultado é bem inferior à estimativa do governo federal, cuja previsão era de que 67% das obras de saneamento básico do programa –que, além de esgotos, inclui investimentos em abastecimento de água, coleta de lixo e drenagem –estivessem concluídas no final do ano passado. Por conta do atraso, todas as obras analisadas devem ser encerradas até meados de 2015, segundo o estudo. O quadro agrava-se se for considerada a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), divulgada em setembro do ano passado, com base em dados de 2009. O levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostrou que, entre todos os serviços básicos oferecidos aos domicílios, o acesso à rede de esgoto é o mais precário, com cerca de 40% da população brasileira sem atendimento. (…) .
  • Reprodução/Trata Brasil

. (…) Do total de obras analisadas, quatro foram concluídas; em 12 a execução física está entre 80% e 99% do total; em outras 12, entre 60% e 80%; e em sete, entre 40% e 60%. Outras 27 obras estão com a execução física entre 20% e 40%. Completam a lista 28 obras cuja evolução física está em até 20% e 11 obras que sequer foram iniciadas, de acordo com o levantamento. Somente uma obra foi concluída entre 2009 e 2010, apesar de ter havido uma evolução na execução na maioria dos projetos (veja gráfico abaixo). (…) .

  • Reprodução/Trata Brasil

. A ONG Trata Brasil entrou em contato com órgãos públicos municipais e estaduais para saber o motivo dos atrasos nas obras. Revisão de valores e contratos, mudanças nos projetos, problemas na Justiça e dificuldade para remover imóveis estão entre as justificativas apresentadas. (…) Rui Iwersen, editor .

07 de abril de 2011

Dia Mundial da Saude

Sociedade está doente, diz professor

.
.
Livro analisa as precárias condições de segurança nas cidades
.De assaltos a acidentes de trânsito, analisa a segurança nas cidades

Na manhã desta quinta-feira, Wellington Menezes de Oliveira, 24, entrou na escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo (zona oeste do Rio), e abriu fogo contra os alunos. O autor dos disparos cometeu suicídio depois de matar 11 e ferir outras 18. Procurado pela Livraria da Folha, João Francisco Regis de Morais, professor aposentado da Unicamp e autor de “O Que É Violência Urbana”“Stress Existencial e Sentido da Vida”, disse que o caso é um sintoma de uma sociedade doente. .

Regis de Morais autor de
.Regis de Morais autor de “O Que É Violência Urbana”
.
Para ele, mesmo inusitado na América Latina, esse fenômeno social não é difícil de ser compreendido por meio de análise sociológica.
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.

09 de abril de 2011

Mudanças climáticas

A Globo News, canal 40 da Net, apresentará domingo, dia 10 de abril, às 21h30, e em outros dias da próxima semana, em Cidades e Soluções, “os resultados de uma pesquisa que mapeou o impacto das mudanças climáticas no Rio de Janeiro.

Rui Iwersen, editor

. 13 de abril de 2011

Rio recebe feira internacional de fabricantes de armas

e EFE

Foi aberta nesta terça-feira (12) no Rio a feira de armas “Latin America Aerospace & Defence” que é realizada a cada dois anos e conta com a participação de delegações de 53 países, reunindo fabricantes de armas e outros equipamentos bélicos, inclusive simuladores de voo, aviões, mísseis e veículos blindados. (…)Rui Iwersen, editor

. 14 de abril de 2011 Escassez de alimento reduz população de pinguins da Antártida

UOL Ciência e Saúde .
Pinguins naturais do lado oeste da Antártida estão em declínio devido à falta de comida

Pinguins naturais do lado oeste da Antártida estão em declínio devido à falta de acesso ao krill, um micro crustáceo parecido com o camarão, que constitui a principal fonte de alimento da espécie. É o que revela um estudo recém-divulgado da entidade de pesquisa americana Nationaly Academy of Sciences.  Após terem acompanhado dados sobre os pinguins nos últimos 30 anos, pesquisadores disseram que números do pinguim Adelie e do pinguim de Chinstrap, naturais da região, vêm caindo desde 1986. O aquecimento das águas, a redução da camada de gelo e um aumento nas populações de baleias e focas estão entre os motivos citados para a redução do krilll. O krill da Antártida (Euphausia superba) é um animal de em média seis centímetros, e é considerado uma das espécies mais abundantes do planeta, encontrado em locais com densidade de até 30 mil espécies por metros cúbico de água. Ele é também uma das espécies-chave dos ecossistemas encontrados na Antártida e em suas imediações, por ser o principal alimento de todos os animais vertebrados da região, entre eles o pinguim de Chinstrap e o Adelie. No documento, a equipe de pesquisadores disse que uma série de fatores contribuíram para as mudanças na região.  “A província ocidental da Antártida e o Mar da Escócia contam com abundantes formas de vida, muitas das quais foram quase dizimadas por humanos’’, afirma o documento. ‘‘A região é também uma das que mais vêm aquecendo no planeta, com aumentos registrados de 5 a 6 graus mesmo durante o auge do inverno e com declínios na camada de gelo característica da região.’’ (…)

. Reserva de Vida “A Reserva do Xingú, na Amazônia, está fazendo hoje 50 anos”. TV Globo News; Jornal das Dez; 14 de abril de 2011 GaiaNet; Curiosidades Ecológicas; O planeta Terra .

Mal uso público da energia pública

“Durante 1 semana nossos repórteres [da Globo News] observaram prédios públicos com luzes acesas após às 21 horas, quando não havia mais funcionários trabalhando”. “Existem prédios públicos com sistemas de iluminação que não permitem que se apague a luz antes do horário programado, em geral 22 horas”. “Em alguns prédios públicos os vigilantes são orientados a apagar as luzes que foram deixadas acesas após as 22 horas”. TV Globo News; Jornal das Dez; 14 de abril de 2011 Rui Iwersen, editor . 16 de abril de 2011

Programa especial para o Dia da Terra – 22 de abril

“Sexta-feira, dia 22 de abril, à partir das 17 horas, o NatGeo [National Geographic Channel, canal 33 da Net] apresentará um Especial – Dia da Terra”. Rui Iwersen, editor . 19 de abril de 2011

Dia do Índio

“O dia 19 de abril é o Dia do Índio”. “Os índios, que já foram milhões no território brasileiro, hoje são cerca de 730.000, segundo o IBGE”. “460.000 índios brasileiros vivem em aldeias”. “77 grupos indígenas vivem ainda isolados, a maioria na Amazônia”. “Existem no Brasil cerca de 200 etnias indígenas, falando cerca de 170 diferentes línguas”. A Voz do Brasil; 19 de abril de 2011 Rui Iwersen, editor . 21 de abril de 2011

Mudanças Sociais e Culturais

“Papa diz que cristãos se transformaram em povo distante de Deus”.

“O papa Bento XVI abriu nesta quinta-feira o Tríduo Pascal com a Missa Crismal dizendo que os cristãos não precisam alardear que se transformaram em um povo “de incredulidade e distante de Deus”, basta olhar ao Ocidente cristão, onde já não querem conhecer a Cristo”.

UOL Notícias e EFE; 21 de abril de 2011 .

Tradições aquecedoras globais

“Na procissão do fogarél, na Cidade de Goiás, centenas de homens encapuzados e com túnicas, como os soldados romanos, carregam durante quilômetros tochas acesas”. Rede Globo; Jornal Hoje; 21 de abril de 2011 Rui Iwersen, editor 22 de abril de 2011

Hoje é Dia da Terra, porque hoje a Terra está assim

“Nos finais de semana prolongados, quando o vizinho da frente não abastece os comedouros e bebedouros de seu terreno, eu jogo comida de passarinho no terreno de meu prédio e alguns vem comer”.

“A população de pássaros está aumentando próximo à esta casa em que há comida e água”. “Aonde encontrarão comida e água estes pássaros se este senhor que os alimenta se mudar, adoecer ou morrer?” GaiaNet; Curiosidade Ecológicas; Cidades do Planeta; Rui Iwersen; Reflexões; 21 de abril de 2011 Rui Iwersen, editor .

Dia da Terra

Terra caminha para nova extinção em massa

03/03/2011 / da Folha.com
A boa notícia é que os seres vivos da Terra ainda não estão enfrentando uma extinção tão catastrófica quanto a que deu cabo dos dinossauros. A má é que eles estão caminhando a passos largos rumo a essa hecatombe. Por enquanto, indica uma pesquisa na edição da revista científica “Nature”, a chamada Sexta Extinção ainda não pegou embalo. O apelido faz referência às “Big Five”, como são conhecidas as cinco grandes extinções da história do planeta.Cada uma das “Big Five” exterminou ao menos três quartos das espécies do globo. O novo estudo, coordenado por Anthony Barnosky, da Universidade da Califórnia em Berkeley, calcula que, nos últimos 500 anos, perderam-se “apenas” entre 1% e 2% dos seres vivos modernos. É, porém, bem cedo para suspirar de alívio. Considere-se, por exemplo, o caso dos mamíferos: a análise de fósseis sugere que, no máximo, duas espécies do grupo sumiam a cada milhão de anos –isso antes de a civilização humana entrar em cena. Contagem de corpos –ou melhor, de espécies abatidas– de mamíferos do ano de 1500 para cá: 80. É uma aceleração brutal da taxa em que os bichos estão sumindo.(…) Mas uma catástrofe do nível das “Big Five” não deve acontecer até o fim deste século, como muitos temiam. Se todas as espécies hoje ameaçadas de extinção sumirem no próximo século e se a tendência continuasse, esse nível seria alcançado em uns 300 anos, diz a pesquisa. Do ponto de vista da história da Terra, é um piscar de olhos. Entre as “Big Five”, só não seria mais rápida que a extinção dos dinossauros.
 .

Mais notícias da Terra no Dia da Terra

Mar avança e autoridades decretam situação de emergência no litoral cearense

20/04/2011 | do UOL Notícias
Em Mundaú, litoral oeste, a destruição tem espantado turistas. Localizada na cidade de Trairi (124 quilômetros de Fortaleza), as dunas da praia são um atrativo para visitantes do mundo inteiro. Várias pousadas, casas e algumas das luxuosas casas de veraneio foram completamente ou parcialmente destruídas pelo mar.
A luta agora é pela preservação do que sobrou. “Estamos trabalhando para agilizar a construção de uma barreira, mas o município não tem condições de bancar sozinho a obra”, informa o secretário de Infraestrutura de Trairi, Carlos Holanda. (…) Na outra margem do litoral cearense, a praça de eventos da Praia da Caponga, recém-reformada, foi devastada pela força das ondas. Com o decreto da situação de emergência da cidade de Cascavel, (…) o intuito é realizar a construção de uma barreira de pedras para tentar conter o avanço do mar. Segundo o chefe da Defesa Civil da cidade, Davi Garcês, o temor é que o mar chegue a entrar na cidade. “Nos últimos 20 anos, foi o maior avanço do litoral”, opina Garcês.
Em Icapuí, Litoral Leste do Ceará, a praia da Barrinha é a mais prejudicada. O mar já avançou cerca de 200 metros e 10 casas tiveram de ser demolidas antes que fossem destruídas pelas marés altas. As construções nas faixas de praia do litoral cearense são intensas. O mar já avançou entre 150 e 300 metros, de acordo com o Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará (UFC), desde a década 1990. (…)
 Rui Iwersen, editor
.
.

.24 de abril de 2011

Pegadas humanas

“Durante nossas vidas, nós teremos em média 3,5 maquinas de lavar roupa, 7 televisões, 15 computadores, 3 ciclos ou bicicletas e 8 carros.”

“Cada um de nós percorrerá 728 mil quilômetros com nossos carros, o que daria para ir à lua e voltar.”

“Veremos 148 minutos de televisão por dia, o que representa 900 horas por ano, 2.944 dias ou 8 anos de nossas vidas.”

National Geographic Channel – NatGeo; Pegadas Humanas; 24 de abril de 2011

.

26 de abril de 2011

Chuvas no Rio

Cidade fica em estado de alerta

.

.

Rua do Senado, no centro do Rio, ficou alagada. Um homem morreu e vários bairros ficaram debaixo d’água no Rio de Janeiro depois que uma forte chuva atingiu a cidade. A chuva voltou a cair com força no Rio de Janeiro na tarde desta terça-feira em vários pontos. Rui Iwersen, editor . 02 de maio de 2011

Fanatismos religiosos orientais e ocidentais

Para presidente peruano, morte de Osama Bin Laden foi o 1º milagre de João Paulo 2º

do BOL e EFE .

.
Foto sem data mostra o líder da Al Qaeda, Osama bin Laden.
.
O líder islamita Osama bin Laden, autor declarado dos atentados do dia 11 de setembro de 2001 e objeto da maior caça humana da história, foi morto neste domingo, quase dez anos depois dos ataques que deixaram 3.000 mortes nos Estados Unidos.
O presidente do Peru, Alan García, afirmou nesta segunda-feira (2) que a morte do líder terrorista Osama bin Laden foi o “primeiro milagre” do papa João Paulo 2º, que foi beatificado no último fim de semana. “Queria reiterar o que disse há algum tempo: minha felicidade e minha complacência pelo que significa a beatificação de João Paulo II, e digo que seu primeiro milagre foi extirpar da Terra a encarnação demoníaca do crime, do mal e do ódio”, declarou García aos jornalistas ao comentar a morte do líder da Al Qaeda. (…)
.
Rui Iwersen, editor
.

03 de maio de 2011

Chuvas no Nordeste interditam BR-101 e desabrigam mais moradores em AL, BA e PE [Alagoas, Bahia e Pernambuco]

Chuvas no Nordeste interditam BR-101 entre Alagoas e Pernambuco

As chuvas que atingem o Nordeste voltaram a causar transtornos nesta terça-feira (3) em pelo menos quatro Estados. As regiões norte de Alagoas e sul de Pernambuco são as mais afetadas, com milhares de famílias desabrigadas. A BR-101 está interditada entre os dois Estados. O sul da Bahia também sofre com problemas causados pelas cheias. Ilhéus e Itabuna registraram dezenas de ocorrências desde a segunda-feira (2). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a BR-101 está interditada por conta de erosões em cabeceiras de pontes e trechos alagados, entre Alagoas e Pernambuco. (…) Na mata sul de Pernambuco, milhares de pessoas estão sendo retiradas de áreas de risco das cidades de Palmares e Barreiros, cortadas pelos rios Una e Pirangi, que estão com os níveis de água elevados. Centenas de moradores estão sendo levados para abrigos públicos desde o início da manhã. (…) Rui Iwersen, editor

. 07 de maio de 2011

Estudo científico sobre religiosidade

Estudo indica que religião pode acabar em 9 países ricos

22/03/2011 – 16h05 | da Folha.com e BBC BRASIL
Dados de censos colhidos desde o século 19 indicam que a religião pode ser extinta em nove nações ricas que foram analisadas em um estudo científico. A pesquisa identificou uma tendência de aumento no número de pessoas que afirmam não ter religião na Austrália, Áustria, Canadá, Finlândia, Irlanda, Holanda, Nova Zelândia, Suíça e República Tcheca (…) Usando um modelo de progressão matemática, o levantamento –divulgado durante um encontro da American Physical Society– mostra que as pessoas que seguem alguma religião vão praticamente deixar de existir nestes países.
Na Holanda, por exemplo, 70% dos holandeses não terão religião alguma até 2050. Hoje, esse grupo é de 40% da população. “Em muitas democracias seculares modernas, há uma tendência maior de as pessoas se identificarem como sem uma religião”, afirma Richard Wiener, que trabalha em um centro de pesquisa em ciência avançada, subordinado ao departamento de física da Universidade do Arizona. (…) Os parâmetros se mostraram semelhantes em vários países pesquisados, indicando que a religião está a caminho da extinção nessas nações.

Rui Iwersen, editor . 12 de maio de 2011

Uma foto, um fato, uma tristeza

.

Crianças posam para foto com armas e balas expostas durante esta sexta-feira (6) em Ajdabiya, na Líbia. (…) Rui Iwersen, editor . 17 de maio de 2011 

Civilização Ínca versus colonizadores cristãos

“No Peru, floresceu por volta e 3000 a.C. a civilização Caral, precedente dos famosos Íncas.” (pg. 50) “Os cléricos católicos ergueram igrejas sobre os templos Íncas, de modo a demonstrar a superioridade européia.” (pg. 52) “… em 1650 e 1950, dois terremotos abalaram Cuzco, derrubando construções espanholas e deixando intactas as fundações Íncas.” (pg. 52) “Sobre o recinto das Virgens do Sol foi construído o Mosteiro de Santa Catalina, que acabou sendo destruído no terremoto de 1650 e depois reconstruído.” (pg. 53) “A igreja de Santo Domingo foi construída sobre o mais espetacular dos templos Íncas, dedicado ao deus Sol, o Qorinancha.” (pg. 53) “Na Plaza San Blás [Cuzco] encontra-se uma igreja do século XVI, erguida sobre o templo de adoração ao deus do trovão, Illapa.” (pg. 54) “As ruínas de Machu Picchu só foram descobertas em 1911, devido à sua remota localização, assim escapando da fúria dos colonizadores espanhóis que destruiram todas as povoações que encontraram pela frente.” (pg. 55) Revista Companhia de Viagem; Peru – história, satisfação … e boa mesa; ano 2; nº 6; 2011; 17 de maio de 2011

.

18 de maio de 2011

Mais de 1/4 das espécies nativas da Europa está ameaçada

e ASSOCIATED PRESS; BOL Notícias; Notícias de Ciência

Mais de um quarto do total de espécies nativas do continente europeu está ameaçado de extinção, segundo um aleta emitido recentemente pela EU (União Europeia). O grupo inclui mamíferos, anfíbios, répteis, animais, pássaros e borboletas e plantas.A crise é principalmente provocada por perda de habitat, poluição, introdução de espécies de fora que ameaçam as nativas, mudança climática e pesca ilegal. O problema também refletirá na população humana, como decorrência da devastação econômica e social, alerta o comissário de Ambiente da UE, Janez Potocnik. (…)
.
Rui Iwersen, editor
.
.
23 de maio de 2011 

Brasil votará seu Código Florestal. Boa sorte Brasil

As lições florestais dos países ricos

Enquanto o Brasil debate como lidar com sua mata nativa, algumas nações mostram como conciliar o progresso econômico com a preservação

O futuro das florestas brasileiras está em jogo no Congresso Nacional. Os deputados federais debatem uma das mais ousadas mudanças no conjunto de leis que regulam o uso de nossas matas, o chamado Código Florestal. (…)

De um lado, os produtores rurais querem mais flexibilidade nas leis para ampliar a produção e consolidar áreas já desmatadas. Por outro, pesquisadores e conservacionistas defendem medidas de proteção florestal para manter a biodiversidade, evitar a erosão do solo, preservar mananciais e alimentar o ciclo de chuvas. Por trás do debate, o que está em jogo é o modo como o Brasil vê a vocação de suas florestas. Mas um exame da estratégia adotada por alguns países ricos mostra como eles conseguiram conciliar o desenvolvimento humano e econômico com a preservação. (…) O que esses países ensinam.

 Reprodução
CANADÁ
O dinheiro dá em árvores

O Canadá concentra 10% da área florestal do planeta. Quase metade de seu território é coberta por florestas. (…) Os canadenses aprenderam a tirar dinheiro das árvores. A extração de madeira, que não pode ultrapassar 1% da área florestal do país, rende US$ 23 bilhões por ano. Por lei, toda árvore cortada deve ser substituída por outra igual. (…)

 Reprodução
ESTADOS UNIDOS
As árvores somos nós

O país foi um dos primeiros a perceber que as florestas eram um tesouro nacional. O presidente Theodore Roosevelt, que governou de 1901 a 1909, criou 150 áreas de conservação para florestas, 51 reservas federais para pássaros e cinco parques nacionais. Isso numa época em que outros países nem pensavam em preservação. Os Estados Unidos desmataram apenas 23% de suas florestas nativas até o início do século XX. Desde então, a vegetação vem sendo conservada. O Brasil, em comparação, devastou 92% da Mata Atlântica. Os americanos têm uma ligação cultural com suas florestas. (…)

 Reprodução
NOVA ZELÂNDIA
Todos saem ganhando

A Nova Zelândia mostra como grupos com interesses distintos sobre o uso da terra podem chegar a um acordo. “O país é uma ilha com plantações, criações de carneiro, florestas nativas, plantio florestal e população indígena. Todos competindo por espaço”, afirma Tasso Azevedo, consultor do Ministério do Meio Ambiente. Em 1991, após longas negociações, os setores concordaram com um código florestal. Ele estabeleceu cotas para pecuária e agricultura. Também prevê que a produção de madeira só vem de florestas plantadas. E que é preciso repor as árvores cortadas. Uma associação sem fins lucrativos, financiada pelas madeireiras, fiscaliza sua conduta ambiental.

 Reprodução
JAPÃO
As montanhas são sagradas

Há 300 anos, o país sofria desmatamento acelerado. As florestas nativas minguavam graças à extração da madeira para construção, navegação e aquecimento. Em 1670, a população do país atingia os 30 milhões, e não só a madeira das florestas nativas chegava ao fim, como o país começava a sofrer com a erosão, as enchentes e os desabamentos. Até que o imperador Higashiyama resolveu adotar medidas drásticas de preservação. O governo passou a pesquisar e ensinar métodos de reflorestamento. Os habitantes de vilas rurais adotaram práticas como a manutenção de mata entre as plantações e as florestas. Uma das regras de ouro do país é conservar a cobertura vegetal nas montanhas, para evitar erosão, e ocupar intensamente o fundo dos vales. Hoje, apesar de abrigar 128 milhões de pessoas, o Japão tem 67% de sua área coberta por florestas. Fonte: Época – http://www.epoca.com.br; ediçao 678; Brasil/Meio Ambiente; Margarida Telles; página 72 Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 24 de maio de 2011

Recado à presidente, aos parlamentares e aos ruralistas sobre o futuro, pensando no presente e lembrando do passado 

Geoffrey Blainey, Uma Breve História do Mundo, Editora Fundamento Educacional Ltda, São Paulo, 2007

Capítulo 5 As Cidades dos Vales Onde a Roda Rolou pela Primeira Vez. “Passos ousados no avanço do conhecimento foram dados nesses grandes vales de rios e suas regiões mais elevadas, às vezes chamados de Crescente Fértil. Com o tempo, esses mesmos vales vieram a conhecer a decadência. (…) É um milagre que a terra verde arável da parte baixa do Rio Eufrates e do Rio Tigre tenha durado tanto assim. Em seu interior montanhoso, cada vez mais árvores eram cortadas para fornecer lenha e material de construção. Enquanto isso, o solo sofria erosão, os vales se enchiam de sedimentos e os rios tendiam a transbordar. Em partes das planícies, a irrigação constante do solo e a destruição das árvores com sua rede profunda de raízes forçavam o sal subjacente a subir até a superfície. Lagos de água doce tornaram-se salgados. Observou-se que as plantações de trigo, ao contrário das de cevada, não podiam tolerar o sal no solo e, em algumas regiões, o trigo tornou-se uma raridade. As planícies eram uma prova antecipada do que acabaria acontecendo nas zonas irrigadas de várias terras áridas, estendendo-se da Austrália à Califórnia”. (pg. 58) Fonte: GaiaNet; Séries de GaiaNet; Blog Action Day; Água; A água e a vida no planeta Terra Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 26 de maio de 2011

Temporada atípica de tornados nos Estados Unidos

Número de mortos por tornado no Missouri chega a 125

.

.
.
Cidade de Joplin, no sul do Missouri

Washington- As autoridades de Joplin, no sul do Missouri, informaram nesta quarta-feira que o número de mortos devido ao tornado do último domingo ascendeu a 125, enquanto seguem as operações de limpeza e de contagem de pessoas desaparecidas. (…) Segundo as autoridades, o tornado do último domingo, que deixou ainda mais de 900 feridos e milhões de dólares em perdas, é o mais mortífero dos últimos 61 anos na região. Fortes tempestades na noite de terça-feira deixaram 16 mortos nos estados de Arkansas, Oklahoma e Kansas. O tornado atingiu casas e edifícios do centro da cidade, de 50 mil habitantes, entre eles um hospital, que ficou praticamente em ruínas. As autoridades federais informaram que mais de oito mil construções foram danificadas. Fonte: UOL Notícias, EFE e AFP Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 27 de maio de 2011

Câmara aprova texto do novo Código Florestal

25/05/2011 | do BOL  e da Folha.com

Após semanas de embate, negociações e troca de acusações, a Câmara dos Deputados aprovou ontem o texto da reforma do Código Florestal com alterações que significaram uma derrota para o governo. Uma emenda aprovada por 273 votos a 182 rachou a base do governo levando os principais partidos governistas, PT e PMDB, para lados opostos. O texto da emenda consolida a manutenção de atividades agrícolas nas APPs (áreas de preservação permanente), autoriza os Estados a participarem da regularização ambiental e deixa claro a anistia para os desmates ocorridos até junho de 2008. (…) Rui Iwersen, editor . 29 de maio de 2011

Sustentabilidade urbana

“A Dinamarca é um dos países mais caros do mundo para se ter um carro, por causa dos impostos e das taxas.”
.
“Para frear o aumento [dos carros] nas cidades, melhoramos ainda mais a infraestrutura cicloviária e aumentamos a eficiência do transporte público, construindo mais metrôs e integrando trens e ônibus…”
.
“Mais da metade dos moradores usam suas bicicletas todos os dias. E 80% deles continuam usando durante o inverno.”
.
Frank Jensen, Prefeito de Copenhague; Prefeito ciclista vem a SP para encontro de sustentabilidade;Folha de SP; Colaboração de Ronaldo Zonta, de Florianópolis; 29 de maio de 2011
.
Fonte: GaiaNet; Curiosidades Ecológicas; Cidades do Planeta
.

Dia do Meio Ambiente

Domingo, dia 05 de junho, às 17 horas, o National Geographic Channel – NatGeo – apresentará o “Especial – Dia do Meio Ambiente”.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.
02 de junho de 2011

Brasil vai acompanhar experiências do Reino Unido em redução de resíduos sólidos durante Jogos Olímpicos

 UOL Notícias e  Agência Brasil 

. O Brasil irá acompanhar as ações e as experiências de redução do despejo de resíduos sólidos em aterros e lixões que serão feitas pelo Reino Unido durante os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. A intenção é fazer com que esse modelo também seja implantado no Brasil durante os eventos esportivos que serão realizados no país nos próximos anos. “Vamos acompanhar esse processo em Londres, para tentar fazer igual no Brasil, ou melhor, na Copa e nas Olimpíadas”, explicou a secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, Samyra Crespo. Em novembro de 2009, os governos britânico e brasileiro assinaram um acordo pioneiro para compartilhar conhecimento e experiências sobre os Jogos Olímpicos que serão realizados em Londres. O Reino Unido tem o objetivo de reduzir a zero o despejo de resíduos em aterros e lixões durante os jogos. Essa redução já começou desde a preparação do evento: 97,7% de restos de demolições foram reutilizados em outras obras e 30% de materiais recicláveis foram reutilizados na construção do Parque Olímpico. (…) Rui Iwersen, editor .

03 de junho de 2011

Florestas brasileiras em rota de extinção

Fotos do casal de ambientalistas mortos mostram ação de madeireiros

.

.

Fotos tiradas pelo casal de ambientalistas José Cláudio Ribeiro da Silva, 52, e Maria do Espírito Santo da Silva, 50, mortos no último dia 24, mostram a ação ilegal de madeireiros em Nova Ipixuna, sudeste do Pará. A maioria das fotos foi tirada por Maria. O homem que aparece nas imagens é José Cláudio. Fonte: BOL Fotos .

Ibama aplica multas e fecha cinco madeireiras em município onde casal foi morto

02/06/2011 – 19h37 | do UOL Notícias
. O Ibama aplicou R$ 752,3 mil em multas e fechou cinco madeireiras em Nova Ipixuna, no sudeste do Pará, em cinco dias de fiscalização. Na terça-feira da semana passada (24), o casal de ambientalistas José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo da Silva foi morto no município, que denunciavam a atuação ilegal de madeireiros na região. Os fiscais do Ibama também destruíram dezenas de fornos ilegais de carvão e multaram assentados que se associaram a madeireiras para exploração irregular da floresta dentro do projeto Agroextrativista Praialta-Piranheira, onde o casal morava. (…)

Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 13 de junho de 2011

Modernidade neo-primitiva

Conheça histórias de mulheres que casaram com a ajuda de Santo Antônio

.

. Um dos santos mais queridos do país, Santo Antônio é, em seu dia (13 de junho), alvo de inúmeros pedidos relativos ao coração. Há quem coloque o santo até de castigo para conseguir um amor. O UOL Comportamento conversou com algumas mulheres que garantem que dá para confiar nele. Leia os depoimentos: As fiéis de Santo Antônio Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 16 de junho de 2011

Modernos neo-primitivos

Hoquei – Final acaba em violência no Canadá

.

.

Torcedores do Vancouver Canucks incendiaram carros e depredaram vários prédios após a derrota da equipe por 4-0 para o Boston Bruins na noite de quarta-feira, que deu o título da liga de hóquei no gelo (NHL) à equipe americana (15/6/11). Fonte: BOL Fotos Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 19 de junho de 2011

Modernidades

“Os Radas, tribo coletora caçadora de uma reserva da África, sabem como é o mundo lá fora, mas querem continuar a viver como sempre viveram e como são: alegres, curiosos, flexiveis e pacíficos.” “Para tornar Chicago uma cidade mais verde, o prefeito decidiu fazer o telhado da prefeitura um telhado verde, um jardim de cerca de 10 mil metros quadrados.” National Geographic Channel – NatGeo; As dez melhores fotos do National Geographic; 19 de junho de 2011

.

20 de junho de 2011

Reflorestar não resolverá aquecimento global, afirma estudo

FRANCE PRESSE

Apesar de as florestas serem importantes sumidouros de carbono, os projetos de reflorestamento só terão um impacto limitado no aquecimento global. O alerta parte de um estudo publicado na revista científica “Nature Geoscience”, no domingo (19). Os pesquisadores Vivek Arora, da Universidade de Victoria (Canadá), e Alvaro Montenegro, da Universidade de St. Francis Xavier (também no Canadá), desenvolveram cinco modelos de reflorestamento que cobrem de 2011 a 2060.
.
Os cientistas examinaram seus efeitos no solo, na água e no ar se a temperatura da superfície terrestre aumentasse 3º C em 2100 com relação aos níveis pré-industriais de 1850. O resultado demonstra que, mesmo se todas as terras cultivadas do mundo forem reflorestadas, isto só bastaria para reduzir o aquecimento global em 0,45º C no período 2081-2100. Isto se explica, em particular, porque se exige décadas para que os bosques sejam suficientemente velhos para captar o CO2 que fica estancado durante séculos na atmosfera. Um reflorestamento de 50% das terras cultivadas só limitaria a elevação da temperatura em 0,25º C. Evidentemente, nenhuma destas projeções é realista, uma vez que as terras cultivadas são essenciais para alimentar a população do planeta, onde viverão 9 bilhões de pessoas em 2050. (…)
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.

.21 de junho de 2011

Extinção da vida marinha pode ser sem precedentes, diz estudo

UOL Notícias,e BBC BRASIL
.
Um novo estudo indica que os ecossistemas marinhos enfrentam perigos ainda maiores do que os estimados até agora pelos cientistas e que correm o risco de entrar em uma fase de extinção de espécies sem precedentes na história da humanidade. O levantamento vem de especialistas que integram o Ipso (sigla em inglês de Programa Internacional sobre o Estado dos Oceanos), entidade formada por cientistas e especialistas no assunto.Eles concluíram que fatores como a pesca excessiva, a poluição e as mudanças climáticas estão agindo em conjunto de uma forma que não havia sido antecipada. A pesquisa reuniu diferentes disciplinas, incluindo ambientalistas com especialização em recifes de corais, toxicologistas e cientistas especializados em pesca. “As conclusões são chocantes. Estamos vendo mudanças que estão acontecendo mais rápido do que estávamos esperando e de formas que não esperávamos que fossem acontecer por centenas de anos”, disse o diretor científico do Ipso e professor da Universidade de Oxford, Alex Rogers. (…)
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.
23 de junho de 2011
..
Modernidade

1. Matança de tubarão

“O programa Globo Mar [Rede Globo de Televisão] mostrará hoje à noite a pesca ao tubarão em alto mar; o que é mais valioso é a barbatana; a carne não tem valor comercial, e o corpo mutilado é jogado no mar.”
.
.
2. Marcha para Jesus em SP [São Paulo]

Evento religioso reúne multidão no centro da cidade

.

.

A 19ª edição da manifestação evangélica Marcha para Jesus reúne uma multidão nesta quinta-feira (23), feriado de Corpus Christi, na zona norte de São Paulo. Segundo estimativa dos organizadores, o evento contou com 5 milhões de fiéis. Fonte: BOL Fotos Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.
06 de julho de 2011
.
Modernidade: baleias, leões e cidades em perigo
.
A TV Animal Planet, canal 69 da Net, mostra hoje, às 22 horas, ‘cidades perigosas, sitiadas, ameaçadas por animais descontrolados em Perigo na Aldeia’; aos sábados, às 19 horas, o Animal Planet mostra ‘os novos aliados dos Defensores de Baleia’; em breve, ‘numa nova série, David Salmoni estará novamente Entre Leões’.
.
Rui Iwersen, editor
.

07 de julho de 2011

Modernidade: roubos; …

Moradores pedem em outdoor que ladrões “mudem de bairro” em cidade do Paraná

UOL Notícias e BOL Fotos .

.

Associação de Moradores do Bairro Ouro Verde, em Campo Largo (PR), instalou um outdoor com uma mensagem para os ladrões da região. Segundo a presidente da associação, Daniele Pessoa, essa foi a única forma encontrada de chamar atenção para um problema que se agravou desde o final do ano passado. . … deslizamentos de terra Bombeiros encontram corpo de criança atingida por deslizamento em São Paulo; duas pessoas morreram

do BOL

.

.

Deslizamento de terra destrói casas e deixa vítimas soterradas no bairro da Pedreira, zona sul de São Paulo, divisa com Diadema. Pelo menos duas pessoas morreram. Rui Iwersen, editor . 11 de julho de 2011

Adolescente é isolado em escola da Inglaterra por não fazer a barba

.
Harrison Cerami, de 15 anos

Um adolescente de 15 anos foi expulso de classe e colocado em uma sala isolada em uma escola da Inglaterra por se recusar a fazer a barba. Segundo a mãe do garoto Harrison Cerami, Kerry Cerami, ele tem um problema de pele que o impede de se barbear regularmente. Mesmo assim, a punição foi mantida. (…) As regras para o uso de uniforme da escola, que fica na cidade de Clitheroe (a 300 km de Londres), não dizem nada sobre barba, mas afirmam que cabelos devem ser “limpos e arrumados” e que devem ser evitados “estilos e cores extremas”. Em carta à mãe de Harrisson, o diretor da unidade disse, no entanto, que os estudantes precisam estar de barba feita para poder assistir às aulas. Rui Iwersen, editor . 13 de julho de 2011

Porto Alegre começa a adotar coleta mecanizada de lixo

 e UOL Notícias

.
Porto Alegre – Os moradores de 13 bairros centrais de Porto Alegre (RS) passarão a descartar o lixo orgânico domiciliar em 1,1 mil contêineres que a prefeitura começou a disponibilizar hoje. O recolhimento automatizado será feito por caminhões equipados com braços mecânicos. Sob o comando do motorista, eles vão esvaziar o conteúdo e deixarão o coletor no mesmo lugar. O prefeito José Fortunati (PDT) disse que, se o novo sistema for bem aceito pela população, poderá ser expandido para toda a cidade no fim do ano que vem.As autoridades municipais acreditam que a coleta automatizada vai reduzir a sujeira das ruas. Em vez de deixar o lixo em sacolas nas calçadas para recolhimento manual, os moradores passarão a depositá-lo dentro dos contêineres, disponíveis em todas as quadras, a qualquer hora do dia. O novo sistema da área central não altera o recolhimento das demais regiões nem a coleta do lixo reciclável em todo o território municipal.
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet

. 14 de julho de 2011

4º Aniversário de GaiaNet

As notícias não são boas.

Estresse atinge duas em cada três brasileiras

 e UOL Ciência e Saúde

.
Duas em cada três mulheres brasileiras se consideram estressadas. Elas são as mais afetadas pelo problema de toda a população feminina da América Latina. No ranking mundial, o Brasil ocupa a quarta posição, entre 21 países – desenvolvidos e emergentes. Exatamente 6,5 mil mulheres participaram do estudo The Women of Tomorrow (A mulher do amanhã, em tradução livre) elaborado pela consultoria Instituto Nielsen. Dessas, 318 são brasileiras: entre elas o nível de estresse foi de 67%. As entrevistas ocorreram entre fevereiro e abril deste ano.
Entre os emergentes, o país com maior proporção de mulheres que afirmam sofrer estresse é a Índia (87%), seguida por México (74%) e Rússia (69%). Já entre as nações desenvolvidas, as mais estressadas são as espanholas (66%), as francesas (65%) e as italianas (64%).
Segundo a pesquisa, o estresse é atribuído às várias funções desempenhadas pelas mulheres e à falta de tempo para o descanso. (…)
.

Golfinhos e baleias são ameaçados pelo lixo plástico nos oceanos

  e UOL Bichos .

.
Golfinhos nadam no oceano

O lixo plástico na superfície dos oceanos é uma ameaça mortal para as baleias e os golfinhos e ainda não foi estudado pela ciência, segundo um estudo que será apresentado na reunião da Comissão Baleeira, que começa nesta segunda-feira na ilha britânica de Jersey. Em 2008, 134 tipos de redes diferentes foram encontradas nos estômagos de duas cachalotes que encalharam no litoral da Califórnia, Estados Unidos, e que provavelmente morreram de oclusão intestinal. Em 1999, na cidade de Biscarrosse (sudoeste da França), uma baleia de Cuvier encalhou com 33 kg de plástico no corpo. (…)

Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 15 de julho de 2011

Lei que desestimula uso de sacolas plásticas faz um ano e tem bom resultado no Rio

UOL Notícias e Agência Brasil 

Em um ano de vigência da Lei 5.502/09, que desestimula o uso de sacolas plásticas no estado, a população fluminense deixou de consumir 600 milhões de sacolas. O número representa redução de cerca de 25% das 2,4 bilhões de sacolas que eram distribuídas anualmente no estado. Os dados foram levantados pela Associação dos Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj) e divulgados hoje (15) pelo secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, que ficou satisfeito com o resultado. No entanto, Minc disse que é preciso intensificar a campanha e criar novas ações para estimular o consumo consciente da população fluminense. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

16 de julho de 2011

Banhistas nadam entre algas na China

, UOL Notícias e China Daily/Reuters.

Esqueça a ideia de um mar de águas azuis e cristalinas. Os chineses de Qingdao decidiram encarar um mar inteiramente coberto de algas para não perder a chance de curtir um sábado de sol. O mar verde se estende por ao menos 70 metros de largura e cem metros de comprimento na praia mais popular de Qingdao. Segundo a imprensa local, esta é a terceira vez que a praia é tomada em cinco anos. ..
Menino nada com boias em meio à camada de alga que cobriu o mar da mais popular praia de Qingdao
..Menino nada com boias em meio à camada de alga que cobriu o mar da mais popular praia de Qingdao

As algas, que se reproduziram sem controle, se estenderam ainda por cerca de 150 km pelo mar Amarelo, no leste da China, e podem ser vistas até mesmo de satélite. Especialistas dizem que a alga não oferece riscos aos humanos, mas têm impacto mortal na vida marinha, já que consome grandes quantidades de oxigênio. (…) .

Esta é a terceira vez que o mar fica coberto; cena não impediu que os chineses aproveitassem dia de sol
.Esta é a terceira vez que o mar fica coberto; cena não impediu que os chineses aproveitassem dia de sol
.
Rui Iwersen, editor 
.
.
19 de julho de 2011
.
Qualidade da água de rios próximos de regiões metropolitanas é ruim ou péssima, segundo relatório
 do UOL Notícias e da Agência Brasil 
A maioria dos rios, lagoas e reservatórios com água em condições de qualidade ruim ou péssima está próxima a regiões metropolitanas. O diagnóstico está no relatório Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil – Informe 2011, divulgado hoje (19) pela Agência Nacional de Águas (ANA). De acordo com dados coletados em 2009, a maior parte dos corpos d’água com Índice de Qualidade da Água (IQA) péssimo ou ruim fica nas proximidades das regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, do Rio de Janeiro, de Salvador e de cidades de médio porte, como Campinas (SP) e Juiz de Fora (MG). “Essa condição está associada principalmente aos lançamentos de esgotos domésticos”, constata o relatório. (…)

Destruição de vegetação de deserto gera tempestade de areia

Tempestade de poeira

Fenômeno natural atinge Phoenix (EUA) mais uma vez

.

Muro de poeira avança sobre a cidade de Phoenix, no Arizona (EUA), nesta segunda-feira. Esta é a segunda vez que a cidade é atingida por uma tempestade de poeira em apenas um mês. Fonte: BOL Fotos e The Arizona Republic Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 20 de julho de 2011

Ataque selvagem

Leopardo ataca guarda florestal na Índia

.

.

Um leopardo atacou o vilarejo de Prakash Nagar, em Siliguri, na Índia, nesta terça-feira (19). Seis pessoas da comunidade foram atacadas antes das autoridades chegarem ao local para capturá-lo. Os guardas tiveram que usar tranquilizantes para dominar o animal. Fonte: BOL Fotos e Diptendu Dutta/AFP Rui Iwersen, editor . 27 de julho de 2011

Curiosidades Ecológicas de GaiaNet

“Entre as 69 cidades mais populosas do Estado de São Paulo, 27 estão acima da zona epidêmica de 10 homicídios por 100 mil habitantes, índice adotado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).”

“Três cidades da Região Metropolitana lideram o ranking de assassinatos, com taxas acima de 21 homicídios por 100 mil habitantes. Embu das Artes ocupa a primeira posição.”

 e UOL Notícias27 cidades de SP têm assassinato como epidemia; 27 de julho de 2011

.

04 de agosto de 2011

Qualidade do ar na cidade de São Paulo é a pior dos últimos oito anos

  UOL Notícias e Futura Press.

.
Vista da região do Ibirapuera, zona sul de São Paulo, ressalta a poluição do ar causada por veículos

Mesmo com a implantação da inspeção veicular e chuvas mais constantes neste ano, a qualidade do ar na cidade de São Paulo é a pior nos sete primeiros meses do ano desde 2004. Especialistas ouvidos pelo UOL Notícias apontam o aumento da frota de carro da cidade e os frequentes congestionamentos, que obrigam os carros a trafegarem cada vez mais lentos, como os principais fatores desta piora. O número de dias em que a qualidade do ar ficou imprópria na cidade de São Paulo aumentou 146% nos primeiros sete meses de 2011 na comparação com o mesmo período de 2008 – um ano antes da obrigatoriedade da inspeção veicular da região. (…) Rui Iwersen, editor . 05 de agosto de 2011

ONGs lançam comitê e abaixo-assinado contra novo Código Florestal

Integrantes de 97 organizações da sociedade civil, movimentos sociais, parlamentares e ex-ministros participaram hoje (5), na capital paulista, do lançamento do Comitê Paulista em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável Contra o Projeto de Lei Complementar 30/2011, que altera o Código Florestal Brasileiro. Também foi lançado um abaixo-assinado contra o projeto do novo código. (…) Rui Iwersen, editor

. 07 de agosto de 2011

Protestos em Londres

.

.

Policiais permanecem em frente de edifício em chamas no bairro de Tottenham, em Londres. Centenas de pessoas saíram às ruas para protestar após um homem ser morto pela polícia, mas a manifestação acabou em tumulto, com veículos incendiados e prédios depredados. Fonte: BOL Fotos Rui Iwersen, editor . 08 de agosto de 2011

Consequências do desmatamento e da urbanização desordenada

Em Manaus, aposentado encontra jiboia de quatro metros e 55 quilos no quintal de casa

07/08/2011| do UOL Notícias. .
.
Aposentado é surpreendido na manhã deste domingo (6) por uma cobra jiboia de quatro metros e aproximadamente 55 quilos no quintal de casa, em Manaus Mais

O aposentado Raimundo Nonato Santana, 67, foi surpreendido na manhã deste domingo (6) por uma cobra jiboia de quatro metros e aproximadamente 55 quilos no quintal de sua casa, localizada na avenida Ayrão, centro de Manaus (AM). Rui Iwersen, editor . 09 de agosto de 2011

Pobre Terra, pobres ecologistas

Distúrbios e violência atingem mais duas cidades na Inglaterra

do UOL Notícias e AFP

Os distúrbios que atingem Londres há três dias seguem se alastrando pela Inglaterra pelo quarto dia seguido. Nesta terça-feira, lojas foram saqueadas e carros queimados nas cidades de Wolverhampton e de West Bromwich, próximas a Birmingham, a segunda maior cidade britânica. Os distúrbios marcam o quarto dia consecutivo da onda de violência que deixou dezenas de lojas e carros queimados, além de centenas de feridos e ao menos um morto. (…)

.
.
Loja incendiada no centro de Manchester, na Inglaterra, mais uma cidade que foi palco de distúrbios provocados por jovens Mais
.
Rui Iwersen, editor
.
.

10 de agosto de 2011

Ameaças às florestas, ameaças à vida, ameaças a Gaia 

Eventos climáticos extremos ameaçam florestas

Eventos climáticos extremos e acidentes naturais serão uma ameaça crescente às florestas mundiais nos próximos anos, alertou esta terça-feira a Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO. No estudo “Distúrbios Abióticos e sua Influência sobre a Saúde das Florestas”, a agência pede o reforço da cooperação entre regiões e países numa parceria internacional em prol da conservação e melhoramento florestal. Quase 4 mil eventos extremos – os chamados “distúrbios abióticos”, que incluem ciclones, enchentes, deslizamentos, tornados, terremotos, erupções vulcânicas e “mega” incêndios florestais – ocorreram entre 2000 e 2009. (…) Rui Iwersen, editor . 11 de agosto de 2011

Vendaval causa destruição e deixa mais de 2 mil desabrigados no Sul

Fonte: BOL Fotos .

.

Com as chuvas na região, bombeiros de Caxias do Sul (RS) interditaram cinco casas. As residências correm risco de desabamento e ficarão interditadas por tempo indeterminado. Mais Rui Iwersen, editor . 11 de agosto de 2011

Portugal sofre 16 incêndios florestais após 2 dias de muito calor

 e UOL Notícias

Incêndios florestais voltaram a ser registrados em Portugal após dois dias de muito calor, e segundo os dados oferecidos nesta quarta-feira pela Autoridade Nacional de Defesa Civil, os bombeiros enfrentam 16 focos relevantes, especialmente no norte do país e perto de Lisboa. (…) Durante a manhã, o mais grave ocorreu entre as localidades de Loures e Mafra, a cerca de 30 quilômetros ao norte de Lisboa, onde se calcula que entre dez e 15 hectares da floresta tenham sido queimados. (…) Muitos dos incêndios registrados no país foram propositais e a Polícia já deteve na temporada de verão europeu 11 pessoas relacionados a esse tipo de crime. Rui Iwersen, editor . 12 de agosto de 2011

EUA lança Falcon HTV-2, 22 vezes mais veloz que um avião comum

Fonte: BOL Fotos e AFP .

.

Esta foto representativa mostra o avião Falcon HTV-2. O Departamento de Defesa dos Estados Unidos vai voltar a colocá-lo no ar nesta quinta-feira para testes. Este é o avião mais rápido já construído, e deve reduzir a menos de uma hora o tempo necessário para ligar quaisquer dois pontos do planeta. Comparado a uma aeronave comercial, é 22 mais veloz. Rui Iwersen, editor . 13 de agosto de 2011

Potes de margarina dos Emirados Árabes aparecem boiando em praias de Maceió

11/08/2011 | do UOL Notícias
.
Potes de margarina fabricada em Dubai (Emirados Árabes Unidos) são encontrados em praias de Maceió Mais

Moradores das praias de Guaxuma, Garça Torta e Riacho Doce, localizadas no litoral norte de Maceió, foram surpreendidos com uma carga de margarina da marca Nawar, de fabricação em Dubai (Emirados Árabes Unidos) que apareceu no mar esta semana. O “presente” jogado no mar causou correria nas colônias de pescadores e comunidades carentes com a euforia da população para resgatar do mar o máximo de caixas e potes que boiavam na água. (…) “Desconhecemos que esses produtos tenham sido trazidos de Dubai pelas correntes marinhas. O porto alegou que algum navio em trânsito, que passou próximo ao nosso litoral, que seja responsável pela carga. Não sabemos se os produtos caíram ou foram jogados no mar”, ressaltou Ricardo Walker. (…) Rui Iwersen, editor . 14 de agosto de 2011

Grande incêndio atinge região próxima à reserva ambiental em Minas Gerais

– Folha.com

Um incêndio de grandes proporções atingiu a região próxima ao Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, uma das mais importantes áreas verdes do estado de Minas Gerais, na cidade de Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte.Foram queimados aproximadamente 60.000 m² de vegetação nativa até o momento, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. Os bombeiros afirmaram em nota que os focos de incêndio foram controlados e não há mais risco de que o fogo se expanda até as áreas de preservação ambiental do Parque da Serra do Rola-Moça. (…)
.
Rui Iwersen, editor
.
.
15 de agosto de 2011

Pesquisadores vão remover espécie invasora para preservar mico-leão-dourado em Niterói

UOL Ciência e Saúde e Agência Brasil

Até o final do ano, pesquisadores brasileiros vão começar a retirar grupos de mico-leão-de-cara-dourada de uma área em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo a coordenadora da operação, Maria Cecília Kierulff, diretora do Instituto Pri-Matas, há dez anos, essa espécie, considerada invasora, foi acidentalmente solta na área que já era habitada pelo mico-leão-dourado, natural da região. “Ele é muito próximo do mico-leão-dourado. Essas espécies ocupam o mesmo tipo de ambiente, alimentam-se das mesmas coisas, dormem nos mesmos locais. Ele pode até, de alguma forma, excluir o mico-leão nativo se essas duas espécies se encontrarem”, explicou a pesquisadora, alertando que o encontro das duas espécies pode gerar uma disputa por áreas e comida. (…) Rui Iwersen, editor .

15 de agosto de 2011

Pela 1ª vez, navio a energia solar atravessa o mar da China

Folha.com e EFE
Um navio movido a energia solar chegou nesta segunda-feira a Hong Kong, depois de seis dias de difícil navegação por causa das condições meteorológicas nas Filipinas, e se tornou a primeira embarcação deste tipo a atravessar o mar da China. No trajeto de mil quilômetros, que separam as Filipinas de Hong Kong, o navio passou por condições delicadas, entre a monção e as tempestades tropicais, declarou a equipe suíça responsável pela iniciativa.Em Hong Kong, o catamarã, chamado “PlanetSolar”, participará de vários eventos. A embarcação começou sua volta ao mundo em setembro de 2010, em Mônaco, e espera-se que termine em maio de 2012. O objetivo do projeto é que o navio passe oito meses no mar, movido unicamente pela energia solar para provar que o sol é uma fonte confiável para o transporte ecológico de pessoas e mercadorias pela via marítima. Sua superfície serve como “gerador solar” e a embarcação pode navegar, inclusive, sem insolação direta, pois a energia produzida é armazenada em uma bateria.
Rui iwersen, editor
.

18 de agosto de 2011

Tráfico internacional de animais

.

.

Animais ameaçados de extinção foram confiscados de um grupo de filipinos que pretendia contrabandear as espécies Francis R. Malasig/EFE e BOL Fotos Rui Iwersen, editor . 19 de agosto de 2011

O homem e a natureza (morta)

.

Homem limpa cabeças de crocodilos empalhadas para que sejam postas à venda em fazenda nas Filipinas Romeo Ranoco/Reuterse BOL Fotos

Rui Iwersen, editor . 20 de agosto de 2011

Curiosidades Ecológicas; Os outros animais do Planeta

“Em 1979 existia 1 milhão e 300 mil elefantes na África; 10 anos depois este número foi reduzido à metade.”

“Apesar da proibição da morte de elefantes e comercialização de seu marfim, a caça e o comércio ilegal de marfim continuam.” “O marfim dos elefantes africanos são contrabandeados para paises como a Tailândia, que tem tambem um comércio legal de marfim de elefantes asiáticos, e usados para fazer esculturas.” “Alem de combater a caça dos elefantes e o comércio ilegal do marfim, precisamos convencer as pessoas a não comprarem produtos feitos de animais selvagens.” National Geographic Channel; Tráfico de marfim; 20 de agosto de 2011

Rui Iwersen, editor
.
.
20 de agosto de 2011

Ativistas protestam no Brasil e no exterior contra Belo Monte

DA AGÊNCIA BRASIL e da Folha.com
Os movimentos “Brasil pela Vida nas Florestas”, “Xingu Vivo para Sempre” e a “Frente Pró-Xingu” querem fazer deste sábado (20) –Dia Internacional da Ação em Defesa da Amazônia– um dia de protesto contra a construção da Usina de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará. As organizações alegam que 80% das águas do Xingu serão desviadas e que mais de 20 etnias indígenas ficarão desabrigadas após a construção da hidrelétrica.Na tarde deste sábado acontecem manifestações em Belém, Brasília, no Rio de Janeiro e em São Paulo, e protestos contra a obra em mais 11 cidades. Segundo os movimentos sociais, haverá manifestações também na próxima segunda-feira (22) em cerca de 20 cidades em 16 países – entre eles, os Estados Unidos, a Alemanha, a Inglaterra, a Noruega, o Irã, a Turquia e a Austrália. Os protestos serão em frente às embaixadas e consulados brasileiros. (…)
.
Rui Iwersen, editor
.
.
22 de agosto de 2011

Curiosidades Ecológicas de GaiaNet

“Um diretor sem diretoria do Senado, cujo título é só para justificar o salário, ganha o dobro do que ganha um professor universitário federal concursado, com mestrado, doutorado e prestígio internacional.”

“Um assessor de 3º nível de um deputado ganha mais que um cientista-pesquisador da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, com muitos anos de formado, que dedica o seu tempo buscando curas e vacinas para salvar vidas.” Curiosidades de um pais de loucos; enviado por Tadeu Ferreira de Paiva, Florianópolis; 19 de agosto de 2011

BOPE: R$ 2.260,00 para arriscar a vida; Bombeiros: R$ 960,00 para salvar vidas; Professores: R$ 728,00 para preparar para a vida; Médicos: R$ 1.260,00 para manter a vida; Deputado federal: R$ 26.700,00 para ferrar a vida do Brasileiro!

Campanha salarial dos Bombeiros; enviado por Leandro Bender, Florianópolis; 21 de agosto de 2011

. 30 de agosto de 2011

Como a indústria do fumo enganou as pessoas

.

.

A exposição “Propagandas de cigarro – como a indústria do fumo enganou as pessoas” está no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo,a partir de segunda-feira, 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo. A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel “vendiam” cigarros. Mais Fonte: BOL Fotos Rui Iwersen, editor . 31 de agosto de 2011

Não precisaria haver fome no mundo, mas …

Tomatina 

Alegria vermelha contagia guerra de tomates na Espanha.

.

Grupo participa da “Tomatina” (guerra de tomates) no município de Bunol, em Valência, na Espanha. Cerca de 40 mil pessoas celebram a festa, que consome mais de 120 toneladas de tomate .

BOL Fotos Rui Iwersen, editor .

02 de setembro de 2011

Pastagem é responsável por 62% do desmatamento na Amazônia Legal

Quase dois terços do desmatamento nos nove Estados da Amazônia Legal até 2008 tem ligação direta com pastagem, indicou estudo divulgado nesta sexta-feira (2) pelo governo.  Feito pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o levantamento  detectou 447 mil quilômetros quadrados – área equivalente aos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraíba e  Alagoas – com danos ao meio-ambiente causados diretamente pela criação de gado.
.

A agricultura, em contra partida, é responsável por apenas 5% do desmatamento – ou 3,4 milhões de hectares. As áreas degradadas, que por muito tempo preocuparam o governo, são responsáveis por não mais que 0,1% dos prejuízos. Novas tecnologias permitiram ao poder público contar de 20 em 20 metros ou de 30 em 30 metros os quase 720 mil quilômetros quadrados de áreas desmatadas nos Estados (Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Pará, Amapá, Mato Grosso,  Maranhão e Tocantins).

A maior concentração de pastagens está em Rondônia: 80% da cobertura florestal foi transformada. No Pará, as áreas desflorestadas por pastagens abrangem 62% da área afetada – mesmo número da Amazônia Legal inteira. (…) A pesquisa teve apoio do Ministério do Meio Ambiente, graças ao Programa Piloto para Proteção das Florestas Tropicais do Brasil (PPG-7). Essa iniciativa é financiada pelos sete países mais ricos do mundo, pela Holanda e pela Comissão Europeia, com a ajuda do Banco Mundial. Os recursos vieram da Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologias Espaciais – Funcate.

Rui Iwersen, editor .

04 de setembro de 2011

Usina de Dessalinização na Austrália

Mega Construções T.7 Ep.5
Austrália à Prova de Seca – Foster vai a Melbourne, onde depois de 13 dias de seca extrema, parece ter o seu futuro garantido com uma usina de dessalinização que irá transformar água salgada em água doce. Às 8:30 no DISCOVERY CHANNEL Próximas Sessões: 09-09-2011 8:30 Fonte: Zon Multimedia – Guia TV Rui iwersen, editor de GaiaNet

. 05 de setembro de 2011..

Caçado até a extinção, tigre-da-tasmânia não era ameaça

Folha.com e BBC BRASIL

O tigre-da tasmânia (Thylacinus cynocephalus), animal caçado até a extinção na Austrália graças à sua fama de devorador de ovelhas, não era uma ameaça para os fazendeiros.O estudo dos pesquisadores da Universidade de New South Wales, em Sydney, publicado no “Journal of Zoology”, diz que o animal, também conhecido como lobo-da-tasmânia ou lobo marsupial, tinha mandíbulas fracas e suas presas precisariam ter o tamanho de um esquilo. “Nossa pesquisa mostra que a mandíbula permitia apenas que ele atacasse presas menores e mais ágeis”, disse Marie Attard, que liderou a pesquisa. “Esta é uma característica incomum em grandes predadores, considerando que eles pesavam cerca de 30 quilos e tinham uma dieta carnívora. Quanto à suposta habilidade [dos tigres-da-tasmânia] de comer ovelhas, nossas descobertas indicam que essa reputação é, no mínimo, exagerada.”

Estudo diz que o lobo-da-tasmânia tinha mandíbulas fracas e suas presas precisariam ter o tamanho de um esquilo
.Estudo diz que o lobo-da-tasmânia tinha mandíbulas fracas e suas presas precisariam ter o tamanho de um esquilo

Além de sugerir que a caça aos tigres-da-tasmânia, incentivada e premiada por governos locais, não era justificada, a pesquisa também concluiu que a dieta do animal contribuiu para o desaparecimento da espécie. “Eles precisavam caçar muitos animais pequenos para sobreviver. Logo, pequenas alterações no ecossistema, como as causadas pela chegada de colonos europeus, teriam reduzido suas chances de sobrevivência”, explica Attard. Os tigres-da-tasmânia habitaram várias áreas da Austrália e da Papua-Nova Guiné, mas no fim do século 19 só podiam ser encontrados na Tasmânia. O último, chamado Ben, morreu em 1936 no zoológico de Hobart.

Rui Iwersen, editor
.
.

06 de setembro de 2011

Vista do espaço, fronteira entre Índia e Paquistão é da cor laranja

Folha.com e REUTERS

Uma foto tirada por um dos membros da ISS (Estação Espacial Internacional, na sigla em inglês) mostra claramente a fronteira entre a Índia e o Paquistão.Na imagem, tirada em 21 de agosto e divulgada no último domingo (4), a linha fronteiriça é vista em tom laranja por conta da iluminação, instalada por medidas de vigilância. Os focos de luzes concentrados são as cidades de Srinagar (esquerda), Islamabad (centro, mais abaixo), Lahore (centro, próximo à fronteira) e Nova Délhi (centro, em cima).

Nasa/Reuters
Foto tirada por astronauta em 21 de agosto, divulgada recentemente, mostra fronteira Índia-Paquistão (em laranja)
.Foto tirada por astronauta em 21 de agosto, divulgada recentemente, mostra fronteira Índia-Paquistão (em laranja)
Rui Iwersen, editor

. 07 de setembro de 2011

Pela 1ª vez, estudo acha plástico em mar do polo Norte

06/09/11 da Folha.com

A grua do navio levanta e despeja no convés uma rede em formato de cone. A oceanógrafa inglesa Clare Miller, porém, sabe o que procura ali –e não são peixes. Ela logo esvazia a ponta da rede dentro de um balde, revelando algas, plâncton e… plástico.Em apenas uma hora dentro d’água, a rede de Miller coletou pedaços minúsculos de plástico e nylon numa das regiões mais remotas do oceano: o mar de Barents, a noroeste do arquipélago de Svalbard, Noruega, a menos de 1.300 km do polo Norte. A coleta, feita a bordo do navio Arctic Sunrise, do Greenpeace, comprova pela primeira vez algo de que já se desconfiava: o Ártico também está contaminado por lixo. (…) O lixo é difícil de ver a olho nu. Ele é composto, em sua maior parte, de pedacinhos de plástico bastante degradados pelo Sol, que ficam em suspensão na água.

Arte

Os restos são tão pequenos que precisam ser capturados com uma rede especial, feita para coletar plâncton (animais e algas microscópicas). Segundo Miller, o tamanho dos pedaços de lixo e a ausência de outros indicadores de poluição, como bolas de piche, sugerem que o plástico é “importado”, chegando ao mar de Barents trazido por correntes marinhas como a do Golfo, que sai do Atlântico tropical e banha a Europa. (…)

LIXO GENERALIZADO

O lixo marinho invisível é um problema global. A ONG mantém uma base de dados de plástico coletado por seus navios em dez outras regiões do planeta. Todas revelam alguma contaminação. De longe a pior situação é a do norte do Pacífico, que abriga a famosa “grande mancha de lixo”. É uma zona que pode chegar a 15 milhões de km2 (quase o dobro do território do Brasil) na qual a água concentra uma grande quantidade de plástico trazido da Ásia e da América do Norte, mantida ali por correntes em giro. No mar, o lixo é engolido por animais marinhos e entra na cadeia alimentar –quando não os mata.

RESTO DE REDES

A presença de restos de redes de pesca de nylon nas amostras coletadas por Miller também é típica da contaminação por plástico. Segundo Bengtsson, o problema é tão disseminado que o governo norueguês freta periodicamente barcos de pesca para buscar equipamento descartado no mar. (…)

Rui Iwersen, editor

.

06 de setembro de 2011
.

Crocodilo gigante é capturado nas Filipinas

.
.

Um crocodilo de 6,4 metros de comprimento pesando mais de uma tonelada (1.075 kg)foi capturado no vilarejo de Bunawan, nas Filipinas. O réptil será levado para ser atração em um parque de ecoturismo local. Mais

BOL Fotos; Bichos

Rui Iwersen, editor

.

11 de setembro de 2011

10 anos do pior ataque terrorista da história dos Estados Unidos

11 de setembro

Fatos marcantes dos 10 anos da tragédia

..
.

.

Explosão de uma das torres gêmeas do World Trade Center logo após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, em Nova York Chang W. Lee/The New York Times

.

Vista aérea da cidade de Nova York (EUA) depois dos ataques de 11 de setembro de 2001 NYPD via ABC News/AP

Fonte: BOL Fotos

Rui Iwersen, editor

.

12 de setembro de 2011

Curiosidades Ecológicas – 8. Ciência e Tecnologia

“Nunca os brasileiros renovaram com tanta rapidez os modelos de seus televisores, computadores, aparelhos de som e outros eletrônicos.”

“Segundo um relatório da ONU, o Brasil é o país emergente que mais gera lixo eletrônico de computador por pessoa.”

“Existem hoje no Brasil cerca de 15 empresas de reciclagem de lixo eletrônico com licenciamento ambiental que dão a destinação correta aos materiais.”

“As empresas têm até 2014 para se adaptar à PNRS [Política Nacional de Resíduos Sólidos], mas quem quiser se antecipar deve pesquisar as alternativas disponíveis em cada cidade.”

“Eletrônico inútil é lixo perigoso e tem que ser tratado como tal.”

Revista ISTOÉ; Edição 2182; 02/09/11; O que fazer com o nosso lixo eletrônico; 13 de setembro de 2011

14 de setembro de 2011

Antropoceno

Malásia transfere uma orangotango fumante de zoo para ajudá-la a largar cigarro

12/09/2011 | do UOL Notícias
AP
.
O diretor do zoológico não considera a primata viciada, mas acredita que ela pode ter ”adquirido o hábito após copiar seres humanos”. Uma orangotango de um zoológico na Malásia que fumava cigarros dados por visitantes está sendo forçada a largar o hábito.

Funcionários do Departamento da Vida Selvagem e Parques Nacionais da Malásia disseram que a orangotango, chamada Shirley, foi transferida para um outro zoológico e será, de lá, levada para um santuário na ilha de Bornéu dentro de poucas semanas. Ahmad Azhar Mohammed, diretor do zoológico de Melaka, onde o animal se encontra, afirmou que ela não receberá mais cigarros porque ”fumar não é um comportamento normal para orangotangos”. Em entrevista à agência de notícias Associated Press, Mohammed disse que não considera a primata viciada, mas acrescentou que ela pode ter ”adquirido o hábito após copiar seres humanos”. (…) A organização de direitos dos animais britânica Nature Alert havia contactado autoridades da Malásia no início do ano, denunciando que Shirley vinha recebendo cigarros dados por visitantes do zoológico. (…) A Nature Alert afirmou que Shirley parecia sofrer oscilações de humor, às vezes parecia tonta e em outras ocasiões ”muito agitada” ou deprimida quando não fumava um cigarro. (…) Rui Iwersen, editor .

15 de setembro de 2011

Líder que levou o Google a aldeias indígenas denuncia sofrer ameaças de morte

Tribo usa tecnologia do Google para proteger a natureza

 .
.
O líder Almir Suruí, eleito pela revista norte-americana “Fast Company” uma das 100 pessoas mais criativas do mundo, com seu laptop na floresta Mais Arquivo pessoal

Pouco conhecido no Brasil, mas premiado internacionalmente por aliar tecnologia e tradição no combate a crimes ambientais em uma parceria inédita com o Google, o chefe indígena Almir Narayamoga Suruí foi incluído recentemente em um programa de proteção do governo federal após ser ameaçado de morte.

“Quero continuar vivo para defender meu povo”, diz líder indígena ameaçado

  • Arquivo Pessoal
  • Almir Suruí decidiu aliar o arco e flecha às novas tecnologias para proteger suas terras e a integridade de seu povo.
  • .
  • Reconhecido e premiado internacionalmente, o líder da tribo Suruí falou com o UOL Notícias sobre o sucesso de sua parceria com o gigante da internet Google, a falta de prioridade do governo com relação aos índios e as ameaças de morte que vem sofrendo por parte de madeireiros ilegais. Leia mais

Rui Iwersen, editor . 16 de setembro de 2011

Região onde nasce o rio Amazonas pode virar área protegida no Peru

15/09/2011 | do BOL

Os expedicionários que encontraram a nascente do rio Amazonas na cordilheira de Chila, no sul do Peru, em 1996, vão formalizar uma proposta para que a região seja declarada área natural protegida peruana. O objetivo, anunciaram em entrevista à imprensa nesta quinta-feira, é preservá-la da mineração. A expedição Amazon Source 96 localizou a origem do rio Amazonas no desfiladeiro de Apacheta, a mais de 5.000 metros de altura. O grupo era chefiado pelo investigador polonês Jacek Palkiewicz e tinha integrantes da Sociedade Geográfica de Lima.

Jorge Araújo/Folha Imagem
Floresta na região do rio Negro, um dos principais afluentes do Amazonas; área protegida será de 47,5 mil hectares
Floresta na região do rio Negro, um dos principais afluentes do Amazonas; área protegida será de 47,5 mil hectares
. O presidente da Sociedade, Zaniel Novoa, disse que neste ano entregará considerações técnicas às autoridades da província de Caylloma, e do governo regional de Arequipa, onde Apacheta está localizado, para que eles façam a solicitação formal ao governo central. O estudo técnico deve conter argumentos de importância geográfica e cultural, e falar da necessidade de preservar a área da atividade mineradora, considerou Novoa.Para ele, a declaração de área protegida “se justifica porque representa a origem do maior rio do planeta e do maior sistema hidrográfico do mundo”. As autoridades de Caylloma esperam que o estado declare como área natural de proteção um terreno de 47,5 mil hectares, com um conjunto de nevados da cordilheira Chila, lombadas, vales glaciais e lagoas. (…)
.
Rui Iwersen, editor.
.
.
17 de setembro de 2011 

Águas-vivas estão substituindo peixes no mar, diz estudo

Elas são lerdas, gelatinosas, desengonçadas e usam um sistema de caça considerado primitivo. Ainda assim, as águas-vivas estão conseguindo substituir sardinhas, anchovas e outros peixes no domínio dos mares. A mudança acontece principalmente nas regiões onde a pesca predatória dizimou as espécies dominantes.(…)  Surpreendentemente, os invertebrados são excelentes predadores. Em uma compilação de vários trabalhos, os cientistas -liderados por José Luiz Acuña, da Universidade de Oviedo, na Espanha- compararam dados como velocidade, padrão de deslocamento e potencial de caça das águas-vivas e de certos peixes comedores de plâncton (organismos minúsculos, como algas e larvas de animais, que boiam no mar). (…) Embora o corpão da água-viva desfavoreça seu deslocamento, ele aumenta as chances de contato com as presas, garantindo mais comida. A estratégia de flutuar, em vez de perseguir vigorosamente a caça, também não é má ideia. Desse jeito, elas economizam muita energia. E vão, lentamente, transformando os oceanos.
.
Editoria de arte/folhapress
.
Rui Iwersen,editor
.
.
20 de setembro de 2011

Concurso premia crianças com armas na Somália

do BOL e da BBC BRASIL.
Uma estação de rádio na Somália controlada pelo grupo extremista islâmico Al-Shabab premiou com armas crianças que participavam de um concurso de declamação do Alcorão, o livro sagrado dos muçulmanos.A competição da rádio Andulus também avaliou conhecimentos gerais. O grupo que venceu a competição recebeu um fuzil AK-47 e o equivalente a US$ 700. O segundo colocado recebeu um AK-47 e US$ 500 e terceiro, duas granadas de mão e US$ 400. O grupo Al-Shabab, que teria ligações com a Al-Qaeda, controla grande parte do sul e do centro da Somália. Recentemente o grupo saiu da capital Mogadício, onde o fraco governo apoiado pela ONU está no comando.
.
GRANADAS
.
Quatro crianças, de idades entre 10 e 17 anos, foram escolhidas para representar cada distrito na competição realizada durante o Ramadã, o mês sagrado dos muçulmanos, que terminou em agosto.
“Os jovens devem usar uma mão para educação e com a outra segurar uma arma para defender o Islã”, disse o comandante do Al-Shabab Mukhtar Robow aos vencedores da competição em Elasha, cerca de 20 km da capital. Os vencedores também receberam livros religiosos. Mohamed Moalimu, repórter da BBC em Mogadício, disse que o concurso vem ocorrendo há três anos. Em edições anteriores, a primeira colocação era premiada com um lançador de granadas. A Somália atravessa uma severa seca e muitas áreas controladas pelo grupo sofrem com fome.
Rui Iwersen, editor
.
.
21 de setembro de 2011

Em Paris, cacique Raoni busca apoio contra Belo Monte

 UOL NotíciasAgência Brasil e  RFI

Na tentativa de impedir as obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará, o cacique caiapó Raoni foi à França para fazer campanha contra o projeto. Usando trajes típicos de sua etnia e com cocar, o líder indígena pretende ficar em Paris até outubro. A campanha de Raoni conta com o apoio de atores como Marion Cotillard e Vincent Cassel, além do diretor James Cameron, do filme “Avatar”. Durante sua estada em Paris, Raoni receberá o título de cidadão de honra. Ao chegar ontem à capital francesa, ele recebeu uma  relação com mais de 100 mil assinaturas em apoio ao fim das obras de Belo Monte. O abaixo-assinado foi lançado há cerca de um ano pelos responsáveis pelo site Raoni.com, baseado na França. A construção da usina foi alvo de ressalvas da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organiza ção dos Estados Americanos (OEA). O organismo multilateral pediu a imediata suspensão do processo de licenciamento da usina. (…) Rui Iwersen, editor .

23 de setembro de 2011

Reserva marinha mexicana quintuplica número de peixes em 10 anos

23/08/2011 | do UOL Notícias

Reserva Cabo Pulmo, México Uma reserva marinha na costa oeste do México conseguiu quase quintuplicar seu número de peixes em dez anos, segundo um estudo envolvendo várias instituições sob coordenação do Instituto Scripps de Oceanografia, da Universidade da Califórnia, San Diego. O projeto de recuperação na área do Parque Nacional Cabo Pulmo, no Estado da Baja Califórnia, foi fruto do entusiasmo e dedicação da população local que, incomodada pela devastação do ecossistema, estabeleceu o parque em 1995 e desde então se dedica a protegê-lo. “As mudanças mais importantes que observamos é que o número de espécies no parque quase duplicou, e o número de indivíduos e seu tamanho, que em conjunto são os quilos de peixes, aumentaram mais de 460%”, disse à BBC o biólogo marinho Octavio Aburto-Oropeza, do Instituto Scripps. “Em apenas uma década, o parque ganhou cerca de 3,5 toneladas por hectare”, afirmou. (…) Experiência inspiradora Cabo Pulmo tem 71 km quadrados e é quase 70 vezes maior que a maioria das reservas estudadas até hoje. Entre as espécies mais comuns na área estão a garopa do golfo (“Mycteroperca jordani”), garopa sardineira (“Mycteroperca rosacea”), pargo cinza (“Lutjanus novemfasciatus”), pargo amarelo (“Lutjanus argentiventris”) e cavalinha (“Seriola lalandi”). Para os autores do estudo, publicado no site de artigos científicos “PLoS One (Public Library of Sciences) “, a experiência da reserva é “comovente”. “É surpreendente que as comunidades de peixes em um recife superexplorado possam se recuperar até chegar a níveis comparáveis com os de recifes remotos, lugares prístinos onde nunca ocorreu a pesca humana”, avaliou Aburto-Oropeza. Para o especialista mexicano, o projeto mexicano ensina que o sucesso de projetos de proteção de áreas marinhas começa com a participação e a liderança das comunidades locais. (…) Por último, avalia, é importante divulgar a experiência de Cabo Pulmo para interessados em outras partes do mundo. “Poucos legisladores no mundo estão conscientes de que o tamanho e a abundância dos peixes pode aumentar extraordinariamente em muito pouco tempo, a partir do momento em que se estabelece a proteção ambiental e se cria uma reserva marinha”, defende. (…) Rui Iwersen, editor . 25 de setembro de 2011

Após cem feridos por ataque de piranhas, balneário no Piauí recebe peixes para conter superpopulação

Após cem banhistas serem feridos por ataque de piranhas, o principal balneário da região próxima a Teresina, a barragem do Bezerro, no município de José de Freias (PI), a 52 quilômetros da capital, contra-atacou: desde o dia 19 deste mês, 100 mil tilápias foram colocadas na barragem, com o objetivo de atacar e, ao mesmo tempo, serem alimento das piranhas. O objetivo é controlar a superpopulação da espécie no local e garantir que a piranha encontre comida na barragem, sem a necessidade de atacar o ser humano. (…) Balneário recebe peixes para conter piranhas

.
Barragem do Bezerro, em José de Freitas (PI), recebeu 100 mil tilápias para equilibrar população de peixes no local Mais Divulgação / Semar
.
Segundo o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), foram colocados alevinos e peixes adultos. “Elas passaram a atacar os banhistas pela ausência dos seus predadores. E como os outros peixes são o alimento da piranha, houve essa busca por comida”, afirmou Romildo Mafra, superintendente do Ibama.Até novembro, a barragem deve receber mais 200 mil peixes das espécies tucunaré e traíra para que a cadeia volte ao equilíbrio. Durante este período, a pesca na barragem está proibida. (…)
.
Rui Iwersen, editor
.
.
26 de setembro de 2011

Tourada 

Realizada a última disputa em Barcelona; proibição começa em 2012

BOL Fotos e AFP

.

O “matador” José Tomás, um dos mais famosos da Espanha, se apresenta na arena Monumental, em Barcelona, na última tourada da região, neste domingo. Em 2012 entra em vigor a lei que proíbe a prática. Lluis Gene/AFP

Rui Iwersen, editor . 29 de setembro de 2011

Tourada 

A última disputa em Barcelona

.

Público invade a arena Monumental, em Barcelona, que neste domingo foi palco da última tourada. Em 2012, entra em vigor a lei que proíbe as tradicionais disputas entre touro e toureiro. Manu Fernandez/AP e BOL

Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 01 de outubro de 2011

Internet popular começa a ser oferecida em 344 municípios a partir de hoje

A partir de hoje (1º), moradores de 344 municípios poderão contratar internet com velocidade de 1 megabit por segundo (Mbps) a R$ 35, dentro do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). As empresas de telefonia fixa que firmaram termos de compromisso com o governo para participar do programa confirmaram o início das ofertas, encaminhando ao Ministério das Comunicações a lista de municípios a serem atendidos na primeira fase. A expectativa é que até o final do ano o número de municípios atendidos chegue a 544. O valor do serviço pode chegar a R$ 29,90 nos estados onde haverá isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).Os termos de compromisso firmados com as empresas de telefonia Oi, Telefônica, Algar Telecom e Sercomtel determinam os principais requisitos a serem cumpridos pelas empresas, como preço e velocidade. Também estabelecem que as operadoras não poderão fazer venda casada, ou seja, obrigar o consumidor a comprar outro produto além da conexão à internet, mas poderão ofertar internet móvel onde não for possível por meio da fixa. (…)

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

03 de outubro de 2011

Bolsa Verde vai beneficiar 73 mil famílias até 2014, diz Dilma

UOL Notícias e Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff disse hoje (3) que 73 mil famílias devem receber o Bolsa Verde até 2014. O programa, que integra o Plano Brasil sem Miséria, foi regulamentado na semana passada em Manaus (AM). “Essas famílias extrativistas vivem numa integração muito grande com a floresta e são as maiores defensoras da nossa Amazônia. O extrativista vai assinar um compromisso de preservação da floresta onde ele vive e trabalha e receberá R$ 300 a cada três meses, o que dá R$ 100 por mês”, explicou Dilma. No programa semanal Café com a Presidenta, ela avaliou que o Bolsa Verde representa uma espécie de “casamento” entre geração de renda e preservação ambiental, pois possibilita que o país continue crescendo, mas de forma sustentável. Segundo Dilma, neste mês de setembro, 3,5 mil famílias devem receber o benefício. Até o final do ano, a estimativa é que 18 mil sejam contempladas. (…) Rui Iwersen, editor . 04 de outubro de 2011

Paris lança serviço de aluguel de carros elétricos

Paris, 3 out (EFE).- Um serviço de aluguel de carros elétricos será inaugurado nesta segunda-feira em Paris para oferecer a oportunidade de transitar pela cidade de maneira alternativa, poupando o uso do veículo particular.O “Autolib” será lançado depois do sucesso do “Vélib”, o sistema de aluguel de bicicletas que desde 2007 conta com mais de 150 mil assinantes. As duas redes compartilham da mesma proposta: o usuário, pega um veículo em uma das diferentes estações espalhadas pela cidade e depois o devolve em outra. Desta maneira, pretende-se oferecer a maior flexibilidade possível, incentivando os cidadãos a adotar este meio de transporte no lugar de seu veículo particular. O objetivo da prefeitura de Paris é retirar de circulação 22,5 mil veículos convencionais, para aliviar o trânsito e diminuir as consequências ambientais.A partir de segunda-feira, o “Autolib” será posto à prova durante dois meses, com uma primeira remessa de 66 veículos elétricos de dois lugares distribuídos em 33 estações. Trata-se do início do projeto que a partir de dezembro, quando será lançado de forma definitiva, contará com 75 estações e 250 carros e cuja meta é ter em 2014 mil estações espalhadas por toda a capital francesa, com 3,5 mil veículos. O princípio é simples: a empresa concessionária oferecerá diferentes preços, de 144 euros por ano, 15 euros por semana e 10 euros por dia.

Rui Iwersen, editor . 04 de outubro de 2011

Lixo e morte no mar

Tartarugas aparecem mortas na Praia Grande (SP)

 UOL Notícias Onze tartarugas apareceram mortas na região de Praia Grande, no litoral paulista, entre o último domingo e hoje. Entre elas, havia 10 tartarugas verdes e uma tartaruga-de-pente. Segundo a veterinária Andrea Maranho, do Grupo de Resgate e Reabilitação de Animais Marinhos (Gremar), parte das tartarugas morreu por ingestão de lixo, uma delas foi atropelada por uma embarcação e outra foi afogada por causa da atividade pesqueira.

Somente este ano, 134 ocorrências com tartarugas já foram registradas, número elevado para o período. Os problemas acontecem principalmente por causa do lixo ingerido acidentalmente pelos animais e por sua captura em redes de pesca. Esta semana também foi encontrado um pinguim no Guarujá, mas ele se encontrava em bom estado de saúde. Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

10 de outubro  de 2011 

Enroscado no lixo, barco perde desafio contra carro na marginal Tietê

Deu zebra no desafio entre um carro de luxo e uma lancha esportiva no rio e na margem do rio Tietê, em São Paulo. O barco, favorito, chegou 8 minutos depois da Mercedes preta, em pleno horário de pico, nesta segunda-feira. Enquanto seguia em direção à largada, no Cebolão, as hélices se enroscaram no lixo e dois motores quebraram.(…) A ação foi promovida pelo São Paulo Boat Show, feira náutica realizada no Transamérica Expo Center. O objetivo dos organizadores foi promover o uso rios com vias de transporte de pessoas e cargas. ”São mais 50 quilômetros de rios inativos na cidade, que poderiam contribuir para desafogar o trânsito e agregar ao potencial turístico de São Paulo”, diz Ernani Paciornik, organizador da ação sustentável e da feira .

Moacyr Lopes Junior/Folhapress
Com hélices envoltas em sujeira, lancha é retirada das águas do rio Tietê
Com hélices envoltas em sujeira, lancha é retirada das águas do rio Tietê
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
. 13 de outubro de 2011

Encontrado mais um contêiner de lixo hospitalar em PE [Pernambuco]

A Receita Federal encontrou nesta quinta-feira, no porto de Suape, em Ipojuca (a 60 km de Recife), mais um contêiner com lixo hospitalar importado dos Estados Unidos. Foi o segundo carregamento do tipo apreendido no porto nos últimos três dias. No total, cerca de 45 toneladas de resíduos estão retidos no local. O lixo foi importado por uma confecção de Santa Cruz do Capibaribe, cidade do Agreste pernambucano conhecida por suas indústrias têxteis. A documentação dos dois contêineres indicava que o conteúdo seria “tecido de algodão com defeito”. Ao abrir as caixas metálicas, no entanto, fiscais da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e da Receita encontraram vários fardos com lençóis sujos de sangue, luvas cirúrgicas, seringas, cateteres, máscaras e gaze usados, entre outros materiais. (…)  As cargas foram embarcadas no porto de Charleston, na Carolina do Sul (EUA), e chegaram a Suape em datas diferentes. (…) .

Editoria de Arte/Editoria de Arte/Folhapress
Lixo hospitalar deixado em porto de Pernambuco
Lixo hospitalar deixado em porto de Pernambuco
 .
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.

14 de outubro de 2011

Nasa lança satélite para observar mudança climática

 e UOL Ciência e Saúde

A agência espacial americana (Nasa) revelou nesta quarta-feira que está pronta para lançar, no próximo dia 27 de outubro, o primeiro satélite de observação dedicado especialmente à mudança climática.

.
O National Polar-orbiting Operational Environmental Satellite System Preparatory Project (ou NPP) será lançado no dia 27 de outubro pela Nasa (agência espacial americana). Ele será o primeiro satélite dedicado a observar as mudanças climáticas. O NPP contará com cinco instrumentos específicos para analisar camada de ozônio, medir temperaturas atmosféricas e movimento de placas polares Mais Nasa

“O National Polar-orbiting Operational Environmental Satellite System Preparatory Project” ou NPP representa a primeira missão concebida a recopilar dados essenciais para melhorar as previsões meteorológicas a curto prazo e compreender melhor a mudança climática a longo prazo. O NPP está equipado com cinco instrumentos científicos que poderão analisar a camada de ozônio, medir temperaturas atmosféricas e o movimento das placas polares, assim como monitorar outras geleiras essenciais para a ciência da mudança climática. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 16 de outubro de 2011

Blog Action Day 2011 – #BAD11 – Alimentação

16 de outubro – Dia Mundial da Alimentação

NOVA ESPÉCIE DE MAÇÃ, PRODUZIDA NA ENTRESSAFRA EM SANTA CATARINA A nova variedade de maçã foi lançada em 1998, mas só agora começa a ganhar espaço no mercado. “Daiane tem a casca vermelha, é doce, tem textura firme, crocante e suculenta, bem ao gosto do brasileiro”, afirma Francisco Denardi, engenheiro agrônomo da EPAGRI e pai da nova variedade. O engenheiro explica ainda, que, no rol de vantagens, a variedade se adapta melhor ao clima brasileiro, uma vez que se desenvolve bem em temperaturas menos frias e tem um ótimo volume de produção – 50 toneladas por hectare plantado. Além disso, a colheita da Daiane é realizada ao longo do mês de março, entre as colheitas da Gala (fevereiro) e da Fuji (abril), duas cultivares consolidadas no mercado brasileiro. Isso otimiza o trabalho, diminui o custo de produção ao conservar a mão de obra local, que é escassa entre janeiro e abril. (…) Essa variedade já foi testada em outros seis países, estando sob regime de proteção no Brasil e na Comunidade Européia, onde foi aprovada pela sua produtividade e qualidade dos frutos. Um convênio entre a EPAGRI e a empresa francesa IFO, que trabalha no desenvolvimento de cultivares de pêra e maçã na Europa, viabilizou a entrada da Daiane na comunidade européia. Atualmente, o trabalho de melhoramento se concentra na divulgação da espécie e no licenciamento de viveiristas de todo o país. As mudas ainda não estão disponíveis, mas na estação de Caçador (SC) já é possível encontrar galhos para enxerto. E, que fique bem claro aos leitores de GaiaNet: esta variedade de maçã não é um transgênico, mas uma espécie melhorada geneticamente ao longo de vários anos de pesquisa e de análises fisiológicas e de conservação. Fontes: Diário Catarinense – Edição Impressa de 09/03/2011 e Epagri – http://www.epagri.sc.gov.br/ Janine Mara Alves, colaboradora de GaiaNet . 16 de outubro de 2011

Blog Action Day 2011 – #BAD11 – Alimentação

As secas, as guerras e a fome na África

.
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.
19 de outubro de 2011

Ibope: violência atingiu 30% da população no último ano

 UOL Notícias A pesquisa “Retratos da Sociedade Brasileira: Segurança Pública” feita pelo Ibope e divulgada hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que 9% dos brasileiros entrevistados foram furtados, assaltados ou agredidos nos últimos 12 meses, 19% sabem de parentes que sofreram algum desses crimes e 2% relataram violência tanto contra si como contra um familiar. Assim, 30% da população sofreu diretamente com a violência no período de um ano. Uma das consequências desse dado é que 80% dos brasileiros mudaram algum hábito por conta da criminalidade, principalmente evitar andar com dinheiro.
As maiores incidências foram registradas nas Regiões Norte/Centro-Oeste e Nordeste, onde, respectivamente, 43% e 33% os entrevistados relataram terem sofrido ele próprio ou um parente furto, assalto ou agressão nos últimos 12 meses. O porcentual também é elevado entre os residentes nas capitais (42%) e nas cidades com mais de 100 mil habitantes (38%). O levantamento ainda revela que a violência restringe a circulação da população pela cidade – 54% dos consultados evitam sair à noite, 48% deixaram de circular por alguns bairros ou ruas e 36% mudaram o trajeto entre a residência e o trabalho ou a escola. Além disso, 79% presenciaram violência nos últimos 12 meses, sendo que a ocorrência mais comum é o uso de drogas na rua, crime relatado por 67% da população. (…) No geral, 51% dos brasileiros consideram a situação da segurança pública no País ruim ou péssima e 36%, regular. Apenas 12% a avaliam como ótima ou boa. Além disso, só 15% da população percebeu alguma melhora na situação da segurança pública nos últimos três anos. Já para 37% o quadro piorou. Para tentar reverter essa situação, 84% defendem o uso das Forças Armadas no combate à criminalidade.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

02 de novembro de 2011

Caca ilegal

Polícia Ambiental apreende armas e pássaros em SP

02/11/2011 | da Folha.com
A Polícia Militar Ambiental realizou uma operação de combate à caça ilegal na terça-feira (1), em Buritama, (556 km de São Paulo). Participaram da ação 40 policiais em 15 viaturas, que deram cumprimento a 14 mandados de prisão –12 deles foram cumpridos.
Foram apreendidos 71 pássaros silvestres mantidos ilegalmente em cativeiro, foram lavrados oito autos de infração ambiental, além de R$ 43.500 em multas. Os policiais também apreenderam três armas de fogo irregulares, materiais utilizados para recarga de cartuchos e três quilos de carne de capivara. (…) .
Divulgação/Polícia Ambiental
Em ação contra a caça, Polícia Militar Ambiental apreende armas e pássaros
Em ação contra a caça, Polícia Militar Ambiental apreende armas e pássaros
.
Rui Iwersen; de Lima, Peru

.

03  de novembro de 2011

ONU defende unir desenvolvimento sustentável e justiça social em relatório

 e UOL Notícias

Copenhague – O relatório anual sobre desenvolvimento humano da Organização das Nações Unidas defendeu a necessidade de unir desenvolvimento sustentável e justiça social para frear os riscos ambientais que ameaçam o progresso social.Sobre o Brasil, o relatório destacou a luta contra a pobreza e programas sociais como o “Bolsa Família”, mas advertiu que os riscos ambientais são a principal ameaça para o desenvolvimento humano na região da América Latina e Caribe. No relatório apresentado nesta quarta-feira em Copenhague, a ONU alerta que o aumento de fenômenos como a deterioração do solo e o aumento do desmatamento e da desertificação nos últimos anos farão os preços mundiais de alimentos subirem entre 30% e 50% nas próximas décadas.O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) poderia cair 8% até 2050 em um cenário de desafio para o meio ambiente, com os efeitos do aquecimento global sobre a produção agrícola. Em uma situação de “desastre ambiental”, o IDH cairia 15%, segundo o relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). (…)
Rui Iwersen; de Lima, Peru
.
.
04 de novembro de 2011

EUA registram 18 suicídios de veteranos de guerra por dia, segundo estudo

03/11/2011 – | do UOL Notícias
Um estudo divulgado nesta semana pelo instituto “Center for a New American Security Suicide” revelou que a cada 80 minutos um veterano de guerra se suicida nos Estados Unidos. Ou seja, 18 mortes diárias. Ainda segundo a pesquisa, o número dessas mortes aumentou após as guerras do Afeganistão e do Iraque.
“A América está perdendo a batalha contra o suicídio de veteranos e ex-oficiais. E com o retorno de mais soldados, o riso aumenta”, concluem os autores do estudo, Margaret C. Harrell e Nancy Berglass.
Entre 2005 e 2010, esse número era de um suicídio a cada 36 horas. Hoje, os suicídios de militares correspondem a 20% dos suicídios registrados nos Estados Unidos.
 Combatente tenta confortar soldado enquanto um colega deles é socorrido por um helicóptero após perder a perna em um ataque minado em Kunduz, norte do Afeganistão MaisDamon Winter – 17.set.2011/The New York Times
O número recorde até hoje foi registrado em julho de 2011, com a morte de 33 soldados, entre veteranos e oficiais na ativa, por suicídio. (…)
.
Rui iwersen; de Lima, Peru
.
.
09 de novembro de 2011

Macacos invadem condomínio em busca de alimentos em cidade do interior de São Paulo

Macacos-prego viraram presença “non grata” para moradores de um condomínio de casas no município de Sales (435 km de São Paulo). Eles invadiram a cidade em busca de comida e não respeitam barreiras: pulam cercas, muros altos, grades e, se for preciso, destelham as casas em busca de alimento.

Macacos-prego invadem condomínio no interior de São Paulo
 .
Macacos-prego buscam restos de alimentos deixados por turistas que nos fins de semana visitam estância turística de Sales (SP) Mais Acácio César da Silva

O município é uma estância turística e tem uma prainha que atrai centenas de visitantes todos os finais de semana. Essa é a raiz do problema: os turistas acham graça dos bichos e costumam alimentá-los, que ficaram acostumados a se aproximar dos seres humanos. O dia em que eles invadem a cidade é geralmente segunda-feira, quando os turistas vão embora e deixam muitos restos de comida no lixo. O prefeito da cidade, Genivaldo Brito Sales (DEM), disse ao UOL Notícias que o problema dos macacos na cidade surgiu porque as moradias já chegaram muito próximo da mata que lhes serve de habitat. “As pessoas é que invadiram a casa deles. Infelizmente, agora não se pode fazer nada, temos que conviver com isso”. Sales informou que a mata onde vivem os animas tem 100 alqueires de extensão e não há como controlar o acesso dos macacos à cidade. “Além de macacos temos onças e toda espécie de animal silvestre aqui pertinho”. Os animais reviram o lixo quando não encontram comida, e um deles ficou com um dos braços entalado numa lata. No início desta semana ele foi capturado pela Polícia Ambiental e levado ao Hospital Veterinário da Unirp, em São José do Rio Preto, onde recebeu um curativo na pata machucada. O animal será reintroduzido à natureza.

Rui Iwersen; de Cusco, Perú
.
.
11 de novembro de 2011

Ministra do Meio Ambiente avalia que Senado tornou melhor a proposta do novo Código Florestal

09/11/2011 | do UOL Ciência e Saúde e Agência Brasil

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Vieira Teixeira, disse hoje (9) que as comissões de Ciência e Tecnologia e de Agricultura do Senado melhoraram a proposta de novo Código Florestal. “Houve um aperfeiçoamento do texto”, disse comparando o projeto atual ao texto-base do projeto de lei encaminhado pela Câmara dos Deputados. A proposta foi aprovada ontem (8), tendo ficado para decisão da Comissão de Meio Ambiente os pontos mais polêmicos. “Todo mundo quer um código que não leve à anistia de quem desmata ilegalmente; que faça a promoção da floresta; e tenha instrumentos normativos de controle econômico e de gestão modernos e eficientes para valorizar a floresta em pé”, disse a ministra, ao participar de audiência, na Câmara dos Deputados, para tratar dos planos e metas da sua pasta. Na opinião de Izabella Teixeira, um dos méritos do relatório aprovado nas comissões é separar regras para situações transitórias e permanentes. “Uma coisa é regularizar passivos, outra coisa é tratar da gestão da floresta e da gestão estratégica da biodiversidade”, diferenciou. Segundo a ministra, o projeto também avança porque “fecha brechas” para o desmatamento irregular e mantém os manguezais como área de preservação. Apesar dos elogios da ministra, ainda há muitos pontos em aberto que serão votados na Comissão de Meio Ambiente, onde, agora, o projeto está sob análise. (…) Rui Iwersen, editor; de Cusco, Perú . 15 de novembro de 2011

Aquecimento Global

Limite de aquecimento está em risco sem ação climática até 2017

 UOL Ciência e Saúde; 09/11/11

Em Londres O mundo pode não ser capaz de limitar o aumento da temperatura global a níveis seguros se uma nova ação climática internacional não for tomada até 2017, já que muitas usinas de energia de combustível fóssil e fábricas estão sendo construídas, alertou a Agência Internacional de Energia nesta quarta-feira. Se o mundo limitar o aquecimento global a 2 graus Celsius — que segundo cientistas é o nível mínimo de segurança antes que efeitos devastadores das mudanças climáticas ocorram — os volumes de emissão de gases não devem ter mais de 450 partes por milhão (ppm) de dióxido de carbono. Com as emissões já chegando a 390 ppm de CO2, está se esgotando o tempo para tomar uma atitude. A infraestrutura energética existente já está liberando 80% das emissões permitidas sob esse cenário, advertiu a AIE em seu Relatório Mundial de Energia. Quatro quintos do total das emissões de carbono relacionadas à energia permitida até 2035 para limitar o aquecimento já vêm das usinas, prédios e fábricas existentes, apontou a agência. (…) O alerta vem apenas algumas semanas antes de uma reunião de negociadores internacionais na África do Sul para tentar trabalhar em um novo pacto global para combater o aquecimento global. São baixas as expectativas de um acordo juridicamente vinculante este ano. A União Europeia está pressionando por um acordo até 2015, mas alguns outros países foram acusados de atrasar um pacto até 2018 ou 2020. (…) Melhorias na eficiência energética precisariam responder por metade das reduções adicionais de emissão necessárias, disse a AIE. Em maio, a AIE informou que as emissões globais de CO2 atingiram seu nível mais alto em 2010, impulsionadas principalmente pelas economias dependentes de carvão. Se novas políticas climáticas forem implementadas cautelosamente, as emissões de CO2 acumuladas nos próximos 25 anos equivaleriam a três quartos do total dos últimos 100 anos, disse a AIE. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

16 de novembro de 2011

Cerca de um quarto das espécies de mamíferos corre perigo de extinção

 UOL Ciência e SaúdeEm Genebra

Cerca de um quarto dos mamíferos do planeta corre perigo de extinção, alertou nesta quinta-feira a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), ao divulgar uma atualização da chamada lista vermelha de espécies ameaçadas. Suas últimas avaliações de várias espécies de rinocerontes confirmam que a subespécie de rinoceronte negro da África Ocidental está extinto e que o rinoceronte branco do norte possivelmente já não existe no meio silvestre.

.
Apesar dos programas ambientais, a União Internacional para Conservação da Natureza enfatiza que 25% dos mamíferos estão sob risco de extinção. É o caso de diversas espécies de rinocerontes. Algumas delas, porém, apresentaram avanço graças aos projetos de conservação, como é o caso dos rinocerontes brancos da espécie Ceratotherium simum simum, cuja população passou de 100 indivíduos no fim do século 19 para mais de 20 mil Mais Richard Emslie/IUCN

(…) O destino dos rinocerontes apenas reflete o de outras muitas espécies animais que sofrem com a diminuição de seus habitats, além da exploração com fins comerciais. O rinoceronte é vítima da caça ilegal, principalmente na Ásia, motivada pela demanda de seus chifres, que supostamente apresentam propriedades terapêuticas no tratamento do câncer, embora isso não seja comprovado, além de não serem mais utilizados formalmente na medicina tradicional chinesa. (…) No meio marinho, o perigo é tão grande como em terra firme. As últimas avaliações das espécies de escombrídeos (atuns, bonitos, cavalas e cavalas espanholas) e de peixes de bico (espada e agulha) mostram que a situação é grave para os atuns. Rui Iwersen, editor de GaiaNet

. 18 de novembro de 2011

Seca, fome, conflitos

Mudança climática ameaça rios Nilo, Limpopo e Volta, na África

14/11/2011 – UOL Ciência e Saúde Em Johanesburgo
A mudança climática deve elevar o regime de chuvas em grandes bacias fluviais do mundo, mas os padrões meteorológicos tendem a se tornar mais instáveis, e a época das estações chuvosas pode mudar, ameaçando a agricultura, disseram especialistas nesta segunda-feira. Além do mais, algumas bacias fluviais da África – a do Limpopo, no sul do continente, do Nilo, no norte, e do Volta, no oeste – ficarão propensas a receber nos chuvas do que atualmente, o que afetará a produção de alimentos e provocará tensões internacionais. A perspectiva é particularmente ruim na bacia do Limpopo, que abrange partes de Botsuana, África do Sul, Zimbábue e Moçambique, numa área habitada por 14 milhões de pessoas. ”Em algumas partes do Limpopo, nem mesmo a adoção disseminada de inovações como a irrigação por gotejamento pode ser suficiente para contrabalançar os esforços negativos da mudança climática sobre a disponibilidade hídrica”, disse Simon Cook, do Centro Internacional de Agricultura Tropical. As preocupações para o Alto Nilo Azul, que passa por Etiópia, Sudão e Egito, resultam principalmente da evaporação intensa que deveria advir do aumento previsto de 2C a 5C nas temperaturas médias globais. Cientistas do Programa Desafio para Água e Comida (PDAC), uma entidade mundial de pesquisas agrícolas, disseram que isso pode causa atritos entre o Egito e a Etiópia. A pesquisa sobre dez grandes bacias fluviais do mundo, incluindo grandes áreas da América do Sul e Ásia, foi divulgada a poucos dias de uma conferência climática global importante a ser realizada em Durban, na África do Sul.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

06 de dezembro de 2011

Senado aprova projeto que reforma o Código Florestal

Folha.com Por 59 votos contra 7, o Senado aprovou nesta terça-feira o texto-base do projeto que reforma o Código Florestal. Em seguida, os senadores analisaram os destaques ao projeto e 26 emendas foram incluídas. Agora, o texto volta para análise da Câmara, uma vez que sofreu alterações no Senado.

(…) Peça-chave da legislação ambiental brasileira, o Código Florestal impõe limites ao avanço da produção agrícola e da pecuária no país ao definir quais áreas podem ser ocupadas pelos proprietários rurais e quais devem ser obrigatoriamente preservadas. (…) O texto da Câmara regularizava toda a produção agropecuária nas áreas de preservação permanente, deixando sem recuperação 34 milhões de hectares de florestas desmatadas até 22 de julho de 2008 –uma área do tamanho da França. Os desmatadores ficariam livres de multa. Os senadores obrigam os fazendeiros a recompor de 15 metros a 100 metros de mata ciliar. Propriedades até quatro módulos são isentas. Na volta do texto para Câmara, esse ponto deve ser rediscutido.

Antonio Cruz/Agência Brasil
Ativistas do Greenpeace protestam em frente ao Congresso Nacional, em Brasília, contra votação do Código Florestal
Ativistas do Greenpeace protestam em frente ao Congresso, em Brasília, contra votação do Código Florestal

O projeto mantém 2008 como data-limite para a regularização, livrando de multa os proprietários que aderirem a planos de regularização a serem implantados em um ano. A proposta agrada ao governo que avalia que os senadores melhoraram e avançaram na proposta encaminhada pela Câmara. A ministra Izabela Teixeira (Meio Ambiente) e assessores participaram ativamente das negociações, permitindo, por exemplo, a anulação de multas aplicadas a fazendeiros que desmataram sem autorização áreas que podiam ser exploradas, mas só com licença ambiental. O projeto estabelece ainda que o Brasil poderá impor barreiras comerciais a produtos agrícolas de países que não adotem legislações ambientais “compatíveis” com a brasileira. Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 07 de dezembro de 2011

Código Florestal anistia multas dos doadores de 50 políticos

Grandes doadoras eleitorais do agronegócio que terão multas ambientais suspensas com a aprovação do Código Florestal injetaram cerca de R$ 15 milhões na campanha de 50 congressistas que participam da votação da norma (…) É o que revela cruzamento de autos de infração do Ibama com as doações eleitorais. As contribuições foram feitas no pleito de 2010, quando a reforma do código já estava em andamento em comissão especial da Câmara. O valor é 42% maior do que o total doado pelas mesmas empresas na eleição anterior (2006).As empresas foram autuadas, num total de R$ 1,6 milhão, por irregularidades como destruir vegetação nativa, áreas de preservação permanente, e consumir carvão de mata nativa. Há ainda multas impostas pela Justiça. Com a nova lei, ao aderir a um programa de regularização ambiental, a empresa terá suas multas suspensas e convertidas em serviços de recuperação ambiental.
.

Greenpeace usa sites para criticar Código Florestal

do BOL ..
.
Site internacional do Greenpeace protesta contra novo Código Florestal brasileiro

A possível implementação do novo Código Florestal brasileiro tem provocado reações de ambientalistas do mundo todo, como o Greenpeace, que incluiu seus sites entre as diversas maneiras que está usando para se manifestar contra a proposta. Tanto a página do Greenpeace em inglês quanto sua versão brasileira trazem críticas aos políticos favoráveis ao texto novo e apelos à presidente Dilma Rousseff para que a lei não seja sancionada. O novo Código foi aprovado no Senado na última terça-feira (6) por 59 votos contra 7. Agora, o texto volta para análise da Câmara, uma vez que sofreu alterações no Senado. (…) .

Ambientalistas criticam Código Florestal do Brasil

 e UOL Ciência e Saúde em Durban

O Brasil coloca em dúvida seu papel de líder ambiental e pode perder milhões de hectares de floresta na Amazônia com a aprovação do Código Florestal no Senado, advertiram nesta quarta-feira (7) organizações ambientalistas presentes na conferência da ONU contra as mudanças climáticas (COP-17) em Durban, África do Sul. “Dilma para a motosserra”, escreveu o Greenpeace em um grande painel luminoso refletido sobre o principal hotel onde acontece a conferência da ONU, que reúne 190 países em Durban. (…) “A aprovação desta legislação fará com que seja praticamente impossível para o Brasil alcançar seus compromissos apresentados na conferência do clima em 2009, quando se comprometeu a reduzir em 80% o desmatamento da Amazônia”, completou. A rede de ONGs Observatório do Clima considera que o novo código coloca em risco até 79 milhões de hectares de florestas que ficarão sem proteção ou deixarão de ser reflorestados, uma superfície equivalente ao território conjunto de Alemanha, Áustria e Itália. (…)

Rui Iwersen, editor
.
.

08 de dezembro de 2011

“Dezembro, mês das festas!”

“Os servidores da Assembléia Legislativa, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), do Tribunal de Justiça (TJSC), do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e do Ministério Público de Contas terão motivos a mais para festejar o Natal. As instituições devem presentear seus funcionários com bonificações que podem chegar a R$ 4 mil, no caso do legislativo.” Diário Catarinense; Política; página 6; 07 de dezembro de 2011 “Em Gramado, no Rio Grande do Sul, trinta milhões de lâmpadas enfeitam as ruas.” TV Globo News; Em cima da hora; Edição das Cinco; 08 de dezembro de 2011 .

Medicina milenar

A TV National Geographic – NatGeo – apresenta, às terça feiras, às vinte horas, “Medicina Milenar”. Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 08 de dezembro de 2011

Enchentes

Brasil terá risco de enchente 90% maior até 2100, diz estudo

 UOL Ciência e Saúde

.
.
Casa destruída em Teresópolis após deslizamentos no início do ano, em foto de 13 de janeiro

A ocorrência de enchentes em rios do Brasil pode ser quase 90% maior até o fim do século, se nada for feito para combater as mudanças climáticas, de acordo com um estudo divulgado na Conferência das Nações Unidas sobre o Clima em Durban, na África do Sul. (…) Sem ações para a redução de emi ssões, o aumento de temperatura pode ficar entre 3ºC e 5ºC até o fim do século, segundo a pesquisa. Outra pesquisa divulgada no início da semana indica que, mesmo com as reduções já prometidas, o aquecimento global até 2100 pode chegar a 3,5ºC. . Sinal de alerta A pesquisa foi encomendada pelo governo britânico e usada como sinal de alerta para que os negociadores de 194 países reunidos em Durban busquem um empenho maior na busca por um acordo de redução de emissões. “Nós queremos um acordo global e legalmente vinculante para manter (o aumento) das temperaturas abaixo de 2ºC. Se isso for conseguido, este estudo mostra que alguns dos mais significativos impactos das mudanças climáticas poderiam ser evitados significativamente”, afirmou o ministro de Energia e Mudança Climática da Grã-Bretanha, Chris Huhne. Entre os 24 países analisados no estudo, o Brasil, apesar da possibilidade ala rmante de aumento de enchentes, aparece como um dos que menos seriam afetados pelas mudanças climáticas, tanto positivamente quanto negativamente. A Espanha, por exemplo, pode perder 99% da sua área de cultivo na agricultura, segundo os modelos climáticos, além de enfrentar um aumento na escassez de água que afetaria 68% da população. A falta d’água também aparece como problema grave para o Egito, onde 98% da população seria afetada. O país norte-africano também perderia mais de 70% de sua área de cultivo. A Grã-Bretanha, cujos dados meteorológicos, de temperatura e outros usados nos modelos são mais robustos, poderia até ter motivos para comemorar os impactos das mudanças climáticas. Enquanto o estudo indica que o Brasil não deve perder nem ganhar área de cultivo, a Grã-Bretanha poderia praticamente dobrar a sua agricultura, com um aumento de 96% na área compatível. Os impactos se devem principalmente a p revisões de mudança nos padrões de chuvas no planeta. Isso pode levar a grandes riscos de fome, principalmente na África e em Bangladesh.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

15 de dezembro de 2011 Estragos em São Paulo

Casa de Capão Redondo desaba após chuvas
.

Casa na rua Professor Agostinho Alvim, no Capão Redondo, desaba durante chuva que atingiu São Paulo na madrugada desta quinta-feira (15).  Mais

Brasil tem 251 municípios com risco elevado de desastres por chuvas

 UOL Notícias

Pelo menos 251 dos 5.565 municípios brasileiros correm “elevado risco” de sofrer deslizamentos de terras e inundações em 2012 como consequência das chuvas, segundo um estudo divulgado nesta quinta-feira pelo Ministério da Integração Nacional.”Identificamos e localizamos em mapas a possível quantidade de desastres e óbitos nos municípios. Há 251 cidades brasileiras que apresentam elevado risco”, explicou o ministro Fernando Bezerra, em entrevista coletiva.
Apesar de não ter divulgado a lista de cidades em risco, o ministro disse que a maioria está localizada nas regiões sul e sudeste, precisamente onde estão as maiores cidades, incluindo São Paulo e Rio de Janeiro, e a maioria da população. Bezerra garantiu que o Governo elaborou neste ano um mapa detalhado de possíveis locais de deslizamentos e inundações em 26 das cidades consideradas como de alto risco. (…) Os trabalhos realizados neste ano permitiram identificar 47.500 pessoas em áreas de risco em seis municípios do Espírito Santo, 45.000 em Santa Catarina, 25.000 em seis cidades do Rio Grande do Sul e 1.736 em quatro cidades do Paraná, entre outros. (…) “A grande novidade para 2012 é a cultura da prevenção. Antes tínhamos o hábito de apenas responder à ocorrência de desastres. A presidente Dilma (Rousseff) quer mudar essa realidade e está tomando medida práticas para isso”, afirmou o ministro. Bezerra acrescentou que o Governo investirá nos próximos meses cerca de R$ 48 milhões na aquisição de equipamentos para as Forças Armadas que permitam aos militares apoiar grupos de resgate em casos de desastres meteorológicos.
 .
Rui Iwersen, editor
.
.
23 de dezembro de 2011

Sacolas plásticas

Vamos Tirar o Planeta do Sufoco

Assinado em SP protocolo para fim das sacolas plásticas

15/12/2011 – | do UOL Notícias O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, assinou hoje o protocolo de intenções com a Associação Paulista de Supermercados (Apas) para o fim da distribuição de sacolas plásticas em supermercados da Capital, a partir do dia 25 de janeiro de 2012. Também assinaram o documento o secretário Municipal do Verde e Meio Ambiente, o secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, e o presidente da Apas, João Galassi. A medida tem o apoio de três redes de supermercados e pretende abranger todo o Estado.
As redes de supermercados Pão de Açúcar, Carrefour e Walmart aderiram ao projeto e deixarão de distribuir 1,7 bilhão de sacolas descartáveis em suas 600 lojas. Os supermercados oferecerão, como alternativa, sacolas biodegradáveis compostáveis feitas de amido de milho e sacolas reutilizáveis. Ambas serão vendidas a preço de custo. Campanha A iniciativa da Apas com o apoio da Prefeitura de São Paulo está incluída em uma série de outras ações da Campanha Vamos Tirar o Planeta do Sufoco, lançada oficialmente hoje em São Paulo. A campanha teve início em 2010, na cidade de Jundiaí, com a proposta de estimular a substituição no comércio local de sacolas descartáveis por reutilizáveis. Rui Iwersen, editor

. 25 de dezembro de 2011

Fogos de artifício versus meio ambiente

Como os seres humanos ainda tem o hábito de comemorar festas religiosas, datas, vitórias e inaugurações com fogos de artifício, nocivos ao meio ambiente e à vida, reedito hoje esta matéria publicada neste e em outros artigos de GaiaNet no dia 02 de janeiro de 2011: .

Cidade americana tem estranha chuva de pássaros negros mortos no Ano-Novo

Agentes estaduais passaram de casa em casa neste domingo na pequena cidade de Beebe, no Arkansas (EUA), para coletar pássaros mortos, após milhares de aves negras terem misteriosamente caído do céu. Os funcionários faziam buscas em Beebe, cidade de cerca de 4.500 pessoas, para coletar por volta de 5.000 pássaros. Eles começaram a cair do céu no final da noite de Ano-Novo, e continuaram até o dia seguinte. “Pode ter ligação com o clima, ou com estresse”, disse Keith Stephens, porta-voz da Comissão de Caça e Pesca do Arkansas. “Houve disparos de fogos de artifícios à meia-noite e é possível que os pássaros estivessem em sua rota e ficaram estressados. (…) Fonte: Folha.com – WWW.folha.com.br; 02/01/2011 Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 25 de dezembro de 2011

Visão religiosa da realidade

Papa diz que grande pecado do homem é querer ocupar lugar de Deus

UOL Notícias e EFE

“O papa Bento XVI disse neste domingo que o “grande pecado” dos homens é agir de maneira presunçosa e competir com Deus, ao tentar ocupar seu lugar e decidir o que é bom e o que é ruim. . ” ‘Jesus foi enviado por Deus para nos salvar desse mal profundo, enraizado no homem e na história, que é a separação de Deus, o pretensioso orgulho de agir por si só, tentar competir com Deus e ocupar seu lugar’.”
.
” ‘Que o Senhor socorra a humanidade afligida por tantos conflitos que ainda hoje ensanguentam o planeta’.”
.
” ‘Voltemos nosso olhar à gruta de Belém: o menino que contemplamos é nossa salvação’.”.
.

Ao menos 29 morrem em onda de atentados contra igrejas na Nigéria

 UOL Notícias e EFE
Lagos, 25 dez – Ao menos 29 pessoas morreram neste domingo em cinco atentados perpetrados contra igrejas católicas pela seita islâmica Boko Haram, coincidindo com a celebração do Natal, informou a Agência de Notícias Nigeriana “NAN”.
..
“Segundo o jornal nigeriano “Sunday Trust”, o grupo islâmico Boko Haram reivindicou a onda de atentados contra as igrejas católicas na Nigéria.””A organização, cujo nome significa “A educação não islâmica é pecado”, é a mesma que se responsabilizou pelo atentado de agosto passado contra a sede da ONU em Abuja, na qual morreram 24 pessoas.”.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

. 27 de dezembro de 2011

Cristãos do norte da Nigéria fazem alerta sobre guerra religiosa

 Folha.com e REUTERS, em ABUJA
“Cristãos do norte da Nigéria disseram nesta terça-feira temer que uma série de ataques a bomba no dia de Natal, lançados por militantes islamistas e que deixaram 40 mortos, possa mergulhar o país mais populoso da África em uma guerra religiosa.”
.
“A seita islâmica Boko Haram, que quer impor a sharia (lei islâmica) na Nigéria, assumiu a responsabilidade das explosões, no segundo Natal seguido em que provoca derramamento de sangue em igrejas cristãs.”
“Os ataques podem reviver a violência sectária entre o norte, de maioria muçulmana, e o sul cristão, que na década passada matou milhares de pessoas.”
.

Presidente de Israel convoca manifestantes contra ultraortodoxos

Folha.com

“O presidente de Israel, Shimon Peres, pediu nesta terça-feira aos israelenses que vão às ruas se expressar contra o fanatismo religioso, depois de um protesto de judeus ultraortodoxos terminar em confronto com a polícia na segunda-feira nos arredores de Jerusalém.”
.
“Alguns grupos de judeus ultraortodoxos se manifestaram nos últimos dias exigindo uma segregação de gênero mais explícita e vestimentas “modestas” para as mulheres.”
“A polêmica ilustra a crescente divisão que existe em Israel entre os religiosos devotos e os judeus não praticantes, que são a maioria da população.” “Há anos as mulheres israelenses se queixam dos homens de vestes negras que as obrigam a se sentar no fundo dos ônibus, separadas dos homens.”.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.
30 de dezembro de 2011

Fogos de artifício, poluição e incêndios

Devido ao danoso hábito humano de lançar fogos de artifício em festas, especialmente em comemorações esportivas, no natal e no ano novo, causando poluição ambiental e sonora, incêndios florestais e urbanos e prejudicando a vida dos outros animais do Planeta, especialmente os pássaros que ainda conseguem viver perto de nós, publicamos hoje 2 matérias sobre fogos de artifícios publicadas em dezembro de 2009 em GaiaNet, ilustrativas de danos e riscos ambientais desta prática.

Fogos de artifício fazem poluição piorar no México

A capital mexicana amanheceu neste sábado com altos níveis de poluição devido à queima de fogos de artifício durante as comemorações do Ano Novo. As autoridades devem acionar um programa de contingência ambiental, informou a Comissão Ambiental Metropolitana (CAM). Muitos moradores registraram queixas contra o forte cheiro de pólvora durante a manhã e a CAM detectou níveis de partículas poluentes acima do permitido, motivo pelo qual já acionou a primeira fase do plano de contingência em algumas áreas da Cidade do México. (…) Fonte: WWW.folha.uol.com.br e France Presse, 01/01/2005 .

Fogo de artifício é perigoso para o ambiente

É habitual rebentar por todo o País, em festas populares e no fim do ano. Mas o fogo-de-artifício provoca graves problemas ambientais que não foram bem estudados: risco de incêndio, ruído elevado e libertação de substâncias tóxicas perigosas Milhares de partículas de dióxido de carbono espalhadas pelo ar. Um estrondo de 120 decibéis que espanta as aves em período de nidificação. E um clarão vermelho que ilumina o céu e liberta estrôncio, uma perigosa substância tóxica. É este o resultado sempre que se lança fogo-de-artifício. (…) O principal problema, segundo o responsável da Quercus, vem da “combustão, que aumenta as emissões de dióxido de carbono para a atmosfera, e também das partículas tóxicas inaláveis”. (…) … um dos maiores problemas é o efeito dos foguetes na fauna: “Apercebemo-nos das implicações do ruído quando, no lançamento e explosão do foguete, as aves levantam voo, assustadas.” Segundo o ecologista, há o risco de se incomodar aves em período de reprodução ou até de lhes alterar a rotina, o que pode fazer com que as aves se mudem para outras paragens mais calmas. (…) Fonte: WWW.dn.sapo.pt, 12 de julho de 2009 Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

31 de dezembro de 2011

Cultura versus natureza

.

Movimento de banhistas na Praia Grande, litoral sul de São Paulo Grizar Junior/AE e BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

01 de janeiro de 2012

Volume de lixo no réveillon no RJ sobe 6% e atinge 645 t

 e UOL Notícias

Os festejos do Réveillon na orla do Rio de Janeiro, do Leme a Guaratiba, geraram 645 toneladas de lixo, informa a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb). O volume de lixo coletado neste ano foi 6% maior que o registrado na virada de 2010 para 2011. Segundo o site da Prefeitura do Rio de Janeiro, a equipe de limpeza, que contou com 3,8 mil garis, iniciou os trabalhos às 6h deste domingo. Neste ano, o Piscinão de Ramos foi incluído na operação.

.

Lixo fica acumulado na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, após o Réveillon. Garis começaram a limpeza da praia nas primeiras horas da manhã Mais Custódio Coimbra/Agência O Globo

De acordo com a Comlurb, Copacabana, local de maior concentração popular, gerou um total de 370 toneladas de resíduos, 25% a mais que no ano passado. A limpeza da Avenida Atlântica foi realizada por 1,3 mil garis, com o apoio de 100 viaturas e 23 equipamentos. Da praia da Barra da Tijuca os garis removeram 89 toneladas de lixo, enquanto as praias de Ipanema e Leblon somaram 52 toneladas. Após a limpeza, as avenidas e ciclovias da orla foram desodorizadas com de solução de eucalipto e água. Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 04 de janeiro de 2012

Apreensão de marfim é recorde em 2011 com 2.500 animais mortos

30/12/2011 – 20h54 | da Folha.com
O volume de presas de elefantes-africanos apreendidas em 2011 em todo o mundo foi o maior desde 1989, época em que o comércio internacional de marfim foi proibido para evitar a extinção da espécie. No ano, foram apreendidas 23 toneladas, que equivalem a pelo menos 2.500 animais mortos. Os números foram apresentados na quinta-feira (29) pelo grupo Traffic, que monitora o comércio internacional de animais selvagens, e divulgados pela rede britânica “BBC”.Segundo o grupo, o recorde é reflexo da alta demanda pelo produto na Ásia, associada à sofisticada atuação dos grupos por trás do comércio ilegal. Os principais destinos são China e Tailândia. Ativistas alertam ainda para a decisão de permitir a venda de estoques de marfim na África do Sul, Botsuana, Namíbia e Zimbábue, onde ocorreu uma recente explosão na população de elefantes. Isso estaria estimulando o abate dos animais e o tráfico ilegal.

Rui Iwersen, editor .

12 de janeiro de 2012

Cientistas adiantam relógio do fim do mundo

Folha.com e FRANCE PRESSE

A incerteza gerada pela ameaça de proliferação nuclear e pelo aquecimento global fez o BAS (Boletim de Cientistas Atômicos) adiantar em um minuto o “Relógio do Apocalipse”, informaram na terça-feira especialistas internacionais. O simbólico Relógio do Apocalipse “aponta agora cinco minutos para a meia-noite [quando ocorrerá o cataclisma nuclear]”, declarou Allison Macfarlan, presidente da associação da Universidade de Chicago que em 1947 criou o sistema para ilustrar o risco da corrida atômica.

Saul Loeb/France Presse
“Relógio do Apocalipse” indica hora em que a Terra acabaria, cujo fim seria provocado por um desastre global

Em janeiro de 2010, o BAS, que tem entre seus membros 18 prêmios Nobel, atrasou o relógio em um minuto diante de um “estado do mundo mais promissor”, deixando o marcador a seis minutos da meia-noite. “Há dois anos, parecia que os dirigentes do mundo poderiam enfrentar as ameaças globais, mas esta tendência não se manteve e, inclusive, se inverteu”, constatou Allison Macfarlan, professora da Universidade George-Mason, na Virgínia. (…) Para o cientista, “o maior desafio à sobrevivência da humanidade no século 21 é satisfazer as necessidades energéticas para o crescimento econômico dos países em desenvolvimento e industrializados sem prejudicar ainda mais o clima e sem alimentar a proliferação nuclear”. (…) “O poder do povo é essencial para se enfrentar os desafios da energia nuclear, resolver os males do aquecimento global e evitar um conflito nuclear em um mundo instável”, acrescentou. Desde que foi criado, em 1947, o Relógio do Apocalipse já foi ajustado 19 vezes.

Rui Iwersen, editor . 18 de janeiro de 2012

89% dos paulistanos se sentem inseguros na cidade, diz pesquisa

São Paulo está cada vez mais insegura para grande parte dos paulistanos. A sensação de insegurança atinge 89% dos entrevistados, segundo uma pesquisa do Ibope, encomendada pela Rede Nossa São Paulo e divulgada nesta quarta-feira (18). Ao todo, 1.512 pessoas foram entrevistadas para o levantamento, que revela o nível de satisfação e qualidade de vida dos moradores da capital paulista a respeito de diversos temas.O aspecto da segurança é questionado há cinco anos. 54% dos entrevistados afirmaram se sentir “pouco seguros” na cidade e 35%, “nada seguros” –em 2010, o porcentual era de 60% e 24%, respectivamente. Entre os aspectos que causam mais medo nos paulistanos, estão assaltos e roubos, violência e tráfico de drogas. O medo de atropelamentos também atinge mais moradores da cidade. Em 2010, 12% dos paulistanos apontaram o tema como um dos aspectos que trazem insegurança. Em 2011, esse porcentual subiu para 17%. (…).
Rui Iwersen, editor
.

25 de janeiro de 2012

Voçorocas

Proprietários de terra serão intimados por abrir crateras em Goiás

– da Folha.com

.
A Delegacia do Meio Ambiente de Goiás vai intimar proprietários de terra para conter o aumento das voçorocas, crateras provocadas por desmatamento e por más práticas agrícolas que atingem o lençol freático e “engolem” o que está ao redor. Só no sudoeste do Estado, a polícia encontrou 50 novas voçorocas no ano passado, durante monitoramento feito via satélite e em sobrevoos na região. A maioria está em áreas particulares, no meio de pastagens ou em produções de soja, cana e milho.Se os donos das terras não adotarem medidas como permitir a regeneração natural da área, serão indiciados sob suspeita de crime ambiental. O delegado Luziano de Carvalho diz que eles não podem ser responsabilizados por provocar as voçorocas, mas responderão por impedir ou dificultar a regeneração do solo. A pena é de multa e até um ano de prisão. A ideia é frear o crescimento das crateras que existem, já que não é possível recu perar as áreas erodidas.
Alan Marques/Folhapress
A voçoroca é uma cratera provocada por desmate e por más práticas agrícolas que atingem o lençol freático
A voçoroca é uma cratera provocada por desmate e por más práticas agrícolas que atingem o lençol freático

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

29 de janeiro de 2012

China se prepara para um novo “baby boom” no ano do dragão

do UOL Notícias e EFE
Pequim – As maternidades na China se preparam para receber um novo “baby boom” durante o ano do dragão, animal que segundo o calendário lunar abençoa os nascidos sob seu signo com sabedoria, coragem e um futuro promissor. Por causa da superstição, milhares de chineses decidiram ter filhos durante 2012, e como aconteceu no ano do porco (2007), que prevê riqueza e prosperidade, os nascidos terão que enfrentar a escassez de salas de parto. Segundo dados do site “China.org”, em Hong Kong os médicos esperam um aumento de 5% nos nascimentos, enquanto em xangai as autoridades de saúde preveem um “boom” de cerca de 180 mil bebês neste ano. (…)
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.

01 de fevereiro de 2012

Fotos de satélites

Concurso elege melhor imagem captada.

.

Esta foto que mostra o rio Rakaia, na Nova Zelândia, como uma fita azul e branca em março de 2011 foi a vencedora do concurso on-line para escolher a melhor imagem de satélite de 2011 da empresa americana DigitalGlobe. Mais Digital Globe/www.digitalglobe.com/BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.
02 de fevereiro de 2012 

Dia Mundial das Zonas Úmidas

Estudo inédito da WWF mostra que o Pantanal está ameaçado

 UOL Ciência e Saúde

Sérgio Amaral/WWF

.
O Pantanal está ameaçado pela agricultura intensiva e pelo desmatamento

Os jacarés descansam nos bancos de areia enquanto uma iguana se lança no mangue: no Pantanal, a natureza é generosa, mas este santuário de biodiversidade no coração da América do Sul está ameaçado pela agricultura intensiva e pelo desmatamento. Ambientalistas do World Wildlife Fund (WWF) soaram o alarme por ocasião do Dia Mundial das Zonas Úmidas, celebrado todos os dias 2 de fevereiro desde 1997, para resgatar este santuário do Mato Grosso. Os cientistas da ONG se apoiam em um estudo inédito publicado após três anos de pesquisas, realizado por cerca de 30 especialistas de quatro países (Brasil, Paraguai, Bolívia e Argentina), que compartilham a bacia do rio Paraguai, que nasce no Mato Grosso e percorre 2.600 km antes de desaguar no Rio Paraná, na Argentina. Segundo o WWF, esta região que se estende por 1,2 milhão de km2 corre um grave risco ecológico. (…) O desmatamento, a agricultura excessiva, o desenvolvimento urbano ou a multiplicação de represas hidroelétricas são alguns dos riscos para as águas que alimentam o Pantanal. (…) Cerca de 15% da cobertura vegetal do Pantanal já foi destruída pelos cultivos de soja e pelos pastos para o gado, estima o WWF. (…) Rui Iwersen, editor . 09 de fevereiro de 2012

Degelo cultural

ONU faz alerta sobre gangues que estão roubando parte de geleiras

06/02/2012 | do UOL Ciência e Saúde  e da Rádio ONU, em Nova York

As Nações Unidas alertaram sobre o perigo de uma nova atividade criminosa que pode piorar os efeitos da mudança climática: o roubo de gelo. Em comunicado, o escritório da Estratégia Internacional para Redução de Desastre, Unisdr, relatou o caso do roubo de cinco toneladas de gelo da montanha Jorge Montt, no Chile. Segundo agências de notícias, um homem foi preso após a polícia ter encontrado as cinco toneladas no caminhão frigorífico que ele dirigia, na cidade de Cochrane, no sul do país. De acordo com o comunicado, o roubo de gelo para fins comerciais representa mais uma ameaça à geleira milenar situada no Parque Nacional Bernardo O’Higgins, na Patagônia. A área é considerada a terceira maior massa de gelo do mundo após a Antártida e a Groenlândia. (…) Segundo relatos da mídia local, o gelo estaria sendo roubado para ser servido com uísque a turistas, na região, e em bares de luxo da capital chilena, Santiago. A atração é a qualidade das pedras de gelo que saem diretamente do parque. A geleira Jorge Montt está derretendo a uma média de um quilômetro por ano, e por isso se tornou um dos maiores símbolos do aquecimento global. Rui Iwersen, editor . 11 de fevereiro de 2012

Ufa!

Papa destaca importância da fé em Deus para combater doenças

06/02/2012 – | do UOL Ciência e Saúde

Cidade do Vaticano – O papa Bento XVI disse neste domingo que a doença é “um sinal da ação do Mal no mundo e no homem” e enfatizou a necessidade de responder a esse “ataque” com as curas médicas apropriadas, mas também com a fé no amor de Deus.”As doenças são um sinal da ação do Mal no mundo e no homem, enquanto as curas demonstram que o Reino de Deus está perto”, disse Bento XVI durante a tradicional missa do Angelus diante de milhares de fiéis na Praça de São Pedro, que neste domingo apresentava uma imagem incomum, coberta de neve. O pontífice afirmou que a doença pode ser uma “longa e difícil” prova e que, quando a cura não chega e o sofrimento se estende, a pessoa pode permanecer isolada, o que faz com que a própria existência se “deprima e desumanize”.Diante deste “ataque do Mal”, Bento XVI disse que é preciso reagir com as “curas apropriadas”, já que a medicina avançou muito nas últimas décadas. Ele ressaltou, no entanto, que “a Palavra de Deus nos ensina que existe um comportamento decisivo e de fundo com o qual enfrentar a doença”, que é o da fé no amor de Deus. Rui Iwersen, editor . 15 de fevereiro de 2012

Ensino de religião nas escolas públicas

A TV Globo News, canal 40 da Net, no seu Jornal das Dez, às 22 horas, vem apresentando nos últimos dias o programa Fé na Educação, e analisando o ensino de religião nas escolas públicas de alguns estados brasileiros. Ontem o programa analisou o estado de São Paulo, onde predomina “o estudo da história das religiões”. Hoje o programa Fé na Educação analisou principalmente o estado do Rio de Janeiro, onde “as escolas públicas vão ensinar oito religiões”. “O Rio de Janeiro vai contratar 600 professores, que deverão ser aprovados pelas autoridades religiosas”. “O impacto será de 15,7 milhões de reais por ano”. “Amanhã o programa Fé na Educação analisará a questão do ensino religioso nas escolas da França e de outros paises da Europa”.

Triste Amazônia

Às  23H30 de hoje, a TV Globo News apresentou, no programa Cidades e Soluções, partes do acervo de um indigenista e cineasta inglês amigo de Cláudio Vilas Boas e de Chico Mendes, sobre as últimas décadas da Amazônia no século XX: floresta; índios; seringueiros; madeireiros; pecuaristas; tratoristas; estradas; desbravadores; colonizadores; assassinos; fogo; … “Este acervo cinematográfico sobre a história da Amazônia, mais conhecido na Europa do que no Brasil, veio definitivamente para a PUC de Goias. O trabalho de restauração e de divulgação já começou”. Triste Amazônia . Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

26 de fevereiro de 2012

Ansiedade é transtorno mais comum na Grande São Paulo

.
Uma pesquisa que mapeou a frequência de doenças mentais na Grande São Paulo mostra que os transtornos de ansiedade, como estresse pós-traumático, fobias e síndrome de pânico, lideram e estão presentes em 20% da população.Depois vêm os transtornos de humor, como depressão (11%), de controle de impulsos (4,3%) e por consumo de drogas (3,6%).

Os dados são do projeto São Paulo Megacity, um estudo realizado pelo IPq (Instituto de Psiquiatria) do Hospital das Clínicas de São Paulo com 5.037 residentes dos 39 municípios da região.

Editoria de arte/folhapress

A amostra é representativa das cidades, e as entrevistas foram feitas pessoalmente entre 2005 e 2007. Dados preliminares já haviam sido apresentados em 2009, mas agora a pesquisa completa, que faz parte de um grande estudo mundial, foi publicada na revista científica “PLoS ONE”. Segundo a psiquiatra Laura Helena Andrade, coordenadora do estudo, a pesquisa procura entender o contexto relacionado a essa prevalência maior. A violência urbana ajuda a explicar a forte presença dos transtornos mentais na população –54% dos entrevistados relataram ter vivido uma experiência ligada a crimes, como ser vítima ou testemunha de assaltos e sequestros. Pessoas que vivem em áreas mais pobres e periféricas da cidade também tiveram maior risco de desenvolver os transtornos. ”Cada fator inerente à vida na metrópole, como transporte, violência e acesso a serviços de saúde, tem uma parcela de participação nesse resultado”, afirma Paulo Rossi Menezes, professor associado da USP e epidemiologista psiquiátrico que não participou do estudo. (…)

Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.

29 de fevereiro de 2012

Imagens do dia

Homem grita da janela de uma casa danificada após pesado bombardeio das forças do governo em Sermeen, perto da cidade de Idlib, na Síria, nesta terça-feira (28). O país já tem mais de 7.500 mortos desde março, segundo a ONU. Mais Zohra Bensemra/Reuters/BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

28 de fevereiro de 2012

Derretimento no Ártico causa invernos com mais neve

Washington – O derretimento do gelo no Ártico pode ser a causa dos invernos com mais neve no Hemisfério Norte nas últimas duas temporadas, informaram na última segunda-feira (27) pesquisadores dos Estados Unidos e Canadá.
O nível de gelo marinho do Ártico alcançou um novo piso histórico em 2007, afirmou o estudo, dirigido pelo Instituto de Tecnologia da Geórgia (sudeste dos Estados Unidos) e publicado nas Atas da Academia Nacional de Ciências desse país.Ao mesmo tempo, nevadas mais fortes que a média cobriram grande parte do norte dos Estados Unidos, do noroeste e do centro da Europa e do norte e do centro da China.
O Hemisfério Norte teve nas duas últimas temporadas – que abarca os invernos de 2009-2010 e 2010-2011 – a segunda e terceira maiores quedas de neve desde que se tem registros.Os pesquisadores acreditam que o desaparecimento do gelo no Ártico gera mais vapor d’água no ar, e interfere nas correntes atmosféricas e nos ventos do oeste, que normalmente teriam varrido a neve para o norte.
 No entanto, mais ar frio desce a latitudes médias e baixas, “provocando um aumento das forças nevadas na Europa e nas regiões do nordeste e centro-oeste dos Estados Unidos”, disse Jiping Liu, um cientista da Georgia Tech. A pesquisa incluiu cientistas da Academia Chinesa de Ciências e a Universidade de Columbia de Nova York, e recebeu apoio da Nasa e da National Science Foundation (NSF).
Rui Iwersen, editor
.
.

29 de fevereiro de 2012

Caça ilegal mata 450 elefantes na República dos Camarões

 Folha.com e FRANCE PRESSE

As Nações Unidas condenaram a caça ilegal de 450 elefantes no parque nacional Bouba Ndjida, na República dos Camarões, nos últimos dois meses. O marfim dos animais mortos é vendido ou comercializado como moeda de troca para armas e munições em países vizinhos.

23.fev.12/France Presse
Elefantes mortos no parque nacional Bouba Ndjida em foto tirada no dia 23 deste mês
Elefantes mortos no parque nacional Bouba Ndjida em foto tirada no dia 23 deste mês
O problema não afeta somente a República dos Camarões, comentou um membro da Cites (sigla em inglês para Convenção para o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas da Fauna e Flora Selvagem), mas se reproduz em outras regiões da África. A caça ilegal atingiu níveis consideráveis em 2011, alertou a Cites. Nas últimas semanas, a estação de seca colaborou com a matança de elefantes por grupos de países próximos a Camarões, como Chade e Sudão.
.
Rui Iwersen, editor
.

06 de março de 2012

Ciclistas vão às ruas de várias cidades protestar por mais segurança no trânsito

do UOL Notícias e Agência Brasil
Ciclistas de várias cidades brasileiras realizam hoje (6) à noite uma manifestação para pedir mais atenção dos governos às bicicletas como meio de transporte a ser levado em conta na elaboração de políticas públicas de mobilidade. O objetivo é exigir mais segurança no trânsito por meio de ações como a construção de ciclovias e a realização de campanhas educativas para sensibilizar os motoristas e os ciclistas sobre seus direitos e deveres previstos no Código de Trânsito Brasileiro.
As manifestações estão previstas para ocorrer a partir das 19h, e, segundo informações divulgadas pelas redes sociais, há grupos locais organizando-as em Aracaju (SE), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Caxias do Sul (RS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Gramado (RS), Laranjeiras do Sul (PR), Londrina (PR), Manaus (AM), Maringá (PR), Natal (RN), Parnamirim (RN), Ponta Grossa (PR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Lourenço (MG), São Luís (MA), São Paulo (SP), Timbó (SC) e Vitória (ES). (…)
Rui Iwersen, editor
.

09 de março de 2012

Lançamento em Florianópolis do livro Mundo Sustentavel 2 de André Trigueiro

… Fonte: Dr Júlio dos Santos Neto, OAB CIDADÃ de Santa Catarina

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

19 de março de 2012

Más condições de vida favorecem transtornos mentais, alerta pesquisa

 Folha.com e AGÊNCIA BRASIL
A violência urbana e a falta de qualidade de vida favorecem o desenvolvimento de transtornos mentais na população, segundo a coordenadora do Núcleo Epidemiológico da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), Laura Helena Andrade.Para a pesquisadora, esses fatores são responsáveis pela prevalência de problemas como a ansiedade, depressão e uso de drogas em cerca de 30% dos paulistanos. O dado faz parte de uma pesquisa feita em consórcio com a OMS (Organização Mundial da Saúde) e a Universidade de Harvard, publicada em fevereiro. (…)

Imagens do dia

Vandalismo antiecológico

.

Ônibus foi incendiado por um vândalo no centro de Florianópolis, em Santa Catarina, nesta segunda-feira (19). Segundo os bombeiros, o autor do crime saiu correndo logo após atear fogo no ônibus. Não há informação de feridos Eduardo Valente/Futura Press; BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.

22 de março de 2012

Dia Mundial da Água

ONU cobra consumo responsável no Dia Mundial da Água

Genebra – Após lembrar que 783 milhões de pessoas sofrem com a falta de acesso à água potável no mundo, Margareta Wahlström, representante especial do secretário-geral para redução de riscos de desastres, pediu à população nesta quinta-feira (22), Dia Mundial da Água, mais responsabilidade no consumo.Em comunicado, Macareta afirmou que a celebração do Dia Mundial da Água deveria vir acompanhada de uma “reflexão sobre os desafios do desenvolvimento sustentável e sobre as ações que cada um pode fazer para evitar o desperdício desse bem natural”. “Vivemos em um mundo onde a água potável é cada vez mais escassa. Precisamos entre 10 e 15 vezes mais água para produzir um quilo de carne do que um de trigo. Em 2030, vamos necessitar pelo menos 50% a mais de comida, 45% de energia e 30% de água”, acrescentou.Recentemente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Unicef anunciaram que foi possível cumprir a meta estipulada pelos Objetivos do Milênio (ODM), que visava reduzir pela metade a proporção de pessoas sem acesso à água potável, três anos antes do estipulado.Apesar desta conquista, ainda existem 783 milhões de pessoas, 11% da população mundial, que não possui acesso à água potável, a maioria (40%) na África Subsaariana. .

Rio+20 não deve resultar em ações concretas para o uso da água, diz presidente do Brasil Pnuma

UOL Ciência e Saúde e Agência Brasil

Rio de Janeiro – A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que será realizada em junho deste ano na capital fluminense, não deverá resultar em ações concretas que permitam avanços nas políticas globais sobre o uso da água. A declaração é do presidente do Comitê Brasileiro do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Brasil Pnuma), Haroldo Mattos de Lemos. Segundo ele, o pré-documento da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Rio+20 aborda apenas “intenções”. Para Lemos, se a Rio+20 não discutir ações mais concretas, será uma “oportunidade perdida” para avançar em temas como o acesso da população à água potável e ao esgotamento sanitário. (…) Lemos lembrou que um dos Objetivos do Milênio, documento aprovado pela ONU em 2000 que prevê metas para melhorar o mundo no prazo de 15 anos, é reduzir pela metade o número de pessoas sem acesso à água potável e ao esgotamento sanitário. (…) Rui Iwersen, editor . 23 de março de 2012

Tabagismo e morte humana

Um bilhão deve morrer por causa do fumo até o final do século, prevê Fundação Mundial do Pulmão

21/03/2012 – do UOL Ciência e Saúde e Agência Brasil

Um bilhão de pessoas devem morrer por uso e exposição ao fumo até o final deste século. O número é equivalente a uma morte a cada seis segundos. A previsão consta de relatório da Fundação Mundial do Pulmão e da Sociedade Americana do Câncer divulgado hoje (21). Na última década, as mortes pelo uso de tabaco triplicaram, chegando a 50 milhões. Somente em 2011, 6 milhões de pessoas morreram, sendo 80% delas em países pobres e em desenvolvimento. De acordo com a fundação, o cigarro e outros derivados de tabaco são responsáveis por 15% das mortes de homens em todo o mundo e 7% entre as mulheres.As projeções se baseiam no fato de que estudos indicam que o organismo de quem fuma continuadamente fica mais propenso a desenvolver doenças como câncer, ataques cardíacos, diabetes, doenças respiratórias crônicas, dentre outras.A China é o país onde há mais vítimas do fumo. A cada ano, 1,2 milhão de pessoas morrem em decorrência do uso do tabaco. Esse número deve saltar para 3,5 milhões até 2030, segundo as entidades, que elaboram um atlas com dados sobre os efeitos do tabaco desde 2002. (…) Rui Iwersen, editor . 29 de março de 2012

Qualquer semelhança com o fim das tribos humanas da Ilha de Páscoa não é mera coincidência

Itaquerão terá estátua de São Jorge do tamanho do Cristo Redentor, revela vice corintiano

São Jorge, santo guerreiro e padroeiro corintiano

Padroeiro do Corinthians, São Jorge não será esquecido durante a realização de um sonho do clube: a construção de um estádio. O santo da Capadócia ganhará uma estátua em frente ao Itaquerão, com a mesma altura do Cristo Redentor.“Estamos encomendando uma estátua de São Jorge de 30 metros de altura”, revelou o vice-presidente corintiano Luiz Paulo Rosemberg ao jornal Diário de S. Paulo. A estrutura teria o mesmo tamanho do Cristo se descontados os oito metros equivalentes ao pedestal do monumento carioca. “Queremos transformar nosso estádio num verdadeiro polo de peregrinação de torcedores corintianos de São Paulo, do Brasil e do mundo”, completou Rosemberg. (…) Rui Iwersen, editor . 09 de abril de 2012

Quaisquer semelhanças com os últimos tempos da Ilha de Páscoa tambem não são meras coincidências

Imagens do dia — 8 de abril de 2012

Chefs de cozinha criaram, em Bariloche, no sul da Argentina, o maior ovo de Páscoa artesanal do mundo. O ovo gigante tem 8,5 metros de altura e 5,5 metros de diâmetro Francisco Ramos Mejia/AFP e BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

19 de abril de 2012

Dia do Índio

Todo dia era dia de índio …

Índios brasileiros observavam astros e conheciam ciclos celestes

.

Para o leigo, o desenho pode não passar de uma roda, mas o arqueólogo vai além, em busca de prováveis significados. A gravura rupestre no município de Central (BA) deve ser um calendário solar, com 183 divisões, que representam os dias do ano (a serem contados duas vezes, no sentido horário e anti-horário, totalizando 366). Luiz Galdino/BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

20 de abril de 2012

Situação das florestas no Dia do Índio de 2012 

Desmatamento na Amazônia Legal no mês de março foi 15% maior, registra Imazon

19/04/2012 | do UOL Notícias e Agência Brasil  Brasília – O desmatamento da Amazônia Legal em março atingiu 53 quilômetros quadrados, área 15% maior que a de março de 2011, quando foram desmatados 46 quilômetros quadrados. Os dados são do Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).Cerca de 60% do desmatamento ocorreu em Mato Grosso. O Pará está em segundo lugar, com 25% e Rondônia em terceiro, com 9%.
Entretanto, houve redução de 22% do desmatamento acumulado entre agosto de 2011 a março de 2012, totalizando 760 quilômetros quadrados a menos de floresta. No período anterior (de agosto de 2010 a março de 2011), foram desmatados 969 quilômetros quadrados. (…) Rui iwersen, editor .

22 de abril de 2012

Dia da Terra

Rio Ganges recebe diariamente 2,9 bilhões de litros em resíduos

Rajesh Kumar Singh/AP Photo

Turistas fazem passeio de barco pelo rio Ganges durante o pôr-do-sol em Allahabad, na Índia 

Nova Délhi – O rio Ganges recebe diariamente 2,9 bilhões de litros em resíduos, muito acima da capacidade das plantas de purificação de água de suas margens, reconheceu o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh. O premiê presidiu a terceira reunião do organismo encarregado da limpeza no Ganges (NGRBA). A reunião foi impulsionada pela greve de fome do ativista e antigo professor G.D. Agarwal, de 80 anos, em março, para protestar pela falta de compromisso do Governo com a conservação do Ganges.No evento, Singh ressaltou a falta de passos urgentes para salvar o rio, considerado sagrado por milhões de hindus, segundo a agência indiana “Ians”. “O tempo não está do nosso lado”, afirmou. A bacia do Ganges proporciona água, direta ou indiretamente, a 40% da população da Índia, alimenta o ecossistema em um terço das terras do país e serve de sustento para uma em cada 12 pessoas do mundo. É também um dos eixos de peregrinação dos hindus. (…) ..

Consequências da caça humana

Orfanato de animais cria elefantes órfãos no Quênia

Visitantes fotografam filhotes de elefantes órfãos em sítio perto de Nairóbi, capital do Quênia. O orfanato onde ficam os animais é administrado por Daphne Sheldrick, mulher de David William Sheldrick, um famoso naturalista queniano morto em 1977. Depois que crescem, os elefantes retornam para a vida selvagem no Parque Nacional Tsavo Thomas Mukoya/Reuters e BOL Fotos.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

25 de abril de 2012

Câmara dos Deputados aprova Código Florestal

BRASÍLIA – A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira a reforma do Código Florestal, que deverá agora ser ratificado ou vetado pela presidente Dilma Rousseff. A aprovação na Câmara ocorreu por ampla maioria. O texto já havia passado no Senado em dezembro, e agora segue para sanção presidencial.O novo código, que reforma uma lei de 1965, reduz a área de reflorestamento nas margens dos rios e suspende multas e sanções impostas a proprietários de terras que fizeram desmatamento ilegal até 2008. “Estão dando anistia aos desmatadores e aprovando a possibilidade de desastres ambientais nas grandes cidades (…). Agora é importante que a presidente vete”, disse o deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP).A Câmara aprovou o novo código por 274 votos contra 174, após realizar várias modificações no projeto votado no Senado e que contou com o aval do governo federal, o que motivou vários deputados da base aliada a pedir hoje o veto presidencial.

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

. 30 de abril de 2012

Extinções

.

A Austrália divulgou nesta segunda-feira (30) uma lista de regiões em que os coalas, um dos símbolos do país, passaram a ser considerados animais em risco de extinção. Nesta foto de junho de 2008, o pequeno Boonda se agarra à sua mãe Elle Greg Wood/AFP/BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

01 de maio de 2012

Um terço dos alimentos consumidos pelos brasileiros está contaminado por agrotóxicos

.
Há três anos o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking de consumo de agrotóxicos no mundo. Um terço dos alimentos consumidos cotidianamente pelos brasileiros está contaminado pelos agrotóxicos, segundo alerta feito pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), em dossiê lançado durante o primeiro congresso mundial de nutrição que ocorre no Rio de Janeiro, o World Nutrition Rio 2012, que termina nesta terça-feira (1º).

O documento destaca que, enquanto nos últimos dez anos o mercado mundial de agrotóxicos cresceu 93%, o brasileiro aumentou 190%. Em 2008, o Brasil ultrapassou os Estados Unidos e assumiu o posto liderança, representando uma fatia de quase 20% do consumo mundial de agrotóxicos e movimentando, só em 2010, cerca de US$ 7,3 bilhões – mais que os EUA e a Europa. (…) Soja é o que mais demanda agrotóxico (…) Em 2011 houve um aumento de 16% no consumo que alcançou uma receita de US$ 8,5 bilhões. As lavouras de soja, milho, algodão e cana-de-açucar representam juntas 80% do total das vendas do setor. (…) Segundo o dossiê, a soja foi o cultivo que mais demandou agrotóxico – 40% do volume total de herbicidas, inseticidas, fungicidas e acaricidas. Em segundo lugar no ranking de consumo está o milho com 15%, a cana e o algodão com 10%, depois os cítricos com 7%, e o café, trigo e arroz com 3% cada. Já para a produção de hortaliças, em 2008, segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura), o consumo de fungicidas atingiu uma área potencial de aproximadamente 800 mil hectares, contra 21 milhões de hectares somente na cultura da soja. (…) Riscos para a saúde O dossiê revela ainda evidências científicas relacionadas aos riscos para a saúde humana da exposição aos agrotóxicos por ingestão de alimentos. Segundo Fernando Carneiro, o consumo prolongado de alimentos contaminados por agrotóxico ao longo de 20 anos pode provocar doenças como câncer, malformação congênita, distúrbios endócrinos, neurológicos e mentais. Um fato alarmante foi a constatação de contaminação de agrotóxico no leite materno, afirmou. Para o cientista, não se sabe ainda ao certo as consequências para um recém-nascido ou um bebê que está em fase inicial de formação. (…) Parte dos agrotóxicos utilizados tem a capacidade de se dispersar no ambiente, e outra parte pode se acumular no organismo humano, inclusive no leite materno, informa o relatório. “O leite contaminado ao ser consumido pelos recém-nascidos pode provocar agravos a saúde, pois os mesmos são mais vulneráveis à exposição a agentes químicos presentes no ambiente, por suas características fisiológicas e por se alimentar, quase exclusivamente, com o leite materno até os seis meses”, destaca o estudo. Recomendações O dossiê da Abrasco formula 10 princípios e recomendações para evitar e reduzir o consumo de agrotóxicos nos cultivos e na alimentação do brasileiro. Carneiro defende a necessidade de se realizar uma “revolução alimentar e ecológica”. (…) Carneiro e sua equipe composta por seis pesquisadores defendem a ampliação de fontes de financiamento para pesquisas, assim como a implantação de uma Política Nacional de Agroecologia em detrimento ao financiamento público do agronegócio e o fortalecimento das políticas de aquisição de alimentos produzidos sem agrotóxicos para a alimentação escolar – atualmente a lei prevê 30% deste consumo nas escolas. Além disso, o documento defende a proibição de agrotóxicos já banidos em outros países e que apresentam graves riscos à saúde humana e ao ambiente assim como proibir a pulverização aérea de agrotó xicos. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

03 de maio de 2012 

Nebulosa

Imagens do mês 

.
 .
 A imagem divulgada pelo ESO (Observatório Europeu do Sul) mostra região que rodeia a nebulosa de reflexão Messier 78, localizada a norte do Cinturão de Órion. Nuvens de poeira cósmica, que estão em laranja, formam um “”colar de pérolas”” e mostram o local em que novas estrelas se formam. No centro da imagem aparece a nebulosa Messier 78, também conhecida como NGC 2068 ESO/BOL Fotos
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.

02 de maio de 2012

Aprender segunda língua pode aumentar poder do cérebro

do UOL Notícias e BBC .
.
O tronco cerebral reagiu mais no caso de estudantes capazes de falar duas línguas, dizem pesquisadores

Aprender uma segunda língua pode aumentar o poder do cérebro, segundo pesquisadores americanos. Os cientistas da Northwestern University dizem que o bilinguismo é uma forma de treinamento do cérebro – uma “ginástica” mental que apura a mente. Falar duas línguas afeta profundamente o cérebro e muda a forma como o sistema nervoso reage ao som, segundo revelaram testes de laboratório. Especialistas dizem que o estudo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences fornece evidências “biológicas” para isso. A equipe de pesquisadores monitorou as respostas do cérebro de 48 estudantes voluntários saudáveis – 23 dos quais bilíngues – a sons diferentes. Foram usados eletrodos no couro cabeludo para traçar o padrão das ondas cerebrais. Sob condições laboratoriais silenciosas, os dois grupos – o bilíngue e o de alunos que somente falavam inglês – responderam da mesma forma. Mas em um contexto de conversa barulhenta, o grupo bilíngue foi muito superior em processar os sons. Eles eram mais capazes de sintonizar informações importantes – a voz do orador – e bloquear outros ruídos que distraem – as conversas de fundo. As diferenças de resposta dos dois grupos foram visíveis no cérebro. As reações do tronco cerebral dos que falam duas línguas foram intensificadas. (…) “Parece que os benefícios do bilingüismo são particularmente poderosos e amplos, e incluem a atenção, seleção e codificação de som”, completou (…) Pesquisas anteriores também sugerem que ser bilíngue pode ajudar a afastar a demência. Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 07 de maio de 2012

Saude ambiental

Imagens do dia

Após a morte inexplicável de centenas de golfinhos e pelicanos, o governo do Peru declarou alerta de saúde ao longo da costa norte do país, deixando moradores e turistas assustados. Na foto, corpo de pássaro é registrado na praia de Cerro Azul, em Canete, Lima Mariana Bazo/Reuters/BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

08 de maio de 2012

Ideli diz estar convicta de que Dilma vetará pontos do Código Florestal

do UOL Notícias e Agência Brasil

A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse nesta terça-feira (8) que tem convicção de que a presidenta Dilma Rousseff vetará pontos do texto do novo Código Florestal, aprovado no mês passado pela Câmara dos Deputados. De acordo com a ministra, já é pacífico que a presidenta não permitirá os dispositivos que concedam anistia a desmatadores e que causem prejuízos a pequenos agricultores. “Está consagrado. Anistia a desmatadores e prejuízo aos pequenos agricultores são duas questões que a presidenta já havia sinalizado claramente que não admitira no Código Florestal”, disse a ministra após se reunir no Senado com líderes governistas. “Tenho a convicção de que alguns artigos com certeza serão vetados e portanto a tramitação de um projeto que possa suprir essas lacunas oriundas dos vetos seria bastante positivo”, disse a ministra. Ideli disse ainda que o governo considera positiva a proposta alternativa do Senado, de autoria de Luiz Henrique (PMDB-SC) e Jorge Viana (PT-AC). Essa proposta foi apresentada no dia 25 de abril e trata da consolidação de áreas de preservação permanente (APPs) às margens de rios, próximos a encostas e a topos de morro, além da reserva legal – parte de mata nativa em propriedades que deve ser preservada (o tamanho varia conforme o bioma). ”O governo vê com bons olhos [essa proposta], até porque, o governo estava torcendo, apoiando e fazendo um apelo para que a Câmara aprovasse o texto que foi fruto de um acordo muito positivo entre ambientalistas e ruralistas que foi obtido aqui no Senado. Como a Câmara acabou apoiando mais a posição dos ruralistas, a presidenta deverá tomar como decisão, nos próximos dias, o veto”, explicou a ministra. (…)

Campanha “Veta, Dilma!” vira fenômeno nas redes sociais

 Anúncio publicado pelo Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável, uma coalizão formada por 163 organizações da sociedade civil brasileira contrárias ao projeto que modifica o Código Florestal. A peça, que mostra a assinatura da presidente Dilma, diz que as florestas brasileiras levaram milhões de anos para se formar, mas que bastam apenas dois segundos (o suficiente para completar a assinatura) para destruí-las Mais Reprodução
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet
.
.

09 de maio de 2012

Enchentes

Imagens do dia 

Com as cheias dos principais rios do Amazonas, o distrito do Cacau Pirera, região metropolitana de Manaus, fica completamente submerso de água. O governo brasileiro determinou a mobilização de 500 militares das Forças Armadas, um hospital de campanha e três navios da Marinha para socorrer as vítimas das enchentes no Estado Roberto Carlos/Agecom/BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

11 de maio de 2012

Bairro que mais recicla em SP reaproveita menos de 5%

São Paulo – Moradores da Vila Mariana, na zona sul, são os mais engajados na coleta seletiva em São Paulo. No bairro, 4,95% dos resíduos coletados vão parar nas centrais de triagem da Prefeitura. O índice é mais de quatro vezes maior do que a média da capital, de 1,2%, considerada baixíssima por especialistas. Embora 22% do lixo seja reciclável, o desempenho da Vila Mariana quase chega à meta do governo federal para o Brasil: reciclar 5% do lixo em 2014, como determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos. (…) Segundo as próprias concessionárias, cerca de 60% da coleta seletiva vai para o lixo comum. Além disso, por falta de informação, parte da população separa mal o lixo. Apenas 6,3% do coletado é passível de reciclagem. (…)Rui Iwersen, editor.

14 de maio de 2012

Chuva causa deslizamentos e enchentes em cidades do Espírito Santo

do UOL Notícias Vitória – Cidades do Espírito [Santo] amanheceram em estado de alerta nesta segunda-feira (14) após a forte chuva iniciada na noite de domingo (13). O temporal, que ainda não deu trégua, deixou bairros da Grande Vitória ilhados. O Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes) registrou a queda de muros e de árvores, deslizamentos e até a queda de um carro em uma vala em Vitória.
A chuva forte que começou no domingo provocou alagamentos nesta segunda-feira, no Espírito Santo. Na Grande Vitória, cidades decretaram estado de alerta, por causa das enchentes Mais Flávia Bernardes/UOL

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

29 de maio de 2012

Mata Atlântica perdeu 13 mil hectares em um ano

SOS Mata Atlântica

Mapa mostra os remanescentes da Mata Atlântica

Mais de 13 mil hectares de Mata Atlântica foram desmatados no Brasil no período de maio de 2010 a maio de 2011, segundo o Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, divulgado hoje (29) pela Fundação SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Na pesquisa anterior (2008–2010), a área desmatada correspondia a 15.597 hectares, na média anual. Atualmente, restam apenas 7,9% da cobertura de vegetação no bioma. De acordo com o levantamento, os Estados onde a situação é mais preocupante são Minas Gerais, onde foram desmatados 6.339 hectares entre maio de 2010 e maio de 2011, e a Bahia, onde o desmate atingiu 4.493 hectares no período. Já os Estados com menos áreas desmatadas (em hectares) são Goiás, com 33; o Paraná, com 71; e o Rio de Janeiro, com 92. (…) Rui Iwersen, editor . 30 de maio de 2012

Desmate na mata atlântica cai 58%; restam 7,9% da área original

 BOL
Se a mata atlântica tem inimigos, boa parte deles está em Minas Gerais. Cerca de metade dos 13,3 mil hectares desmatados nesse bioma em 2011 está em terras mineiras. Os dados são do “Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica”, divulgado ontem pela Fundação SOS Mata Atlântica em parceria com o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).O desmate total na região da mata atlântica –vegetação de florestas, de mangues e de restingas (cobertura vegetal rasteira próxima ao mar) que aparece em 17 Estados do país– equivale a mais de 13 mil campos de futebol. Além do destaque para Minas (com 6.339 hectares a menos), há também a Bahia (4.493 hectares). O número total caiu 58% em relação ao levantamento de 2010, quando o desmate atingiu 31,19 mil hectares. (…)
..
Rui iwersen, editor
.
.

31 de maio de 2012

Pobre mar, triste Terra

Festival das lanternas flutuantes homenageia mortos no Havaí

Lanternas flutuam no mar na praia de Ala Moana, no Havaí (EUA), para homenagear as pessoas mortas em consequência de guerras, desastres naturais e doenças. Mais de 3.500 lanternas foram lançadas ao mar nesta terça-feira (29) Hugh Gentry/Reuters

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.
.
05 de junho de 2012

Dia Mundial do Meio Ambiente

Ritual na Dinamarca promove a matança de baleias

Imagens do Grindadrap, tradicional ritual de matança de baleias. Todo ano, os moradores das Ilhas Faroe (região autônoma da Dinamarca) matam baleias-piloto e comem sua carne. Os praticantes do ritual afirmam que descendem dos vikings e se alimentam há séculos da carne deste animal Andrija Ilic/Reuters

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

7 de junho de 2012

Maus tempos

Voluntários trabalham na construção do tradicional tapete de sal de Matão, SP – Como não chove hoje em Matão, será realizado o tapete de sal para a procissão de Corpus Cristi, uma tradição de 64 anos. (…) Serão usadas 70 toneladas de material, principalmente sal, serragem e pó de pedra. (…) Depois tudo será desmanchado…

.
Por causa da chuva sobre o Estado de São Paulo, em outras cidades não haverá construção de tapetes.
.
– Senhor Secretário de Turismo, o que será feito da serragem que não foi usada por causa do mau tempo?
– Como ela não pode ser guardada até o ano que vem, a serragem será descartada. Oitenta metros cúbicos. Coloridos.
.
TV Globo News; Em Cima da Hora – Edição das Dez; 7 de junho
.
Nota da Redação de GaiaNet: o mau tempo continuará: este mês ainda virão as fogueiras, os fogos de artifício e os balões das festas juninas. 

 Rui Iwersen, editor de GaiaNet . 11 de junho de 2012

Caça, comércio, extinção…

Imagens do dia

Três filhotes de tigre de bengala foram resgatados pela polícia nesta segunda-feira (11) na cidade de Dhaka, em Bangladesh. Os animais, ameaçados de extinção, seriam vendidos por contrabandistas AFP/BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet .

13 de junho de 2012

Abertura oficial da Rio+20

Rio+20: preparativos, protestos e bastidores da Conferência

Ônibus híbrido a hidrogênio da Coppe/UFRJ é movido à energia elétrica obtida da rede convencional e produzida pelo próprio motor do veículo Júlio César Guimarães/UOL

 .

Carros elétricos de diversas marcas surgem no estacionamento da RIO +20, no Riocentro Marco Antonio Teixeira/UOL

Rui Iwersen, editor de GaiaNet, Florianópolis

.

16 de junho de 2012

Discussões pré Rio+20

1º Seminário P.A.R.A.- Programa Regional de Análise de Resíduos Tóxicos em Alimentos

O seminário sobre a Análise de Resíduos Tóxicos em Alimentos, realizado em Florianópolis nos dias 14 e 15 de junho, contou com a presença de autoridades e profissionais de várias áreas dos estados Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O estado de Santa Catarina é conhecido como berço da agricultura familiar, o que o torna importante referência na segurança alimentar. Por essas questões, ressalta-se a importância do monitoramento e da rastreabilidade na cadeia produtiva de produtos in natura, como frutas, legumes e verduras, para a saúde humana, para a defesa do consumidor e da saúde ambiental. Dados alarmantes demonstram, em análises feitas em laboratórios desses estados, que produtos vegetais consumidos diariamente pela população podem conter de12 a17 tipos diferentes de resíduos de agrotóxicos. O representante da Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina –FATMA, Murilo Flores, apresentou na Cúpula Mundial dos Estados e Regiões, a política de gestão ambiental – Terra Sustentável, valorizando a certificação dos produtos com base em origem e em forma de produção, o que beneficiará o produtor de alimentos sem pesticidas com um selo de procedência, além de proteger o consumidor na escolha de produtos mais seguros para a sua saúde. Existe uma nova via, proposta no seminário pelo Dr. Maximiliano Ribeiro, do Ministério Público do Paraná, com a apresentação da pesquisa sobre agrotóxicos nanoestruturados, criados a partir de nanomoléculas químicas, que pode ser um propulsor na competitividade econômica, tanto para produção e consumo dos produtos orgânicos quanto na de produtos com agrotóxicos tradicionais. Nanopesticidas são menos poluidores e ocupam menos espaço nas embalagens. Mas não deixam de ser pesticidas. Caberá ao consumidor a escolha As patentes que monopolizam tecnologia ainda são um entrave para o princípio da precaução e para agricultura sustentável. Nesse sentido, vários participantes do Programa Regional de Análises de Resíduos Tóxicos em Alimentos – P.A.R.A. – propuseram que saísse do encontro um documento para uso da legislação na responsabilização das indústrias de agrotóxicos, tradicionais ou não, com relação aos impactos causados à saúde, como nos casos de câncer, das malformações fetais congênitas e das mortandades de peixes, abelhas e outros animais. Janine Mara Alves, colaboradora de GaiaNet

.

18 de junho de 2012

Temas da Rio+20: nações

Na Rio+20, Dilma terá encontros privados com líderes da França, China e Turquia

UOL Notícias e Agência Brasil

Rio – A presidente Dilma Rousseff vai se reunir com oito a dez presidentes e primeiros-ministros estrangeiros assim que chegar ao Rio de Janeiro, vindo da Cúpula do G20, reunião que se realiza no México. Na relação de nomes confirmados estão o presidente da França, François Hollande, e os primeiros-ministros da China, Wen Jiabao, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan. (…) Rui Iwersen, editor de GaiaNet, de Florianópolis .

20 de junho de 2012

Temas da Rio+20: reflorestamento

Um compromisso de Brasil, EUA e Ruanda pelas florestas

A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês) anunciou ontem, no Rio Centro, que instituições de Brasil, Estados Unidos e Ruanda, na África, comprometeram-se a restaurar mais de 18 milhões de hectares degradados de florestas até 2020. (…) o que injetaria US$80 bilhões nas economias locais. Governos estaduais e ONGs se comprometeram a restaurar 1 milhão de hectares da Mata Atlântica, o bioma mais degradado do Brasil. Os EUA farão sua parte em 20 florestas, onde pretendem recuperar 15 milhões de hectares de florestas; e Ruanda , em 2 milhões de hectares. (…)
Fonte: O Globo; Especial Rio+20; 19/06/2012
.
Rui Iwersen, editor de GaiaNet, do Rio de Janeiro
.
.

22 de junho de 2012

Encerramento oficial da Rio+20

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável realizou-se entre 193 países com o objetivo de formular um plano para que a humanidade se desenvolvesse de modo a garantir vida segura e digna a todos os habitantes do Planeta, utilizando os recursos naturais sem prejuízo para as  gerações futuras. As ONGs e os ambientalistas esperavam que a reunião conseguisse determinar metas de desenvolvimento sustentável, mas isso não foi atingido e houve manifestações de protesto. O documento final cita que estas metas devem ser criadas para adoção a partir de 2015. O texto final da Rio+20, intitulado “O futuro que queremos”, foi publicado no site oficial da conferência e traduzido para os idiomas oficiais da ONU: inglês, francês, espanhol, chinês, russo e árabe. Os ambientalistas prefeririam o termo “O futuro que necessitamos”. Na Cúpula dos Povos, no Aterro do Flamengo, as discussões sobre “Crescer, Incluir e Proteger” continuaram até o final da tarde de hoje nos diversos foros, como a Arena SOS Clima Terra – www.sosclimaterra.org, e a Arena Socioambiental – www.arenasocioambiental.org, onde ontem à tarde discutiu-se sobre as questões de gênero e de raça, especialmente as dificuldades das mulheres negras no Brasil, e das mulheres em geral nas diversas nações. A participação da Cúpula dos Povos na Rio+20 encerrou oficialmente com discussões, na Arena Socioambiental, sobre energia. Como era de se esperar, a construção da usina de Belomonte gerou os maiores debates. Após o encerramento dos debates, a Arena Socioambiental foi palco para músicos cariocas que interpretaram, sob a direção do DJ Man, músicas afrobrasileiras de suas autorias representativas de diversas regiões do Brasil, contando com a participação da cantora Rita Ribeiro, do cantor Lúcio Sanfelippo e do grupo Rio Maracatú. Depois de vários dias de filas quilométricas, 210 mil pessoas visitaram, no Forte Copacabana, a exposição Humanidades 2012. Dentre os cientistas que opinaram sobre a Rio+20, merece destaque o sociólogo francês Edgar Morin, 93 anos, professor da Universidade Paris VIII e presidente do Institut International de Recherche Politique et Civilisation, para quem o combate da pobreza exige o resgate de um nobre valor humano: a solidadriedade entre as pessoas e as nações. Entre participantes de mesas, de discussões paralelas, e da mídia, já fala-se hoje em rediscutir uns temas em 2013, outros em 2015 e alguns na Cairo+20… Rui Iwersen, editor de GaiaNet, do Rio de Janeiro .

23 de junho de 2012

Temas da Rio+20: documento final

Com declaração fraca, compromissos individuais “salvam” a Rio+20

 UOL Notícias e Reuters
.
Quando o consenso é fraco, ganham força as atitudes individuais. Os 705 “compromissos voluntários” apresentados à ONU por governos, empresas e ONGs são apontados pelo próprio secretário-geral da Rio+20, Sha Zukang, como o melhor resultado da conferência. Apenas os 13 maiores compromissos, segundo a ONU, vão injetar US$ 513 bilhões em projetos para o desenvolvimento sustentável nos próximos dez anos.
“É importante haver um entendimento político, mas o que realmente faz a diferença são iniciativas sérias de implementação”, afirmou Zukang. A Rio+20, Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, terminou nesta sexta (22) no Rio com um documento classificado por diplomatas, chefes de Estado, e ONGs como “pouco ambicioso”. A declaração “O Futuro que Queremos” não define metas nem gera obrigações adicionais para os Estados. Metas de transição para fontes de energia renovável, redução do consumo de água, neutralização de emissões de carbono pelo plantio de árvores e implementação de sistemas de compras e transporte sustentáveis foram alguns dos compromissos assumidos e entregues voluntariamente à ONU. (…)
Rui Iwersen, editor, do Rio de Janeiro
.
.

26 de junho de 2012

Informações da Rio+20: 1992; 2012; 2050

Em 1º de dezembro de 1992 havia 162 países membros da ONU. Hoje são 193. Fonte: ONU 62% das emissões de gases de efeito estufa provém de três setores: produção elétrica e de aquecimento (26%); indústria (19%); exploração florestal (17%). Fonte: GIEC 2007 Estima-se que o número de carros e caminhões vai triplicar até 2050, passando de quase 1 bilhão a 2,6 bilhões. Cerca de 80% desse aumento acontecerá nos países em desenvolvimento. Fonte: PNUMA Os 10 anos mais quentes desde 1880 foram todos registrados depois de 1998. Fonte: UK – MetOffice (Reino Unido)/JMA (Japão) Rui Iwersen, editor de GaiaNet; Rio de Janeiro; Cinelândia; Rio+20; A Terra Vista do Céu – www.terravistadoceu.com .

28 de junho de 2012

Informações da Rio+20: água

Entre 1992 e 2009, a Antártica e a Groenlândia perderam a cada ano, em média, 36,3 bilhões de toneladas de gelo a mais que o ano anterior. Fonte: NASA No mundo, 10% das terras irrigadas se tornaram saturadas em água ou salgadas. Fonte: World Water Assessment Programme 2,1 bilhões de pessoas vivem nas zonas secas. As zonas secas e os desertos representam 41,2% da superfície mundial. Fonte: UNPDD Rui Iwersen, editor de GaiaNet; Rio de Janeiro; Cinelândia; Rio+20; A Terra Vista do Céu – www.terravistadoceu.com ..

30 de junho de 2012

Informações da Rio+20: consumismo humano

1,5 bilhões de pessoas com mais de 20 anos no mundo estão com sobrepeso, e dentre elas 200 milhões de homens e quase 300 milhões de mulheres são obesos. O número de casos duplicou desde 1980.

Fonte: OMS [Organização Mundial de Saude]

O consumo médio de carne por habitante no mundo entre 1992 e 2007 passou de de 34Kg a 43Kg por pessoa. No Brasil, cerca de 70% das terras desmatadas foram transformadas em ranchos [fazendas].

Fonte: PNUMA [Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente]

Entre 1990 e 2005, 113 milhões de hectares de florestas passaram do público ao privado. Fonte: GoodPlanet Info Em 2011, 12,5% das espécies de pássaros estavam em perigo de extinção. Desde 1998, data da primeira avaliação global, a situação dos pássaros se deteriorou de forma constante e regular

Fonte: ULNC/BirdLife International

A taxa de extinção das espécies poderia ser [é estimada] de 100 a 1.000 vezes a taxa de extinção natural.

Fonte: UINC

Rui Iwersen, editor de GaiaNet; Rio de Janeiro; Cinelândia; Rio+20; A Terra Vista do Céu – www.terravistadoceu.com

..

As próximas postagens serão feitas no início da página

. . .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: