Aquecimento Global, Furacões, Ciclones e Tornados

Séries de GaiaNet 

2ª série de GaiaNet – Aquecimento Global

Aquecimento global, furacões, ciclones e tornados

Editor – Rui Martins Iwersen

.

13 de outubro de 2014

Tufões no Japão

Segundo o canal público NHK, mais de 300 voos foram cancelados

O potente tufão Vongfong [o 19º da temporada] chegou nesta segunda-feira à ilha japonesa de Kyushu (sul), após ter deixado 44 feridos no extremo sul do arquipélago atingido por chuvas torrenciais e fortes rajadas de vento. (…)

Leia mais em: http://zip.net/blpS5C

.

02 de outubro de 2014

Brasília registra segundo tornado reconhecido no país pelo Inmet

O tornado que atingiu ontem (1º) o aeroporto de Brasília é o segundo registro do fenômeno reconhecido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no país. De acordo com especialistas do Inmet, a variação constante do clima na região é o principal motivo. (…)

Para que um redemoinho comum seja considerado um tornado é preciso que os ventos cheguem a uma velocidade superior a 65 quilômetros por hora (km/h). Na tarde de ontem os ventos chegaram à velocidade de mais de 95 km/h, suficiente para causar danos ao aeroporto, escolas da asa sul e derrubar árvores pela cidade. (…)

O primeiro tornado no Brasil com registro oficial do Inmet ocorreu em Santa Catarina, em 2009, quando ventos de 120 a 180 km/h atingiram 64 municípios do Estado e obrigou a Defesa Civil de Santa Catarina a decretar situação de emergência.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bnpKBR

.

18 de junho de 2014

Tornados nos Estados Unidos

Tornado mata 1 e fere 16 em cidade no Nebraska

Dois grandes tornados atingiram a região de Nebraska, nos Estados Unidos, nesta segunda

Dois grandes tornados atingiram a região de Nebraska, nos Estados Unidos, nesta segunda

Uma pessoa morreu e 16 ficaram feridas na passagem de um tornado pela cidade de Pilger, no nordeste do Nebraska, nos Estados Unidos, nesta segunda-feira, afirmou o xerife do condado de Stanton, Michael Unger. (…) Dois grandes tornados atingiram o nordeste do Nebraska nesta segunda-feira, causando sérios danos em pelo menos uma cidade, de acordo com autoridades locais.

Os tornados, parte de uma supercélula de tempestades, arrancaram árvores e atingiram residências, disseram autoridades. O sistema ainda é uma ameaça e se movia em direção ao noroeste de Iowa. (…)

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/btnJVK

.

21 de maio de 2014

Tornados nos Estados Unidos

Carros, casas e objetos destruídos ficam acumulados em Cordova, Nebraska (EUA). Vários tornados atravessaram a região causando estragos e deixando 18 mil pessoas sem eletricidade.

Nati Harnik/AP

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/brnr69

.
16 de maio de 2014

Alerta à Humanidade nº 8

Sinais do aquecimento global nº 6

Bósnia e Sérvia têm a pior enchente dos últimos 120 anos

16 de maio de 2014 – Homem fala ao telefone ao lado de carros que ficaram cobertos por lama após inundações em Topcic Polje, Bósnia. A região enfrenta a maior inundação em 120 anos. Pelo menos cinco pessoas morreram e centenas tiveram de deixar suas casas. Algumas cidades estão isoladas.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/blnnF0

.

.
08 de maio de 2014

Sinais do aquecimento global nº 4

SITUAÇÃO PREVISÍVEL NO AQUECIMENTO GLOBAL
.
Calor, incêndios, redemoinhos de fogo; mais calor, mais incêndios, mais aquecimento, mais raios, mais incêndios, mais calor…

A motorista Janae Copelin estava dirigindo em Chillicothe, Missouri (EUA), quando se deparou com esta cena. Um fazendeiro estava queimando seu campo quando o vento provocou um pequeno redemoinho que direcionava o fogo para o céu. Os redemoinhos de fogo são formados quando ventos fortes e calor intenso se combinam.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/bqnkDw

.

28 de abril de 2014

Alerta à Humanidade nº 7

Sinais do aquecimento global

28.abr.2014 – Uma fila de casas foi destruída em Vilonia, no Estado de Arkansas (EUA), com a passagem de um tornado pelo centro-sul do país, neste domingo (27). Ao menos 17 pessoas morreram.

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/blndq3

.

12 de abril de 2014

Alerta à Humanidade nº 6

Sinais do aquecimento global

Ciclone Ita alcança costa leste da Austrália com ventos de até 230 km/h

12.abr.2014 - Imagem da Nasa (agência espacial dos Estados Unidos) mostra o ciclone Ita, que alcançou a costa leste da Austrália com ventos de até 230 km/h

Imagem da Nasa (agência espacial dos Estados Unidos) mostra o ciclone Ita.

O ciclone Ita, com ventos de até 230 km/h de velocidade, que podem provocar graves danos, alcançou a costa leste da Austrália nesta sexta-feira (11) à noite, anunciaram as autoridades.

Na noite desta sexta, milhares de moradores das áreas, pelas quais o ciclone deve passar, já estavam em abrigos.

O Ita está classificado como força 2, em uma escala que vai até 5, depois de perder parte de sua energia. Ainda assim, os ventos podem produzir chuvas muito fortes e inundações, além de ondas altas com potencial para afetar a costa. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bwm4xt

.

03 de abril de 2014

Efeitos do aquecimento global nos EUA

Uma árvore caiu sobre uma casa, partindo-a ao meio, e um carro em Belleville, no Illinois (EUA), nesta quinta-feira (3) após forte tempestade. Partes do sul de Illinois estão sendo orientadas a se prepararem para uma segunda rodada de tempestades após um tornado atingir o Missouri.

Stephanie S. Cordle/St. Louis Post-Dispatch/AP

Leia [e veja] mais em: http://zip.net/btm0Bk.

17 de novembro de 2013

Alerta da ONU sobre mudanças climáticas

Ban Ki-moon: tufão nas Filipinas é um alerta ao planeta

O tufão que devastou as Filipinas deve servir de advertência para que as mudanças climáticas sejam levadas a sério, disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, neste sábado na Estônia. ”Vivemos um momento histórico crucial. Nosso futuro dependerá do que decidirmos fazer, mas ainda há gente na Terra que parece acreditar que temos dois planetas”, declarou Ban Ki-moon diante de uma centena de estudantes, diplomatas e jornalistas.
.
“Vimos o que acaba de acontecer nas Filipinas. É um alerta urgente para a Terra, um exemplo de mudança climática que mostra como essas mudanças afetam a todos na Terra”, acrescentou. ”É preciso agir antes que seja muito tarde. A ameaça de um aumento de apenas 2ºC da temperatura do globo afetará a todos. A ameaça é muito real e todos temos a responsabilidade de evitá-la”, insistiu. (…)
.
Leia mais em: http://zip.net/bxlw4C

.

09 de novembro de 2013

Tufão mais intenso da história do Planeta atinge as Filipinas, com ventos de 275km/h

O tufão Hayan, o décimo primeiro do Oceano Pacífico Noroeste, se formou no último domingo e chegou na quinta-feira nas Filipinas. (…) Na manhã desta sexta-feira o Hayan chegou as Filipinas, com rajadas de ventos de 275km/h. A pressão atmosférica no olho do tufão é maior já vista pelos meteorologistas.

A tormenta está sobre a ilha de Samar, 600 quilômetros a sudeste de Manila, capital das Filipinas. Várias áreas, que estão no caminho do fenômeno, sofrerão com chuvas intensas, ventos devastadores, inundações e as ondas nas regiões costeiras podem chegar a seis metros de altura. (…) Por causa da velocidade e do tamanho, Hayan está classificado como Super Tufão de Categoria 5, a mais alta da escala Saffir-Simpson. (…)

Fonte: Jornal do Tempo/Notícias

.

16 de setembro de 2013

Tempestades no Japão

Tufão Man-yi mata um e deixa feridos no Japão

do UOL

  • Kyodo/ReutersHóspedes de hotel são resgatados em rua alagada por tempestade provocada pelo tufão Man-yi, no Japão
  • Hóspedes de hotel são resgatados em rua alagada por tempestade provocada pelo tufão Man-yi, no Japão

O tufão Man-yi chegou nesta segunda-feira (16, data local) ao Japão causando a morte de uma pessoa e provocando fortes chuvas e ventos de mais de 160 km/h, enquanto foram ativados os alertas de inundações em várias regiões do país e centenas de voos domésticos cancelados.

Dezenas de pessoas ficaram feridas, de acordo com a AP. Policiais e agentes de segurança disseram que uma mulher de 72 anos foi encontrada morta após seu corpo ser retirado de escombros da residência onde morava, no leste de Kyoto. Segundo a emissora de TV NHK, três pessoas estão desaparecidas.

A Agência Meteorológica do Japão alertou de “fortes chuvas sem precedentes” e pediu aos cidadãos que tomem precauções enquanto as autoridades locais ordenaram a evacuação de ao menos 260 mil de pessoas em várias províncias do centro do Japão. (…)

Leia mais em: http://zip.net/bykXs5

.

21 de maio de 2013

Tornados causam destruição em Estados norte-americanos 

Um dia após a passagem de um tornado em Moore, nos Estados Unidos, nuvens carregadas voltam a encobrir o céu da região. O desastre natural deixou dezenas de mortos. 

AP/BOL Fotos

.

06 de maio de 2013

Mudanças climáticas e ventanias 

A cidade do Rio de Janeiro foi assolada hoje por uma forte ventania; árvores foram derrubadas e casas destelhadas. Os ventos chegaram a 92 quilômetros por hora. Em Vitória, no Espírito Santo, ventos de até cem quilômetros por hora,”como um furacão”, causaram grandes estragos na cidade. “O lixo subia como um redemoinho!” (…) “Olha a poeira subindo!”

Rede Bandeirantes de Televisão; Jornal da Band; 06 de maio de 2013

.

06 de fevereiro de 2013

Chuvas, ventos, deslizamentos de terra…

(…) deslizamento de terra e desabamento parcial de uma casa no bairro de Piedade, na zona norte do Rio de Janeiro. Mais

Marcelo Piu/Agência O Globo/BOL Fotos

.

03 de fevereiro de 2013

Mudanças climáticas e desastres naturais

Desastres naturais afetaram mais de 7 milhões de latinos no fim de 2012

No último trimestre do ano passado, cerca de 30 desastres naturais afetaram 7,3 milhões de pessoas na América Latina e no Caribe. Os dados são do Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha. Na comparação com 2011, o total de desastres naturais na região foi 90% maior. Entre outubro, novembro e dezembro, a temporada de furacões teve 19 tormentas, sete a mais que a média histórica.

O Ocha lembra que o furacão mais devastador foi o Sandy, que deixou 70 mortos e afetou mais de 3 milhões de pessoas nas Bahamas, Cuba, Haiti, Jamaica e República Dominicana. O Sandy atingiu os países caribenhos antes de chegar à costa leste dos Estados Unidos, onde as perdas econômicas superam os US$30 bilhões, ou quase R$ 60 bilhões, destaca o Ocha. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2013/02/02/desastres-naturais-afetaram-mais-de-7-milhoes-de-latinos-no-fim-de-2012.jhtm

.

30 de dezembro de 2012

Mudanças climáticas no sul do Brasil

Brasil é segundo país com maior incidência de tornados no mundo, diz estudo

O Brasil ocupa o segundo lugar em uma lista de países com maior incidência de tornados no mundo. São Paulo é o Estado campeão, segundo pesquisa realizada na Universidade Estadual de Campinas (a 93 km de São Paulo).

O Estado fica em uma região de contrastes de massas de ar com diferentes características – ingrediente básico para a formação de nuvens com potencial para a formação do fenômeno meteorológico, capaz de destruir uma cidade com seus ventos em formato de funil e velocidades que podem ultrapassar os 300 km/h. (…)

Até para Candido, o resultado do estudo surpreendeu. “Inicialmente, imaginávamos que Santa Catarina e Rio Grande do Sul seriam os Estados onde a incidência de tornados  mais frequente, devido às suas condições atmosféricas e de relevo. Entretanto, descobrimos que o líder nesse ranking é São Paulo” , diz.

A pesquisa levou cinco anos para ser concluída e usou informações sobre fenômenos ocorridos no passado e dados de relevo, como altitude e declividade de cada região. Entre 1990 e 2011, ao menos 205 tornados foram registrados em território nacional. Além de São Paulo, ficou comprovado que os Estados mais atingidos por esse fenômenos são Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/12/28/brasil-ocupa-o-segundo-lugar-em-uma-lista-de-paises-com-maior-incidencia-de-tornados-no-mundo.jhtm

Rui Iwersen, editor

.

01 de novembro de 2012

Furacão Sandy

25 de outubro de 2012 – O furacão Sandy se afasta de Cuba depois de provocar fortes chuvas e ventos de até 165 km/h durante sua passagem pela região sudeste da ilha, sem informações sobre vítimas ou danos consideráveis. Mais

Nasa/Reuters/BOL Fotos

.

31 de outubro de 2012

Imagens do dia

Imagem cedida pela Força Aérea norte-americana, mostra a costa de Nova Jersey atingida pela tempestade Veja mais imagens

Imagem cedida pela Força Aérea norte-americana, mostra a costa de Nova Jersey atingida pela tempestade.

 Veja mais imagens

.

30 de outubro de 2012

Vento forte e granizo atingem o Sul, destelham casas, derrubam árvores e deixam 24 mil sem luz

Porto Alegre – Um temporal de granizo, somado a severas rajadas de vento, atingiu a serra gaúcha na noite dessa segunda-feira (29), gerando estragos e falta de luz. Casas foram destelhadas e postes e árvores caíram. Ainda não há registros de desabrigados. Na manhã de hoje (30), cerca de 24 mil pontos (residências, comércio, escolas) permanecem sem fornecimento de energia.

As cidades mais prejudicadas pela chuva e pedras de gelo estão na serra e nos Campos de Cima da Serra, na divisa com Santa Catarina. Na cidade serrana de Farroupilha (112 km de Porto Alegre), duas pessoas ficaram levemente feridas, e dezenas de casas tiveram telhados danificados. (…)

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2012/10/30/vento-forte-e-granizo-atingem-o-sul-destelham-casas-derrubam-arvores-e-deixam-24-mil-sem-luz.jhtm

.

29 de outubro de 2012

Furacão Sandy

29.out.2012 – A enseada de Atlantic City é invadida pelas águas trazidas pelo furacão Sandy. Mais

Dann Cuellar/AP/BOL Fotos

.

15 de outubro de 2012

“Rafael” se transforma no nono furacão da temporada no Atlântico

Miami (EUA) – A tempestade tropical “Rafael” se transformou nesta segunda-feira no nono furacão da temporada de ciclones no Atlântico ao aumentar seus ventos máximos sustentados para 120 km/h. “Rafael” se intensificou ao sul do arquipélago das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos em um boletim especial. (…)

As ressacas geradas por “Rafael” afetarão também as praias das Bahamas. Na atual temporada de furacões no Atlântico, que começou no dia 1º de junho e se prolongará até 30 de novembro, se formaram 17 tempestades tropicais e nove furacões, incluindo “Rafael”.

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/10/15/rafael-se-transforma-no-nono-furacao-da-temporada-no-atlantico.jhtm

.

26 de agosto de 2012

Tempestade Isaac

Casa que foi reconstruída duas vezes nos últimos dois anos fica em ruínas durante a passagem da tempestade tropical Isaac em Baracoa, Cuba.

 Ramon Espinosa/AP/BOL Fotos.

Informações sobre aquecimento global, furacões, ciclones e tornados de 2009 a junho de 2012.

Editorial

Dando seqüência à série de Informações, Reflexões e Ações Ecológicas em nossa Rede de Informação Ambiental, envio hoje, em anexo, fotos de estragos provocados por ciclone no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina e tornado nos EUA, ocorridos nos primeiros dias de maio deste ano. Estes fenômenos são ilustrativos das alterações climáticas relacionadas ao aquecimento global antrópico e são um importante material de reflexão ecológica.

Está nas bancas a revista Mãe Terra, da Editora Minuano, sobre Aquecimento Global. No editorial de Mãe Terra a revista cita em destaque uma frase de Vitor Hugo, escritor francês do século XIX: “É triste pensar que a natureza fala e que o gênero humano não a ouve”.

Nesta página de GaiaNet falaremos da natureza e pela natureza, para ajudá-la a ser ouvida.

Rui Iwersen, editor

 

Imagens do sofrimento da Terra e dos homens talvez falem mais alto!

Mostrarei algumas imagens!

clip_image001

.Queda de árvores provocou prejuízos em Porto Alegre, e cerca de 200 mil pessoas ficaram sem energia no RS após a passagem de um ciclone, que atingiu também SC. Os ventos chegaram a 100 km/h no litoral e nordeste do RS; em Porto Alegre, atingiram 80 km/h. Leia mais….

clip_image002

Casa é arrastada pela água por 10 metros para dentro de rio em Ermo (SC), após passagem de ciclone; os moradores da cidade começaram a limpeza e a contabilizar os prejuízos da inundação causada pelo ciclone. No RS, municípios decretaram calamidade. Leia mais…………

clip_image003

.Ao menos 19 pessoas morreram em conseqüência dos tornados que devastaram Estados do meio-oeste dos EUA entre sábado (10) e domingo; dezenas de pessoas estão feridas e centenas de casas foram destruídas na região de Oklahoma, Missouri e Kansas.

Roger Nomer/AP.

………,,,,

08 de setembro de 2009

Chuvas e vendavais atingiram 40 cidades de SC; quase 65 mil foram afetados

do UOL Notícias; www.noticias.uol.com.br

As fortes chuvas e ventos que atingiram Santa Catarina na madrugada desta terça-feira (8) afetaram 40 municípios do Estado, de acordo com nota da Defesa Civil Estadual. De acordo com o último balanço, quase 65 mil pessoas foram afetadas no Estado, e entre elas 3501 estão desabrigadas e 1573 desalojadas. Ao todo, 138 ficaram feridas e 9301 edificações sofreram alguma avaria. (…)

.

Em São Paulo, o rio Tietê transbordou

.

.
Transbordamento do rio Tietê provoca alagamento na marginal, perto da ponte Aricanduva. Fazia quatro anos que o rio não transbordava em São Paulo. Mais

.

09 de setembro de 2009

Tornado causou temporal que matou 4 pessoas no Sul; 7.000 abandonam casas

Um vendaval danificou centenas de residências na noite de segunda-feira em Abelardo Luz, cidade de SC

Um vendaval danificou centenas de residências na noite de segunda-feira em Abelardo Luz, cidade de SC

Os temporais registrados na noite de segunda-feira (7) e na madrugada de ontem (8) na região Sul do país foram causados por um tornado, segundo confirmou hoje o Epagri/Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia). A Defesa Civil, que alerta para mais chuvas fortes nesta quarta-feira, também elevou o número de feridos na região.

Ainda de acordo com o instituto, a confirmação da formação de um tornado foi feita com base em fotos e imagens colhidas no local. Os ventos da região chegaram a mais de 120 km/h –quatro pessoas morreram em Santa Catarina durante o temporal e 16 cidades decretaram estado de emergência.

O instituto afirmou que o fenômeno foi resultado do encontro do ar mais frio com o ar mais quente que predominava em Santa Catarina (máximas de 32ºC em Itapiranga) e formou nuvens com grande desenvolvimento vertical. Em todo o Estado, 49 municípios foram atingidos pelas fortes chuvas e ventos –1.163 pessoas perderam suas casas e 7.046 tiveram que deixar o local onde moravam, informou a Defesa Civil, que contabiliza 54 mil pessoas afetadas. A cidade mais atingida pelos fortes ventos foi Guaraciaba (SC), onde o temporal de cerca de uma hora e meia deixou quatro pessoas mortas e outras 89 feridas. Em todo o Estado, os feridos somam 138.

Além disso, foram registradas quedas de árvores, interdição de ruas, destelhamentos, falta de energia, problemas de abastecimento de água e falhas na telefonia em vários locais. (…) Entre os 49 municípios atingidos pelo vendaval estão: Santa Terezinha do Progresso, São Domingos, Vargeão, Vargem Bonita, Dionísio Cerqueira, Ipuaçu, Monte Castelo, Corupa, Shroeder, Abelardo Luz, Entre Rios, Lebon Regis, Ouro Verde, Passos Mais, Rio das Antas e São Bernardino, que decretaram situação de emergência.

Em Abelardo Luz, 3.000 ficaram desalojados e pelo menos 2.012 edificações foram prejudicadas. “A previsão de chuvas intensas para o restante da semana ainda preocupa. A possibilidade de acúmulo de água no solo mantém o alerta”. (…)

Rui Iwersen

.

09 de setembro de 2009

Chuvas e vendavais tiram mais de 17 mil de suas casas em SC; três tornados atingiram o Estado

Do UOL Notícias; www.noticias.uol.com.br

A Defesa Civil e a Prefeitura de Guaraciaba anunciaram duas contas para o depósito de auxílio financeiro às famílias atingidas pela tempestade. Os depósitos podem ser efetuados na conta 30.000-4, agência 1388-9, Banco do Brasil, em nome da Mitra Doações Guaraciaba, e na conta 40.000-4, agência 1388-9, SOS Guaraciaba/SC.

A Defesa Civil Estadual de Santa Catarina informou, em seu último boletim, que mais de 17 mil pessoas tiveram que deixar suas casas devido às chuvas e vendavais que atingiram 64 municípios do Estado nesta terça-feira (8). Há, ao todo, 1.478 desabrigados em SC, 17.131 desalojados e 286 pessoas deslocadas de suas residências.

Em todo o Estado, mais de 88 mil pessoas foram atingidas e 15.984 edificações sofreram alguma avaria. Os feridos são 170 e quatro pessoas morreram na cidade de Guaraciaba, uma das mais atingidas, que decretou estado de calamidade pública ontem. (…)A agricultora Cleonice Lazzari, de 38 anos completados ontem, internada no hospital São Lucas, em Guaraciaba, com hematomas por todo o corpo, conta momentos de terror com a passagem do tornado por sua propriedade, na comunidade Cedeflores. Sua filha, de 10 anos, sofreu cortes profundos nas costas e também segue internada. Sua mãe, que quebrou as pernas, teve alta nesta manhã.

 O Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri/Ciram) confirmou nesta quarta-feira (9) que três tornados atingiram três cidades de Santa Catarina na madrugada de ontem, causando mortes, ferimentos e desabamentos. As cidades atingidas foram Guaraciaba, Santa Cecília e Salto Veloso. De acordo com a meteorologista Francine Gomes, do Epagri/Ciram, os tornados atingiram a categoria F1 na Escala Fujita de classificação de tornados – que vai de F0 a F6 -, com ventos entre 120 a 180 km/h. (…)

Rui Iwersen

.

10 de setembro de 2009

Rio Grande do Sul tem quase 4 mil casas danificadas e 55 destruídas

De UOL Noticias e da Agência Brasil

As fortes chuvas acompanhadas de granizo que atingiram o Rio Grande do Sul na última segunda-feira (7) deixaram 3,98 mil residências danificadas e 55 destruídas. Segundo a Defesa Civil do estado, oito municípios decretaram situação de emergência: Seberi, Lavras do Sul, Santa Maria, Porto Xavier, Victor Graeff, Itaara, Ibirubá e Frederico Westphalen. A chuva e o vento atingiram cerca de 150 mil pessoas nessas regiões e deixaram 11 feridos. (…)

O governador de SC assinou ontem o decreto de situação de emergência nos 64 municípios atingidos pelas chuvas, vendavais e tornados.

Rui Iwersen

.

27 de setembro de 2009

Vendaval e granizo causam estragos em 13 cidades de Santa Catarina

Já chega a 13 o número de cidades de Santa Catarina que sofreram estragos devido ao vendaval e à queda de granizo ocorridos entre a noite de sábado (26) e a madrugada deste domingo, informou a Defesa Civil do Estado no final da tarde de hoje. Segundo o órgão e o governo do Estado, mais de 3.000 pessoas tiveram de deixar suas casas – entre desalojados e desabrigados- (…)

A Defesa Civil catarinense estima que o número de pessoas afetadas já chegue a 6.000 no Estado, já que o temporal causou estragos em mais de 1.500 casas em Santa Catarina. (…)

.

29 de setembro de 2009

Tempestade tropical deixa 80 mortos em passagem pelas Filipinas

Manila, 27 set (EFE).- Pelo menos 80 pessoas morreram, outras 23 estão desaparecidas e quase 300 mil se viram deslocadas pela passagem da tempestade tropical “Ketsana” pelo terço norte das Filipinas, onde suas chuvas torrenciais causaram as piores inundações em quatro décadas, informaram hoje fontes oficiais.

O Governo declarou o estado de catástrofe na capital e outras 25 províncias afetadas pelo temporal na ilha de Luzon, anunciou o ministro da Defesa e presidente do Conselho Nacional de Coordenação de Desastres. (…)

Fonte: UOL Notícias; WWW.noticias.uol.com.br

Rui Iwersen

.

30 de setembro de 2009

Chuvas e ventos tiram 16 mil de casa no Sul e deixam 66 cidades em emergência

O número de desalojados e desabrigados em razão dos temporais, chuvas de granizo e vendavais que atingiram o Sul do país no último final de semana continua a subir e já soma 16.014 pessoas nos três Estados da região, segundo dados das defesas civis estaduais.

O número de cidades em situação de emergência, por conta dos fenômenos climáticos dos últimos dias, subiu para 66 na manhã desta quarta-feira (30). (…)

Fonte: UOL Notícias; www.noticias.uol.com.br

Rui Iwersen

.

01 de outubro de 2009

Chuva recorde em setembro pode ser indício de mudança climática

Chuvas frequentes e intensas, vendavais, ocorrência de temporais com granizo e até ação de tornados. Parte da população das regiões Sul e Sudeste foi duramente castigada pelo clima no mês de setembro, o mais chuvoso dos últimos anos.

Para Lincoln Alves, meteorologista do Cptec/Inpe (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), esses fenômenos extremos podem indicar que o clima está sofrendo mudanças causadas pela ação humana. (…)

Fonte: UOL Notícias; WWW.noticias.uol.com.br

.

Em alguns municípios de Santa Catarina não choveu tanto nos últimos 70 anos, isto é, desde que começou-se a medir o índice pluviométrico. Em Porto alegre não choveu tanto nos últimos 43 anos.

Rui Iwersen, editor

.

5 de outubro de 2009

Tempestades e enchentes no sul do Brasil

Ventos, temporais e chuvas de granizo atingiram hoje o Estado do Rio Grande do Sul, produzindo enchentes, destruição e desalojados. Chuvas e enchentes na Índia deixam 1 milhão de desalojados.

Rui Iwersen, editor

.

19 de outubro de 2009

Temporais atingem mais de 160 mil pessoas no Paraná desde setembro

As chuvas que atingem o Paraná desde setembro afetaram 166 mil pessoas em todo o Estado até hoje (19), de acordo com levantamento divulgado pela Defesa Civil. Ao todo, são 37 municípios atingidos. (…)

No total, 1.400 pessoas foram afetadas em Londrina e cerca de 20 mil, em Ibiporã. Chove forte, com muitos raios, em Loanda, Nova Londrina, Guairaca até Paraíso do Norte. O serviço de meteorologia explica que o calor vindo do Centro-Oeste do país, da Bolívia e do Paraguai, aliado à umidade abundante nessas áreas, favorece a ocorrência de chuvas em todas as regiões paranaenses. (…)

Fonte: Agência Brasil e UOL Notícias; Em Curitiba

Rui Iwersen

.

21 de outubro de 2009

Chuvas afetam mais de 26 mil pessoas no PR; 1.800 ficam fora de casa

As chuvas que atingiu parte da região Sul do país nos últimos dias já afetou mais de 26 mil pessoas e fez com que 1.800 deixassem suas casas, segundo balanço da Defesa Civil Estadual. Também há registro de uma morte e 53 pessoas feridas. (…)

Também na quarta-feira (15), o interior do Paraná foi atingido por um tornado segundo informações do Instituto Tecnológico Simepar, do governo do Estado. O fenômeno meteorológico destelhou pelo menos 30 casas em Ampére, segundo a Defesa Civil Estadual, mas não deixou pessoas feridas. Durante a tempestade, as rajadas de vento chegaram a atingir 115 km/h, segundo estimativa do órgão. (…)

Fonte: UOL Notícias; WWW.noticias.uol.com.br

RuiIwersen

.

19 de novembro de 2009

Chuvas e ventos de mais de 130 km/h causam destruição e cinco mortes no RS

Uma tempestade que atingiu o Rio Grande do Sul no início da tarde desta quinta-feira (19) causou cinco mortes e deixou um cenário de destruição e transtorno em várias cidades do Estado. Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registraram rajadas de 133 quilômetros por hora no litoral. Quatro das cinco mortes ocorreram na região metropolitana de Porto Alegre. (…)

Em Porto Alegre, segundo a Defesa Civil, o vento chegou a 96 quilômetros por hora no aeroporto Salgado Filho. Um avião de carga teve de arremeter durante a tempestade para evitar um acidente. As três principais rodovias de acesso à capital também registraram queda de árvores. O trânsito foi afetado.

Na BR 290, que leva ao litoral e ao norte do país, um caminhão foi jogado para fora da estrada com a força do vento. Placas de sinalização também foram danificadas. Em Osório, duas bombas de gasolina foram arrancadas do solo na BR 101. (…)

Florianópolis

Ventos de até 103 quilômetros por hora, seguidos de temporal, também causaram vários estragos nesta tarde na região Sul de Santa Catarina e na capital. Os municípios mais atingidos foram Araranguá, Ermo, Imbituba, Jaguaruna, Laguna, Sombrio, Maracajá, Içara, Arroio do Silva, Santa Rosa do Sul, além de Florianópolis e Santo Amaro da Imperatriz. (…)

Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br e Agência Estado

Rui Iwersen

.

30 de novembro de 2009

Sobe para 90 número de cidades em emergência no RS; ventos chegaram a 119 km/h

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul informou no início da tarde desta segunda-feira que subiu para 90 o total de cidades em situação de emergência no Estado em decorrência das fortes chuvas que atingem a região. Segundo informações do órgão, na madrugada de hoje, os ventos chegaram a 119 km/h na cidade de São Borja. As últimas cidades a decretarem emergência foram Guarani das Missões, São Francisco de Assis, Roque Gonzales e Cristal do Sul.

Os novos temporais elevaram também o total de pessoas fora de casa no Estado, que agora chegam a mais de 21 mil. Dessas, 5.052 pessoas estão desabrigadas –dependem de abrigos públicos– e outras 16.274 estão desalojadas, ou seja, estão hospedadas em casas de amigos e parentes. Por causa das ventanias, as três concessionárias responsáveis pelo fornecimento de energia no Estado do Rio Grande do Sul, contabilizavam cerca de 88 mil pessoas sem luz, por volta das 13h20. (…)

Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br

Rui Iwersen, editor

.

2 de dezembro de 2009

Porto Alegre (RS) tem o novembro mais chuvoso em quase cem anos

Balanço do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) mostra que Porto Alegre e outros pontos do Rio Grande do Sul tiveram em 2009 o novembro mais chuvoso desde 1912 –quando começou a medição. Especialistas apontam como uma das causas para o aumento no volume de chuvas na região Sul a influência do fenômeno climático El Niño –que provoca o aquecimento das águas superficiais do oceano Pacífico na costa oeste da América do Sul. No Nordeste, o fenômeno vem agravando a seca.

O Rio Grande do Sul vem sofrendo temporais há três semanas. Do dia 13 de novembro até ontem, 111 das 496 prefeituras gaúchas decretaram situação de emergência por causa das chuvas e ventos fortes. Oito pessoas morreram e cerca de 17 mil estão fora de casa. Em Porto Alegre, choveu 293 mm (293 litros por metro quadrado) no mês, enquanto a média esperada para novembro é de 104,2 mm. (…) O Inmet fez alerta comunicando chuvas e ventos fortes para hoje no Estado.

Em novembro, segundo o 8º Disme (Distrito de Meteorologia) do Inmet, em Porto Alegre, Paraná e Santa Catarina também registraram chuvas acima da média.

Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br e Agencia Folha

Rui Iwersen

.

4 de dezembro de 2009

Chuvas no RS provocam prejuízos de R$ 4,5 bi e deixam 144 cidades em emergência.

As chuvas e vendavais que vêm atingindo o Rio Grande do Sul nas últimas três semanas destruíram lavouras, deixaram rodovias interditadas, suspenderam aulas e vêm provocando constantes apagões no Estado. Além de matar oito pessoas, os temporais provocaram prejuízos de R$ 4,5 bilhões em infraestrutura e na agricultura, conforme estimativas do governo do Estado.

Dos 496 municípios gaúchos, 144 haviam decretado situação de emergência até esta sexta. De acordo com a Defesa Civil do Estado, 17 mil pessoas tiveram de sair de casa. Ao todo mais de 15 mil casas foram danificadas ou completamente destruídas. (…)

Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br e Agencia Folha

Rui Iwersen

.

8 de dezembro de 2009

Mudanças climáticas no Sul do Brasil.

RS [Rio Grande do Sul] já tem 168 municípios em situação de emergência

Porto alegre – Um levantamento da Defesa Civil indica que 168 municípios do Rio Grande do Sul já decretaram situação de emergência desde o início de novembro por motivos como vendavais, tornados, enxurradas e alagamentos.

(…) o boletim mais recente da Defesa Civil, emitido na tarde de hoje, indica que 7,8 mil pessoas permanecem desalojadas, morando temporariamente em casas de amigos e parentes, e outros 4,5 mil seguem desabrigadas, em ginásios de esportes, salões comunitários e escolas disponibilizados pelas prefeituras. Os temporais de novembro também deixaram um saldo de oito mortos. (…)

Fonte: UOL Notícias; WWW.noticias.uol.com.br

Rui Iwersen

.

14 de dezembro de 2009

180 cidades declaram situação de emergência no RS; mais de 6.000 estão fora de casa

O ciclone que atingiu o Rio Grande do Sul na noite do último sábado (12) deixou destruição em muitas cidades gaúchas, já bastante castigadas pela época de chuvas nos últimos meses. De acordo com a Defesa Civil do Estado, 180 cidades estão em situação de emergência e mais de 6.000 pessoas estão fora de suas casas. O fenômeno natural que passou pelo Estado trouxe ventos de até 121 quilômetros por hora. (…) Cerca de 61 mil famílias ficaram sem energia elétrica depois da passagem do ciclone, no sábado. (…) Ao todo, desde o dia 13 de novembro, oito pessoas morreram em decorrência das chuvas e 15.580 casas foram danificadas.

Nesta segunda-feira (14), embora o ciclone extratropical já tenha se afastado do Estado, ele ainda provoca uma grande agitação marítima do litoral do RS até o Rio de Janeiro. Segundo o Tempo Agora, ondas altas podem provocar ressaca no litoral desses cinco Estados.

Fonte: UOL Notícias – WWW.noticias.uol.com.br

Rui Iwersen

.

28 de dezembro de 2009

Chuvas, enchentes e ventos em São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul

Após alguns dias sem chuvas importantes, ontem voltou a chover e ventar forte em alguns estados do sul e sudeste do Brasil. No Rio Grande do Sul, o município de Alagoão sofreu com a passagem de um temporal com ventos fortes que destelharam dezenas de casas e estabalecimentos comerciais.

No dia 27 voltou também a chover forte na cidade do Rio de Janeiro, em Guarulhos, no estado de são Paulo, onde 3 bairros ficaram alagados e na cidade de São Paulo, onde o Jardim Romano ficou novamente alagado. Neste bairro fica a Vila Pantanal que ficou 2 semanas alagada neste mês. Neste bairro, feito sobre uma várzea (como provavelmente o município de Alagoão no Rio Grande do sul), moradores fizeram protestos contra as enchentes realizando fogueiras nas ruas.

Segundo uma moradora, os protestantes “querem sair do bairro, mas querem que eles indenizem a gente pelo valor que a casa vale”. Estes conflitos são uma lição para nós e para nossos administradores populistas, permissivos e corruptos e para os futuros administradores.

Enquanto isso, ocorrem incêndios florestais no Chile (talvez criminoso) e enchentes na Austrália.

Fonte: TV GloboNews – WWW.g1.com.br/globonews, Edição das Dez.

Rui Martins Iwersen, editor

.

02 de março de 2010

Após temporal, Santa Catarina deve ter mar agitado nesta quinta

O sistema de baixa pressão desloca-se para o oceano Atlântico e haverá uma diminuição das chuvas no leste da região Sul, onde haverá chuvas rápidas ao longo do dia, inclusive no sul e leste de Santa Catarina, segundo o Cptec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). (…)

Os temporais que atingiram Santa Catarina desde terça-feira (11), provocados por um ciclone extratropical, deixaram um acumulado de 100 mm de chuva em algumas regiões, de acordo com o Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia), órgão que monitora as condições climáticas no Estado.

Fonte:Folha OnlineWWW.folha.uol.com.br

.

17 de março de 2010

Mais um ciclone atinge a costa do Estado de Santa Catarina

Chuvas deixam 3.500 fora de casa e fazem sete cidades decretarem emergência em SC [Santa Catarina]

As fortes chuvas que atinge o Estado de Santa Catarina desde o início da semana já fizeram sete cidades decretarem situação de emergência e deixaram cerca de 3.500 fora de suas casas. (…)

O balanço divulgado na manhã desta quinta-feira aponta mais de 240 mil pessoas afetadas pelos temporais que começaram na terça-feira (11). Dessas, 2.952 estão desalojadas –estão em casas de amigos e parentes– e 575 estão desabrigadas, ou seja, dependem de abrigos públicos. As chuvas deixaram ainda 22 pessoas feridas. Ao todo, são registrados 32 municípios afetados, sendo que sete decretaram situação de emergência. (…)

No decorrer do dia, o ciclone extratropical que age na região deve se afastar e o sol pode voltar a predominar. As temperaturas devem ficar em elevação. Apesar disso, o ciclone ainda provoca ventos fortes e ressaca no mar, o que mantém a região em alerta.

Fonte:Folha OnlineWWW.folha.uol.com.br

Rui Iwersen

.

24 de junho de 2010

Número de municípios em calamidade no País é recorde

O primeiro semestre de 2010 registrou um aumento no número de municípios brasileiros que tiveram estado de calamidade ou de emergência decretado pelo governo federal, em consequência de temporais, enchentes, secas e intempéries em geral.

De 1.º de janeiro a 16 de junho foram contabilizados 1.635 casos, segundo balanço fechado ontem pela Confederação Nacional de Municípios, 17% mais do que o total registrado em todo o ano passado (1.389).

Superou-se ainda a média anual de desastres desde 2004. Apenas em Pernambuco e Alagoas, 58 municípios decretaram estado de emergência ou calamidade. O presidente da Confederação Nacional de Municípios, Paulo Ziulkoski, atribui o agravamento da situação à falta de investimentos em prevenção por parte do governo federal, combinada com a ocupação desordenada do solo, urbanização inadequada das cidades e uma fúria mais intensa do clima nos últimos anos. (…)

Entre 2003-2009, constatou-se média de 1.500 situações de emergência ou calamidade ao ano. Ao todo, foram reconhecidos pelo governo 10.803 desastres climáticos. Hoje, acrescenta o estudo, “com a ocupação desordenada do solo, os municípios estão sofrendo muito mais com as enchentes e enxurradas”.

Fonte: Agência Estado – http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia/ e UOL Noticias – WWW.noticias.uol.com.br

Rui Iwersen, editor

.

13 de julho de 2010

A Amazônia em risco atual e futuro

Uma única tempestade derrubou meio bilhão de árvores na Amazônia, diz estudo

Uma única, violenta e avassaladora tempestade que varreu toda a floresta amazônica em 2005 pode ter destruído meio bilhão de árvores, diz um estudo americano.

Embora tempestades sejam uma causa conhecida de mortes de árvores na Amazônia, o novo estudo – feito por especialistas da Tulane University, em Nova Orleans, em parceria com cientistas brasileiros do Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia) e da Unesp – é o primeiro a oferecer uma contagem mais precisa.

Segundo seus autores, o trabalho revela perdas muito maiores do que se pensava, sugerindo que tempestades cumprem um papel bem mais importante do que se supunha na dinâmica da floresta amazônica.

Os cientistas advertem que, por causa das mudanças climáticas, tempestades violentas deverão se tornar mais frequentes na região, matando mais árvores e, consequentemente, aumentando as concentrações de carbono na atmosfera. (…)

Estudo

Uma pesquisa anterior tinha atribuído um aumento na mortalidade de árvores em 2005 na região a uma seca prolongada que afetou partes da floresta naquele ano. Mas o estudo recente identificou uma área não atingida pela seca onde houve grande perda de árvores (a região de Manaus).

Segundo os cientistas, entre 16 e 18 de janeiro de 2005, uma única linha de instabilidade com 1000 km de comprimento e 200 km de largura cruzou toda a bacia amazônica de sudoeste a nordeste, levando tempestades violentas, com raios e chuvas pesadas, provocando várias mortes nas cidades de Manaus, Manacaparu e Santarém.

Ventos verticais fortes, com velocidades de 145 km/hora, arrancaram ou partiram árvores ao meio. Em muitos casos, ao cair, as árvores atingidas derrubaram outras a seu redor. Para calcular o número de árvores mortas, os pesquisadores usaram uma combinação de imagens de satélite, contagens feitas por especialistas em áreas pré-selecionadas da floresta e modelos matemáticos. (…)

Os cientistas concluíram que entre 441 e 663 milhões de árvores foram destruídas em toda a floresta. Nas regiões mais atingidas, cerca de 80% das árvores foram atingidas.

Fonte:UOL Ciência e Saúdehttp://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ e BBC Brasil – http://noticias.uol.com.br/bbc/

Rui Iwersen.

22 de setembro de 2010

Tufão “Fanapi” destrói indústria petroquímica de Taiwan

Taipé – A indústria petroquímica de Taiwan ficou seriamente danificada pela passagem do tufão “Fanapi”, que inundou e paralisou importantes fábricas nos parques industriais de Renwu e Dashe, ao sul da ilha, após deixar três mortos e 76 feridos. Cerca de 100 empresas anunciaram o fechamento das instalações devido às enchentes e cortes de energia. (…) Além disso, a passagem do tufão, com ventos de 120 km/h, forçou a evacuação de 10 mil residentes na ilha, além do fechamento de escolas. (…)

“Fanapi” inundou 2.046 hectares de terras agrícolas no distrito de Kaohsiung e inundou 77 aldeias e distritos urbanos, destruindo os bens de seus habitantes. O tufão já deixou três mortos e 76 feridos em Taiwan, e forçou a suspensão do transporte aéreo e ferroviário, segundo relatórios oficiais.

Fonte: EFE – http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/, UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br

Rui Iwersen, editor

.

23 de setembro de 2010

Alertam sobre ameaça de ressaca no norte do Haiti causada por “Igor”

Porto Príncipe.- As autoridades haitianas alertaram hoje a população do norte do país sobre a ameaça de uma ressaca por causa da influência do poderoso furacão “Igor”, que continua sua rota no Oceano Atlântico, enquanto se afasta cada vez mais do litoral haitiano.

A ressaca poderia atingir uma altura de dois ou três metros na noite de hoje e subir para quatro metros no sábado, advertiu um boletim das autoridades de socorro haitianas. Em consequência, a Secretaria Permanente de Gestão de Riscos e Desastres, a Direção da Defesa Civil, o Serviço de Navegação Marítima do Haiti e o Centro Nacional de Meteorologia ordenaram às embarcações pequenas para permanecerem no porto até novo aviso. (…)

Fonte: Yahoo! Notícias – WWW.br.noticias.yahoo.com e EFE.

Rui Iwersen

.

20 de setembro de 2010

Tufão “Fanapi” destrói indústria petroquímica de Taiwan

Taipé – A indústria petroquímica de Taiwan ficou seriamente danificada pela passagem do tufão “Fanapi”, que inundou e paralisou importantes fábricas nos parques industriais de Renwu e Dashe, ao sul da ilha, após deixar três mortos e 76 feridos.

Cerca de 100 empresas anunciaram o fechamento das instalações devido às enchentes e cortes de energia. Entre as companhias, estão PC Corp. Taiwan, USI Corp., TSRC Corp., China Petrochemical Development Corp., China Man-Made Fiber Corp. e Grand Pacific Petrochemical Corp.

Além disso, a passagem do tufão, com ventos de 120 km/h, forçou a evacuação de 10 mil residentes na ilha, além do fechamento de escolas. (…) O tufão já deixou três mortos e 76 feridos em Taiwan, e forçou a suspensão do transporte aéreo e ferroviário, segundo relatórios oficiais.

Fonte: UOL Notícias – http://noticias.uol.com.br e EFE – http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/

.

27 de setembro de 2010

Furacão Igor se afasta das Bermudas e segue para o Canadá

HAMILTON – O furacão Igor se afastava nesta segunda-feira do pequeno arquipélago das Bermudas, onde provocou fortes chuvas e rajadas de vento, mas não a catástrofe que era temida, e segue agora para o Canadá, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos. (…)

O furacão, de categoria 1 na escala Saffir-Simpson (que vai até 5), com ventos de 120 km/h, deve afetar o Canadá na terça-feira, segundo o NHC. As Bermudas esperavam uma catástrofe, já que o olho do Igor é maior que a superfície (53 km2) deste território britânico de 65.000 habitantes. (…)

Fonte: Yahoo! Notícias – WWW.br.noticias.yahoo.com e AFP.

.

29 de setembro de 2010

Furacão Karl deixou 12 mortos e 500.000 afetados no México

MÉXICO – A passagem do furacão Karl, que ampliou o estado de emergência devido a inundações no leste do México, deixava até esta segunda-feira um balanço parcial de ao menos 12 mortos, 40.000 refugiados e cerca de meio milhão de atingidos, informaram autoridades de três estados.

“No total, registramos 12 mortes”, disse a diretora da Defesa Civil, Laura Gurza, durante uma reunião de avaliação dos danos deixados pela passagem do furacão, encabeçada pelo presidente Felipe Calderón, em Veracruz. (…) Herrera estimou em meio milhão as pessoas afetadas pelas inundações provocadas depois da passagem das chuvas geradas pelo Karl, incluindo em torno de 40.000 que foram levadas a refúgios. (…)

Fonte: Yahoo! Notícias – WWW.br.noticias.yahoo.com e AFP

Rui Iwersen, editor

.

30 de setembro de 2010

ONU considera urgente estudar correntes atmosféricas

Os especialistas do clima devem se dedicar o mais rápido possível a estudar as mudanças constatadas nas correntes atmosféricas ligadas às grandes inundações no Paquistão e à onda de calor sem precedentes na Rússia, considerou nesta quarta-feira um especialista climático da ONU e a OMM. O verão foi particularmente conturbado com as chuvas de monção excepcionais que atingem o Paquistão há várias semanas, com uma onda de calor que provocou gigantescos incêndios florestais na Rússia, além de deslizamentos de terra causados pelas chuvas torrenciais na China e da divisão de um gigantesco Iceberg na Groenlêndia.

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, esses eventos são excepcionais mesmo para as condições climáticas extremas de algumas regiões. Trata-se “de uma sequência sem precedentes de eventos” que “supera em intensidade, duração e extensão geográfica todos os eventos históricos anteriores”. (…) os acontecimentos dramáticos no Paquistão e na Rússia têm como origem um fenômeno de bloqueio das correntes atmosféricas. Esses bloqueios, que podem provocar uma intensificação da umidade (com chuvas) ou do calor, e parece que estão ficando cada vez mais frequentes e longos. (…)

.
Fonte: AFP – http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/ e UOL Ciência e Saúde – http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

14 de dezembro de 2010

Mudanças climáticas

“Vendavais, com ventos que podem passar de 200 quilômetros por hora, atingiram hoje o interior de São Paulo.”

“Nos últimos 30 anos, aumentou em 30% o número de vendavais; o motivo é um só: o aquecimento global.”

TV Globo News; Em cima da Hora; Edição das Quatro; 14 de dezembro de 2010

..

12 de janeiro de 2010

Brasil vai ganhar centro de prevenções de catástrofes

A criação de um centro de prevenção de catástrofes é um dos primeiros projetos que o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, quer colocar em execução no governo da presidenta Dilma Rousseff. Preocupado com os danos que as chuvas têm causado pelo país, o ministro quer integrar as previsões meteorológicas e os dados geográficos para minimizar os riscos de quem vive em áreas inadequadas.

Mercadante disse neste sábado que a ideia é investir em radares capazes de mapear com precisão as áreas de risco do país. Segundo ele, elas são aproximadamente 500. Porém, não há dados confiáveis sobre todas, principalmente, as que ficam fora de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Com as áreas mapeadas, toda vez que o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) prever tempestades nessas regiões, a Defesa Civil será alertada para que tome as providências necessárias. “Vamos fazer um trabalho de previsão de catástrofes”, explicou. (…)

O centro de pesquisas ficará a cerca de 500 quilômetros da costa brasileira e deve ser construído em parceria com a Petrobras e outras empresas. No laboratório, serão feitas pesquisas sobre a biodiversidade e o aquecimento global, por exemplo. (…)

Fonte: Folha.com – http://www.uol.com.br/folha/ e AGÊNCIA BRASIL

Rui Iwersen, editor

.

30 de abril de 2011

Tempestades atingem cidades dos Estados Unidos

..

Árvores caídas, carros amassados e casas destelhadas são vistos em bairro atingido pelo tornado, em Tuscalosa, Alabama (EUA). Os moradores da região estão sofrendo com os piores tornados dos EUA em quase 80 anos, pelo menos 342 pessoas morreram.

Fonte: BOL Fotos

Rui Iwersen, editor

.

04 de maio de 2011

Onze meses depois, Alagoas e Pernambuco revivem enchentes; 18 mil estão fora de casa

03/05/2011 | do UOL Notícias

Imagem mostra região alagada na cidade de Água Preta, em Pernambuco. Sobe para 30 o número de cidades atingidas pelas chuvas no Estado
Onze meses após a maior enchente da história de Alagoas e Pernambuco, cidades dos dois Estados voltaram a viver, nesta terça-feira (3), o drama das cheias. (…)

Rui Iwersen, editor

.

26 de maio de 2011

Temporada atípica de tornados nos Estados Unidos

Número de mortos por tornado no Missouri chega a 125

.

Cidade de Joplin, no sul do Missouri.

Washington, 25 mai (EFE).- As autoridades de Joplin, no sul do Missouri, informaram nesta quarta-feira que o número de mortos devido ao tornado do último domingo ascendeu a 125, enquanto seguem as operações de limpeza e de contagem de pessoas desaparecidas. (…) Segundo as autoridades, o tornado do último domingo, que deixou ainda mais de 900 feridos e milhões de dólares em perdas, é o mais mortífero dos últimos 61 anos na região.

Fortes tempestades na noite de terça-feira deixaram 16 mortos nos estados de Arkansas, Oklahoma e Kansas. O tornado atingiu casas e edifícios do centro da cidade, de 50 mil habitantes, entre eles um hospital, que ficou praticamente em ruínas. As autoridades federais informaram que mais de oito mil construções foram danificadas.

Fonte: UOL Notícias, EFE e AFP

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

27 de maio de 2011

Destruição nos EUA

Imagens aéreas mostram Joplin após passagem de tornado

Imagens aéreas mostram a destruição provocada após a passagem de um tornado em Joplin, no Estado do Missouri (EUA) no final de semana. Pelo menos 150 corpos já foram encontrados, e 1.500 pessoas continuam desaparecidas. O tornado foi considerado o mais devastador dos EUA nas últimas seis décadas, deixando um rastro de destruição de 6,5 km.

Fonte: BOL Fotos

Rui Iwersen, editor

.

30 de maio de 2011

Ressaca causa estrago na praia das Flechas, em Niterói (RJ)

Ressaca causa estragos na praia das Flechas, no bairro do Ingá, em Niterói (RJ). Em Maricá, um pescador morreu na madrugada de ontem (29) por conta da ressaca que atingiu o litoral fluminense no fim de semana. (…)

Fonte: BOL Fotos

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

07 de junho de 2011

Rajadas de vento de até 109 km/h atingem regiões Sul e Sudeste do país

A chegada de uma frente fria nas regiões Sul e Sudeste do país nesta terça (7) trouxe fortes rajadas de vento. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê chuva forte e ventos moderados a fortes nas duas regiões entre hoje e quarta (8).

Na serra catarinense, os ventos chegaram a velocidade de 109 km/h durante a madrugada. No Rio Grande do Sul, as cidades de São Borja e Santiago, registraram respectivamente ventos de 74 km/h e 88 km/h. (…) Em Curitiba, as rajadas chegaram a 65 km/h. Um homem de 89 anos morreu ao ser atingido por uma árvore no bairro de Água Verde. O trânsito na capital paranaense está ruim em razão da chuva que atingiu a cidade nesta tarde.

Rui Iwersen, editor

.

19 de julho de 2011 

Relação homem natureza

Destruição de vegetação de deserto gera tempestade de areia

Fenômeno natural atinge Phoenix (EUA) mais uma vez

Muro de poeira avança sobre a cidade de Phoenix, no Arizona (EUA), nesta segunda-feira. Esta é a segunda vez que a cidade é atingida por uma tempestade de poeira em apenas um mês.

Fonte: BOL Fotos e The Arizona Republic

Rui Iwersen, editor

.

10 de agosto de 2011

Ameaças às florestas, ameaças à vida, ameaças a Gaia 

Eventos climáticos extremos ameaçam florestas

Eventos climáticos extremos e acidentes naturais serão uma ameaça crescente às florestas mundiais nos próximos anos, alertou esta terça-feira a Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO.

No estudo “Distúrbios Abióticos e sua Influência sobre a Saúde das Florestas”, a agência pede o reforço da cooperação entre regiões e países numa parceria internacional em prol da conservação e melhoramento florestal.

Quase 4 mil eventos extremos – os chamados “distúrbios abióticos”, que incluem ciclones, enchentes, deslizamentos, tornados, terremotos, erupções vulcânicas e “mega” incêndios florestais – ocorreram entre 2000 e 2009. (…)

Rui Iwersen, editor

.

11 de agosto de 2011

Vendaval causa destruição e deixa mais de 2 mil desabrigados no Sul

Fonte: BOL Fotos

.

.

Com as chuvas na região, bombeiros de Caxias do Sul (RS) interditaram cinco casas. As residências correm risco de desabamento e ficarão interditadas por tempo indeterminado. Mais

Rui Iwersen, editor.

.

28 de agosto de 2011

Relação homem natureza

Mesmo enfraquecido, furacão Irene causa oito mortes e retirada de milhões

27/08/2011 – | da Folha.com

O furacão Irene atingiu a costa leste dos EUA neste sábado enfraquecido, mas ainda representa uma perigosa tempestade que levou a interrupções no sistema de transporte em Nova York e ameaça provocar blecautes e alagamentos. Em decorrência dele, pelo menos oito pessoas morreram, e não há energia elétrica para cerca de 1 milhão.

(…) Desde as Carolinas ao Maine, dezenas de milhares de pessoas estão no caminho do gigante de 839 km, que provocou mais de 17 polegadas de chuva em algumas partes na área costeira da Carolina do Norte.

Steve Nesius/Reuters
Destroços causados pela passagem do furacão impossibilitam o fluxo em rodovia perto da cidade de Atlantic Beach, na Carolina do Norte
.Destroços causados pela passagem do furacão impossibilitam o fluxo em rodovia perto da cidade de Atlantic Beach, na Carolina do Norte

Rui Iwersen, editor

.

05 de setembro de 2011

Pior tufão no Japão em sete anos causa 34 mortes e deixa 56 desaparecidos
.
do UOL Notícias

Pelo menos 34 pessoas morreram, 56 estão desaparecidas e milhares permanecem isoladas após a passagem pelo cen tro e sul do Japão do potente tufão “Talas”, o mais destruidor dos últimos sete anos a passar pelo arquipélago, segundo os dados divulgados nesta segunda-feira pela emissora pública japonesa “NHK”.
.
O “Talas” tocou a terra neste sábado na ilha de Shikoku e avançou pelo oeste com chuvas torrenciais e ventos de até 108 km/h, até se afastar lentamente nesta segunda-feira rumo ao norte pelo Mar do Japão já transformado em tempestade tropical. Em sua passagem, levou pela frente infraestruturas, transbordou rios e causou inúmeros deslizamentos de terra nas áreas litorâneas, onde as equipes de resgate trabalham para tentar restaurar as vias interrompidas para chegar aos locais mais remotos. (…)

Rui Iwersen, editor

09 de novembro de 2011

Aquecimento Global

Limite de aquecimento está em risco sem ação climática até 2017

 UOL Ciência e Saúde

Em Londres

O mundo pode não ser capaz de limitar o aumento da temperatura global a níveis seguros se uma nova ação climática internacional não for tomada até 2017, já que muitas usinas de energia de combustível fóssil e fábricas estão sendo construídas, alertou a Agência Internacional de Energia nesta quarta-feira.

Se o mundo limitar o aquecimento global a 2 graus Celsius — que segundo cientistas é o nível mínimo de segurança antes que efeitos devastadores das mudanças climáticas ocorram — os volumes de emissão de gases não devem ter mais de 450 partes por milhão (ppm) de dióxido de carbono. Com as emissões já chegando a 390 ppm de CO2, está se esgotando o tempo para tomar uma atitude.

A infraestrutura energética existente já está liberando 80% das emissões permitidas sob esse cenário, advertiu a AIE em seu Relatório Mundial de Energia. Quatro quintos do total das emissões de carbono relacionadas à energia permitida até 2035 para limitar o aquecimento já vêm das usinas, prédios e fábricas existentes, apontou a agência. (…)

O alerta vem apenas algumas semanas antes de uma reunião de negociadores internacionais na África do Sul para tentar trabalhar em um novo pacto global para combater o aquecimento global. São baixas as expectativas de um acordo juridicamente vinculante este ano. A União Europeia está pressionando por um acordo até 2015, mas alguns outros países foram acusados de atrasar um pacto até 2018 ou 2020.

(…) Melhorias na eficiência energética precisariam responder por metade das reduções adicionais de emissão necessárias, disse a AIE. Em maio, a AIE informou que as emissões globais de CO2 atingiram seu nível mais alto em 2010, impulsionadas principalmente pelas economias dependentes de carvão. Se novas políticas climáticas forem implementadas cautelosamente, as emissões de CO2 acumuladas nos próximos 25 anos equivaleriam a três quartos do total dos últimos 100 anos, disse a AIE. (…)

Rui Iwersen, editor de GaiaNet; de Cusco, Perú

.

21 de novembro de 2011

Incidência de raios cresce 11% em média nas cidades com mais de 200 mil habitantes

UOL Notícias e Agência Brasil

A incidência de raios cresceu em média 11% nas cidades com população acima de 200 mil habitantes, de acordo com os dados mais recentes do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), núcleo do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). “Tanto essas cidades têm mais tempestades, quanto elas estão também cada vez mais intensas, e a urbanização pode ser apontada como uma das principais responsáveis”, diz Osmar Pinto Junior, coordenador do Elat.

Com base em dados de satélites, o  Elat informou que, no ranking mundial, o Brasil ocupa o primeiro lugar na incidência de raios, com 57,8 milhões de ocorrências por ano, seguido pela República Democrática do Congo, com 43,2 milhões, pelos Estados Unidos, com 35 milhões, pela Austrália, com 31,2 milhões, China, com 28 milhões e Índia, com 26,9 milhões. (…)

Rui Iwersen, editor de GaiaNet

.

24 de dezembro de 2011

Os ventos do Planeta

Falta de ozônio ajuda a manter Antártida fria

 e UOL Notícias

Enquanto o entorno da Antártida segue a tendência de aquecimento observada em quase todo o planeta, o centro continua frio, conforme imagens de satélite da Nasa desde a década de 1970. E o gelo, em vez de derreter, está se expandindo.

Aparentemente, o choque entre a temperatura fria do centro e as médias quentes do entorno é decisivo para gerar ventos e manter a região central gelada. É o que pensam pesquisadores brasileiros, em busca de respostas para fenômenos climáticos na Antártida.

Eles afirmam que a diminuição da camada de ozônio sobre o continente ajuda a manter a temperatura fria na região central e sustentam que o frio causado pela ausência do gás contribui para aumentar os ventos ao redor da Antártida e isolar termicamente a região.

Rui Iwersen, editor

.

23 de março de 2012

Mudança climática acelerou entre 2001 e 2010, afirma OMM

UOL Notícias e EFE

Genebra – A mudança climática acelerou entre 2001 e 2010, um período caracterizado pelas chuvas fortes, temperaturas extremas e diversos fenômenos meteorológicos extraordinários, segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM). Essas são algumas das conclusões preliminares do “Relatório da década 2001-2010 sobre o Clima Mundial”, que a OMM divulgou nesta sexta-feira pelo Dia Meteorológico Mundial.
 Segundo o documento, elaborado a partir da análise dos dados meteorológicos de 102 países, durante esse período ocorreram enchentes em 63% dos países que participam do estudo, enquanto em 43% foram registrados problemas de seca. (…)
Quanto às temperaturas, esse período foi o mais quente desde que se dispõe de registros (1850), com máximas que ficaram em torno de 0,46 graus centígrados acima da média entre 1961 e 1990.
Nove dos anos dessa década também se situaram entre os dez mais quentes desde 1850 e para 90% dos países consultados esse foi o período com temperaturas mais elevadas. Os fenômenos meteorológicos extremos, como enchentes, secas, ciclones e ondas de calor e de frio afetaram praticamente todas as regiões do planeta, apesar de o relatório registrar duas ondas de calor “excepcionais” que castigaram a Europa e a Rússia nos verões de 2003 e 2010, respectivamente, e que tiveram como consequência “milhares de mortes e incêndios”. (…)
..
Rui Iwersen, editor
.

05 de abril de 2012

Aquecimento global, temporais e ventos locais

Ao menos 14 pessoas morreram na Argentina, sendo quatro em Buenos Aires, por causa de um temporal que atingiu a região leste do país. Mais

Rodolfo Pezzoni/DyN/AP e BOL Fotos

Rui Iwersen, editor

.

15 de abril de 2012

Onda de tornados causa destruição nos EUA

.

Os Estados americanos de Oklahoma, Kansas, Nebraska e Iowa foram castigados neste sábado (14) e domingo (15) por uma onda de tempestades e tornados, que não causou nenhuma morte mas que deixou dezenas de feridos leves e diversas edifícios danificados. Na foto, moradores de Creston, no Iowa, começam a limpar os estragos.

Eric Francis/Getty Images/AFP e BOL Fotos

Rui Iwersen, editor

.

.Atualizações futuras no início da página
.
.


2 Comentários

  1. 3 de dezembro de 2009 at 17:33

    É de suma importância esse tipo de colocação cronológica, mostrando a clareza dos efeitos das tempestades que assolam nosso pais. Espero que as pessoas tomem consciência do que está acontecendo.

  2. 22 de setembro de 2009 at 18:18

    Muito bom ter estas notícias aqui! Eu pesquiso e logo acho! Um beijo, :*


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: